Vale tudo na delação?Dinheiro para Wagner em 2006 por obra iniciada quase em 2012?

valetudo

Não tenho procuração nem de Jaques Wagner nem de José Sérgio Gabrielli para defendê-los.

Aliás, sequer conheço qualquer um dos dois.

Mas há algo estranhíssimo neste documento de delação de Nestor Cerveró – vazado ilegalmente – apreendido de posse – ilegal – de Delcídio Amaral e, de novo, vazado para o Estadão.

Segundo o texto, Gabrielli teria  decidido transferir para Salvador – uma das importantes sedes da Petrobras, desde sua fundação – uma parte do setor financeiro da empresa. ““Para tanto, foi construído um grande prédio em Salvador, onde atualmente é o setor financeiro da Petrobrás.”, diz o documento. Aí, teria escrito Cerveró, foi construído um prédio e, desta obra, parte dos recursos teria ido irrigar a campanha de Jaques Wagner ao governo baiano em 2006, mas que “não se lembra” por intermédio de que empreiteira teria construído o edifício.

Bem, não sei se Wagner recebeu dinheiro de tal ou qual empreiteira e não tenho como afirmar que tenha sido legal ou ilegal qualquer doação.

Mas, ao que parece, dou capaz de ir procurar informações para saber se isso coincide ou não com os fatos.

Aí encontro na página oficial da Petrobras a cobertura do lançamento da pedra fundamental de seu edifício na capital baiana, é fato. O mesmo em outras publicações baianas.

Só que em 19 de dezembro de 2011. Quer dizer: a obra começou  mais de cinco anos depois da eleição de Wagner ao governo pela primeira vez ao Governo da Bahia e mais de um após sua reeleição.

Por mais que eu tente, não consigo atinar como foram feitos pagamentos – que seriam desviados para a campanha – com mais de cinco anos de antecedência!

Em qualquer lugar do mundo, obra é paga à medida de sua realização e atestada a execução. Pode haver fraude no preço ou na medição (que é como se chama o “confere” que se faz para pagar uma fatura de “X” reais). Nem sequer digo que não haja, porque não conheço propina paga antes de receber-se e com cinco anos de antecedência.

Em sua defesa, Gabrielli mostra – comprovando com reportagem de jornal – que  a  mudança do setor financeiro se deu em 2008, para prédio já ocupado pela empresa, que recebeu reforma a partir de 2007. Cerveró se refere especificamente à construção de “um grande prédio”, o que não é o caso de uma mera reforma em um já existente. E cita como testemunhas duas pessoas que já morreram, convenientemente.

Agora, é de doer que seja aceito como “delação”  para fins de reduzir a pena de um ladrão a história do “não me lembro qual foi a empreiteira, mas todo mundo sabia”.

Ouviu na “Rádio Corredor”?

Passamos ao vale-tudo para atingir a honra das pessoas, faz tempo.

A história não tem densidade para render uma matéria, que dirá para render um processo, como o que há ali.

Muito menos para valer perdão ou redução de penas para quem desviou milhões e menos ainda para atingir outras pessoas na base do “ouvi falar” e  do “todo mundo sabia”.

É preciso que haja um mínimo  de verificação antes de se acusar alguém tão gravemente.

 

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

23 Respostas

  1. Rui disse:

    Existe sim Fernando. Foi igual a venda do projeto de lei do setor automotivo pro filho do Lula. ele recebeu alguns anos antes da medida entrar em vigor. Agora o partido dos 300 mil, da lista de furnas, da criação do mensalão, do banestado, da privataria tucana, da compra da reeleição, do metro esse pode estar tudo comprovado ( pelo MP suiço) que não vem ao caso.

  2. Marco Guerra disse:

    Rapaz e mesmo o fim da picada,isso e um deboche com qualquer um.desde que não seja alienígena!

  3. Heitor disse:

    Não foi delação. Foi induzido a dizer isso pelo juiz ou um dos procuradores.
    O processo é político, todos sabemos.
    Essa farsa só não é desmascarada pela mídia ou pelo Janot, porque lhes convém.
    Mídia seletiva.
    Justiça seletiva.
    Moral seletiva.

  4. Rafael disse:

    É…, tem gente que por má fé ou ingenuidade confunde MEIO de comunicação com EMPRESA de comunicação.

    O primeiro é um instrumento neutro posto que inerte, a segunda, visa, numa Republica capitalista, poder e lucro. Logo, para as empresas de comunicação, informação é um meio de atingi-los, a custo de quem puder ofertá-los – o povo e seu governo.

    Até aí nada demais. O problema é quando o mercado midiático é oligopolizado. Paga-se caro por um produto ruim.

    E a “sociedade esclarecida” ao invés de lutar pela livre concorrência, contra o oligopólio midiático, trabalha, ingenua ou sadicamente, para o seu fortalecimento. Vai continuar pagando caro por um produto de quinta.

  5. Mauricio Gomes disse:

    A pergunta que não quer calar é: quando alguém irá ser afastado, demitido ou preso por esses vazamentos criminosos e ilegais? O caso do grampo ilegal na cela do bandido Youssef até hoje não deu em nada, e o delegado e o agente que denunciaram a maracutaia passaram a sofrer tentativas de intimidação explícita dessa camarilha. Até quando Zé mané?

  6. Patrice L disse:

    Aliás, aqueles que, pensando em se livrar, ficam fazendo acusações falsas ou sem provas deveriam ter as suas delações castigadas e não premiadas. Mas estamos na República do Paraná, então vale tudo, se vier ao caso!

  7. Cláudio disse:

    :

    : * * * * 19:13 * * * * .:. Ouvindo A Voz do Bra**S**il e postando:

    * * * * * * * * * * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *

    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !

    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * * * * * * * * * * *

  8. hcc disse:

    Nestes vazamentos é fácil identificar de cara um grande um bandido: o vazador. E pago com o nosso dinheiro, o que é pior. Estamos pagando salário a bandidos.
    Será que este orgão onde pupulam bandidos vazadores ainda tem jeito?

  9. Messias Franca de Macedo disse:

    … E para onde o PIG &$ a tal Força-Tarefa da Operação ‘Lava [Tucano a] Jato’ ‘vazou’ a delação que poderia colocar na Papuda o ‘Aécio R$ 300.000,00 Furnas Forever’?

  10. Messias Franca de Macedo disse:

    ajuste:

    … E para onde o PIG &$ a tal Força-Tarefa da Operação ‘Lava [Tucano a] Jato’ ‘vazaram’ a delação que poderia colocar na Papuda o ‘Aécio R$ 300.000,00 Furnas Forever’?

  11. L. Souza disse:

    Pode-se até levar em consideração uma informação de delação, mas como diz a Dilma, não dá pra respeitar delator.

  12. Messias Franca de Macedo disse:

    … E com a palavra ‘os(as) penas amestradas’ do PIG [“e na maior cara dura”!]:

    “O teor dessas delações já foram homologadas pelo STF, e correm sob segredo de Justiça.”

    Sim, lá isso é jornalismo?!
    Lá isso é Poder Judiciário?!
    Lá isso é ministro da Justiça?!
    Lá isso é Corte Suprema?!
    (…)

    “Rebanho” de golpistas vulgares!
    Perdão pelo pleonasmo!

    Que Casa Grande escrota e IMUNDA é essa, siô?!…

    • Messias Franca de Macedo disse:

      ajuste:

      [… E com a palavra ‘os(as) penas amestradas’ do PIG [“e na maior cara dura”!]:

      “Essas delações já foram homologadas pelo STF, e correm sob segredo de Justiça.”

  13. titus disse:

    O governo norte americano paga a policia federal eles mandam! pronto.

  14. Maria Rita disse:

    A gente nem sabe mais quem mente primeiro: o delator, a mídia ou o povinho da lava jato. E a mentira vai crescendo e a verdade? Ó! Foi pro beleléu.

  15. Iskra disse:

    O PIG é tão óbvio que chega a ser ridículo….mas e a presidenta ? Brinda os movimentos sociais com uma rephorma da previdência que só agrada a direita ?
    E são esse movimentos que a apoiam, enquanto a direita e o pig a apedrejam.
    Sinceramente, começo a pensar que o Fhc tem razão, a Dilma cai sozinha, nem precisa empurrar.

  16. Valdo disse:

    Vou repetir aqui o que tenho feito . Uma pergunta! como aconteceu e o por que chegou a tanto a guarda pretoriana do imperio Romano? O que ela fez e como entrego o poder a um nobre, covarde, corrupto e impopular!!! Estamos. Gestando uma nova guarda pretoriana.

  17. Tomás disse:

    Sabemos que os EUA, que só de mentirinha dizem que odeiam ditaduras, apoiam com unhas e dentes a Arábia Saudita. O velho ditado diz que o costume de casa vai à praça, mas o que o povo americano deverá temer é que este ditado se confirme em seu avesso, e eles tragam para dentro de seu país tudo o que de ruim apoiam no país dos outros, ou seja, que o costume da praça venha à casa. Isto talvez já esteja começando a acontecer, com certas limitações à liberdade e barbaridades policiais que por lá estão se alastrando. O que isso tem a ver com o post? Bem, sabemos que nada sabemos do que se passa no estranho tribunal do doutor Moro, e como surgem estas delações que vão parar seletivamente na imprensa visando sempre apoiar uma determinada corrente política e outros interesses talvez mais sombrios ainda. E sabemos que o doutor Moro foi treinado diretamente pelo Departamento de Estado dos EUA.

    Vejamos o que diz a Anistia Internacional sobre a situação dos direitos humanos na Arábia e em outras petromonarquias, no período de 2014/2015:

    A situação dos direitos humanos na Arábia Saudita aparece assim descrita no relatório 2014-2015 da Anistia Internacional:

    No Golfo, as autoridades do Bahrein, da Arábia saudita e dos Emirados Árabes Unidos foram inflexíveis em seus esforços para sufocar a dissidência e erradicar qualquer sinal de oposição aos que detêm o poder, confiantes de que seus principais aliados entre as democracias ocidentais dificilmente fariam objeções.
    Todas as aglomerações públicas, inclusive manifestações, continuaram proibidas por força de uma ordem expedida pelo Ministério do Interior em 2011. Quem tentasse contestar a proibição se arriscava a se preso, processado e encarcerado por acusações tais como “incitar as pessoas contra as autoridades”. Em outubro, o governo advertiu que prenderia quem desafiasse a proibição apoiando uma campanha para permitir que mulheres dirigissem.
    (…)
    Autoridades da área de segurança efetuaram prisões arbitrárias e continuaram a deter pessoas por períodos prolongados, sem acusações nem julgamento, inclusive dezenas que passaram mais de seis meses detidas sem serem encaminhadas a um tribunal competente, em violação ao Código de Processo Penal saudita. Durante os interrogatórios, era freqüente que os detidos fossem mantidos em regime de incomunicabilidade e privados de acesso a advogados, em violação às normas internacionais para julgamentos justos.
    (…)
    Segundo ex-detentos, réus e outras pessoas, a tortura e outros maus-tratos continuaram comuns e generalizados, sendo praticados com impunidade. Em muitos casos, os tribunais condenaram os réus somente com base em “confissões” obtidas durante a detenção provisória, sem investigar suas denúncias de que essas confissões haviam sido extraídas mediante tortura, às vezes sentenciando os réus à morte.

    http://www.tlaxcala-int.org/article.asp?reference=16976

  18. Francisco disse:

    Aventaram (aventaram!) a possibilidade de Wagner ser candidato à presidência pelo PT numa terça-feira…

    Numa quinta-feira, aparece isso ai.

    Sinceramente? Eu quero que Dilma termine o mandato e que depois ela SE ARROMBE.

  19. Marcos Maurílio de Oliveira disse:

    Ao SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL incumbe a competência, indeclinável e necessária, de dar um basta, de forma peremptória, aos desvarios, que têm sido perpetrados pelos Agentes da Operação LavaJato, para que não restem quaisquer réstias de dúvidas acerca da sua indispensabilidade, uma vez que eles, devido a essas evidentes arbitrariedades, estão ultrapassando os limites da razão e do bom senso, utilizando-se do frágil e suado argumento de que estão se empenhando, decididamente, para a extinção da CORRUPÇÃO no nosso PAÍS, o que não consulta a verdade, considerando que eles deixaram de lado a bombástica denúncia de que os desvios de recursos na PETROBRÁS, teve início no primeiro mandato do PRÍNCIPE DA PRIVATARIA, que não tomou qualquer providência para cortar o mal pela raiz! Isso ele afirmou alto e bom som recentemente, com a certeza de que não poderia mais ser punido pelo Crime de Responsabilidade por ele próprio confessado, o que se configura no mais deslavado cinismo! Assim, aguarda-se com vivo e inusitado interesse, que o nosso SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL faça valer a sua autoridade, que está consagrada na nossa CONSTITUIÇÃO, para acabar, de uma vez por todas, com esse autêntico vale-tudo que ali vem imperando, em que reputações estão sendo destroçadas pelas débeis insinuações do “ouvi dizer” e “todo mundo já sabia”, que não estão embasadas em realidades fáticas! Assim, caso venha a se abstrair de suas funções impostergáveis, corre-se o tremendo risco de ele próprio ser jogado na vala das coisas imprestáveis, o que seria uma verdadeira tragédia para o nosso SISTEMA DEMOCRÁTICO, que, absolutamente, não pode ser desacreditado de forma tão infame!!! …

  20. Assim Falou Golbery disse:

    Perfeito. Essa história de que o petismo criou a corrupção é coisa de safado. Em todos os casos quando o petismo ganha a corrupção já existia por lá e se acabar não ganha mais nada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *