Tucanos estão tão por baixo que até Temer os chuta

enxame

Ao blog do global Gerson Camarotti, Michel Temer deu declarações sobre uma possível aliança com Geraldo Alckmin e o PSDB que têm um nome, em português claro: um chute no traseiro dos tucanos.

“Eu [é] que estou sendo procurado com insistência pelos tucanos. É o Alckmin que está pedindo encontro comigo. Quando vou a São Paulo, é um enxame de peessedebistas (tucanos) a me procurar”.

E não parou nas abelhas a metáfora:

“Estou indignado. Essa gente está atrás de mim com ânsia. E fica parecendo que sou que estou atrás de Geraldo Alckmin de forma insistente, abanando o rabo”, protestou Temer.

Como se vê, é conversa de quem não quer conversa.

Depois da pesquisa de hoje, onde “cresceu para baixo”, nem mesmo de biombo Alckmin serve.

Não demora muito sua presença estará sento tão desejada na campanha quanto a de Aécio Neves.


Der WhatsApp Chat ist offline

Comentários no Facebook