Subversão da ordem em marcha: juízes e promotores fazendo comício!

comicio

O Supremo Tribunal Federal. o Conselho Nacional de Justiça e o do Ministério Público estão instados a agir imediatamente contra o absurdo que está acontecendo.

Que o presidente da Associação de Juízes Federais queira, em nome de supostos interesses corporativos, extrapolar suas funções para interferir em atos administrativos ou recursos judiciais já é ruim.

Mas que o promotor Deltan Dallagnol vá para um ato de protesto, em Curitiba, para dizer que o MP e Sérgio Moro não serão intimidados, em comício improvisado, passa de todos os limites de decoro necessário à sua função.

Estão sendo intimidados por quem? Tem a obrigação de dizer, se isso está acontecendo.

Se não está satisfeito em perder o Lula como “presa” – e olhe lá se não tentarão um ato desesperado enquanto esta estranha decisão do juiz “coxinha” de Brasília mantiver suspensa a sua nomeação –  que recorra e tente manter lá a investigação, se possui argumentos jurídicos para isso.

Mas promotor ir pra calçada, de caixa de som, fazer comício sobre o caso que está tratando?

Pode chamar de intimidação o caso ir para a mais alta Corte do país? Está chamando o Supremo de “abafador”?

Diante disso, quem pode considerar equilibrado um agente público?

Quem pode acreditar numa Justiça que vai para cima do caixote fazer isso?

Meu Deus, o que estão fazendo do Judiciário?

 

Comentários no Facebook