SOS Brasil Soberano: Meirelles, ex-JBS, será presidente de quem?

eaimeirelles

O Movimento SOS Brasil Soberano, liderado pela Federação dos Sindicatos dos Engenheiros do Brasil, divulgou hoje um alerta sobre o movimento para colocar o “xerife do mercado”, Henrique Meirelles, pelo voto indireto, na Presidência da República. Enfiar, ilegitimamente, o ex-executivo da JBS, significa,  não só privatizar o Governo brasileiro como, no final das contas, colocar o executivo dos corruptores no comando da Nação.

Veja o texto:

Meirelles: um financista, vindo
da J&F, no golpe dentro do golpe

O “golpe dentro do golpe” é entregar, em uma eleição indireta, a Presidência do país a Henrique Meirelles, representante histórico dos interesses do capital financeiro internacional e ex-executivo da própria J&F. Ele parece ter credenciais melhores do que as de Michel Temer para fazer as reformas ultraliberais do projeto derrotado nas urnas – e que motivaram a derrubada da presidenta eleita, Dilma Rousseff –, pelo menos na avaliação dos atores que deflagraram o ataque recente ao governo Temer, uma articulação que uniu Grupo Globo, J&F (dono da JBS) e a Procuradoria Geral da República.

Essa parece ser a aposta por trás da guinada súbita do noticiário da Globo, acometido de uma inusitada indignação republicana. O editorial “A renúncia do presidente” foi divulgado no meio da tarde da última sexta-feira (19) e pede a saída de Temer com base em uma argumentação que não se constrange, contudo, de usar a Constituição para defender eleições indiretas, depois de tê-la rasgado: derrubando a presidenta eleita e promovendo o desmonte do Sistema de Seguridadade Social previsto no texto constitucional de 88.

Desde a última quarta-feira (17), a sociedade assiste perplexa a uma saraivada de acusações, áudios, vídeos, comentários, fotos, que constróem um roteiro de promiscuidade e ilícitos envolvendo o governo Michel Temer, parlamentares e partidos, de um lado, e a J&F, do outro. O fato de o atual ministro da Fazenda e potencial candidato à sucessão de Temer ter sido, até a queda de Dilma, executivo de ponta do grupo corruptor não mereceu destaque. Henrique Meirelles foi presidente do conselho de administração da J&F, de 2012 a 2016, e presidente do banco Original, controlado pela J&F, entre 2015-2016. Totalmente digital e criado como projeto pessoal de Meirelles dentro do grupo, o banco Original não vai bem. Em março deste ano, segundo o jornal Valor Econômico, o Original vendeu sua marca à J&F, sua própria controladora, numa operação de R$ 422 milhões, que permitiu ao banco fechar o exercício de 2016 com lucro. Sem o negócio, teria apresentado prejuízo operacional de R$ 278,6 milhões no ano.

Meirelles assumiu na J&F em março de 2012 com a missão de criar estratégias para a expansão da empresa dentro e fora do país. Em matéria da revista Exame, na ocasião, Joesley Batista, o delator e um dos donos da J&F, explicava a contratação: “O Meirelles não vai ser apenas um consultor. Vai cobrar resultados dos executivos e traçar estratégias para a expansão do negócio”. Nesse contexto, não é possível ignorar – política ou judicialmente – a participação altamente estratégica do ministro nas atividades da J&F.

Tirar um presidente por seu comprometimento com um grupo empresarial e substituí-lo por um ex-funcionário e estrategista direto do mesmo grupo não pode ter motivação republicana. O que se pretende, com a troca, é buscar legitimar o golpe dado na Presidência e que continua em curso, com ataques à vontade popular e à cidadania brasileira. (Desprezadas as demais motivações de ordem econômica puramente empresarial que podem estar envolvidas no lance, considerando que a JBS, controlada pelo J&F, é uma das maiores anunciantes do Grupo Globo).

Henrique Meirelles fez sua carreira no setor financeiro internacional. Começou no BankBoston em 1974, e lá ficou por 28 anos. Entre outras funções, ocupou a presidência da instituição no Brasil e na matriz – o BankBoston mundial. Em 1999, o banco se fundiu ao grupo financeiro Fleet, criando o FleetBoston Financial, também presidido por Meirelles. O engenheiro que virou financista acumula prêmios pelos serviços prestados ao setor bancário. Melhor Banqueiro da América Latina em 2006, Prêmio Lide de Personalidade do Ano, dado em 2010 pela organização lobista de João Doria Jr.; Prêmio Bravo Awards de Financista do Ano em 2008; Prêmio Emerging Market Awards de Melhor Banqueiro Central para América Latina, também em 2008.

Já foi do PSDB, do PMBD, e agora é filiado ao PSD, partido de Gilberto Kassab. Nenhuma sigla, contudo, reflete o compromisso fundamental de sua biografia: o setor financeiro internacional e as empresas transnacionais atreladas a ele, para os quais pretende entregar o Brasil. E já começou a fazê-lo, ao congelar os gastos públicos por um período de 20 anos, ao propor medidas que inviabilizam a aposentadoria e fomentam o mercado de previdência privada, ao atacar direitos dos trabalhadores, ou ao permitir uma política econômica sem um banco forte de apoio ao desenvolvimento, induzindo o BNDES a atuar com taxas de mercado, entre outras iniciativas que Meirelles defende em todos os eventos públicos de que participa.

Contra o golpe, e contra o golpe dentro do golpe, e quaisquer outras manobras que agravem as violações às instituições brasileiras, é preciso restabelecer legitimidade ao governo e desfazer as medidas recentes que não contam com nenhum respaldo popular: eleições gerais diretas. Já.

Comentários no Facebook

21 Respostas

  1. Messias Franca de Macedo disse:

    … Ainda sobre ‘os moralistas sem moral alguma’ da ‘PORCA-tarefa’ do ‘miniSTÉRIO’ PRIVADA da ‘Farsa a Jato’!…
    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
    PROCURADOR PRESO PELA PF É AMIGO DE DELTAN DALLAGNOL
    https://www.youtube.com/watch?v=yObo0HjF5V0

  2. Messias Franca de Macedo disse:

    ATENÇÃO PARCELA DO BEM DA NAÇÃO BRASILEIRA

    Um pouco da ficha corrida do “açougueiro em favor do neoliberalismo genocida henRIQUINHO meirelles do infame libanês MT do CUnha do ‘Minierinho'”!
    Entenda as denúncias contra Henrique Meirelles

    da Folha Online

    12/05/2005 – 14h37

    O procurador-geral da República, Claudio Fonteles, pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) a abertura de inquérito e a quebra do sigilo fiscal do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, por suspeita de remessa ilegal de dinheiro ao exterior.
    O pedido incluía a quebra de sigilo de Meirelles e de empresas que supostamente pertenciam a ele a partir de 1996. O procurador também queria ter acesso à cópia de processos existentes no BC e na Receita Federal contra Meirelles.
    O objetivo é esclarecer se Meirelles fez remessa ilegal de dinheiro para o exterior, que é um tipo de crime contra o sistema financeiro, e praticou sonegação fiscal, por meio de empresas que seriam controladas por ele.
    O ministro Marco Aurélio de Mello, do STF, autorizou o inquérito após o tribunal decidir, na semana passada, que presidentes de BC têm direito a foro privilegiado e só podem ser julgados pelo próprio STF.
    No parecer enviado ao STF, de duas páginas, Fonteles não falava em indícios de crime, apenas dizia que são “relevantes as considerações” feitas pelo procurador da República no Distrito Federal Lauro Pinto Cardoso Neto em relatório sobre as atividades de Meirelles.
    O procurador-geral antecipou que quer identificar a origem de cerca de R$ 1,37 bilhão remetido para o exterior pela Boston Comercial e Participações, uma das empresas supostamente controladas por Meirelles, por meio do Banco de Boston, instituição que ele próprio presidira.
    Segundo o procurador da República em Tubarão (SC), Celso Antônio Três, no entanto, o valor das remessas chegaria a R$ 1,65 bilhão.
    Após a análise dos documentos e conclusão do inquérito, caberá ao procurador-geral decidir se pede ou não abertura de processo. Isso acontecerá se Fonteles se convencer de que os indícios de crime se confirmaram.
    (…)

    FONTE, pasme: http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u68947.shtml

  3. Messias Franca de Macedo disse:

    ESCÁRNIO!

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    Temer oferece feijoada a aliados no Alvorada após pronunciamento

    Após fazer um novo pronunciamento, o presidente Michel Temer ofereceu, na tarde deste sábado (20), uma feijoada a políticos aliados, no Palácio da Alvorada.
    Passaram por lá, entre outros, o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), os ministros Mendonça Filho (DEM, Educação) e Antonio Imbassahy (PSDB, Secretaria de Governo), o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PI), e o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA).
    (…)

    FONTE, pasme: http://g1.globo.com/politica/blog/andreia-sadi/post/temer-oferece-feijoada-aliados-no-alvorada-apos-pronunciamento.html

    • Tomás disse:

      Será, mal comparando, o seu Baile da Ilha Fiscal? Será que Temer acha que ainda poderá haver salvação para ele? De qualquer modo, ele fez o certo. Na sua situação, melhor tentar aparentar calma do que desespero. Como isto vai evoluir e quem tem a próxima pedra para jogar? Será que o STF poderá destituí-lo, ou será necessário todo o rito que aconteceu com Dilma?

  4. Guilherme disse:

    Não é somente Temer que me dá nojo. O empresariado paulista também. Foram elas que apoiaram essa ruptura institucional que rasgou o voto dos eleitores, ampliou de forma considerável uma crise econômica que já estava em curso e ainda legitimou uma série de cacoetes ditatoriais, autoritários e arbitrários nas ações cotidianas deste (des)governo.

    Temer é paulista. Um ilegítimo governo descendente da mentalidade dos barões do café, que só pensam em seus umbigos e desprezam o restante do Brasil.

    • OSVALDO LESCRECK FILHO disse:

      O estado de São Paulo, em que pesem as riquezas que gera, (me parece que) em razão da falta de compromisso patriótico (lá, MUITOS deles se dizem “filhos de” caucasianos, nórdicos, eslavos, portugueses e italianos, mormente)) e não “brasileiros, de pronto”) e levando sempre como rumo tal “sucesso pessoal”, Já deixou de ser a “locomotiva da nação”.Cultural e politicamente, considerando o que tem que ser considerado então, veja onde chegamos… Os nossos representantes no Senado federal, Martha (o que faz a inveja…) , josé serra e aluisio nunes são deploráveis. O leve-se em conta, que o josé serra ganhou a eleição para o senado em disputa com o Eduardo Suplicy!!! Veja a que ponto chegou a imbecilidade e desconhecimento dos fatos políticos que chegou a população de lá…Dá pra entender ou quer que desenhe?

  5. Messias Franca de Macedo disse:

    … Um pouco mais da ficha corrida do “açougueiro em favor do neoliberalismo genocida” henRIQUINHO meirelles do infame libanês MT do CUnha do ‘Minierinho’!

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    Presidente do BC volta a ser acusado de irregularidade financeira
    Henrique Meirelles teria remetido em 2002 pouco mais de US$ 50 mil para conta de doleiros investigados por lavagem de dinheiro

    09/10/2008

    Uma nova operação financeira embaraçosa de Henrique Meirelles, presidente do Banco Central, foi identificada nos arquivos da CPI do Banestado, que investiga a evasão de divisas. A informação foi publicada em reportagem desta quinta-feira (5/8) pelo site da revista Veja e ajudou a derrubar as cotações na Bolsa de Valores de São Paulo. A Bovespa fechou com uma queda de -3,82%.
    Em 18 de outubro de 2002, Meirelles, então recém-eleito deputado federal pelo PSDB de Goiás, remeteu a partir de uma conta pessoal no Goldman Sachs, nos Estados Unidos, 50 677,12 dólares para uma conta de doleiros investigados por lavagem de dinheiro. A conta da qual Meirelles enviou o dinheiro não consta em sua declaração de Imposto de Renda.
    (…)

    FONTE, pasme: http://exame.abril.com.br/economia/presidente-do-bc-volta-a-ser-acusado-de-irregularidade-financeira-m0069477/

  6. Messias Franca de Macedo disse:

    Henrique Meirelles era o presidente do JBS e não sabia de nada?

    Por Mauro Lopes – 16:09

    Henrique Meirelles, a grande unanimidade das elites do país, que insistem em colocá-lo acima de qualquer suspeita, tem um “detalhe” em sua biografia que a imprensa golpista deixou passar: ele era o presidente do grupo durante os anos em que o JBS repassou ao redor de meio bilhão de reais aos políticos, com carta branca dos donos. Uma de suas responsabilidades era exatamente o contato com o mundo político. Não é incrível? E não sabia de nada? Não viu nada? Não “trocava figurinhas” com o agora megadelator e seu ex-patrão Joesley Batista?
    Se sabia, é inexplicável que não tenha ainda entrado na dança. Se sabia e atuou em parceria com Joesley, mais grave ainda. Se não sabia, bem… se Meirelles foi o presidente do grupo entre 2012 e 2016 e não soube que saíram R$ 500 milhões do caixa das empresas, nas mãos de quem está a economia do país?
    (…)
    Dá pra acreditar que como presidente do grupo ele não soube de nada? Não viu? Não leu? Sumiram R$ 500 milhões dos cofres do grupo e Meirelles não soube? Se ele soube, deve entrar nos processos em curso. Se ele não sabia de nada mesmo, deve ser interditado, porque deixar um néscio assim como ministro da Fazenda do Brasil é um risco sem medida.

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://jornalggn.com.br/noticia/meirelles-era-o-presidente-do-jbs-e-nao-sabia-de-nada-por-mauro-lopes

  7. Messias Franca de Macedo disse:

    ESSE MEIRELLES É QUEM QUER ESSA REFORMA DA PREVIDÊNCIA CONTRA OS TRABALHADORES. ELE É APOSENTADO PELO BANCO DE BOSTON COM MAIS DE R$
    300.000,00 REAIS POR MÊS, ENTÃO ELE NÃO SE IMPORTA SE O TRABALHADOR BRASILEIRO VAI SE APOSENTAR OU NÃO, POIS PARA APOSENTAR COM O TETO MÁXIMO DE R$ 5.531,31, O TRABALHADOR DEVERÁ RECOLHER SEMPRE O MÁXIMO, E MESMO ASSIM NÃO ALCANÇA ESSE TETO MÁXIMO.

    Comentário proferido por Ari Mainardes
    20 de maio de 2017 em 20:39

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.esmaelmorais.com.br/2017/05/jbs-quer-emplacar-meirelles-no-lugar-de-temer/

  8. Irion disse:

    Interessante, com a queda do chefe dos vampiros, cia toda a vampiragem corrupta ou se escondem!

  9. Eliane ex SP agora RS disse:

    Nassif traz mais informações do “currículo” deste presidenciável, aparentemente, apoiado pela globo. É uma beleza!
    “A aposta em Henrique Meirelles é furada. Desde 2.010 repousa nas gavetas indevassáveis da PGR um inquérito contra Meirelles por crime tributário (https://goo.gl/z5BVWz). Ele faz parte da geração de filhos de Anápolis, que inclui, entre outros, a família Batista e Carlinhos Cachoeira.

    Aliás, outra dica de pauta: as imbricações entre o bicho e a expansão inicial da JBS. O comendador Arcanjo – outro dos campeões do bicho do Centro-Oeste – foi um dos financiadores dos maiores sojicultores do estado, através de lavagem de dinheiro. Nas conversas de Joesley com Temer, ambos acertam formas de pressionar Meirelles embora, até agora, não haja nenhum indício maior de que as pressões tenham sido
    bem-sucedidas.”
    Ver em: http://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-dos-zumbis-da-politica-e-as-diretas

  10. Jesus Francisco Girardi disse:

    Como é possível tirar o temer e deixar todos os outros la. Quando um governo cai, caem todos do governo. Esta solução não será aceita.Então vamos manter temer que não vai conseguir nada.

  11. Nina disse:

    Na RedeTV o Reinaldo Azevedo defendeu com unhas e dentes presidente mordomo Drácula e o Aécio minerim. Pediu até o afastamento do Janot. Já a Globets (programa “Zorra”), acabaram com os amiguinhos. Sobrou até pro Maia filho.

  12. Holdo disse:

    SE A globo quer derrubar o Temer eh pq tem algo aí.

    Provavelmente temer nao tem força para aprovar as reformas que a globo quer, logo, irao investir na queda dele pra colocar alguem tipo o meirelles.
    Entao eh melhor ficar com o temer mesmo, pois diretas nao iremos conseguir. Se a globo eh contra, eu sou a favor: fica temer

  13. José disse:

    TIREM A FUMAÇA DOS OLHOS. GLOBO PREPARA O “IPPON”. TEM O COMANDO E CARTAS NA MANGA. CRIME PERFEITO EM CURSO. HAVERÁ FORÇA PARA UM CONTRAGOLPE?

    *Por Ricardo Capelli,
    Ex Presidente da UNE*.
    Por que o jornalista Lauro Jardim teve o “privilégio” de dar “o furo do século”? Por que a Globo resolveu exigir a saída de Temer e colocar a família de Aécio no presídio no JN? Teria a família Marinho dado uma súbita guinada à esquerda? Seria Lauro Jardim o mais competente jornalista de todo hemisfério sul? Por que Meireles anunciou ontem ao mercado que, seja qual for o presidente, ele e sua equipe permanecerão? Quem lhe deu esta segurança? Por que foram feitas sonoras com alguns Ministros do STF defendendo a manutenção das atuais regras constitucionais (indiretas)? As revelações “exclusivas” da Globo são mais um capítulo da parceria de sucesso entre a emissora e setores da burocracia estatal de caráter antinacional que começou com o impeachment de Dilma e pode acabar instaurando uma “democracia de fachada” no país. São eles que estão no comando. O “furo”, ou o vazamento, como queiram, foi milimetricamente planejado no jogo em curso. Temer e Aécio foram a “manga do kimono” dada de caso pensado. Querem utilizar a “força da suposta imparcialidade” para o grande golpe final. Após o enfrentamento Lula x Moro ficou evidente a fragilidade de um contrato em branco para decretar a prisão de alguém. A partir daí foi colocada em curso a estratégia final. Do lado do mercado foi ficando claro também a dificuldade de Temer aprovar as reformas. A saída foi a “Operação Patmos (Apocalipse)”. Obviamente que aparecerá munição pesada contra os governos Lula e Dilma em seguida. As cartas estão com eles e serão usadas no momento certo. Afastado Temer e destruído o PSDB, ninguém se levantará contra uma prisão “parcial” de Lula e outros da esquerda. Está em curso o Apocalipse do sistema político brasileiro. Alguém lembra o que fazia Meireles até o ano passado? Acertou quem respondeu que ele era um dos principais executivos do grupo….JBS, isto mesmo. Joesley está agora no seu apartamento de 45 milhões de dólares nos EUA, pelo acordo com “eles” não será preso nem usará tornozeleira eletrônica, é o segundo maior anunciante da……….Globo, e seu principal executivo (Meireles), garantido pelo Globo, continuará a comandar a economia do país sem os políticos com quem antes tinha que negociar. Existe crime perfeito só em filme? Parece que não. A sanha da Globo por uma queda rápida de Temer reside no medo de que, se arrastando, possa levantar a população por Diretas, o que bagunçaria toda sua estratégia. Os jornais de hoje são categóricos. Folha e Estadão pedem prudência, equilíbrio e racionalidade, o Globo fuzila. As manifestações de ontem foram importantes, mas foram pão com mortadela. Nós com nós mesmos. Se não ampliarmos rapidamente, a Aliança do Coliseu, formada pela Globo e setores da burocracia estatal de caráter antinacional, nomeará o biônico pelo Congresso. Parte da esquerda se ilude com uma saída mediada no congresso. Com Rodrigo Maia no alvo e munição de sobra para ele e para seus deputados, dificilmente não ficarão de cócoras para a Globo. Teremos um governo biônico com a política de joelhos, um arremedo de democracia. Conseguir colocar a população na rua parece o único caminho para tentar impor eleições Diretas, mas não será tarefa fácil. A população está anestesiada. Hora é de muita amplitude e mobilização. Haverá força para um contragolpe? Dias difíceis pela frente. Infelizmente, o jogo é bruto, e vai piorar.

  14. Messias Franca de Macedo disse:

    O ladrão presidente ladrão poderá ser substituído pelo ladrão Henrique Meirelles o fundador do Banco Original, o Banco do [mega]ladrão Joesley ladrão!
    Por egrégio e intimorato jornalista e escritor Paulo Henrique Amorim
    https://www.youtube.com/watch?v=nvqeBik0hFQ

  15. Vitor disse:

    Volta Dilma, ex-Petrobras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *