Sindicato aprova ato de médica que se recusou a atender bebê por mãe ser petista

men

Como disse o meu velho professor Nilson Lage, tome um remédio para que seu estômago não embrulhe com esta notícia do Diário Gaúcho, do grupo RBS:

A pediatra que se negou atender uma criança de um ano e um mês, na Capital, porque o menino é filho de uma militante do Partido dos Trabalhadores (PT) teve o comportamento aprovado pelo Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers). Em entrevista ao Diário Gaúcho, o presidente da entidade, Paulo de Argollo Mendes, defendeu a profissional: 

— Ela tem a nossa admiração — disse Paulo de Argollo, em entrevista ao Diário Gaúcho. 

O caso ganhou repercussão na semana passada quando Ariane Leitão, vereadora suplente na Capital e secretária de Políticas para as Mulheres do Rio Grande do Sul durante a gestão Tarso Genro, publicou uma mensagem que teria sido enviada pela pediatra Maria Dolores Bressan

No texto, a média explica: “…Tu e teu esposo fazem parte do Partido dos Trabalhadores (ele do Psol) e depois de todos os acontecimentos da semana e culminando com o de ontem, onde houve escárnio e deboche do Lula ao vivo e a cores, para todos verem (representante maior do teu partido), eu estou sem a mínima condição de ser Pediatra do teu filho”. 

Procurada pelo Diário Gaúcho, Maria Dolores preferiu não se manifestar. 

– Declarações sobre o caso serão dadas pelo Sindicato Médico — limitou-se a dizer a médica. 

Ariane denunciou Maria Dolores ao Conselho Regional de Medicina (Cremers). A médica tem 15 dias para apresentar defesa após notificação.

A seguir, trechos da entrevista do presidente do Simers: 

Diário Gaúcho – Como que o sindicato vê a atitude da médica?
Paulo de Argollo Mendes – É absolutamente ética. O código de ética médico tem um artigo que estabelece como deve se dar a relação entre médico e paciente. Tem coisas muito claras. Por exemplo, se é uma urgência ou se tu és o único médico da cidade, tu atendes e ponto. Não tem condicionais, é a tua obrigação. Tu não és o único médico da cidade e o paciente tem a possibilidade de escolher outros profissionais, daí tu tens que ser honesto, tem que ser leal com o teu paciente. Se tem alguma coisa que te incomoda e que tu achas que vai prejudicar a tua relação com o teu paciente, se tu não vais se sentir confortável, se não vai ser prazeroso para ti atender aquela pessoa, tu deves dizer para ela francamente: olha, prefiro que tu procures um colega. (…)

Diário – Isso não é comum?
Paulo – 
Não. Eu acho que, às vezes, o médico evita de ser muito direto. Acho que essa médica foi extremamente honesta. (…)

Diário – Ela demostra arrependimento?
Paulo – Não. Não tem porque se arrepender. Ela tem que se orgulhar disso. Tem que se orgulhar de ter cumprido o código de ética, ter sido clara, honesta. 

A um médico como este, só se por dizer: Senhor, o senhor é um doente. Tomou tantas doses de ódio que consegue aprovar e apoiar a discriminação de uma criança de um ano  apenas porque não gosta das ideias da mãe. Quantas doses mais para achar que pode recusar uma criança por que sua mãe é negra, ou pobre, ou índia?

O senhor pode ter um diploma de médico, mas não tem a alma de um.

Talvez devesse voltar no tempo e conversar com aquele seu colega alemão, o Mengele, o senhor conhece?

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

74 Respostas

  1. Eduardo Albuquerque disse:

    A perseguição troglodita nas ruas ja conta inúmeros casos. A que nao parece violenta ja ocorre nos locais de trabalho ha alguns anos. E nós ainda estamos sonhando em ganhar votos numa comissão ou plenario da Câmara. Esse republicanismo está levando a conflitos diários e, ou se muda, reage ou fatalmente as supostas liderancas de esquerda terão o mesmo fim das de direita como rolou na av. Paulista. A paciência do lado de cá acabou. Esquerda é pra lutar ou pra se esconder atrás de manifestos? História nao perdoa covardes.

    • ernesto disse:

      Você disse bem, a paciência acabou. As pessoas que fazem realmente o país andar passaram anos aguentando as zombarias do Molusco e dos outros petistas ignorantes que, confiantes de que sempre conseguiriam enrolar os ainda mais ignorantes, se comportavam como uma força de ocupação estrangeira enquanto destruíam o país. O pessoal encheu o saco e alguns não aguentam ver petista nem como cliente. A médica foi uma dessas e, para não prejudicar a criança, avisou com antecedência que gostaria de não mais atendê-la para não ter que ver sua mãe, por sinal uma petralha daquelas que o Brahma chama de grelo duro. Esse é o resultado do nojo que esse partido asqueroso causou nos brasileiros e da sua política de “nós contra eles”. Pediram briga e agora que os brasileiros a compraram ficam se fazendo de coitadinhos.

      • iSKRA disse:

        Seus comentários são típicos de um ser doentio, apenas ódio e decadência moral existe em você ! Pensava que era só mais um alienado fazendo troça, mas sinceramente, tenho nojo de pessoas como você, seres que rastejam nas sombras das mais profundas sarjetas evidentemente são mais úteis a Nação e a própria evolução na Terra.
        Faz assim Ernesto, pega todo seu ódio e se morde, quem sabe a humanidade ganha um presente.
        Queria ver essa sua valentia toda em minha frente , cara a cara, cachorrinho de madame.

        • ernesto disse:

          Tem certeza que não está se olhando no espelho ao ver todo esse ódio? Eu só estou relatando um fato, Lula e os petistas em geral são seres que causam asco a muitos. O Brasil decente quer apenas se livrar desse lixo para que todos possam a viver em paz e harmonia. Love, love! Um beijo em seu coração.

      • Salvador disse:

        Como é que é? Vc ainda encontra justificação pra isso? Cara a tua delinquência agora veio à luz do Sol. Aliás, se tem uma coisa que está sendo pedagógica durante estes governos petistas é que finalmente o que era dissimulado virou manifesto. O preconceito escancarou-se em todos os seus âmbitos. Os “decentes” realmente já escancaram a vastidão de sua “decência”. Ernesto, seu animal, eu sou livre pra pensar e adotar os ideais que me aprouverem. E numa sociedade onde os decentes são de fato decentes, não é admitido que em razão do que penso e acredito eu veja diminuída a minha dignidade. É bastante sugestivo que essa sociedade que agora vc começa a achar que esta retomando sua “decência perdida” manifeste a sua doença através de uma médica. Com médicos assim, bem se explica parte do problema da saúde brasileira. É com neonazistas como vc se explica todo o problema da sociedade brasileira.

      • Mark disse:

        Ernesto, você precisa se tratar. Simples assim.

      • Vixe disse:

        Sim ernesto.
        você precisa se tratar.
        Procure o Dr. Dédalo Dedão.
        Ele é um ótimo Procto urologista e vai te ajudar a se encontrar e apascentar esse seu “âmago”, obscuro, machucado e carente de algo grande e descomunal.

  2. Messias Franca de Macedo disse:

    [Perdão pelo fora de pauta não tão fora de pauta assim, o fascismo não é mais do que isso e outros mais!]

    Lava Jato inventa crime do “IA”, um novo tipo penal, por Armando Coelho Neto

    QUA, 30/03/2016 – 09:01

    Por Armando Rodrigues Coelho Neto

    Antes de qualquer coisa, dois esclarecimentos ao leitor são necessários. Meus textos escritos às pressas, movidos pelo terrorismo midiático diário, aqui ali apresentam pequenas agressões à norma culta. Mas, no presente caso é proposital. O verbo IR, em algumas passagens deveria vir como iria ou IRIAM. Mas, se fosse obedecer essa regra, não daria pra explicar o ”IA”, esse novo tipo penal inventado na “vazocracia”.
    (…)
    O Lula [portanto] não pode ser preso nem condenado (agora é nessa ordem que funciona) por causa de um imóvel que ele ”IA” comprar lícita ou ilicitamente. O suposto crime que ele ”IA” cometer caso comprasse o tríplex “sem ter os recursos” ainda não ou nunca aconteceu.
    (…)
    Agora, Lula está dependendo do Supremo Tribunal Federal, que precisa de tempo para entender o CRIME DO “IA”, que não consta no ordenamento jurídico nacional.

    Armando Coelho Neto é jornalista e advogado, delegado aposentado da Polícia Federal, ex-representante da Interpol em São Paulo

    FONTE [LÍMPIDA!]: blogue do Nassif

  3. Bruno disse:

    A médica foi honesta e educada. Disse a mãe que não se via mais em condições de atender o filho dela, estava abalada com os fatos envolvendo recentes envolvendo o PT e não podia passar por cima de seus princípios. Se disponibilizou a encaminhar o prontuário da criança para outros pediatras de qualidade e assegurou que ela estaria bem amparada.

    Pior seria ela continuar o atendimento da criança já carregando um sentimento negativo sobre a situação, não?

    • Bruno disse:

      um adendo que não foi informado pelo seu post parcial FB, ela não se negou a atender a criança já em seu consultório ou hospital. A criança fazia consultas mensais e, antes da próxima consulta, a médica se comunicou via whatsapp com a mãe para explicar seu posicionamento.

      • Gerson disse:

        Então que troque o juramento dos médicos e coloquem lá que só vão atender se o paciente tiver as seguintes condições: ser do mesmo partido que o médico; ser da mesma raça e cor que o médico; ser da mesma classe social que o médico; ter os mesmos carros que o médico….

        Se o médico carrega sentimento negativo em cima de uma criança de 1 ano ele não deve ser médico (nem pessoa)…ah tá, ele pode ser médico brasileiro.

        • Leo F. disse:

          Exatamente ! Nem precisaríamos entrar no mérito da atitude, ética ou anti-ética.

          Um profissional médico que, pela convicção político-ideológica da mãe de seu pequeno paciente ser contrária à sua, fica com um peso tão grande na consciência que sente não poder mais tratar adequadamente esta criança .. é mais do que insanidade, é rasgar o juramento que ela fez após diplomação e residência.

          Poderia ser oposicionista no ambiente de políticas públicas, nas conferências regionais, mas jamais, no consultório !

          • Octavio disse:

            Leo, o pior é que tem gente que acha, o procedimento desta infeliz, correto. Meu camarada, se o governo federal for apossado pelos políticos que estas pessoas elegeram, todas as pessoas humildes desta país estão ferradas. Um país que tem um sistema judiciário que não se pode mais confiar. Cujos juízes se associaram numa casta. Que não tem nenhuma vergonha em afrontar a justiça. Que fabrica e vende sentenças. Seremos judeus na Alemanha nazista. Homossexuais e negros serão agredidos em praça pública e veremos nos jornais, em defesa dos agressores, juízes, promotores , pastores, padres e toda esta classe média ridícula. Nossos filhos serão agredidos quando não concordarem com eles. Está na hora de mostrarmos que estas pessoas não nos representam. Boicotar geral. Deveríamos começar pelas empresas da FIESP.
            É engraçado como uma parte considerável (não digo a maior parte) das pessoas que moram de São Paulo para baixo se acham o supra-sumo da inteligência humana. Falam mal dos norte/nordestinos. Mas, reparem, que os maiores absurdos no tocante aos direitos humanos são realizados por eles. Até pouco tempo atrás, eles queriam implantar a monarquia no Brasil.

        • Salvador disse:

          Exatamente Gerson, é impressionante o que está acontecendo hoje no Brasil. Uma espécie de jusnaturalismo da opressão – traduzido no “não toque no meu direito sagrado de te oprimir. Os Racionais Mc’s já profetizavam sobre esse tipinho na letra de Diário de um detento:

          ” (…) gente de bem gente de bem, apressada, católica.
          Lendo jornal, satisfeita, hipócrita.
          Com raiva por dentro, a caminho do Centro.”

      • SILVIO MIGUEL GOMES disse:

        Nem em guerra se recusa ajuda ao inimigo. Nem em situação nenhuma. A canalhice tomou conta de certas pessoas que usam o momento pra extravasar seu racismo, seu ódio e preconceito. NADA MAIS.

        • Mark disse:

          Óbviamente, médica e sindicato esqueceram do juramento feito na formatura (um entre diferentes versões, mas todas com o mesmo conteúdo):

          “Eu, solenemente, juro consagrar minha vida a serviço da Humanidade. Darei como reconhecimento a meus mestres, meu respeito e minha gratidão. Praticarei a minha profissão com consciência e dignidade. A saúde dos meus pacientes será a minha primeira preocupação. Respeitarei os segredos a mim confiados. Manterei, a todo custo, no máximo possível, a honra e a tradição da profissão médica. Meus colegas serão meus irmãos.
          Não permitirei que concepções religiosas, nacionais, raciais, partidárias ou sociais intervenham entre meu dever e meus pacientes.
          Manterei o mais alto respeito pela vida humana, desde sua concepção. Mesmo sob ameaça, não usarei meu conhecimento médico em princípios contrários às leis da natureza. Faço estas promessas, solene e livremente, pela minha própria honra.”

          Em um país decente, onde CRM não fôsse apenas um órgão cem porcento corporativo, a médica já teria sido punida. Mas, estamos no Brasil, onde tudo é permitido às castas…

      • iSKRA disse:

        Bruno, vamos propor uma mudança no Código de Ética Médica, podemos inserir um artigo onde o médico não seja obrigado a atender aqueles que :
        i – não sejam de sua cor;
        ii- não sejam de sua região;
        iii- não sejam de sua classe social;
        iv – não sejam de seu partido político;
        v- não sejam de sua religião;
        vi – não sejam o que ele considerar apto a sentar em seu consultório.
        Ahhh esqueci, vamos também pedir pra revogar a Constituição Federal, ok ????

        • Octavio disse:

          Podemos acrescentar que ele também tenha que arcar com as despesas de seus estudos, de forma que os ítens de i a vi não tenham que fazê-lo.

          • Leo F. disse:

            Octavio, se necessário termos que ir para a porrada, para barrar esse fascismo social crescente, que assim se faça.

            A começar pela tentativa de “posse” de um vice-presidente, que mostra tão somente querer substituir um projeto de poder com voto, pelo da turma dele, sem voto.

            Nem que os tiremos a tapas e pauladas, no pior estilo das Intifadas palestinas. Assim será

      • Vixe disse:

        E a porra do juramento de Hipocratis?
        Onde entra nesta história??
        “”Juramento de Hipócrates
        “Eu juro, por Apolo médico, por Esculápio, Hígia e Panacea, e tomo por testemunhas todos os deuses e todas as deusas, cumprir, segundo meu poder e minha razão, a promessa que se segue:

        Estimar, tanto quanto a meus pais, aquele que me ensinou esta arte; fazer vida comum e, se necessário for, com ele partilhar meus bens; ter seus filhos por meus próprios irmãos; ensinar-lhes esta arte, se eles tiverem necessidade de aprendê-la, sem remuneração e nem compromisso escrito; fazer participar dos preceitos, das lições e de todo o resto do ensino, meus filhos, os de meu mestre e os discípulos inscritos segundo os regulamentos da profissão, porém, só a estes.

        Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o meu poder e entendimento, nunca para causar dano ou mal a alguém.

        A ninguém darei por comprazer, nem remédio mortal nem um conselho que induza a perda. Do mesmo modo não darei a nenhuma mulher uma substância abortiva.

        Conservarei imaculada minha vida e minha arte.

        Não praticarei a talha, mesmo sobre um calculoso confirmado; deixarei essa operação aos práticos que disso cuidam.

        Em toda casa, aí entrarei para o bem dos doentes, mantendo-me longe de todo o dano voluntário e de toda a sedução, sobretudo dos prazeres do amor, com as mulheres ou com os homens livres ou escravizados.

        Àquilo que no exercício ou fora do exercício da profissão e no convívio da sociedade, eu tiver visto ou ouvido, que não seja preciso divulgar, eu conservarei inteiramente secreto.

        Se eu cumprir este juramento com fidelidade, que me seja dado gozar felizmente da vida e da minha profissão, honrado para sempre entre os homens; se eu dele me afastar ou infringir, o contrário aconteça.”

        Nem nas guerras se nega atendimento médico ao inimigo.

    • Avelino disse:

      Oi Bruno
      Não queira ser educado diante de uma situação, no mínimo monstruosa.
      A médica foi sim safada, e quem a defende, também o é.

    • walfredo disse:

      O correto era ter o humanismo acima do coxismo. Fosse um médico cubano ou petista se recusando a tratar o filho de uma coxinha?

  4. iSKRA disse:

    Alguma semelhança com o Nazismo ?
    Já havia escrito aqui e no PHA faz mais de dois anos, continuando sem reação o governo Dilma iria transformar os militantes da esquerda em seres semelhantes aos judeus na Alemanha Nazista, tai…

  5. Portugal disse:

    Eu pensei muito pra dizer. Mas acho que se o código já esta escrito e diz isso, então é interpretar o código.

    Depois de a medica já ter esse sentimento contra a pessoa, só posso dizer que foi honesta, se me entendem. Já pensou se aplica uma injecao na criança?

    A criança pela sua condicao é dependente da mae. A médica não tem condição de dizer ….não gosto da mae e a criança não tem nada com isso e vou atender bem. Mas aí, onde havia o ódio, este so tenderia a crescer. Causando mais males a todos.

    A medica fez o quis. A mae denunciou como quis.Podemos pensar o que quisermos da medica.

    E podemos ate escolher outra medica.

    Foi melhor pra todos no caso concreto.

    No geral, é bem melhor que médicos ignorem o partido do paciente. Ate por sobrevivencia. Do medico e do paciente.

    • SILVIO MIGUEL GOMES disse:

      Até em guerras não se recusa ajuda aos inimigos.
      Mas, entendi o que o senhor quis dizer e tenho certeza de que tudo o que está acontecendo é bom, porque estão pondo a peçonha para fora, a besta aparece.

      • Octavio disse:

        Concordo plenamente. Já disse isto e acho importante repetir. Apesar de nos chatear estas atitudes, elas têm um lado positivo. ESTAMOS CONHECENDO OS NOSSOS INIMIGOS. Obviamente, não digo isto com uma intenção beligerante. Não iremos retribuir com a mesma moeda, porque somos HUMANOS e não MONSTROS. Hoje sabemos da atitude de juízes, promotores, médicos, políticos etc. Então devemos nos organizar politicamente para enfrentá-los.

    • walfredo disse:

      O absurdo é ela ter esse sentimento contra petistas.

  6. Fabio disse:

    O Sudeste ta insuportável, antes que falem algo, moro em SP.

    • iSKRA disse:

      Sim, mas o fato se deu no SUL.
      Também moro em SP, na verdade , quase Bolívia, extremo oeste e aqui o clima político é opressivo.

  7. marcos disse:

    Sei que é “off-topic” mas é mais um indício de que o sr. mouro não é juiz e sim político. O que ele fazia ontem a noite em São Paulo num jantar nos jardins? É política. Misturar as coisas só pode dar m… . Esse juiz já deveria ter sido afastado há muito tempo.

    http://cultura.estadao.com.br/blogs/direto-da-fonte/de-passagem-por-sao-paulo-moro-tira-selfies-em-saida-de-restaurante/

    PS: aviso que a notícia é do “estragão” aquele jornal que fez a mala com a propaganda do mala sem alça da FIESP.

    • Messias Franca de Macedo disse:

      … O ‘Estadinho’ em estado comatoso!
      Aquilo que um dia foi um jornal, agora administrado por um Conselho de banqueiros e rentistas!
      Páginas publicadas ‘hoje’, embrulho do peixe fresco de ‘amanhã’!
      ‘Dizer mais o quê?!

  8. renato arthur disse:

    Quem é doente são esses médicos
    Não tem porque se arrepender. Ela tem que se orgulhar disso. Tem que se orgulhar de ter cumprido o código de ética, ter sido clara, honesta? Só um estúpido como esse argolo, que coloca propagada do Cremer, como ” A verdade faz bem a saúde”. São esse que faliram a Unimed ( cooperativa médica de saúde) de tanta fraude.
    São doentes de alma e espírito. O governo deveria descredenciar essa médica do Sus.

    • walfredo disse:

      Tenho nojo de médicos assim, deveriam ser obrigados a colocar uma placa do lado de fora do hospital ou consultório avisando a todos o tipo de profissional que seria encontrado ali.

      Isso sim, seria bastante ético.

  9. iSKRA disse:

    Camaradas.
    Fora de pauta mas importante.
    Além da guerra aberta , aquela do front, há uma guerra psicológica e de informação, por isso, filtrem as informações de portais como UOL e congêneres e articulem a contra-ofensiva.
    Hoje o portal UOL discreta e sorrateiramente quer fazer crer aos seus leitores que até o Presidente Lula estria desanimado, Tucanhede no mesmo diapasão afirma em sua coluna ( sempre porca ) que o Presidente Lula buscou um pacto com Temer para 2018, só um completo imbecil acreditaria num pacto desses, mas para quem se predispõe a ler a Tucanhede, tudo é possível.
    Portanto, choverá mentiras na mídia para abater o moral….e como não temos um grande portal de mídia , vamos na operação formiguinha mesmo. E com os blogs , claro.

  10. iSKRA disse:

    Quanto a médica , bem, republicanismo do PT deu nisso ai ! Segue minha bandeira do MST na janela, quem meter a mão a chibata come !

  11. João Neto disse:

    Aqui se faz aqui se paga, o o dia dela chegará.

  12. Messias Franca de Macedo disse:

    Da Série ‘Agora, durma com um barulho deste’!

    ***

    Moro interpreta piada de Paes sobre sítio e barco como prova contra Lula; condena Dahmous por pedido de impeachment de Gilmar; leia a íntegra do que ele escreveu ao STF

    publicado em 30 de março de 2016 às 02:32

    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/interpretando-as-escusas-de-moro-leia-a-integra-do-que-ele-escreveu-ao-stf.html#comment-960578

  13. Luiz disse:

    Sou professor.
    Posso perguntar a meus alunos se seus pais apoiam o impeachment da Dilma e colocá-los para fora da sala, considerando-me impedido de ensinar para filhos de pessoas que não comungam com minhas ideias políticas?

  14. Nito disse:

    Desde que o governo implantou o programa “Mais Médicos” não teve uma única consulta que eu tenha ido em que o “dotô” não tivesse abordado o assunto metendo o pau no governo e no PT. Isso é o que dá quando se juntam ignorância e arrogância. Pior é que ao tratar de algum problema muscular ou uma otite acabo saindo com o fígado em frangalhos.

  15. Benjamin Eurico Malucelli disse:

    Calhorda a atitude do sindicato. Isso é ética? Só se no estábulo deles. Um médico não pode recusar o atendimento de ninguém por discordar ideologicamente do paciente. Aliás, diga-se de passagem, o paciente, no caso, é uma CRIANÇA.

  16. iSKRA disse:

    Sobre a Guerra Psicológica da mídia , Rodrigo Vianna discorre melhor sobre o assunto:

    http://altamiroborges.blogspot.com.br/2016/03/o-golpe-paulista-pode-ser-barrado.html

  17. Irion disse:

    Resta recorrer ao MPFSDB (?!) e à JFSDB (?!)…. hiiiiiiiiiiiii

  18. Sertanejo/PE disse:

    O focinho deste meliante, já diz tudo.

  19. marco disse:

    Essa foto que aparece na matéria,é de um velho e conhecido VIGARISTA MÉDICO,que tem ódio do GOVERNO ATUAL,pois é ZELADOR DO INTERÉSSE DOS RICOS e é pelado que nem rato de igreja,mas puxa saco de rico,e usa como artifício para justificar seu ódio,também ao PROGRAMA MAIS MÉDICOS.NÃO PASSA DE UM VIGARISTA,POIS VIU,COMO GRANDE QUANTIDADE DE MÉDICOS QUE SÃO CONTRA,diminuírem o MOVIMENTO DE SUAS LOJINHAS DE PRESCRIÇÃO DE MEDICAMENTOS,e não se conformam com isso e elegem esse tipo de CANALHA.Obs.INTERÉSSE acentuado,uma homenagem saudosa,ao grande DR.Leonel.

  20. Telésforo Matos disse:

    O mundo gira, o tempo passa e num outro tempo, um médico se recusa a atender um parente de um destes dois párias… Sob os mesmos argumentos… O que eles fariam?
    Achariam normal?
    Achariam ético?

    Não, não achariam….Estas pessoas não tem caráter e não conhecem a piedade, o respeito, a bondade…

    Uma miríade de tolos querem entregar o País prá esta turma…

  21. Portugal disse:

    Lembrando que os atacantes do Mais Medicos publicaram o salario anual de um medico inglês como se fosse mensal. Na Inglaterra anunciam salários per year. Tiveram ma fé.

  22. Vieira disse:

    Resumo: a medicina está mercantilizada. Poucos são os médicos que verdadeiramente agem com amor à profissão e ao próximo. É uma profissão de relações humanas e não mecânica. Embora a fisiologia do corpo humano sugere uma máquina diferenciada, esta máquina está alimentada por uma coisa chamada alma. A alma tem sentimentos e emoções, difere em muito das engrenagens e sistemas mecânicos. Por isso que a medicina forma “médicos” e não engenheiros em medicina.

  23. Leici disse:

    Puxa vida, dizer que ela tem que se orgulhar… O mundo está virado mesmo!

  24. Avelino disse:

    Caro Fernando
    São esses monstros, que dizem querer um mundo melhor.
    Essa se esconde de médica.
    Outros de procurados, outros de ministros do STF etc etc

  25. Beto São Pedro disse:

    A médica foi tão ética e honesta quanto o sindicato foi ético e honesto ao licenciar completamente no escândalo das próteses. É a omertà da máfia de branco.

  26. Sergio Santos disse:

    Parece o Doutor Mengele falando de ética. Que vergonha… um fascismo declarado; um acinte ao juramento de Hipócrates. Será que num pronto socorro o médico verifica se o paciente poli traumatizado é petista, tucano, pobre, marginal, padre, ou outra coisa, para decidir se cura ou se omite de tentar curar o ser humano? É legal essa instituição ser a representante da classe médica? Os demais médicos gaúchos se sentem representados por esse senhor (no caso, mas diz respeito a todos os médicos do país)? É legal uma instituição como essa receber recursos de uma “contribuição” obrigatória daqueles médicos que não se sentem representados? Precisamos rediscutir essa ética brasileira… o ódio está assumindo um cinismo pré nazista… daqui a pouco será tarde demais para combater o mal.

  27. Antonio Ozzetti Neto disse:

    Como médico posso dizer que esse sentimento de desprezo, por quem pensa diferente, ou pelas classes menos favorecidas, é mais comum do que se possa imaginar na categoria médica, e se expressa de maneira disfarçada e nas mais diversas formas. O ódio espalhado pela mídia não criou esse sentimento, apenas fez reforçá-lo, banalizá-lo e possibilitar a sua expressão sem nenhum tipo de censura interna. A internet com suas redes sociais também não criou nada, só deu voz ao que se poderia chamar de boçalidade, mas eu penso que vai além de uma delinquência individual.

    Essa manifestação é fruto de uma posição de classe, apenas mais explícita, como disse o diretor do sindicato dos médicos. Mesmo que seja a expressão de classe de outra classe que não a sua. Isso acontece quando o assalariado, ou o “profissional liberal”, assume a ideologia das classes dominantes, imaginando-se como um igual a eles, mas que não passa de um simples prestador de serviço desta classe. Já se disse isso de outra forma: “essa gente admira os ricos e detesta os pobres”.

    Como militante político posso dizer que Marx, como cientista político, estudando as transformações sociais, desde o comunismo primitivo, passando pelo feudalismo até chegar ao capitalismo, descobriu que o liame oculto em todas essas transformações é a luta de classes, e que convém sempre às classes dominantes esconder esse mecanismo. Nesta reportagem não me interessa falar sobre o ódio dessa médica, que me envergonha como cidadão e como médico. Interessa ver com que naturalidade o diretor de um sindicato médico trata esse caso de preconceito político.

    Alguém ainda duvida que a luta de classes vem permeando todos estes momentos difíceis que vem passando nosso país. Podemos, nós médicos ou não, afundarmo-nos no conforto de nosso sofá, para -em criticando o PT- justificar sua posição pelo rompimento dessa precária democracia, ou sua aparente neutralidade, nos acontecimentos atuais, que é a forma que nesse momento assume a luta de classes?

  28. titus disse:

    Ta todo mundo ao reves nesse pais, medicos juizes super juizes a justica inteira o pavor para quem leu as desculpas do moro ao stf que infantil se cre um sherlock mais e pantera cor de rosa, o janot outro imbecil diz que o lula pode ser ministro mais que deve responder ao juiz infantil, o mendes em portugal tratando do golpe, os cunhas da vida mandando na politica…e motivo de chacota no mundo inteiro,,ninguem acredita a fantasia que se vive nesse pais..alarmante e absurda aberracao a imbecilidade e total……e coletiva…

  29. Bernardo disse:

    Esse médico do sindicato deveria também ser punido: por falta com o compromisso ético de profissional da Medicina e por falta de compromisso com a Humanidade que independe de diploma, é questão de caráter. Mengele deixou discípulos.

  30. Rogerio disse:

    Atualmente quando vou ao médico nem toco em assunto político. Tenho medo de ser suicidado.

  31. James Gresslrer disse:

    Esse Argolo é o perpétuo do sindicato, direitão engajado inteiramente ao golpe.Essa doutorinha infeliz tem respaldo e apoio de sua entidade e de pessoas avulsas.
    Aí é que mora o perigo; fascismo enraizado e esparramado feito batatinha pelo chão.Nenhuma dúvida de que o CREMERS vai dar a ela o corretivo adequado.

  32. Edmorc disse:

    Coerência é uma mercadoria raríssima atualmente. Vejam isso:

    http://www.viomundo.com.br/denuncias/simers.html

  33. henrique de oliveira disse:

    E quando o golpe não der certo , como vai acontecer , o que nós vamos fazer com os fascistas ?
    matar um a um ? no meu caso não trabalhar mais para a gangue do PMDB e PSDB ? jogar merda em quem gosta do Moro ou do Cunha , sair quebrando as casas de quem assiste a globo?Ou simplesmente rir dos idiotas?

    • Zé Ruela disse:

      O melhor que temos a fazer é o papel de cidadão, politizar as pessoas para que ela não hajam com anencéfalos a serviço do PIG.

  34. Edgar Rocha disse:

    Esta gente filha da puta já passou de todos os limites. Na falta do Estado de Direito, tem mesmo é que “fazer a obra”! Em defesa de toda a sociedade, esta gente sem respeito tem mesmo é que ter medo. Onde já se viu?! Esqueçam as coações morais. Ninguém pode ser julgado por reagir. Quando aparecer fascista disfarçado dizendo que não se pode fazer justiça com as próprias mãos, faça nele também. É a única forma de fazê-los recuar. Deixemos que o tempo faça seu julgamento.

    • iSKRA disse:

      Tenho repetido isso , se houvesse reação do povo judeu eles não seriam mansamente conduzidos para as câmaras de gás.
      Reação imediata, chega dessa conversa de faça amor não faça a guerra, não somos hippies, somos democratas e se a democracia tiver que ser garantida a bala, no braço ou no machado que assim seja.

  35. Zé Ruela disse:

    Há muito o juramento dos médicos deixou de ser o juramento de Hipócrates e passou a ser o juramento dos hipócritas.

  36. Heitor disse:

    Esse Paulo de Argollo Mendes é um FASCISTA

  37. Jorge disse:

    Inconciliáveis….
    Depois de 500 anos tentando conviver talvez tenha chegado a hora da separação física dos dois brasis.

  38. Mark disse:

    Com imenso pedido de perdão da parte de alguém que sempre defendeu a legalidade, a justiça igualitária, que jamais interferiu com e respeitou as decisões pessoais dos filhos, no Brasil de hoje passamos do ponto de esperar da justiça alguma decisão isenta, imparcial e justa, penso hoje que está na hora de BALA NA TESTA de vagabundo! Violência? Não, JUSTIÇA, já que o Judiciário está completamente contaminado e refém dos meios de comunicação e incapaz de julgar quem quer que seja COM JUSTIÇA.
    BALA NA TESTA de político vagabundo, BALA NA TESTA de juiz corrupto, BALA NA TESTA de promotor imoral, BALA NA TESTA de todos os promotores de uma mídia vagabunda e sem vergonha que manipula, mente, desinforma, oculta fatos.
    Tenho enderêço fixo, me procurem, fascistas, para calar mais uma voz em defesa da verdade. Me procurem, juízes corruptos e parciais, procuradores beneficiários de um auxílio moradia IMORAL, decretem a minha prisão por “incitação à violência” ( só eu sou réu, os da rede Globo, da Folha, da Veja não são, são todos uns anjos puros…).

    Estou aguardando ansiosamente ser preso por achar que uma escória como vocês deveria ser eliminada a bala.

  39. Belmiro Machado Filho disse:

    A linha que separa um CANALHA de um FDP é muito tênue. Este desclassificado, para não fugir à regra, tem um pé de cada lado da linha.

  40. Gilberto Rezende disse:

    Por isso que eu queria um médico cubano para chamar de meu.
    ESTA é a maioria da ética médica brasileira porque até bem pouco tempo só filhos da Elite podiam estudar medicina.
    Esta é a REALIDADE BRASILEIRA não só dos médicos mas também dos Advogados, Engenheiros, Procuradores, Auditores, Juízes, Delegados e todas as posições de destaque da vida privada e pública. Todas tomadas, pela maioria, pelos filhos da elite fascista e de direita e assim se EXPRESSAM.

    Esta é OUTRA parte da batalha POLÍTICA e é uma coisa que se eu fosse marqueteiro da Dilma e do Lula seria um discurso e uma bandeira que eu sugeriria aos dois no embate político.
    Aponte ao POVO que parte da sua miséria é que a maioria dessas pessoas importantes para a sua vida e para o país são exercidas na maioria pos filhos desta elite retrógrada e insensível e por isso agem como agem perseguindo o povo diariamente na sua atividade ou simplesmente dando só o mínimo do mínimo do esforço e odeiam um governo Popular. E a ÚNICA forma de quebrar com isso é conclamar aos FILHOS DO POVO que o PT ajudou nestes últimos 14 anos nos programas sociais e educacionais que NÃO SE ESQUEÇAM de onde vieram e quem os ajudou.
    PRINCIPALMENTE continuem estudando, trabalhando e principalmente PRESTEM CONCURSOS PÚBLICOS para tomar futuramente NO CONHECIMENTO o lugar dessas elites nos cargos que eles acham que são só deles e só querem usufruir e não servir o povo brasileiro.
    Foi por isso que o governo fez o mais médicos e trouxe os cubanos, por causa DESTE tipo de médico que não se sente bem em atender Petista, Preto e Pobre. Mas graças a governo hoje o programa mais médicos tem sido preenchido por 100% de jovens médicos brasileiros porque cada vez mais os jovens médicos enxergam e ENTENDEM que esta “elite médica” está ERRADA. Cada vez mais formamos médicos oriundos de famílias mais pobres e que se tornam profissionais médicos mais éticos e conscientes socialmente.
    Gostaria de ver no RS se tem um outro médico teria coragem de recusar um paciente por que ele é militante Tucano ou do PMDB do Sartori…
    E veríamos se o Cremers-RS o apoiaria tão natural e candidamente…

  41. Werner disse:

    Este ‘sindicalista’ profissional (pois se eternizou no cargo) na entrevista, usou o que está escrito no Código de Ética Médica para defender uma atitude de preconceito, no caso de preconceito ideológico. Isto quer dizer vamos usar a regra conforme nos interessa, pois este artigo desta lei (C.E.M.) foi criado para situações em que haja um desentendimento pessoal, ou algo deste nível. Se o CRM do RS for conivente, daqui a pouco teremos médicos se negando a atender muçulmanos pois foram muçulmanos (do EI) que destruíram monumentos históricos em Palmira, ou Budistas por serem contra a indústria bélica (são pacifistas) e por aí afora.
    Não creio que seja solução os Médicos (de verdade) saírem do sindicato, mas tentarem retomá-lo.

    • Werner disse:

      Durante muitos anos os pediatras viviam se queixando que a maioria dos atendimentos das crianças em pronto socorros ou pronto atendimentos era pura falta de nutrição adequada, que com uma alimentação razoável se resolveria a maioria destes problemas. Quando finalmente a política pública começou a mudar esta situação, eles tomam este tipo de atitude. Que falta de coerência!

  42. CaRLos disse:

    Esta notícia não pode ficar circulando só aqui no Brasil. Tem que ir para os maiores jornais do mundo. Ir para OEA, ONU e outros. A que ponto chegou esta elite brasileira. Com certeza haveria uma repercussão mundial com muita indignação. Veja o que os filhotes e marechais do golpe são capazes de fazer. Já pensou se fosse o filho de um petista humilde. O que fariam? Talvez… Deixa eu ficar quieto com a minha indignação. Quem tem conhecimento, mande essa notícia para os jornais ingleses, americanos e franceses, bem como para os italianos.

  43. DURVAL GARCIA FILHO disse:

    Que nojo dessa criatura. Esperemos que esse ódio se dilua com o tempo é o resultado de uma overdose de JN….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *