Para onde vai Marina Silva?

No artigo abaixo, o jornalista Maurício Dias questiona o futuro de Marina Silva, agora que está praticamente esgotado o prazo para criar seu partido. Eu apenas ressalvaria que não se pode subestimar o potencial de votos de Marina Silva, sobretudo em estados como o Rio de Janeiro e Distrito Federal, onde ela ainda lidera as intenções de voto. Segundo pesquisa do instituto GPP, divulgada há duas semanas no ex-blog do César Maia, Marina Silva tem 18% de intenções de voto no Rio de Janeiro, contra 13% de Dilma Rousseff, 6% de Aécio, 5% de Serra e 1% de Eduardo Campos. Mesmo se não for candidata, será uma eleitora de grande peso nas eleições de 2014. Para sorte de Dilma, na mesma pesquisa, Lula tem 29% de intenções de voto no Rio. Continua o maior eleitor de todos.

MARINA SAI DE CENA, SERRA ENTRA

Talvez o ex-governador deixe de ser tucano; já a candidatura da ex-ministra parece impossível

Por Maurício Dias, na Carta Capital

Parece definida a situação de Marina Silva em relação à eleição presidencial de 2014. Como não há mais tempo hábil para cumprir as exigências legais para a Rede Sustentabilidade formalizar o registro junto ao TSE, ela não tem opção. Fica fora da competição ou, até o dia 4 de outubro, põe o pé no estribo do primeiro bonde que passar. No entanto, Marina tornou proibido falar em “plano B”.

Não há espaço para ela no PSOL. Não há como retornar ao PV, com o qual rompeu após disputar a eleição de 2010 e “arrancar” quase 20 milhões de votos. Talvez ela seja bem recebida no PPS, que tem como preferência, no entanto, a adesão de José Serra, caso ele decida dar adeus ao PSDB.
Sem Marina Silva no páreo, a situação, em tese, favorece Dilma, com a popularidade em recuperação. As precoces pesquisas indicam que, neste caso, se a eleição fosse hoje, ela venceria no primeiro turno se os adversários fossem Aécio Neves e Eduardo Campos.
O quadro de candidatos ainda está tão indefinido quanto o da economia. Um fator predominante na eleição de 2014.

Para onde escoaria a votação de Marina, considerando que é um voto de forte conteúdo antipartidário? Ela reproduziria a decisão de não apoiar ninguém, como fez no segundo turno de 2010? Até quando ela vai evitar o jogo político? Talvez quando a bem-aventurada Marina entender, como já foi dito, que a política é uma atividade para pecadores.

Além de perder a corrida contra o tempo, Marina engasgou com as mais de 800 mil assinaturas coletadas em um ano. Era preciso, no entanto, certificar em cartório. Somente 250 mil foram reconhecidas oficialmente. A metade do que a legislação exige para a formação de partido. Esse número expressa o mínimo exigido pela legislação: 0,5% dos votos dados na última eleição para a Câmara dos Deputados, não computados os brancos e nulos. Isso corresponde a exatamente 491.656 assinaturas certificadas em cartório de, pelo menos, nove estados.

Marina acusou a lentidão dos cartórios. Foi vítima da burocracia que, quando não falha, tarda. Em gesto de desespero, propôs ao TSE entregar mais de 600 mil sem conferência para obter, em confiança, o registro do partido. Ela pede o impossível: que o tribunal abra uma exceção.
Mas eis que, de São Paulo, chegaram notícias ruins. A Justiça Eleitoral identificou indícios de fraude na coleta de assinaturas para a criação do partido. O Ministério Público Eleitoral e a polícia foram mobilizados em alguns municípios paulistas.

Somente o registro perante o TSE garante a participação no processo eleitoral. Marina não cumpriu as exigências preliminares para chegar a essa etapa que, em geral, consome cerca de 30 dias. Basta conferir o calendário. O tempo passou.

 

Comentários no Facebook

47 Respostas

  1. “Os” médicos estrangeiros são melhores que “os” médicos brasileiros, ah não, “os” médicos brasileiros são melhores que os médicos estrangeiros(…) Seria esta, a discussão??? A medicina e uma profissão (e sacerdócio, para os VERDADEIROS médicos) como a maioria das profissões, onde se avalia o profissional INDIVIDUALMENTE. Não é “os” e sim “o” profissional… Acredito sim, que entre os médicos que estão chegando, existe INDIVÍDUO que dá de 10 a 0 em boa parte dos médicos de qualquer outro país e até mesmo do seu país de origem. Assim como vive e versa…

  2. Tudo que os pobres e ricos do Brasil já sabiam, os ricos que tem planos de saúde caríssimos e que não conseguem atendimento em hospitais públicos que atendem preferencialmente aos ricos de planos de saúde.E os pobres que pagam ao SUS e sustentam a saúde pública não tem atendimento porque não tem plano de saúde.No fim, todos sustentam a classe médica corrupta do Brasil.

  3. Adão Paim disse:

    Imagina se o PT faz isso com a Carta!!!

  4. Na alternativa de o Brasil ter médico alocado ao interior, nacional ou estrangeiro, com remuneração razoável e não ter médico algum nessas localidades não vejo o que debater. Porém, médicos sem suporte de uma estrutura mínima adequada (inatalações, aparelhagem técnica, remédios etc.) pouco podem fazer mais que os curandeiros locais. Quanto à medicina cubana esta é de terceiro mundo e a qualidade profissional dos ali formados é muito aquém da brasileira, por exemplo. Só quem esteve em Cuba (e em Angola) sabe da precariedade da medicina cubana e do país. As instalações das faculdades de medicina em Cuba caem aos pedaços.Fidel, depois de exportar dezenas de milhares de soldados cubanos para lutar em Angola, onde milhares morreram, não deixou de cobrar e receber de Angola uma fortuna. Tempos depois, finda a guerra, exportou médicos que recebiam só $100, 00 por mês ( a parte do leão ficava para o governo cubano) em Angola onde a vida é muito cara e estes ainda economizavam para mandar para suas famílias em Cuba. Dava pena deles, e logo muitos desertaram e se casaram com angolanas. Com a abertura de Angola chegaram jovens médicos de todo o mundo inclusive muitos brasileiros e logo a população local percebeu a diferença de qualidade e passou a rejeitar os médicos cubanos. Hoje Angola já tem faculdades de medicina e custou a se livrar dos médicos cubanos pelos quais pagava muito dinheiro ao governo cubano! Mas Fidel continua escravizando seus cidadãos e é um proxeneta (cafetão) dos profissionais e atletas que vão trabalhar fora. Uma vergonha!

  5. Sr. Fernando Brito (Autor da matéria) vejo que o seu nível de informação com relação aos problemas da saúde do nosso país não é suficiente para dar crédito a esta matéria! Só uma observação, os médicos não vão para a região norte e nordeste do país devido a total falta de estrutura pública, trabalhar por R$ 10.000,00 com carro e moradia é ótimo, mas frustante é não conseguir atender o cidadão devido ao total sucateamento do setor público de saúde. Já sobre a vinda de profissionais estrangeiros para o Brasil, tente imaginar a seguinte situação, vc é um jornalista que se nega trabalhar em uma determinada região do país devido a censura e controle de conteúdo dos lideres regionais, dai o governo simplesmente traz jornalistas estrangeiros (que não conhecem a fundo o real cenário da região) que vão noticiar exatamente o que os lideres querem que seja noticiado, sem nenhum compromisso com a verdade e com a qualidade, afinal, não é o país deles mesmo!!!! Esse ato de nossa presidência em trazer médicos para a região norte, nordeste e outras regiões do país que tem um baixo indice de desenvolvimento é nada mais do que uma manobra para “satisfazer” sua classe eleitoral que se concentra em regiões menos desenvolvidas e que tem um índice de desenvolvimento sócio-cultural mais baixo!

  6. Nilo Aguiar disse:

    O mais incrível nisso tudo é como um pós graduado em sociologia pode endossar tamanha boçalidade dessas? Outros que até hoje não provam suas graduações e mais alguns ladrões filhos da puta ligados a já em decadência aristocracia, principalmente a paulista, é até aceitável. FHC e seus asseclas deveriam contrair a dengue tipo 4 e o médico mais próximo de vocês está na PQP!

  7. Nilo Aguiar disse:

    O mais incrível nisso tudo é como um pós graduado em sociologia pode endossar tamanha boçalidade dessas? Outros que até hoje não provam suas graduações e mais alguns ladrões filhos da puta ligados a já em decadência aristocracia, principalmente a paulista, é até aceitável. FHC e seus asseclas deveriam contrair a dengue tipo 4 e o médico mais próximo de vocês está na PQP!

  8. PIOR DO QUE O TOFOLI É ESSE JOAQUIM BARBOSA QUE ESTÁ JOGANDO POR TERRA TUDO O QUE SE APRENDE NUMA FACULDADE DE DIREITO. SÃO RAROS OS ADVOGADOS QUE AFIRMAM QUE JB ESTÁ CORRETO.

  9. Sr. Fernando Brito (Autor da matéria) vejo que o seu nível de informação com relação aos problemas da saúde do nosso país não é suficiente para dar crédito a esta matéria! Só uma observação, os médicos não vão para a região norte e nordeste do país devido a total falta de estrutura pública, trabalhar por R$ 10.000,00 com carro e moradia é ótimo, mas frustante é não conseguir atender o cidadão devido ao total sucateamento do setor público de saúde. Já sobre a vinda de profissionais estrangeiros para o Brasil, tente imaginar a seguinte situação, vc é um jornalista que se nega trabalhar em uma determinada região do país devido a censura e controle de conteúdo dos lideres regionais, dai o governo simplesmente traz jornalistas estrangeiros (que não conhecem a fundo o real cenário da região) que vão noticiar exatamente o que os lideres querem que seja noticiado, sem nenhum compromisso com a verdade e com a qualidade, afinal, não é o país deles mesmo!!!! Esse ato de nossa presidência em trazer médicos para a região norte, nordeste e outras regiões do país que tem um baixo indice de desenvolvimento é nada mais do que uma manobra para “satisfazer” sua classe eleitoral que se concentra em regiões menos desenvolvidas e que tem um índice de desenvolvimento sócio-cultural mais baixo!

  10. A discussão ficaria simplificada se ele passasse a se portar de forma racional. Agindo de forma desequilibrado, levando-se a sério as suas ameaças, intentando a prática da omissão de socorro médico, estaria incorrendo em crime, além de infringir dispositivos do código de ética do Conselho a que está subordinado.

    Assim, não está à altura da bela profissão que abraçou, jogando, inclusive, a opinião pública contra ela. Além de não conseguir o que quer, ganha antipatia. Em vez de uma perda, ganha pelo menos duas. Que homem é esse?

    Acho que está precisando de tratamento. Peça ajuda, doutor. A classe médica, inclusive os médicos estrangeiros, não se recusaria a atendê-lo…

  11. Primoroso e verdadeiro texto do Paulo Moreira Leite.

  12. Esta turma tucana e a Editora Abril são parceiros desde quando chegaram ao poder. O que intriga a todos nós é a falta de transparência deste processo e a omissão dos meios de comunicação. Em SP e MG a imprensa tem receio de noticiar irregularidades dos governos tucanos. É dando que se recebe !

  13. Na alternativa de o Brasil ter médico alocado ao interior, nacional ou estrangeiro, com remuneração razoável e não ter médico algum nessas localidades não vejo o que debater. Porém, médicos sem suporte de uma estrutura mínima adequada (inatalações, aparelhagem técnica, remédios etc.) pouco podem fazer mais que os curandeiros locais. Quanto à medicina cubana esta é de terceiro mundo e a qualidade profissional dos ali formados é muito aquém da brasileira, por exemplo. Só quem esteve em Cuba (e em Angola) sabe da precariedade da medicina cubana e do país. As instalações das faculdades de medicina em Cuba caem aos pedaços.Fidel, depois de exportar dezenas de milhares de soldados cubanos para lutar em Angola, onde milhares morreram, não deixou de cobrar e receber de Angola uma fortuna. Tempos depois, finda a guerra, exportou médicos que recebiam só $100, 00 por mês ( a parte do leão ficava para o governo cubano) em Angola onde a vida é muito cara e estes ainda economizavam para mandar para suas famílias em Cuba. Dava pena deles, e logo muitos desertaram e se casaram com angolanas. Com a abertura de Angola chegaram jovens médicos de todo o mundo inclusive muitos brasileiros e logo a população local percebeu a diferença de qualidade e passou a rejeitar os médicos cubanos. Hoje Angola já tem faculdades de medicina e custou a se livrar dos médicos cubanos pelos quais pagava muito dinheiro ao governo cubano! Mas Fidel continua escravizando seus cidadãos e é um proxeneta (cafetão) dos profissionais e atletas que vão trabalhar fora. Uma vergonha!

  14. Perdeu ótima oportunidade de calar a boca !

  15. Perdeu ótima oportunidade de calar a boca !

  16. Será que é uma virose que está dando por aí?

  17. Perdeu ótima oportunidade de calar a boca !

  18. Luli Paiva disse:

    Dr. João Batista, a besta-fera de Minas Gerais, muito possivelmente um ferrenho defensor do Aécio Never, levando pela cara uma doce resposta dos médicos brasileiro-portugueses. Merece aquele bom e velho: CHUPAAA!

    “O Dr. Arthur lembra, além disso, que a precariedade dos meios materiais, jamais o impediu de atender aos portugueses pobres; portanto isso não o impediria de atender aos mineiros carentes.”

    Os tucanos querem impedir o atendimento aos pobres? Mostrem o bico!

  19. AH, mas aí vai o governo federal patrocinar os blogs “sujos” da internet pra ver se a grande imprensa não vai xiar…..bando de hipócritas!

  20. Thomas Araujo disse:

    Que venham os cubanos, espanhois, portugueses, colombianos
    Que venham os que querem estar em um remoto lugar
    Que querem estar onde a morte não cansa de espreitar

  21. Perdeu ótima oportunidade de calar a boca !

  22. Perdeu ótima oportunidade de calar a boca !

  23. Perdeu ótima oportunidade de calar a boca !

  24. Perdeu ótima oportunidade de calar a boca !

  25. Perdeu ótima oportunidade de calar a boca !

  26. Perdeu ótima oportunidade de calar a boca !

  27. Thomas Araujo disse:

    Que venham os cubanos, espanhois, portugueses, colombianos
    Que venham os que querem estar em um remoto lugar
    Que querem estar onde a morte não cansa de espreitar

  28. Em Brasília, em hospital particular, com todos os recursos, só na quarta vez que fui à emergência o médico pediu uma tomografia pela qual se constatou que eu estava com pneumoni o exame só foi pedido no dia 9.

  29. Thomas Araujo disse:

    Que venham os cubanos, espanhois, portugueses, colombianos
    Que venham os que querem estar em um remoto lugar
    Que querem estar onde a morte não cansa de espreitar

  30. Em Brasília, em hospital particular, com todos os recursos, só na quarta vez que fui à emergência o médico pediu uma tomografia pela qual se constatou que eu estava com pneumoni o exame só foi pedido no dia 9.

  31. Em Brasília, em hospital particular, com todos os recursos, só na quarta vez que fui à emergência o médico pediu uma tomografia pela qual se constatou que eu estava com pneumoni o exame só foi pedido no dia 9.

  32. Em Brasília, em hospital particular, com todos os recursos, só na quarta vez que fui à emergência o médico pediu uma tomografia pela qual se constatou que eu estava com pneumoni o exame só foi pedido no dia 9.

  33. Vamos valorizar o profissional BRASILEIRO. estudar e se formar por aqui não está fácil para ninguém. Os médicos Cubanos são bem vindos mas nunca deverão ser colocados a frente de quem É DAQUI

  34. Vamos valorizar o profissional BRASILEIRO. estudar e se formar por aqui não está fácil para ninguém. Os médicos Cubanos são bem vindos mas nunca deverão ser colocados a frente de quem É DAQUI

  35. Muito interessante esse ponto de vista.

  36. AH, mas aí vai o governo federal patrocinar os blogs “sujos” da internet pra ver se a grande imprensa não vai xiar…..bando de hipócritas!

  37. Vamos valorizar o profissional BRASILEIRO. estudar e se formar por aqui não está fácil para ninguém. Os médicos Cubanos são bem vindos mas nunca deverão ser colocados a frente de quem É DAQUI

    • João Batista disse:

      Sr. Carlos Henrique, caso o sr. esteja acompanhando todo esse caso, há de saber que os médicos cubanos só irão trabalhar onde os médicos brasileiros “SE RECUSARAM” a ir. Portanto, ninguém está menosprezando os nossos médicos, e sim eles próprios é que estão desprezando a população mais humilde, não querendo atendê-la.

    • Luiz disse:

      Sinhô Carlos Henrique, nois só queremo um atendimento dum médico bão que nos ajude a curá. Ce oce não pode faze, deixa os otro cuidá di nois.

  38. Raul disse:

    Será pedir demais alguém me explicar como vão aviar Receita sem CRM? Antibióticos e remédios tarja preta farmácia só vendem com receita médica assinada e carimbara com o CRM do profissional de saúde. Estrangeiros sem registro no Conselho Regional de Medicina não poderão aviar receitas.. E aí, como é que fica PresidentA Dilma? Vai abolir a exigência e deixar toda a população à revelia de charlatães??

  39. Osório Salamanca disse:

    Textículo pilantra esse do Noblat e ainda fecha com um conselho de amigo da onça para a Dilma. Uma forma sutil de subir no muro, se der certo ele apoiou, se der algo errado ele avisou. O que será que acontece para jornalistas tornarem-se tão cínicos, mercenários, demagógicos e tão pilantras? Tudo bem que o leitor acaba refletindo essa lama, mas acho que o inverso também é real, eles no frigir dos ovos não podem conttrariar a platéía imensa da casa grande. Os Noblats são demitíveis mas a UDN, já opera o Brasil há 500 anos.

  40. Tasso Slongo disse:

    Está faltando uma matéria no quadro de formação de médicos em todas as universidades brasileiras, que é a história da Medicina Brasileira, mostrando o que foram os primeiros anos da SUCAM, da FSESP entre outros e posteriormente a FUNASA, para esses novos médicos darem valor aos tanto aos médicos quanto as enfermeiros (as) que andaram por esse Brasil afora, a pé, de mula ou de bicicleta, minimizando epidemias dos pobres do interior brasileiro.

  41. renato disse:

    Interna este rapaz, e manda os médicos daqui o tratarem.
    Os médicos de Cuba veio para o Povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *