Os privatistas se roem do sucesso do leilão, mas não entregam a rapadura

Vocês lembram que hoje de manhã os jornais – especialmente a Folha e o Valor – já falavam em mudança da lei do petróleo, na onda do “fracasso” do leilão de Libra?

De novo, a Reuters – uma das melhores, embora não tão desinteressada, em cobertura do setor de petróleo – desnuda os interesses dos “fracassistas”.

A agência traz matéria com o presidente do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (IBP), que de brasileiro só tem o nome, porque é composto de uma maioria real de empresas estrangeiras. João Carlos de Luca presidiu a espanhola Repsol no Brasil, antes da China assumir seu controle.

E o que ele diz?

Segundo a Reuters, ele defendeu nesta segunda-feira o fim da obrigatoriedade da Petrobras como operadora única do pré-sal, até como forma de acelerar a exploração da área com reservas gigantes de petróleo do país. “Tirar essa obrigação vai ser um grande avanço”.

Como a iniciativa privada é “boazinha”, quer tirar da Petrobras o “sacrifício” de ter de explorar áreas do pré-sal que ” não são tão interessantes”…

Ora, ninguém vai furar sete mil metros de profundidade, em rochas corrosivas e mar alto, se for para pegar uma moringa de petróleo. Área do pré-sal economicamente viável é muito diferente de poços que, sim, a Petrobras pode e deve entregar à iniciativa privada, porque rendem pouco e não justificam a dispersão de esforços, como já se faz com centenas de poços exaustos em terra.

O presidente do IBP, como fez hoje a imprensa brasileira, quer dar o golpe do João Sem-Braço: dizer que as empresas privadas vão fazer “um favor” à Petrobras.

É sinal que perderam e, agora, mudam o discurso da “eficiência” para o da “modéstia”.

Tadinhos.

 

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

46 Respostas

  1. Mundo Paralelo disse:

    Vou esperar o andar da carruagem e pesquisar mais para saber se isso foi bom ou não para o Brasil. Mas uma coisa ninguém pode negar, o PT aderiu-se ao modelo público-privado contrariando tudo o que foi contra no passado. Agora não poderá mais usar essa bandeira contra o PSDB, pois já entregou à iniciativa privada portos, aeroportos, ferrovias, rodovias e agora parte do pré-sal.

  2. Mundo Paralelo disse:

    Cada vez mais desanimado com a política, pois todos os partidos estão se tornando iguais no Brasil. Em mais 10 anos talvez não reste mais nada para o Brasil vender aos estrangeiros. Cada dia mais o Estado fica mínimo, mínimo, mínimo.

    • Abel disse:

      Devia ter votado no Serra em 2010, né? Agora é tarde…

    • Gabriel disse:

      Só se for no seu Mundo Paralelo mesmo…

      Porque aqui no mundo real, a realidade é bem diferente dessa que você pinta.

      • Mundo Paralelo disse:

        Para de ser coxinha e tenha opiniões próprias ao invés de engolir tudo o que jornais e Blogs dizem. Cansei desse negócio de ativista partidário. Só vou tomar uma posição depois que estudar o assunto direito, ao invés de ficar comprando posições políticas de jornais ou blogueiros.

      • michel disse:

        caro Mundo Paralelo,

        O leilão já aconteceu, foi a essa tarde.
        Não vem xingar os outros, se até hoje você AINDA não estudou o caso, a culpa é somente SUA!

      • Gabriel disse:

        Minha opinião é propríssima.

        Eu sei fazer contas. Acho que você não sabe.

        E além das contas, entendo os outros aspectos envolvidos, com a necessidade de acelerar o processo exploratório.

        Quando o petróleo começar a jorrar abundantemente de Libra, lá pra 2019, o povo brasileiro terá muito a comemorar.

  3. Mundo Paralelo disse:

    Veja porque não quero tomar posição. Olha parte do texto no Blog do Nassif:

    Por Gão

    60% do lucro ficará com as empresas, desse lucro, menos da metade deve ficar com a Petrobras e será dividido com acionistas privados. Da parte estatal não há garantia de que retorne ao conjunto da população, podendo ficar na própria empresa. Leilão com um participante não é leilão. Isso deve ser cancelado, cheira a cartel. Outros concorrentes deveriam elevar o percentual que fica com o Estado, a Petrobras não é o Brasil. O interesse nacional é obter o maior percentual no lucro que ficou na faixa de 40%, não é o “interesse da Petrobras” como se falava, mas que também saiu prejudicada no fim da história.

    Obs: será que o governo está nos enganando?

    http://jornalggn.com.br/noticia/petrobras-shell-total-e-empresas-chinesas-vencem-leilao-do-campo-de-libra

    • Gabriel disse:

      Se 60% do lucro fica com as empresas (na verdade são 58,35%) é porque 40% do lucro vai diretamente para o Estado. Isso sem falar nos royalties.

      Bom demais.

      Sem contar também a parte dos lucros da Petrobras que volta para o governo enquanto acionista.

      E o melhor de tudo: com injeção de capital para acelerar o processo de exploração, para começarmos a ver o dinheiro entrar o mais rápido possível. E ainda passamos a ter os chineses com interesses diretos no pré-sal, desencorajando qualquer aventura militar norte-americana.

    • valmont disse:

      O governo e a Petrobrás apropriarão 85% do Pre-Sal. Revise os números.

    • RicardãoCarioca disse:

      Oh, My… Até o Nassif! Ok, vamos brincar com porcentagens? Igual nos tempos de escola?

      60% das privadas + 40% da Petrobras = 100%

      Tirando a parte do governo (41,65%), na verdade, as privadas terão 60% sobre 58,35%, tal como a Petrobras terá 40% sobre esses mesmos 58,35%

      60% sobre 58,35% = 35,01%
      40% sobre 58,35% = 23,34%

      Daí subtraindo todos os impostos e custos de produção (governo não vai precisar gastar com nada) e Petrobras sendo 60% nossa, do governo, adicionando alguns outros pormenores, teremos 85% do valor extraído para o Brasil!

  4. Mauricio disse:

    O onibus da Dna. Dilma caminha devagar e seguro rumo ao futuro. Respeito os que aguardam o andar da carruagem. Ate empresto minha raquete de matar mosquito.

  5. Thi33 disse:

    Qualquer radicalismo é burrice…
    Por mais que concorde que folha e outros meios sao têndenciosos, nao da para aceitar a verdade de um e de outro. Concordo que antes de tomar uma opiniao a gente deve pesquisar.
    O Lula fez excelentes coisas! Fato! Mas em contra partida abriu beiradas para robalheiras.. Ok ele precisava fazer a roda do lixo do congresso andar… Mas sera que era a melhor solucao?? Tbm nao sei.. Sera que o que a dilma esta fazedo hj é bom.. So o tempo dirá.. Sem opinioes dono da verdade.

    • Marcos disse:

      Thi33, que beiradas o Lula abriu para roubalheiras ?
      Nunca se combateu tanto a corrupção quanto nos governos Lula e Dilma!
      Muito cuidado com as “informações” (?) do PIG (Partido da Imprensa Golpista).
      Essa gente mente tanto e descaradamente que já faz algum tempo que não perco mais meu tempo com eles. São canalhas, mesquinhos, apátridas, golpistas, mitômanos, corruptos, pervertidos.

  6. Mauricio disse:

    O Brasil antes do Pt, era um Pais falido, refem de uma curriola historica, tanto interna quanto externamente. A casa da mae joana. A diferenca so nao ve quem nao quer.

  7. Luiz disse:

    O problema da eficiência de empresas públicas não está totalmente ligada a sucesso ou fracasso, mas sim a benesses que se auto aplica, o que alimenta o sentimento de rejeição por estas. É mais fácil uma empresa privada quebrar e seus mandatários falirem que um funcionário público devolver algo que recebeu indevidamente. Estamos cheios de casos assim, atualmente.
    Defendo a boa administração e a Petrobras é uma de nossos joias da coroa.

  8. Mauricio disse:

    E como diz o sabio dito popular: ” nego perde a dentadura, mas nao larga a rapadura”. E segue o baile.

  9. Adroaldo disse:

    Ninguém quis competir no leilão. Ninguém quis oferecer mais para a União e, ainda assim, correr o risco de perder. A Petrobras para arrefecer os “nacionalistas” aumentou a participação de 30% para 40%, os chineses, a Total e Shell acharam melhor ficar cada um com 20%, sem correr risco. Foi, na verdade, um falso leilão.

    Ficou bom para todo mundo, menos para o povo brasileiro, pois 41,65% não é o excedente em óleo mínimo para a União. Com petróleo a US$ 60 por barril e produção média dos poços de 4 mil barris por dia, o excedente em óleo da União é de apenas 9,93%.

    Em 2009, o campo de Marlim pagou uma participação especial de 30,7%. Se operasse nos termos do edital do regime de partilha, o excedente em óleo seria de 9,93%. O regime do FHC pagaria 3 vezes mais que a partilha do PT. Ressalte-se, contudo, que os royalties na partilha (15%) são maiores que na concessão (10%). No entanto, no cômputo geral, a partilha do PT pode pagar menos para o Estado brasileiro que o regime de concessão, em função do desempenho dos poços e dos preços.

    Ne verdade, tecnicamente, o edital de Libra é ridículo!

    A Noruega já arrecada duas vezes mais que o Brasil no regime de concessão e vai continuar arrecadando duas vezes mais que no regime de partilha.

    O grande derrotado no dia de hoje é a educação, pois agora fica até difícil saber quanto essa área vai receber. Os recursos da educação vão depender muito do produção média dos poços e do preço do petróleo no mercado internacional. O regime de concessão era péssimo em termos de arrecadação estatal, mas era, pelo menos, consistente tecnicamente.

    Esses 75% de receita para a União são uma grande piada. É só analisar o balanço de Petrobras para ver quanto ela paga de Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido. No ano de 2012, a Petrobras pagou de R$ 15,6 bilhões de royalties, 15,9 bilhões de participação especial e R$ 4,85 bilhões de IR e CSLL.

    Como a receita operacional líquida da Petrobras com a produção de petróleo foi de R$ 150 bilhões e o pagamento de royalties, participação especial e IR/CSLL foi de R$ 36,25 bilhões, o retorno por barril em 2012 foi de 24,2%. Na Noruega, esse retorno é, em méida, de 80%.

    Como no regime de partilha a renda pode ser até menor que no regime de concessão, afirmar que haverá ganho 75% para a União é, no momento, um delírio. Isso, para não dizer, má fé.

    • Companheiro Luiz disse:

      É, meu amigo, mas nenhuma no pré-sal. A Petrobras, nesse consórcio será a primeira a ir tão fundo. Uma empreitada dessa, muito cara, não seria pedir muito que empresas estrangeiras viessem qui só fazer favores para a Petrobras e se arriscar numa área muito perigosa por nada. Se deixássemos o petróleo lá, para só daqui a vinte anos explora-lo, como estaria o preço do petróleo até que fosse feita a exploração? E se nesse meio tempo alguém descobre um substituto para o petróleo, ou se mudam os carros que consomem combustível fóssil?
      Nada. Esse petróleo não serviria para nada!! e pior, se ganha um serra da vida e muda para concessão…

    • Mauricio disse:

      E os 80 milhoes de empregos em 30 anos?

    • RicardãoCarioca disse:

      O pessoal lá na Noruega fura a mais de 7000 metros de profundidade? Quantas petroleiras no mundo conseguem? O canudinho aqui no pré-sal é bem mais embaixo, amigo. A comparação que fizestes só se justificaria se o desafio tecnológico de lá fosse como o de cá.

  10. Companheiro Luiz disse:

    Fernando, dê uma lida nessa matéria acerca dealgumas declarações de Chomsky sobre a América latina.
    É… os amerícas estão percebendo as mudanças!!
    Se puder, Fernando, aprofunde mais as alegações de chomsky. Seus leitores agradecem!!!

  11. vilasboas disse:

    Eu sei que minha imaginação sempre foi muito fértil, caro FBrito. Entretanto não é estranho que justo no momento em que o BRASIL soltou as amarrras com fmi, dos ianques/sionistas, houve prosperidade para os brasileiros? O mais interessante: os que receitavam o remédio do fmi agora é que estão na maior crise, com suas biografias manchadas, intrigados com o mundo…

  12. maria do carmo disse:

    Mundo paralelo, estuda bem quem sabe voce entende!

  13. Robert PR disse:

    Alguem sabe por onde anda a Blablarina????

  14. Paulo Brasileiro disse:

    Ha cassife para retorno ao monopolio do petroleo para a Petrobras?
    Creio que a resposta unanime seja nao.

    A casa grande, pig, psdb, dem, pp, pps quebraram todas as alternativas para controle absoluto do petroleo brasileiro pelo Estado.
    Somente com estilingue, temos que nos contentar em extrair o melhor dos leiloes para o povo brasileiro.
    Tambem sou contra os leiloes mas, tambem nao quero chuva de bombas na minha cabeca.

  15. Se parassem com essa babaquice de “Dilma privatizou eu sou contra” ou “Sou a favor porque Lula ou Dilma não trairiam o povo” e levantassem dúvidas, porque o que nos leva as verdades (lembrando que existem muitas) são as inquietações, e sem os entendidinhos começarem a desancar e ofender quem pergunta, o debate ia lá pra cima; seria esclarecedor. Tenho lido muito e tenho ficado do lado do Leilão sem tentar convencer outros porque entendo pouco do assunto. Mas quando me manifestar podem crer: entendi o que era pra ser entendido.

  16. Silvio Jardim disse:

    O leilão de um único concorrente, vamos aos fatos: quem saiu no lucro foram os chineses, a Petrobras saiu prejudicada e muito. Porque? Porque obviamente a Petrobras foi forçada a entrar com mais 10% de participação se não as outras empresas não entrariam. Porque? Porque é provável que realmente exista muito petróleo em Libra, mas é PROVÁVEL, não é certo. O certo é que a Petrobras não tem os R$ 6 bi para financiar sua parte no negócio, então quem vai financiar a Petrobras são os chineses que tem dinheiro, esse compromisso tem que ser honrado, tendo ou não petróleo em Libra.

  17. Ricardo disse:

    Valeu!! Mais uma vez Fernando. Não deixe a peteca cair.

  18. Zé Roberto disse:

    E a Imprensa familiar daqui ridicularizou a nossa presidente DILMA, e agora que são os ricos da Europa?!?!?!?! Mesmo tratamento vulgar?!?!?!

  19. Se você for olhar a história do Itaú verá que foi TODA construída por baixo das calças. Hoje, das saias!

  20. A campanha deveria chamar ” Basta de intermediários”.

  21. Luli Paiva disse:

    E até agora só a Dilminha é que teve culhão para peitar a situação.

  22. Quem critica o negócio sob o argumento de que poderíamos explorar sozinhos se esquece que para isso teríamos que queimar reservas e ficar a descoberto, ou captar dinheiro a juros, já que os custos iniciais são altíssimos. Também se esquece de que a Petrobrás não é totalmente do governo. Isso o Ildo Sauer e outros não trazem a lume, claro.

  23. Pesquisa quando some é porque tá mal pra quem contratou, ou seja o PT. Devido o histórico do Aécio em surrar petralhas na eleição, e facilitar a varrida vai ser ainda no primeiro turno!

  24. Normally I do not learn post on blogs, even so I would like to say that this write-up quite pressured me to check out and do so! Your writing style has been surprised me. Thank you, quite fantastic post.

  1. 22/10/2013

    […] See on tijolaco.com.br […]

  2. 23/10/2013

    […] conversa fiada de que são precisos “ajustes” no modelo de partilha do pré-sal, que o pessoal saudoso das privatizações de FHC anda soprando por aí levou, na terça-feira, dia 22, o devido “chega pra lá” da presidenta Dilma […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *