O pato do Skaf era para você ser pato e pagar a candidatura dele. Assista

patoskaf

Apareceu o vídeo onde o marqueteiro Renato Pereira, que delatou meio mundo do PMDB do Rio de Janeiro, diz que ganhou de forma fraudulenta a concorrência para prestação de serviços publicitárias para a Fiesp (e Sesi/Senai-SP) e que toda a atividade das campanhas – como a do famoso “pato”- eram orientadas para promover a candidatura do presidente da entidade, Paulo Skaf, ao governo de São Paulo em 2018.

-Eram campanhas institucionais e temáticas – inclusive a campanha do pato  pelo imposto (eu não vou pagar o pato) –  mas que tinham  claramente o objetivo de promover a figura pessoal do Paulo e, explicitamente, nas reuniões que nós participávamos com os assessores de comunicação, com os assessores econômicos do Paulo Skaf na Fiesp, as discussões giravam sempre sobre o cenário eleitoral, a conjuntura política brasileira, o cenário eleitoral de São Paulo, disputa de 2018 e como promover o Paulo para esta disputa.

Portanto, os adoradores do pato da paulista fiquem sabendo que eram figurantes da propaganda de Skaf, paga com dinheiro de contribuições públicas  – o dinheiro do Sesi/Senai vem de contribuição paraestatal, obrigatória.

Estes, portanto, deveriam assistir mil vezes o vídeo abaixo e repetir outras mil vezes: eu sou um patinho,  eu sou um patinho, eu sou um patinho…

 

 
contrib1

Comentários no Facebook

13 Respostas

  1. mario disse:

    Os brasileiros vem pagando esse PATO desde a proclamação da república só que não sabiam. Mas agora estão sabendo, embora SONOLENTOS e com muito sono e deitado no berço esplendido

  2. Frede69 disse:

    quem quem!

  3. renato arthur disse:

    Mendel, aqui no Brasil surgiu um novo tipo de pato uma combinação de ave com jumento

  4. Timor disse:

    Sempre dou referencia para produtos industrializados fora de São Paulo.

  5. alvaro disse:

    otários! como podem acreditar num canalha como esse cafajeste skaf.

  6. Luiz Carlos P. Oliveira disse:

    Nós sabemos que eles foram otários e patinhos. Só eles é que não sabem. E o babaca perdeu a eleição. Kkkkkkkk

  7. Luiz Carlos P. Oliveira disse:

    Ano que vem é votar em peso na esquerda e fazer uma faxina nesse país. Acabar com o STF. Para que ele serve mesmo?

  8. Luiz Carlos P. Oliveira disse:

    Coxas votaram no Aécio, portanto, são tucanalhas. “Eu não tenho culpa, eu votei no Aécio”. Que coisa ridícula. Onde esses canalhas estão agora? Evaporaram? Covardes FDP.

  9. miguelângelo mocbel disse:

    PATOS PATETAS LEVARAM NO RABO AS LAPADAS DO ESCAFEDEU, QUAUQAUQUQUAQUAQUAQUA!!!!!

  10. Celito disse:

    Alguém tem a lista de indústrias associadas da FIESP e demais federações que ajudaram a promover o golpe?

  11. re disse:

    Sou um patinho burro, burro, burro, de marré, marré, marré
    Meio ceguinho, não enxergo um palmo além do meu biquinho
    Sou guiado pela elite, com muito gostinho, quaquá

  12. Murilo Costa disse:

    Pois é, Fernando.

    Com a extinção da contribuição sindical obrigatória, que arrecadou em 2016 cerca de R$ 3,5 bilhões, sendo 3/4 disso para os sindicatos dos trabalhadores, é possível afirmar que foi extinto o imposto sindical dos empregados.

    Como a deforma trabalhista não tratou da contribuição obrigatória ao Sistema S, que arrecadou em 2016 cerca de R$ 16 bilhões (mais que o quádruplo da outra), e tal contribuição é gerida por entidades patronais, com a Fiesp, também é possível afirmar que continua firme e forte o imposto sindical dos patrões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *