Os sinais da conspiração, no olhar de Janio de Freitas

camp1

Indispensável a leitura do texto de Janio de Freitas, que olha com a visão de quem viu, ao longo de décadas, tomarem forma e evidência os quebra-cabeças das conspirações, sempre negadas até que galguem ao poder.

Tornou-se indisfarçável que existe uma coordenação entre os fatos, ainda que não se possa dizer entre que pessoas se dá a produção ou o controle da publicidade destes fatos.

Tomo a liberdade de lembrar o dito do velho Brizola: “Tem couro de jacaré, tem rabo de jacaré, tem dente de jacaré. Como é que não é jacaré?”

Isto foi

Janio de Freitas, na Folha

Nos seus dois anos de ação que se completam neste março, o juiz, os procuradores e os policiais da Lava Jato vieram em crescendo incessante nos excessos de poder, mas o ambiente em que esbanjaram arbitrariedade não é mais o mesmo. O exagero de prepotência faz emergirem reações em ao menos três níveis.

O que se passou de quinta (3) para a sexta (4) passadas não foram ocorrências desconectadas. Foram fatos combinados para eclodirem todos de um dia para o outro, com preparação estonteante no primeiro e o festival de ações no segundo. O texto preparado na Lava Jato para entrega ao Supremo Tribunal Federal, como compromisso de delação de Delcídio do Amaral, está pronto desde dezembro. À espera de determinada ocasião.

Por que a intermediação para o momento especial foi da “IstoÉ”, desprezada pela Lava Jato nos dois anos de sua associação com “Veja” e “Época”? É que estas duas, na corrida para ver qual acusa e denuncia mais, costumam antecipar na internet os seus bombardeios. A Lava Jato desejava que a alegada delação de Delcídio só fosse divulgada na quinta-feira, véspera das ações planejadas. A primeira etapa funcionou sem falhas, até para “IstoÉ” lembrar-se de si mesma.

Ainda no começo da noite de quinta, Ricardo Boechat deu com precedência e correção, no Jornal da Band, a íntegra da nota em que Delcídio negou confirmação ao “conteúdo da reportagem de IstoÉ” e negou “reconhecer a autenticidade dos documentos acostados ao texto”. Mas a conduta comum aos jornais, TV e rádios foi tratar como verdadeira a alegada delação de Delcídio. Nos dois jornais mais relevantes, o desmentido só foi referido na 21ª linha das 31 sob a grande manchete (“O Globo”: “Embora o senador diga que não confirma a reportagem”, e muda o assunto). Nas 54 linhas sob a grande manchete na edição nacional da Folha, nenhuma referência ao desmentido, no entanto citado em parte com destaque no interior.

Situação curiosa: o Delcídio tratado como parlapatão, pelo que disse ao Cerveró filho, merece crédito absoluto quando incriminador de Dilma e Lula, e volta a ser declarante desprezível quando nega as incriminações. Uma oscilação que pode ser política ou ter qualquer outra origem, mas jornalística não é. Em tempo: o filho de Cerveró foi mandado para o exterior.

As ações da sexta-feira quase santa foram sintetizadas, não por acaso, no título do artigo, naquele dia mesmo, de um dos irmãos em fé de vários integrantes da Lava Jato: “Destituição de Dilma é missão cristã”. Do pastor evangélico Wilton Acosta, presidente do Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política. Adequado texto de fundo para a chegada da Polícia Federal à moradia de Lula, levando-o; e para as invasões do Instituto Lula e do sítio em Atibaia. Com base em razão assim exposta uma semana antes pelo procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, ao falar da obra no sítio: “Eu desconfio” (de relação entre Lula e empreiteiras). Mas procurador e policial que desconfia não vão para os jornais. Vão trabalhar. Para esclarecer sua desconfiança e dar ao país informações decentes.

Em São Paulo, em São Bernardo, no Rio, em Salvador, pelo menos, houve amostras eloquentes de que os ânimos da militância dos mais sofridos está próximo do ponto de descontrole. Um aviso à Lava Jato de que sua “missão cristã” não pode continuar tão mais missão do que cristã. Em paralelo, o pronunciamento de Lula, revivendo o extraordinário mitingueiro, não apenas deixou pasmos os que esperavam vê-lo demolido, a ponto de que também a Globo transmitiu-o ao vivo. Calmo, desafiador, o pronunciamento abriu a única perspectiva conhecida de restauração do PT, com Lula em campo pelo país afora, e já enfrentando os que pretendem extinguir os dois.

O ministro Marco Aurélio de Mello, ele quase sempre, convocou diante das atitudes de Sergio Moro: “Precisamos colocar os pingos nos is. (…) Amanhã constroem um paredão na praça dos Três Poderes”. Apontava a ilegalidade da decisão de Moro referente a Lula, e foi forte: “paredão” remeteu ao “paredón” dos fuzilamentos nos primórdios da revolução cubana. Considera que Moro age por critério seu, não pelos da legislação. O resultado são “atos de força”. E “isso implica retrocesso, não avanço”. Marco Aurélio não falou só por falar.

A megaoperação resultou em mega-advertência à Lava Jato.

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

46 Respostas

  1. José Carlos Vieira Filho disse:

    Está cada vez mais evidente que esse juizeco e seu espetáculo é dirigido de fora do país. É um espetáculo caro, muito caro. De onde vem a grana?

    • titus disse:

      Presidente Obama libera 2 bilhoes de dollares para interferir nos governos latinoamericanos …

      O jornalista venezuelano José Vicente Rangel informou que cerca de 500 funcionários dos serviços de inteligência dos EUA chegaram a embaixadas dos EUA na Venezuela, Bolívia, Argentina, Brasil, Equador e Cuba para trabalhar como uma rede para desestabilizar regimes democráticos nesses países. O que vai acontecer depois? Já podemos ver um exemplo de que na Ucrânia.

  2. Walter Rodrigues disse:

    José Carlos Vieira Filho, vem dos USA!

    • Alexandre disse:

      Pra quem tem ja matou seu próprio presidente, o Presidente dos seria muito mais tranquilo…a segurança do Presidente Lula precisa ser extremamente cuidadosa daqui pra frente

      • Alexandre disse:

        Pra quem ja matou seu próprio presidente o presidente dos outros seria muito mais fácil e a segurança do Presidente Lula precisa ser extremamente atenta e críteriosa daqui pra frente …

  3. Gerson disse:

    O problema é que já estamos fartos de advertências contra a Vaza-Jato, mas que na prática não redundam em nada. Os juízes do STF advertem o juiz de 1ª instância, mas ficam impassíveis para tomar uma decisão com medo do PIG. Faz dois anos que esse juiz só comete arbitrariedades (prende por meses uma pessoa sem processo formal, para ela abrir o bico e dizer o que eles querem que diga) e os juizes do STF sentadinhos quietinhos com sua capinha preta e a fleuma do cargo.

    • maria do carmo disse:

      Gerson, concordo e estarrecedor e inacreditavel, que ate agora so advertencias o unico corajoso, que falou claramente foi o Ministro Marco Aurelio Mello, so falta erguer o paredao em frente os 3 poderes, o chicote muda de maos, outras vezes Marco Aurelio, ja deu sinais de nao concordancia aos desmandos de Moro, que mostrou a que veio, so condenando os do PT, ate crianca esta vendo, Moro ja nao disfarca o fascismo nazismo, sem nocao para dizer o minimo, fascinado por holofotes vide ao receber premio da globo, midia que repete mentiras para que se tornem verdades como dizia o ministro Goebels da Alemanha de Hitler, Moro me lembra Stalin mantendo presos sem condenacao, e procurador Carlos dos Santos Lima, outro fascinado por holofotes, que desconfia e acusa vide historico no banestado.

  4. Fábio de Oliveira disse:

    A insegurança não é só o Lula, agora se tornou pública.

    Não sejamos bobos, o processo da lava jato foi criado tão somente para incriminar o ex-presidente Lula, justificar o impeachment da Dilma e dar o poder para o amigo do Juiz Moro e sua corja, observando que o processo foi criado pela primeira vez no dia 17 de março de 2014, sob a alegação de acabar com a corrupção no Brasil, que já perdura a mais de 500 anos, e que existe desde a criação do Estado em 1879 e acredito que continuará por toda a existência humana, porém voltando ao teatro do Juíz do Moro, do qual até então nao se falavam nas disputas presidenciais de 2014, sobre essa operação circense, o Senador inconformado da derrota começa a convocar as sua marionetes surtadas, para sair nas ruas pedir o que eles são sabiam bem o que, mas o inconformado justificava a loucura dele, travestida de nacionalistas da república, com o símbolo do processo, para racionalizar o movimento, com um Juiz, amigo do louco, para fundamentar a loucura por de trás do título do seu amigo.

    Percebe-se que as pessoas do senso comum, que desconhecem geral sobre o que significa o devido processo legal, eles abraçam a causa, sem perceber que até o próprio juiz não sabe, no entanto como já é cultura na sociedade brasileira achar que o juiz não cága, não comete erro e até mesmo não comete crimes, eles aproveitam o momento para fazer a catarse da truculência pessoal.

    Seguindo a diante, as marionetes saem as ruas para verborragir sua loucura fascista, em nome da satisfação do ego, assim o derrotado se escora no seu amigo de toga, o mesmo começa a sair pelo Brasil falando sobre os crimes, criado por ele, da lava jato, para ascender o espírito de justiça da inquisição da elite brasileira e fundamentar os seus discursos de ódio, com isso eles fazem três manifestações em 2015, que se somam em quatro derrotas do louco.

    Chega o final de 2015, início de 2016, o pão e circo é dado a massa e ela, anestesiada com sodoma e gomorra, que favorece também uma folga na surdina do golpe, aproveitam para estudar as novas táticas, dessa vez com uma parceria sine qua no, que vem se ultizando das mesmas ludibriações que Josef Goebbels usou para eleger e manter Adolf Hitler no poder durante 8 anos, usando a ignorância intelectual, jurídica, política, sociológica, psicológica, e econômica da população, que prefere obedecer do que entender o que de fato está acontecendo no Estado Democrático de Direito, aceitando tudo, sem mesmo pensar em questionar, talvez por ser mais fácil receber o peixe do que aprender a pescar.

    Agora temos a certeza de que todo esse teatro da ilegalidade é apenas um acordo político e internacional entres opositores e inconformados, que estão utilizando os órgãos públicos – que se disem sérios, pelo menos pela imagens que são reforçadas pelo roteiro do judiques – para tomar o poder a ferro e fogo, como se ainda vivêssemos em 1964, usando da ardilosidade mal caráter, qual seja, criando um crime, justificando este crime nas páginas de um processo criado, depois se coloca um título de maior envergadura da intimidação, um juiz sem moral, logo em seguida se alia aos meios de telecomunicação, a maior do Brasil, o nível de esperteza é de alta gabarito PNL, bem como alinha uma comunicabilidade com outras mídias que fomentem o Golpe de Estado, para colocar o circo em imagens, para os que tem dificuldade de entender a burocracia jurídica, e se alguém entender, pra isso eles já se adiantaram, tem a representação da justiça em roteiros escritos pelos amigos do inconformado, que servirá para não ser questionado, pois são palavras de um juiz, quem vai questionar? O povo que tudo obedece e nada se interessa em saber sobre política e juriques? De jeito nenhum, o que é dito, mostrado e determinado por quem tem título de poder, intimida uma sociedade conformada, principalmente se for egoísta.

    Pode ser que a Dilma e o Lula estejam seguros das mobilizações sociais, por isso toda essa parcialidade que vem acontecendo desde a posse dela, mas acredito que o rumo desse circo já ultrapassou todas as normas e regras de um Estado Democrático de Direito, começando pelo STF que aboliu a presunção de inocência, previsto no art 5 inciso LVII da Constituição Federal e no artigo 11 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, que só poderia ser alterada através de uma reforma política, por intermédio de um plebiscito, fazendo uma consulta popular sobre o tema, que fere as garantias individuais, no que se refere a liberdade, pois agora o indivíduo pode ser preso na segunda instância, antes do trânsito em julgado de sua condenação, independente de ser inocente ou não, o que pode continuar prevalendo a culpa e, por conseguinte, a pena restritiva de liberdade, por isso comento que o golpe vem em consonância com o STF, pois ele mesmo sabia que a primeira instância era incompetente para jugar um ex-presidente, sabendo que os advogados de Lula argumentariam isso, eles se apressaram para alterar a interpretação sobre as penas de restrição da liberdade, visando justamente a prisão do Lula, que é o verdadeiro sentido da lava jato, pois este não é um processo sério, é apenas um teatro criado pelo amigo do inconformado, abusando da ilegalidade, para prender apenas e unicamente o ex-presidente e se possível a família, daí será mais fácil imperar o impeachment, enfraquecendo o partido dos trabalhadores, ou seja, essa fases tão superlativa na fala dos repórteres da globo e afins, só terminaram quando o golpe for bem sucedido, do contrários continuaram prendendo e criando novas fases pirotécnicas.

    – Fabio de Oliveira

  5. Alisson Souza disse:

    Calma pessoal! As coisas estão caminhando para o bem do Brasil. Acabou a era da impunidade. Lógico que os apaixonados não entendem isso; para eles, Lula seria inimputável. Mas não esqueçam também que Lula mandou o povo da Lava Jato enfiar no cu todo o processo. Jandirão merece um beijo!!!

    • Carlos disse:

      Vá lamber o saco do moro.

    • Carlos Adonias disse:

      Sério que o Lula mandou enfiar no cu o processo? E você ficou sabendo como? Diante de suas afirmações duas suspeitas se confirmam. Primeira, seria então verdadeira a suspeita de que o sequestro do Lula foi a ocasião que precisavam para instalar grampos na residência do ex-presidente, no Instituto Lula e em todos os endereços vasculhados. Segunda suspeita, essa minha, a de que você faz parte da força tarefa de Curitiba. Só não sei se como boy ou como lavador de privada, mas que você anda escutando atrás das portas, lá isto está confirmadinho.

    • Danilo Stinghen disse:

      Macaquinho. Compreenda um negócio. O Moro não deve decidir o que é bom pro Brasil. A Dilma, eleita por mais de 50 milhões de Brasileiros, deve. O Legislativo, outro poder investido pelo sufrágio, também deve colaborar. O Moro deveria, apenas, não garantir que a lei seja cumprida – isso é tarefa da polícia – mas averiguar os casos em que houve desrespeito à lei. Isso é tão básico, que eu me lembro das tias da 5ª série ensinando aquelas coisas sobre os três poderes. Pelo visto você faltou essa aula. E, mais importante de tudo: o que aplica as punições previstas na Lei não pode quebrá-la para fazer isso. Entendeu agora? Quer que o tio aqui desenhe?

  6. Helbert Fagundes disse:

    Bom dia,

    ninguém quer crédito o glória, querem o poder!! Custe o que custa!!!

  7. HenriqueBeaga disse:

    Brito, você que entende de petróleo mais do que eu poderia responder essa dúvida levantada pelo JB? http://m.jb.com.br/opiniao/noticias/2016/03/05/o-insider/

    • titus disse:

      HenriqueBeaga, faz parte do golpe, e assim que o imperio funciona, assim que o congresso entregar o presal tudo volta ao normal…..

  8. Alisson Souza disse:

    “Na última sexta-feira, o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, foi a primeira voz de respeito a censurar a decisão do juiz Sérgio Moro favorável ao emprego da condução coercitiva para que Lula fosse depor aos procuradores da Lava-Jato.

    “Condução coercitiva? O que é isso? Eu não compreendi. Só se conduz coercitivamente, ou, como se dizia antigamente, debaixo de vara, o cidadão que resiste e não comparece para depor. E o Lula não foi intimado”, afirmou o ministro.

    Condução coercitiva quer dizer condução obrigatória. De fato, Lula não fora intimado. Agentes federais amanheceram no seu apartamento de São Bernardo do Campo e o lavaram para depor em uma delegacia da Polícia Federal no aeroporto de Congonhas. Ele ficou ali por três horas.

    Naquele dia, a prefeitos que se reuniram com ela no Palácio do Planalto, a presidente Dilma havia manifestado seu “absoluto inconformismo” com a “desnecessária” condução coercitiva de Lula, que “por várias vezes compareceu de forma voluntária para prestar esclarecimentos”.

    Dito assim, parece que Lula saiu por aí batendo em portas de delegados e de procuradores se oferecendo para esclarecer isso ou aquilo. Não foi assim. Intimado a depor várias vezes, ele atendeu a algumas intimações. E conseguiu driblar outras.

    Das dezenas de vozes que protestaram contra a condução coercitiva de Lula, entre elas as de juristas, a voz de Rui Falcão, presidente do PT, foi a mais inflamada, a ponto de provocar tensão entre generais do Alto Comando do Exército, em Brasília. Rui disse:

    – A condução coercitiva de Lula representa um ataque à democracia e à Constituição. Trata-se de novo e indigno capítulo na escalada golpista que busca desestabilizar o governo da presidente Dilma Rousseff, criminalizar o PT e combater o principal líder do povo brasileiro.

    Tudo é golpe para o PT. Quando o escândalo do mensalão ameaçou encurtar o mandato de Lula, o PT falou em golpe. O pedido de impeachment de Dilma foi e é tratado como golpe. A humilhação de Lula foi mais um capítulo do golpe que está em marcha.

    Está tudo bem, tudo muito bem, só não dá para entender uma coisinha: por que nenhuma das vozes que se revelaram inconformadas com a condução coercitiva de Lula se fez ouvir quando outros envolvidos com a Lava-Jato foram conduzidos coercitivamente para depor? Não repararam? Não se tocaram?

    Só vale para os outros a condução coercitiva, para Lula, não? É capaz de valer para importantes empresários, alguns deles presos; ultimamente para políticos; e para gente comum. Aliás, para esse tipo de gente sempre valeu. Quem se incomoda com ela? Mas para Lula, não? Por quê?

    Ex-presidente da República não tem direito a fórum privilegiado. Está sujeito à Justiça de primeira instância. Como os demais cidadãos, pode apelar de decisões da primeira instância às instâncias superiores da Justiça. E é só. Não tem direito a nenhum tratamento especial.

    O mais espantoso é que Lula não foi o primeiro, nem o segundo, nem será o último suspeito da roubalheira na Petrobras a ser conduzido para depor “sob vara”, como prefere o ministro Marco Aurélio. Antes dele, 116 suspeitos foram alvo de condução coercitiva. Lula foi o 117º.

    É como observa com razão a nota oficial distribuída, ontem, pela força-tarefa do Ministério Público encarregada da Lava-Jato:

    “Houve no âmbito da Lava Jato 117 mandados de condução coercitiva. Apenas em relação à do Sr. Luiz Inácio Lula da Silva houve manifestação de opiniões contrárias. Conclui-se que esses críticos insurgem-se não contra o instituto da condução coercitiva em si, mas sim pela condução coercitiva de um ex-presidente da República”.

    Os procuradores reconhecem que Lula merece respeito, mas apenas “na exata medida do respeito que se deve a qualquer outro cidadão brasileiro”.

    Estão certos.

    Lula, somente ele, é o responsável pela situação em que se encontra. Não foram seus adversários que o levaram a prevaricar. Não foram as elites que o forçaram a se corromper. Ninguém o obrigou a jogar na lama sua fama de homem decente.

    Lula é vítima de Lula, da sua ambição desmedida pelo poder, do seu encantamento por um mundo ao qual sempre quis pertencer, da falta de solidez dos seus compromissos com valores e princípios que dizia cultivar. É triste que termine assim.”

    • Rita disse:

      Quem escreveu isso? Por acaso sabe que Fernando Henrique na condição de ex-presidente teve a deferência de ser ouvido pela PF no próprio apartamento na investigação do tal dossiê Cayman? Ou seja, dois pesos duas medidas. Lula cidadão e ex-presidente reeleito e que fez sucessor, merece sim mais respeito.

  9. Helbert Fagundes disse:

    Bom dia,

    Lula tem que se cuidar, pois vão tentar assassina-lo , pode ter certeza!! Não existe mais constituição, vale a lei do cão!! Todas instituições estão contra Lula e o PT!!

  10. Vargas disse:

    Gente, está claro, claríssimo:

    Existem 3 forças-tarefa interdependentes e interconectadas com a agenda única de liquidar o PT, criminalizando sua militância, instigando o bulling social contra seus simpatizantes e já trabalhando não só no golpe contra Dilma, mas no “impeachment cautelar” do ex-presidente Lula.

    A força-tarefa do Dr Moro usa de todos os métodos coercitivos para obter as confissões.

    Estas confissões são selecionadas e sua revelação via vazamento são cuidadosamente planejadas para provocar o máximo de estrago possível no governo.
    É um trabalho meticuloso, uma engenharia que visa manter sempre o governo nas cordas e os opositores da lava-a-jato intimados.

    Mas para fazer seu estrago é necessária a participação no esquema da força-tarefa da mídia familiar.

    A força-tarefa da mídia familiar edita, seleciona, ecoa, amplifica e dramatiza.

    A narrativa é aquela que conhecemos editoriais incendiários e matérias tendenciosas e parciais. A desonestidade e a militância anti-PT dos profissionais pagos para demonizar o governo, Dilma, Lula e os movimentos sociais fazem o resto do estrago.

    Mas o trabalho não seria completo se não existisse a força-tarefa dos políticos corruptos com a corda no pescoço (por esta e por outras operações!) para bradar com os pasquins na tribuna e exigir CPI e assim validando a ação da força-tarefa do Dr moro, autoalimentando o ciclo.

    Assim, em 3 atos, mas em loop constante, estas 3 forças-tarefas fazem a engenharia social no país.

    Um sisteminha que se autoalimenta, se autoimpõe, que au mesmo tempo que se valida como parte, se valida como um todo.

    É uma organização paralela. Um governo paralelo sem voto e sem mandato popular.

    Isto chama-se golpe.

    Branco ou não, é golpe sim.

    • Vargas disse:

      Em tempo:

      Se existe de fato – nesta hora que tal evocar o domínio do fato ? – uma coordenação nestes esforços em demonizar e criminalizar o governo, o PT e Lula então a democracia está sendo corrompida e solapada, pois pelo menos 2 destes grupos não possuem respaldo do povo para agir desta forma.

      De certa forma, nem os políticos eleitos que participam do esquema tem o respaldo do povo para atuarem full-time para conspirar contra o governo e aprofundar a crise política e econômica, às vésperas de se tornar crise social também. Eles são beneficiários do esquema.

      Os episódios da semana passada expõem a face do que todos já desconfiavam.

      Um conluio entre burocratas messiânicos sem mandato popular, com uma mídia comprovadamente golpista e conservadora, com políticos tradicionais sedentos de poder, embora estejam mais sujos do que pau de galinheiro.

      Como será que este conluio vai terminar, caso derrubem de fato o governo, prendam Lula e criminalizem o PT, como é seu objetivo agora imediato ?

  11. Carlos Teles disse:

    MORO PISOU NA BOLA!

  12. Carlos disse:

    Obrigado, juizinho mequetrefe! Houve 1.800 filiações ao PT só na sexta feira! No mais, todos os jornalistas vendidos que estão participando da parte midiática desta conspiração deverão ser punidos pelo crime que estão cometendo contra o Brasil. Não basta fechar a globo e os outros veículos que participam da conspiração, é preciso punir também os vendidos que trabalham para os chefes golpistas.

  13. Vitor disse:

    Delcídio não desmentiu ter feito a delação. Na verdade ele confirmou por linhas tortas: “à princípio…”.
    Se o que ele disse é exatamente o que está na IstoÉ não se sabe, pois ele “negou reconhecer a autenticidade”, mas tb não negou a autenticidade.
    Ninguém trata as palavras de Delcídio da maneira correta. Ele fez uma nota ambígua para não confirmar nem negar nada e um monte de trouxa caiu na armadilha…

  14. Messias Franca de Macedo disse:

    O CENÁRIO CATASTRÓFICO E ALGUMAS INDAGAÇÕES HISTÓRICAS

    … É óbvio que o ‘script’ canalha, imoral e ILEGAL do ato nazifasciterorista &$ golpista incluía “a ida triunfal” do [eterno] presidente Lula à ‘Guantánamo do Paraná’!
    O helicóptero dos mafiosos Marín(ho) acompanhando em tempo real o roteiro do glorioso “tour”!
    No ar (sic) o helicóptero da mansão TRIPLEX dos Marín(ho) em nome de ‘laranjas podres’, incluindo a Mossack Fonseca &$ a Brasif do [mega]escândalo ‘MIriamgate’ do ‘FHC Príncipe da Privataria’!
    E, logicamente, o [eterno] presidente Luiz Inácio Lula da Silva não seria ouvido de imediato pelo nazifascista “juiz” DEMoTucamo [sérgio] ‘mor(T)o’!
    O presidente Lula iria mofar por alguns dias ou semanas, quiçá, meses até “obter o privilégio supremo – e sagrado (idem sic) – de ser ouvido pela ‘Majestade o juiz do Brasi'”!
    Neste ínterim, a presidente Dilma Rousseff já teria sido deposta!
    Às cusparadas e sob lufadas de xingamentos da turba ensandecida!
    “Que coisa linda de ver!”, diriam ‘os(as) coxinhas’ regados a cerveja e petiscos!
    ‘As penas amestradas’ a $oldo IMUNDO dos patrões barões do *PIMG noticiando o cenário de carnaval fora de época; os(as) mesmos(as) ‘penas amestradas’ entrevistando uma plêiade de economistas a desenhar e a redesenhar uma conjuntura econômica em plena e veloz reversão mais do que positiva; as expectativas da retomada dos investimentos ‘manchetadas’ em capas de jornais e revistas, algumas edições especiais distribuídas gratuitamente nos semáforos, nas estações de trens e de metrô, nas feiras livres…
    As cotações das ações nas Bolsas de Valores e elevação do PIB subindo que nem um Sputnik de uma última geração; o dólar despencando; as projeções de inflação idem…
    Talvez, a presidente Dilma Rousseff “estivesse curtindo umas férias ao lado do cárcere do Lula!
    Em paralelo, os movimentos sociais estariam sendo brutalmente combatidos e marginalizados; os sindicato; os blogueiros ‘sujos’, coitados…
    (…)
    A prisão do presidente Lula era, portanto, fato consumado…
    É só lembrarmos das expressões contidas de regozijo orgástico emanadas dos integrantes da ‘PORCA-tarefa’ durante e após aquela vergonhosa e delinquente entrevista coletiva; as falas reticentes do nazifascista procurador de passado nebuloso dos idos do [mega]escândalo do Banestado da Privataria DEMoTucana…
    (…)

    Bom, restam algumas perguntas:
    diante de todo o colossal aparato logístico posto à disposição dos cafajestes golpistas [perdão pelo pleonasmo!], quem e/ou quais entes da Federação sustaram a trama perversamente rocambolesca?
    Em nome da Legalidade – e evitando uma hecatombe no seio da sociedade brasileira…
    Ficam franqueados demais questionamentos cívicos e nacionalistas a quem aprouver encaminhá-los…

    NOTA:
    enquanto essas e outras perguntas não são respondidas, continuemos na luta!

    Respeitosas saudações democráticas, progressistas, civilizatórias, nacionalistas, antinazifasciterroristas e antigolpistas,

    Messias Franca de Macedo
    Feira de Santana, Bahia
    Brasil da Legalidade

    • Messias Franca de Macedo disse:

      DENÚNCIA GRAVÍSSIMA – A segurança nacional está cada vez mais em risco iminente!

      Eu resolvi vedar as narinas e colocar uma máscara, e fui zapear o esgoto da nazifascista revista ‘veja’ da Editora ‘Fechol’ da Marginal do DEMoTucano Geraldo Alckmin do MERENDÃO, DO TRENSALÃO e outras [mega]corrupções…
      Não é que ao acessar o site do folhetim terrorista, eu me deparo com um anúncio publicitário criminoso!…

      Bom, se a ABIN e o ministério da Justiça não tomarem, IMEDIATAMENTE, as devidas providências Legais… Bom, aí, teremos que nos conformar: não existe mais executivo federal neste país em frangalhos…

      https://tpc.googlesyndication.com/pagead/imgad?id=CICAgKDTt8jSzwEQARgBMgjb3Yd8eOFddA

  15. Messias Franca de Macedo disse:

    … Ainda sobre a rota final (sic) Aeroporto do Galeão – perdão, ato falho -, Aeroporto de Congonhas/’Guantánamo do Paraná’!

    Notas do detetive Stewie Lorence!
    Risos

    Provavelmente era um avião da FAB!
    Escolheram a dedo IMUNDO o mais antigo e sucateado da frota!
    E que teria a propensão (sic) de se desintegrar no ar!…
    O piloto?
    Piloto ‘que nada’!
    O [eterno] presidente Lula será transportado pelo piloto automático!
    Mais uma das regalias concedidas pelo juizeco de província [sérgio] ‘mor(T)o’ ao investigado presidente Lula!

    ***

    Estado de sítio!

    • Messias Franca de Macedo disse:

      errata:
      O [eterno] presidente Lula seria transportado pelo piloto automático!

    • Messias Franca de Macedo disse:

      … AINDA SOBRE CERTA DECOLAGEM ABORTADA!

      … Bastaria “o ‘miniSTÉRIO’ da ‘Justiça’ que no momento está literalmente acéfalo” (sic) averiguar toda a logística empreendida e o total dos custos relacionados ao voo Guarulhos/Aeroporto da ‘Guantánamo do Paraná’, “que acabou não decolando”!
      Nomes dos tripulantes e dos passageiros!
      Voo comercial ou da FAB?
      Um jatinho sem dono (idem sic)? – e com propensão a se desfazer no ar (ibidem sic)?

      Ah esta CIA!
      Ah este Pentágono!
      Ah estas Sete Irmãs do Petróleo!
      Ah esta IMUNDA Casa Grande nativa, impiedosa e festivamente colonizada!…

      PQP

      • Messias Franca de Macedo disse:

        A psicopatologia da ‘PORCA-tarefa’ não se restringe ao “juiz” ‘mor(T)o’ nem tampouco àquele “procurador de passado nebuloso”!
        Entenda o hospício!
        Perdão aos malucos e às malucas!
        Risos

        $$$$$$$$$$$$$$$$$$$

        O delegado da Polícia Federal Igor Romário de Paula em *entrevista individual afirmou em resposta a uma pergunta de uma repórter:

        “Não há nenhum risco de as pessoas se manifestarem em favor dos que apoiam o presidente Lula e os contrários! É até ‘bão’ [Risos] que haja mesmo forte pressão popular para que as instituições democráticas [democráticas! Adendo nosso!] possam acelerar o processo de apuração dos fatos!”

        *relato feito imediatamente após a entrevista coletiva da ‘PORCA-tarefa’ – e em seguida ao sequestro criminoso [perdão pelo pleonasmo!] do [eterno] presidente Lula, ‘O Cara’, segundo Barack Obama!

  16. Alisson Souza disse:

    Quando Lula falou: “vamos às ruas”, me caguei todo. Hahahahahaha

  17. Messias Franca de Macedo disse:

    BOMBA?
    NÃO!
    MÍSSIL NOS GOLPISTAS!
    VÍDEO HISTÓRICO E SENSACIONAL!

    “No Poder Judiciário brasileiro existem ‘bandidos de toga’!”
    Declaração proferida quando a magistrada Eliana Calmon exercia o cargo de Corregedora Nacional de Justiça

    O vídeo histórico, pedagógico e sensacional:

    https://www.youtube.com/watch?v=MIyPMCD1D_Q

  18. Messias Franca de Macedo disse:

    O eminente, catedrático e impávido jurista Pedro Serrano ensinando a Constituição ao ‘Zé Tucano’ e assemelhados, inclusive os(as) da Corte ÍNFIMA – perdão, ato falho -, Corte Suprema!
    Suprema!
    Sei!…

    ***

    (…)
    — E, como disse o juiz Moro, todos podem ser investigados, inclusive os agentes de investigação que cometem abusos de poder e vazamentos para a Globo, Época. Eu creio que deveria haver uma investigação em relação a essa questão também.
    — Portanto, tem que verificar quem promoveu essa condução coercitiva e quem a vazou. Tudo tem de ser devidamente investigado e apurado pelas corregedorias do MP e da Polícia Federal.

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.viomundo.com.br/denuncias/todos-podem-ser-investigados-inclusive-os-agentes-de-investigacao-que-cometem-abusos-de-poder-e-vazamentos-para-a-globo.html#comment-956521

  19. OLAVO disse:

    Nesse exato momento, LULA, CIRO GOMES, demais lideranças da esquerda deveriam convocar e reunir-se com setores responsáveis do empresariado ( e setores da elite) para que deem um basta nas ações irresponsáveis de parte dos seus (GLOBO, MPF, PF, etc). Moro vai incendiar o País. Nós povo brasileiro não queremos isso, só queremos ter o direitos de cidadão e sermos felizes. As eleições estão ai para isso, se o PSDB (a direita como um todo) quer representar o povo brasileiro tem que apresentar um programa que atenda aos interesses da maioria, se não vai sempre perder eleição. Agora levar no tapetão, ninguém vai aceitar de bom grado. Isso pode nos levar a uma guerra civil, que não queremos.

  20. Messias Franca de Macedo disse:

    Enfim, MERDAL Pereira &$ [ricardo] Noblábláblát convocam as tropas verde oliva!

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    GLOBO APELA E AGORA PEDE SOCORRO AOS MILITARES

    Assustada com a onda de solidariedade ao ex-presidente Lula, que inflamou sua base de apoio junto aos movimentos sociais, a Globo, que ajudou a implantar uma ditadura militar no Brasil em 1964, agora usa dois de seus colunistas, Merval Pereira e Ricardo Noblat, para espalhar que os militares estão prontos para colocar ordem na casa; “Militares colocaram tropas à disposição para garantir a ordem pública”, disse Merval, que classificou os cidadãos que defendem a democracia como “milícias petistas”; “Os generais estão temerosos com a conjugação das crises política e econômica e com o que possa derivar disso. Cobram insistentemente aos seus interlocutores do meio civil para que encontrem uma saída”, avisa Noblat; Globo tentará repetir 1964?

    6 DE MARÇO DE 2016 ÀS 07:42

    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/219863/Globo-apela-e-agora-pede-socorro-aos-militares.htm

    • Tomás disse:

      A Globo está preocupadíssima porque eliminou uma garota de seu programa e imediatamente perdeu quinze mil assinaturas do canal que exibe o Big Brother Brasil. Certamente, mesmo com a vitória de seu golpe, não poderá intimar compulsoriamente estes assinantes desertores a refazerem sua filiação.

  21. Tomás disse:

    O filho de Cerveró foi mandado para o exterior porque é um ponto de fragilidade, um elo fraco na corrente golpista. Deve estar vigiado até a alma para que dão dê entrevistas. Principalmente a algum blogueiro louco que por lá onde está apareça. Ele poderia, por exemplo, dizer que gravar a conversa com Delcídio e fazer determinadas perguntas não tinha sido ideia sua.

  22. Messias Franca de Macedo disse:

    … ‘miniSTÉRIO’ da “Justiça” em vacância literal é porta escancarada para os Satanases nazifascisterroristas & golpistas!…

  23. Nelson disse:

    Não restam muitos jornalistas que podem ser qualificados realmente de jornalistas no Brasil. E Jânio de Freitas é um desses poucos que honram essa profissão tão importante.

  24. Nelson disse:

    “Mas procurador e policial que desconfia não vão para os jornais. Vão trabalhar. Para esclarecer sua desconfiança e dar ao país informações decentes.”

    Jânio de Freitas vai ao ponto que está a desesperar os coxinhas golpistas. Se a polícia e o MP já fizeram seu trabalho de investigação e de reunião de provas cabais contra Lula, já deveriam ter municiado o Judiciário para a constituição, enfim, de um processo contra o “barbudo”.

    Ao que parece, não conseguiram reunir essas provas. Então, querem levar a coisa no oba-oba, para, no grito, conduzir Lula ao cadafalso, atropelando todo e qualquer regramento jurídico que represente um obstáculo a seu intento.

    Desespero total da ala dos coxinhas; o “barbudo” é mais liso do que muçum ensaboado.

  25. Rubens disse:

    Alguém pode confirmar:
    O Jânio de Freitas ainda está (escreve) na falha de S.Paulo?

  26. Rubens disse:

    Fora do post> li, há pouco, no Blog do Rodrigo Vianna, que amanhã haverá uma manifestação, aqui em SP, em defesa dos blogueiros progressistas….
    Quem pode informar onde será e o horário?

  27. Luiza disse:

    Desacredito da justiça brasileira há anos. Se alguem espera algo do stf, pois é de lá mesmo que não virá nada.
    Esse Moroo e essa lava jato só estão conseguindo destruir o Brasil por causa da conivencia da suprema corte, aquela que dizem que tem a função de zelar pela constituição. Piada…
    O Brasil está ficando cada mais irreconhecível e o povo cada vez mais tolo e irracional..
    Querem terra arrasada, e é isso que vão ter.
    Vai sobrar somente os olhos para chorar tal qual está ocorrendo na argentina e outros países da AL em que as ditas autoridades públicas venderam o país com o povo dentro como a mercadoria mais barata do pacote..
    A globo idiotizou o povo. Resultado do controle remoto..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *