O luxo paulistano é um lixo: a “adega ostentação” de Doria Jr.

adega

Quando eu era guri, corria a história de que, para economizar e produzir um efeito engana-trouxas, encomendavam-se “lombadas a metro”, placas que simulavam livros bem encadernados com que se cobriam as prateleiras mais altas das estantes. Afinal, ninguém ia subir lá, mesmo, e o dono da trapizonga passava por “culto”.

Achava que era mentira, mas depois, já jovem, metido com produtoras de vídeo e cenógrafos, descobri que havia mesmo os “fabricantes de cultura” , caprichando nas falsas capas de couro e nas letras douradas que ornavam a “biblioteca”.

Hoje, na Folha, descubro que em lugar dos “livros de fachada”, a elite paulistana criou os vinhos de status, colocando as adegas no lugar daquelas estantes.

O vendedor de vinhos  Elídio Lopes diz que está tentando reaver as garrafas de vinhos caríssimos que emprestava  para João Dória Jr. impressionar os tolos com sua “adega”.

Lopes diz que deixava o “estoque” para Dória exibir aos seus convidados, mesmo sem gostar de vinho.

Como a gente diz aqui no Rio, para “tirar onda”.

Lopes fechou a loja e foi buscar as garrafas de volta, diz ele, mas Dória não devolveu e agora cobra uma conta de US$ 84 mil (R$ 265 mil) em garrafas que davam ares de sommelier ao candidato a prefeito de São Paulo.

Confesso que se um amigo me contasse, não acreditaria.

A elite paulista faz como pode. Não tem o “funk ostentação”? Agora se descobre a “adega chique ostentação”.

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

27 Respostas

  1. Silas Mó Lá Craia disse:

    A chamada com a foto do meu velho e querido Sangue de Boi diz tudo. No mais lembrei de uma estatística da finada Varig (eu acho) que dizia que o maior sumiço de talheres se dava na primeira classe.

  2. Gilberto Barros Vieira disse:

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkk, calhorda, miserável. Que vergonha, tenho só que rir. Kkkkkkkkkkkk

  3. Vicente disse:

    É só olhar pra cara do sujeito na foto e tu já percebes que é um infeliz. É uma expressão de criança de 5 anos de idade num corpo de adulto. Essa “elite” do país parece um bando de criancinhas brigando pelo melhor brinquedo da creche. Vale até entregar os 9.000.000.000.000,00 de dólares do Pré-Sal de bandeja pros estrangeiros, só pra não perderem a “posição social”.
    Não é atoa que esses infelizes querem ditadura militar, repressão e repressão…
    Uma breve leitura de Freud já entrega que, já que não conseguem se soltar e viverem felizes com seus sentimentos, querem reprimir a felicidade dos outros.
    O problema do Brasil é cultural e não político. A política e a economia são só o reflexo. O povo pobre e humilde é muito melhor que essa “elite”. Pena que esse mesmo povo pobre não tenha entendido que tem muito mais direitos do que imagina e aceite que seu entendimento sobre política seja o que os “especialistas” do JN transmitam. Está na hora de educar esse povo pra valer. Dá pra entender porque querem uma escola sem partido (mas com forte ideologia de direita)?

  4. tiao disse:

    Me desculpem,mas Sangue de Boi é ruim demais!

    • Dinio disse:

      Tenta num sagú com cobertura de creme…ou num quentão com cachaça e gengibre…Barbaridade, não tem coisa melhor ! Mas quando eu era guri e começei a dar meus primeiros “beissaços” no copo do meu pai, a “grife” era CABEÇA DE TOURO…este era bom chê!

    • Vitor disse:

      Dá dor de cabeça só de pensar…
      Em compensação, vejo pouquíssima diferença entre beber um vinho de 60 paus e um de 500. Vai ver não tenho o “paladar apurado”.

      • Narr disse:

        Ciro Lilla, dono da importadora Mistral, autor de livro , diz que o vinho de 100 reais pode ser 10 x melhor do que o de 10 reais, mas que o de 1000 reais não é 10 x melhor do que o de 100. E acrescenta: se você não for grande conhecedor de vinho, não vai notar diferença entre o de 1000 e o de 100.

  5. reed disse:

    Mais triste é o fato de que a elite vadia, ladravaz, colonizada, ignorante e calhorda de sp governa o país há 100 anos.

    Insuportável ver figuras medonhamente abjetas como FHC, SERRA, ALCKMIN, MALUF.

    O Brasileiro está fodido e bate palmas para seus feitores.

    Voltando a ridícula, caricata e vagabunda paulistada, são cretinos, vendilhões da pátria, orgulhosos ignorantes frequentadores de opus dei e maçonaria. São os condes, os barões, os viscondes, os comendadores de outrora.

    Essa elite ñ vive sem um quilombo dentro de casa. São mesquinhos feito o João Romão do livro o cortiço.

    Essa gente merece uma revolução francesa.

  6. Gilberto disse:

    Quer dizer que o riquinho Doria Jr. cometeu apropriação indébita com as garrafas de vinho do amigo?

  7. Luiz disse:

    São Paulo merece João Dória como prefeito, por tudo que fez ao Brasil nos últimos tempos. A vingança é um prato que se come frio, aliás, regado a um bom vinho e não é de fachada.

  8. henrique de oliveira disse:

    Para um povo que elegeu Tiririca como representante de SP na câmara , você espera o que?

  9. Pedro disse:

    O Dória é mais um dos incontáveis oportunistas que se aproveitam da visibilidade midiática para faturar um cargo público. Aquele programinha lixo q ele tem na TV Bandeirantes, comprado pelo próprio, tem unicamente esse propósito. Ainda seremos um pais governado por celebridades decadentes, lideres religiosos sem escrúpulos, e muitos outros asnos fabricados pela mídia descontrolada q temos. Até agora ninguém quis colocar o dedo na ferida e os resultados estão aparecendo.

  10. Vitor disse:

    Kkkkkkkkkkkkk… what an idiot!

  11. Vitor disse:

    Quem lê esse texto pensa que só a elite paulistana é provinciana. A elite do resto do país é a mesma porcaria, Brito, para de show!

  12. Hugo Diniz disse:

    Quando falo que a maioria desta gentalha não tem uma xícara de arroz, para comer em casa, ninguém acredita, come sardinha, e arrota caviar.

  13. Amolador de Tesouras disse:

    Que felicidade a minha, podíamos comprar no vizinho pois a familia sabia fazer vinho artesanal por tradição . Sem conservante. Sem muita maturação mas delicioso. Hoje eu ouço “someddimim” na mídia dizer que o Brasil não tem tradição de bons vinhos…..Acho que nunca foram industrializados e comercializados.

  14. Amolador de Tesouras disse:

    Para um bom vinho artesanal tem que dançar no lagar.

  15. Amolador de Tesouras disse:

    Pessoas muito educadas tomam vinhos médios em casa, sem comentários nem ostentação e sabem escolher uns bons enquanto os jecas aparecem na foto com a garrafa, ou chamam a colunista, quando não vão a Paris parecer chiques. E ficam falando no preço, e competindo e estão na Caras.

  16. Márcio Martins disse:

    Dizem as más línguas que muitos têm até mulher ostentação…pode? E nem gostam tanto assim…

  17. Bronco Capiau disse:

    O candidato Doria não teria aspectos negativos mais relevantes a serem explorados neste “brog”??

  18. Bronco Capiau disse:

    BEBA COM MODERAÇÃO

    SE BEBER NÃO DIRIJA

  19. re disse:

    Um dentista muito caro que tive uma vez, dizia que os clientes mais simples pagavam um pouco por mês e não lhe davam trabalho. Mas os ricos, no final do ano ele tinha que cobrar tudo o que não haviam pagado, e que era assim: a mãe fazia o tratamento, depois mandava o filho, que depois mandava a namorada… e ia ficando tudo pendurado. Esse dentista preferia parcelar para os clientes mais simples para ter garantia de recebimento todo mês.

  20. Luiz Carlos P. Oliveira disse:

    Bah, se esse almofadinha toma o vinho da foto eu, como bom bebedor de vinho, posso afirmar, com toda a certeza, que de vinho ele não entende bulhufas. Argh!

  21. Luiz Carlos P. Oliveira disse:

    Esse vinho é francês: “cocaux de gateau”.

  22. nilo batista disse:

    Curioso o assunto de adega, a do Lula ao contrário, o nobre blogueiro faz de tudo pra desmerecer.

  23. Alisson Souza disse:

    Ostentar é o cu do cu do cu…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *