O governismo e seu “momento persiana”. CCJ suspende e retoma sessão

vazioccj

Acaba de ser encerrada a sessão da Comissão de Constituição e Justiça a sessão que analisa a denúncia da Procuradoria Geral da República contra Michel Temer.

Motivo?

Falta de quorum, porque os governistas simplesmente desapareceram da sessão, reduzida, praticamente, a representantes do PT, Psol e PDT.

É o efeito persiana – vide a foto genial das capas dos jornais de hoje – que se abate sobre o golpismo.

Na hora da votação, claro, estarão lá, mas apreciariam se pudesse ser uma coisa na base do bal masqué, rápida e discreta.

Os valentões daquele show do impeachment, votando “pelos meus filhos, pelos meus netos, pelo meu cachorrinho lulu e por Nossa Senhora Aparecida ” escafederam-se.

Não adianta Tasso Jereissati dizer que fará “um apelo” a Aécio para que deixe a presidência do PSDB.

O regabofe, sem ração, entre Temer e João Doria, ontem, mostra que Geraldo Alckmin pode ser o candidato tucano, mas os dois carreiristas – o prefeito e Aécio – vão miná-lo.

Do outro lado, daqui a cinco dias, Lula inicia sua caravana por Minas Gerais, começando pelas regiões do estado, o “Nordeste do Sudeste” e avançando para o Vale do Aço e a periferia da capital.

Quando uns se escondem e outros se mostram, isso quer dizer algo que vai além das futricas a que se dedica a nossa crônica política.

PS. A coisa pegou tão mal que arranjaram quorum e a sessão foi retomada, em ritmo morno…

Assista:

contrib1

Comentários no Facebook