O “fusível” desarmou, como devia. O resto é especulação e “dança da seca”

ons

Não se discute questões técnicas com blá-blá-blá político, mas com dados técnicos.

A falta de luz em cerca de 5% dos consumidores das regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste não tem nada a ver com a falta de chuva, a não ser no fato que a administração prudente do nível dos reservatórios do Sudeste  recomenda que se transfira mais energia de onde eles estão mais bem abastecidos – a região Norte – para onde a estiagem faz  eles estarem mais baixos e  a demanda de energia está maior.

Os dois gráficos aí  de cima mostram uma coisa e outra.

O nível dos reservatórios não é o ideal, mas está acima do que se registrava no ano passado, mesmo produzindo quantidades recorde de energia.

O defeito em uma das linhas de transmissão pode ter tido qualquer causa, inclusive a de excesso de carga. Quando ela caiu, aí sim é quase certo  que a segunda linha a apresentar problemas tenha sido por excesso de carga, pelo fato de o problema ter surgido no novo horário de pico de carga, o meio da tarde, em razão do calor.

E o sistema, tal como o fusível do chuveiro elétrico, desarmou. Afinal, as proteções são feitas para isso, proteger.

E fazer o que seria um “apagão” ser um “apaguinho”.

O sistema elétrico nacional não opera, é verdade, nas condições ideais. Mas a capacidade de geração cresceu e a de transmissão mais ainda.

É certo que nenhum investimento em expansão de geração e transmissão é o bastante frente ao crescimento da demanda por energia no Brasil.

Em fevereiro de 2012, foi batido um recorde de carga no Brasil e no Sudeste: 74 GW e 44GW, respectivamente.

Ontem, novo recorde: 84,3  GW e quase 51 GW no Sudeste.

Isso nada tem a  ver com a chuva, que anda escassíssima, exceto pelo calor e o consumo. Em janeiro, no Rio, foram dois dias de chuva em janeiro.

Deve-se esperar a razão técnica do “desarme” parcial das linhas, ontem.

Assim como é preciso esperar a evolução das chuvas.

Claro que amanhã, se é que já não soltou hoje, o PSDB soltará uma nota oficial sobre como Dilma é a responsável.

É algo tão idiota quanto culpar Alckmin pelo nível do reservatório da Cantareira.

Mas idiotice é o que mais chove na política brasileira.

Que tem gente, a esta altura, fazendo a “dança da seca”, para ver se chove no seu roçado eleitoral.

Comentários no Facebook

8 Respostas

  1. ALGOPI disse:

    O Tijolaço já virou referencia para informação isenta e de qualidade. Sempre bem informado, mantem a linha de mostrar que por trás da pseudo-neutralidade da mídia, está um arsenal de ataque contra os progressistas.

  2. valdir MG disse:

    Tijolaço quando a Presidenta Dilma anunciou a redução nas tarifas elétricas este projeto de candidato a presidente aécio never criou o maior caso. A CEMIG não contribuiu para a redução. Agora este senadorzinho fica falando besteiras.

  3. Gersier disse:

    Na minha cidade que está em Minas,não houve falta de energia.Com certeza nas regiões próximas também não porque as linhas de distribuição saem daqui.Essa mídia salafrária,corrupta e descarada tenta manipular,mas só mesmo sendo muito otário para acreditar no que ela divulga e propala.

  4. Baptista disse:

    Interessante a entrevista do secretário executivo do MME, Márcio Zimmermann, a Globonews no final da tarde, com Leilane e outros “inquisidores globais” tentando tosquiar o secretário com a manjada pauta negativa e saindo tosquiados com a realidade positiva escancarada pelo secretário, e como se isso já não bastasse, após dispensarem o secretário, tentaram o “overlaping adversativo”, muito em moda, com a convidada, professora especialista da GV, e ao invés de obterem a esperada solidariedade costumeira dos sócios especialistas, repetindo a pauta desmontada pelo secretário para concordância da especialista, certamente convocada às pressas, pois deixou-os pendurados na mesma brocha em que o secretário os tinha colocados, ao discordar afirmando que o sistema funcionou na realidade a contento. A noite retornaram os especialistas da casa, dispensou-se o contraditório e o terrorismo da desinformação com objetivos eleitorais foi restabelecido. Se Fernando conseguir o vídeo da entrevista com o secretário, seria interessante pois além de esclarecedor, escancara os “terroristas globais” em ação.

  5. Tomás disse:

    No Brasil atual, onde a desinformação distorceu tanto o cérebro das pessoas que até há gente que jura que o coronel Jarbas Passarinho era um comunista perigoso, de tudo se deve esperar. Qualquer teoria da conspiração é perfeitamente admissível e deve ser considerada.

  6. RicardãoCarioca disse:

    O tucano Carlos Sampaio estava ocupado ontem entrando com representação para apurar a vaquinha do Genoíno então creio que ele entrará com representação contra os apaguinhos hoje. Aliás, quantas representações desse idiota emplacaram? Respondo: Zero. Ninguém o leva a sério. Só faz jogo de cena para garantir os votos do seu eleitorado reacionário raivoso.

    • Paulo ETV disse:

      aquí em Campinas existem algumas verdades sobre o “nobre tucano”:

      o Carlão não ganha eleição para prefeito .

      a família Sampaio não vota nele pois o conhece muito bem.

      ele é amigo do Xandi Negrão que o citou,assim ,”é meu amigo”, na CPI do Roubo de Carga

  7. renato disse:

    A culpa é do pobre que comprou ventilador neste calor dos infernos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *