O Estadão já foi melhor nisso…

estad

A desgraça do jornalismo “de campanha”, onde o denuncismo fala mais alto que a informação, é que ele é antes de tudo, daquelas coisas para durar a existência, já agora não mais a de um dia do jornal, mas de alguns minutos no portal de notícias.

Manchete do Estadão, agora: Executivo diz à PF que empreiteira ( Queiroz Galvão) fazia doações a PT, PP, PMDB ‘e mais alguns’. E anuncia que Ildefonso Colares Filho “detalha em depoimento”.

Detalha?

Pelo menos no que se transcreve na matéria, não há um detalhe sequer.

O tal Ildefonso, perguntado sobre quais eram os critérios para as doações, diz que o primeiro deles era “o limite”, que deveria estar “aquém do permitido”.

Ora, para qualquer pessoa minimamente capaz de raciocinar vê que o cidadão, portanto, está falando de doações legais, sem o que não haveria razão de falar em “limite” ou “aquém do permitido”.

Tanto que não há uma vez, no texto, a palavra ilegal.

Assim, básico, elementar.

O que há é a negativa do executivo da empreiteira de que o atual diretor de Abastecimento da Petrobras, Júlio Cosenza, tenha recebido propinas.

Francamente, para arranjar uma manchete dizendo que a a empreiteira Queiroz Galvão “fazia doações a PT, PP, PMDB ‘e mais alguns'” não é preciso se dar ao trabalho de obter com a ajuda de “policiais isentos” cópia do depoimento de um executivo da empresa que foi preso, se não é para falar de doações ilegais ou propinas.

Basta acessar a página do TSE  e ver a quem ela doou. Para saber, inclusive, quem são os “alguns”.

Além dos citados, são, em 2010: o PSDB, o então DEM, o PTB ( da coligação de José Serra), o PR, o PSB, o PC do B e até o minúsculo PHS.

Isso, apenas nas doações para partidos, nas feitas para candidato repete-se o leque partidário.

Isto está lá  no site do TSE  desde  quatro anos antes da “sensacional” revelação do Estadão.

Ou seja, os leitores do jornal – ao menos os que ainda querem ter alguma informação relevante – estão sendo vitimados por um jornalismo de quinta categoria, para garantir que o “espetáculo” não tenha intervalo.

Ou é má-fé ou se trata de iludir a boa-fé do leitor, deliberadamente.

Deprimente…

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

43 Respostas

  1. Sergio Govea disse:

    Pois é, Fernandão Brito…

    Mas, hoje há a internet e há pessoas como você, que colocam os ratos para correr, tornando-os visíveis.

    Esse jornal “O ABEstado de São Paulo” está devendo muito… Se a família Mesquita resistiu ao exílio , durante o Estado Novo, não resistirá à internet… Assim como os Civita…

    Sem a caixinha promocional dos EUA / sionistas ( que já não é mais assídua como dantes… e que levou um tremendo prejuízo com a vitória da Dilma) , só resta a essa gente tentar desesperadamente dar golpes de Estado.

  2. Mauricio disse:

    A oposição agora optou pelo anonimato. O PMA – Partido dos Mais Alguns. Quem sera seu candidato a Presidente? O Sunda, o Loxa ou o Deputado Birunda?

  3. Vicente disse:

    Fiasco.
    Beira o ridículo.
    Mesmo que alguns dos “eleitores informados” não percebam o que o Estadão faz, será que o jornal não fica com vergonha dos que percebem?

  4. Aurélio disse:

    “Lei dos Medios”, essa é a senha. Sem esta regulação nada mudará, o PIG continuará nos matando de raiva e conduzindo o país para onde quiserem.

  5. francisco amaral disse:

    Jornal Estado de São Paulo: lixo. Um cadáver em adiantado estágio de putrefação.

    • Dinio disse:

      Detalhe…pequeno detalhe…Tófoli não era acusado pela Máfia Mídia Marinho (3Ms do Brasil) de ser ex-Advogado do PT??? Foi também indicado por LULA pra melar o Mensalão.??? Este LULA não toma geito mesmo ! Primeiro o Capitão do Mato, agora Joaqui 2…o Silvério dos Reis Tófoli. Tamo fodidos mesmo de Ministros!

  6. Márcio Martins disse:

    Por enquanto a única reportagem que li é que cita o PSDB, além do PSB de forma explícita, nos jornais da velha mídia foi no Jornal A Tarde, da Bahia, vejam:: http://atarde.uol.com.br/politica/noticias/1639740-pf-ve-elo-entre-lobista-do-pmdb-e-transpetro#.VGoPiYO0nq4.twitter Seria ato falho? Ou o editor chefe vacilou?

  7. gero disse:

    Façam como eu,não leiam estas porcarias,façam uma DOAÇÃO para uma instituição carente….

  8. Mauricio disse:

    Fernando,

    É preciso denunciar urgentemente a tentativa de golpe jurídico contra a Dilma, orquestrado pelo Gilmar Mentes e o Dias Toffoli. Essa aberração das contas da campanha da Dilma terem sido “sorteadas” para o GM analisar é um embuste e uma armação, visando barrar a diplomação da Dilma para o segundo mandato no dia 18/12. Ou as forças legalistas e democráticas denunciam este golpe sórdido ou poderemos ver um episódio parecido com o ocorrido no Paraguai. Todo cuidado é pouco, chega dessa pasmaceira do governo de ficar calado. Tem que partir pro ataque e denunciar esse bandido do GM e suas artimanhas sujas.

  9. marco disse:

    Os leitores desse jornal,tem tanta MÁ FÉ,quanto o próprio.Nem vale a pena cogitar-se que estejam enganando alguém,pois são todos,o próprio e seus leitores,pessoas de má fé.

  10. João do Sertão disse:

    É ma fé tentando iludir os eleitores, melhor, os cidadãos.

  11. marco disse:

    Quando todos os críticos do mau jornalismo,por fim confessarem que jornalismo é assim mesmo e que a única coisa que não é opinião,dos patrões naturalmente,é A DATA,talvez tenham esclarecido àqueles inocentes ou dúbios,que somente funciona assim.E quando por fim,isto está mais longe do que se supõe,estabelecer-se o contraditório,talvez tenhamos,um jornalismo isento,não por princípio,mas pela interlocução.

  12. henrique de oliveira disse:

    Como assim iludir os leitores? Quem se informa pelos canais do PIG é igual ou pior que ele, ainda bem que é pouca gente.

    • Rita disse:

      Henrique, não creio que sejam poucos os que se informam pelo PIG, Globos e Jovens Pan da vida. Caso contrário, Dilma teria sido eleita ainda em 1º turno. Mas como outra pessoa já disse aqui, além da mídia há o judiciário e PM! Isso nunca é pouco…

  13. Alex disse:

    Cara, o dinheiro foi desviado pela petrobras e quem está no governo são os partidos PT, PP, PMDB, etc…
    os outros partidos, se receberam dinheiro, não foi por conta de favores políticos. Ou melhor, não foi por conta DESTES favores políticos relacionados a operação Lava Jato. A não ser que tu olhe os crimes cometidos na era FHC, TODOS PRESCRITOS… por sinal.

  14. ricardo almeida disse:

    E’ necessario sim que se divulgue nos nossos feices (lincks) dos blogs tijolaco, conversa afiada, viomundo, muda mais, morena socialista, blog do nassif estes estao falando nossa linguagem( ha o cafezinho), pois lutar com esta midia golpista nao e facil.

    • Irancocch disse:

      Se queremos um país melhor para nossas descendências, temos o dever, como cidadãos democrático, de esclarecer esse tipo de farsa para a população que quer (isso mesmo:QUER)ser enganada por essa imprensa. Temos que esclarecê-los nas redes sociais, conversas e, até, outdoor!

  15. Alexandre Santos disse:

    Fernando, não estou querendo dizer que a Queiroz Galvão não fez doações, o que o Executivo disse é que toda doação foi feita dentro da lei, agora esse r$-10 milhões do Sergio Guerra, será preciso provar que foram pagos, nesta parte eu acho que vai ser difícil, que empresa doou não resta duvida, falta saber se de forma legal ou ilegal?

  16. Benjamin Eurico Malucelli disse:

    Pura má fé, sem dúvida. Citar apenas PT, PP e PMDB é o quê, senão má fé? Mas, o que esperar do Estadão? Que dissesse que o PSDB e os aliados deste também receberam doações? Se mesmo as doações terem sido legais não citam outros partidos, só pode ser má fé, ora!

  17. Mauricio disse:

    Comunico aos comentaristas desse post, que existem 2 (dois) MAURICIOS, fazendo comentarios nesse blog. Como isso é possivel não sei. De qualquer forma, deixo pro meu xara o uso do nome. Se é esse o desejo do blogueiro….? Até mais!

  18. alex disse:

    QUEM LÊ O NAUSEABUNDO JORNAL DOS MESQUITAS??? ainda mais depois que “menino maluquinho da família” saiu com o cartaz na mão “Foda-se a Venezuela”. Pois eu digo a esse JORNAL SEM COMPRADOR: “Foda-se ESTADÃO” .. “fodam-se MESQUITAS”. Que eu acorde um dia com a notícia que esse jornaleco a serviço da direita virou “pó”!

  19. Ana Terra Ramos disse:

    É chegado o momento da ação. É força total contra o golpe. Vamos apoio a nossa presidente a limpar o Brasil até dos jornalistas chantagistas, que tem suas empresas envolvidas na corrupção. VAMOS AGIR gente nas redes. Cadê os movimentos sociais. A presidente está sendo sufocada porque eles não querem que se apure a verdade. VAMOS AGIR!

  20. Wilson Garcia disse:

    Gente e preciso apelarmos para os outros juízes do STF que defendem e garantem o direito e a liberdade do brasil,infelizmente dois juízes, e um deles esta conspirando para dar um golpe jurídico de não diplomação em nossa presidenta Dilma, e isso e sim possível, vamos ficar alerta,parece que não, mas isso e possível sim, e o chamado golpe sem impeachment, e o que a direita tanto queria e quer, este Gilmar que tanto tem elamiado o judiciário brasileiro pode realizar isto basta ele arrolar a diplomação

  21. Léo disse:

    Quer ter um mau dia, assista o Bom dia Brasil da Globo golpista.

  22. anderson disse:

    http://www.contextolivre.com.br/2014/09/alvaro-dias-autor-da-cpi-da-petrobras.html?spref=tw
    O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) responsável em protocolar no Senado a instalação da CPI da Petrobras, também está na lista de pagamentos de empresa investigada na Operação lava jato
    O responsável pela instalação da CPI da Petrobras, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) também recebeu dinheiro de empresa investigada pela Operação Lava Jato.

    Dentre as empresas investigadas por suspeita de superfaturar obras da Petrobras e pagar propina para políticos são: OAS, Queiroz Galvão, Camargo Corrêa, Engevix, Galvão Engenharia e UTC Engenharia.

    Essa última empresa doou para candidatura de Álvaro Dias ao governo do Paraná em 2002 à quantia de R$ 781 mil reais. Na época a Petrobras era comandada pelo governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

    Doação para campanha de Álvaro Dias

    Em 2001, investigação mostrava envolvimento de Álvaro Dias com doleiro preso na Operação Lava Jato

    Desvio de verba envolve mais de 130 pessoas

    DA AGÊNCIA FOLHA, EM MARINGÁ

    Os desvios de verbas na Prefeitura de Maringá (norte do PR) revelam um esquema de corrupção cujo alcance se estende por pelo menos 11 Estados e envolvem mais de 130 pessoas, segundo as investigações preliminares da Procuradoria de Defesa do Patrimônio Público do município.

    De acordo com a Procuradoria, cheques emitidos pela prefeitura foram parar em contas de políticos, empresários, doleiros, laranjas e até religiosos. O esquema se estende até o Amazonas.

    Os nomes, que não foram revelados para não prejudicar as investigações, surgiram a partir da quebra do sigilo dos dados -referentes ao período de 1986 a 2000- de mais de 50 contas bancárias da Prefeitura de Maringá que estão sendo rastreadas.

    O rastreamento das contas já detectou cerca de 10 mil cheques para fins supostamente ilegais emitidos somente na gestão do prefeito Jairo Gianoto (sem partido, ex-PSDB), entre 1997 e 2000.

    Auditoria

    Somente em uma das contas a Procuradoria já apurou que houve um desfalque de cerca de R$ 30 milhões. Uma auditoria do Tribunal de Contas do Paraná já havia apontado que outros R$ 74 milhões foram desviados da prefeitura entre 1993 e 2000.

    Luís Antônio Paolicchi, que está preso e é acusado de desviar R$ 54 milhões, entre 1997 a 2000, era secretário da Fazenda da Prefeitura de Maringá desde 1993.

    A Promotoria ainda não tem idéia sobre o total do dinheiro desviado dos cofres públicos de Maringá. O montante agora está em mais de R$ 100 milhões -quase o Orçamento anual da cidade, em torno de R$ 110 milhões.

    O promotor José Aparecido Cruz acredita que, do dinheiro desviado, cerca de 30% permaneceram no Paraná, em contas particulares dos envolvidos. O restante foi para outros Estados e há indícios de que uma parte teria sido desviada para contas no exterior, provavelmente na Europa.

    A rede de beneficiados pelo esquema de corrupção em Maringá, segundo o órgão, atinge os seguintes Estados: Amazonas, Maranhão, Minas Gerais, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Distrito Federal.

    Alguns dos nomes sob investigação haviam sido revelados em depoimento prestado à Justiça Federal pelo ex-secretário da Fazenda de Maringá Luís Antônio Paolicchi, apontado como pivô do esquema de corrupção.

    Depoimento

    No depoimento, ele afirmou que campanhas de políticos do Paraná como o governador Jaime Lerner (PFL) e o senador Álvaro Dias (PSDB) foram beneficiadas com dinheiro desviado dos cofres públicos, em operações que teriam sido comandadas pelo ex-prefeito Gianoto.

    A campanha em questão foi a de 1998. “A pessoa que coordenava (o comitê de Lerner em Maringá) era o senhor João Carvalho (Pinto, atual chefe do Núcleo Regional da Secretaria Estadual de Agricultura), que sempre vinha ao meu gabinete e pegava recursos, em dinheiro”, afirmou Paolicchi, que não revelou quanto teria destinado à campanha do governador -o qual não saberia diretamente do esquema, segundo ele

    Quanto a Dias, o ex-secretário disse que Gianoto determinou o pagamento, “com recursos da prefeitura”, do fretamento de um jatinho do doleiro Alberto Youssef, que teria sido usado pelo senador durante a campanha.

    “O prefeito (Gianoto) chamou o Alberto Youssef e pediu para deixar um avião à disposição do senador. E depois, quando acabou a campanha, eu até levei um susto quando veio a conta para pagar. (…) Eu me lembro que paguei, pelo táxi aéreo, duzentos e tantos mil reais na época”, afirmou.

    Paolicchi responde a processo sob acusação de sonegação fiscal, desvio de dinheiro público, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

    Jatinho fretado por doleiro

    Em 1998, uma investigação na prefeitura de Maringá descobriu que recursos do município foram usados para pagar jatos usados pelo senador Alvaro Dias (PSDB-PR) em sua campanha. O responsável pelo fretamento era justamente Youssef.

    No Jornal i9

  23. Leo Oliveira disse:

    Problema que os últimos leitores do Estadão querem isso aí mesmo…

    É aquela velha história do Pulitzer: “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela própria.”

    Apesar de correrem o risco desse público, ávido por cada vez mais baixaria e ódio, se virar contra o seu próprio mentor intelectual.

  24. Luiza disse:

    Deprimente é ler lá no Nassif o artigo “Armado por Toffoli e Gilmar, em curso o golpe do impeachment”. Deixo o link:
    http://jornalggn.com.br/noticia/armado-por-toffoli-e-gilmar-ja-esta-em-curso-o-golpe-sem-impeachment

    E o PT ?? zzzzzzzzzzz

    E mais…zzzzzzzzzzzz

  25. Ligia disse:

    Eleitores do PSDB e DEM prestem atenção ao votarem, o nome agora é E MAIS ALGUNS.

  26. ricardo silveira disse:

    É pena que só a notícia dure alguns minutos, podia ser, também, o jornal, com seu bando de jornalistas que nada prezam a profissão, e assim poderia surgir outro veículo com gente de melhor qualidade.

  27. Laura Mari disse:

    Ta tudo dominado por essa imprensa mediocre, domingo o Fantastico posando de boa gente levou ao ar uma reportagem sobre um prefeito de PR, da cidade de Sao Jeronimo da Serra (se nao me falhe a memoria). Supostamente o dito prefeito esta passando a mao nas verbas publicas, com uma seria de delitos. Uma boa reportagem, bem feita, so esqueceram de citar um detalhe, o dito cujo e do PSDB, partido do governador e do Alvaro Botox Dias. Falar isso ja era demais pra Globo. Mas eu tenho esperanca, o imperio romano durou 1300 anos e caiu, um dia essa cai tambem.

  28. Euler disse:

    Esses empresários já sabem que se citarem os tucanos caem na desgraça para a mídia golpista. Aposto até que os advogados orientam seus clientes: citem apenas o PT e seus aliados. Serão logo transformados em heróis da mída e rapidamente conseguirão a delação premiada. É a senha para o sucesso no Brasil atual. Falou mal do PT, vira estrela na mídia. Omitiu o envolvimento do PSDB, aumenta-se em 100% a chance de não ser punido.

  29. Messias Franca de Macedo disse:

    Armado por Toffoli e Gilmar, já está em curso o golpe sem impeachment

    TER, 18/11/2014 – 08:20

    Por jornalista Luis Nassif

    FONTE: http://jornalggn.com.br/noticia/armado-por-toffoli-e-gilmar-ja-esta-em-curso-o-golpe-sem-impeachment

    LÁ VEM O MATUTO QUE SENTE CHEIRO DE GOLPE DESDE O DIA EM QUE NASCEU EM PINDORAMA!

    … É por isso que o humilde matuto não se cansa de reiterar:

    continuemos pintados para a guerra! Mesmo porque a luta contra o fascismo é interminável!

    Creio que já passou da hora de as forças progressistas e democráticas brasileiras denunciarem ‘o golpe jurídico-midiático ora em curso’ – e que se arrasta chafurdando desde 2005 – a todos os chefes de Estado do mundo, às agências de notícias internacionais, ao Vaticano, à ONU…

    No contexto intra-muros, as possibilidades cada vez mais moribundas e canalhas dos fascigolpistas: “é tudo ou nada!”

    Os fascigolpistas abandonaram qualquer resquício de escrúpulo e decoro!

    Os fascigolpistas se transformaram em kamikazes das maldadas sem limites!

    A ‘(des)estratégia’ aloprada da tentativa de sobrevivência!

    Portanto, a única “camisa-de-força” para conter os insanos fascigolpistas significa o alinhamento do [verdadeiro] povo brasileiro nas ruas – e amparado pela solidariedade mundial!

  30. solange guedes disse:

    É deprimente….

  31. Ricardo disse:

    O texto do Estadão, após ter a manipulação desmascarada aqui, ficou de molho, sem comentários. Sem comentários…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *