O “dono” do presídio de Manaus vai administrar o Senado para Eunício?

umanieunicio

O cidadão que posa aí ao lado do senador Eunício de Oliveira (como Eunício é uma personalidade nacional, o identifico, é o de gravata vinho) é Luiz Fernando Monteiro Bittencourt, “dono” da Umanizzare, a empresa que é “dona” do Presídio Anísio Jardim, palco do massacre de 60 pessoas, em Manaus.

Bittencourt é um empresário famoso no Ceará, filho de outro empresário famoso de lá, seu pai Luiz Gastão.

Que foi cabo eleitoral de Eunício de Oliveira e do tucano Tasso Jereissati, em 2014, quando presidia a Federação do Comércioe doou, na últimas eleições para governador, a bagatela de R$ 750 mil ao tucano Marconi Perillo (GO).

A Umanizzare não é a única administradora do prisão, cujo contrato é com uma Sociedade de Propósito Específico, a Pamas, registrada em Manaus, sociedade com “outra” a LFG, curiosamente localizada na mesma Aparecida de Goiânia, onde ficava a Umanizzare e gerida pela mesma  Regina Celi Carvalhaes de Andrade, gestora da Umanizzare.

Ou seja, é uma sociedade “de mim comigo mesmo”. E Luiz Fernando é sócio nela.

A família controla uma teia de empresas, no Ceará, Goiás, Amazonas, Tocantins e , agora, em São Paulo, para onde se transferiu a Umanizzare, em agosto de 2016.

Há outra, lá, de propriedade da mesma LFG, parceira da Umanizzare no presídio manauara, no Itaim Bibi, vinda da mesma Aparecida de Goiânia, com o romântico nome de Cárcere Serviços Inteligentes.

Será que com esta vasta experiência de seu amigo cearense, Eunício não se animará a terceirizar para ele os serviços do Senado, quando for presidente?

O Brasil é um país incrível: Renan Calheiros corre o risco de ser canonizado.

PS. Não tenho agentes secretos. Isso é o resultado de meia hora de uma passeada pelos sites das juntas comerciais e dos mecanismos de consulta a sócios, uma modesta ajuda á Polícia Federal que está ocupada com pedalinhos.

 

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

13 Respostas

  1. Roberto Monteiro disse:

    PF preocupada com pedalinhos, assim como os PATETAS GOLPISTAS preocupados com os comunistas que iriam invadir o Brasil. Nem sabem o que é ser comunista.

  2. renato arthur disse:

    Pois acreditava que esses fascistas patrimonialistas que estão vendendo o Brasil p/ “amigos” mereciam o paredão, mas quem sabe não seria melhor coloca-los no “hotel Umanizzare”, o nome já é uma piada, mas uma piada tenebrosa, de escárnio, mutilações e mortes, como tudo nesse governo, que é um pesadelo infindável.

  3. Joao Maria disse:

    Se o procurador cepacol, procurasse nas juntas comerciais do Brasil, iria descobrir coisas do arco da velha. Nomes de politicos, e maes de politicos, e irmãs de politicos, com contratos sociais registrados. Mas, o matusalem do power point, so quer pegar o Lula.

    • henrique de oliveira disse:

      João se o procurador cepacol (essa foi ótima) procurar nas juntas comerciais do BRASIL ele vai achar a turma dele ou pior pode achar sua própria família , então vamos de pedalinhos que a vaca da lava jato já morreu no brejo só esses idiotas não viram.

  4. Luiz Carlos P. Oliveira disse:

    Eunicio é gente boa. Não está envolvido em nenhuma investigação do Moro. Portanto, é o cara ideal para presidir o Senado. Limpinho como a trump do Temer.

  5. Carlos Lima disse:

    Tem mais não citado, recebeu 12 Mi em 2016 do Governo Federal para prestar serviços Universidade Federal do Ceará, terra de Eunício e 420 mil desde 2015 para prestar serviço ao DNOCS..

  6. Nai disse:

    É que Brito, “umanizzare” o país não vem ao caso mas “desumanizzare” interessa muito mais, principalmente para entregá-lo de bandeja aos estrangeiros!

  7. Tomás disse:

    Eunício é também dono de empresas de segurança privada na Paraíba.

  8. José Flávio de Assis disse:

    realmente ,pelo menos na política brasileira , há muito mais coisas entre o céu e o inferno do que imaginamos .
    É incrível como é fácil escapar à justiça no Brasil ;
    já havia comentado com amigos , que davam como certo que o prefeito eleito ,do pmdb de Ipatinga no vale do aço ,cidade da Usiminas ,falida pela privatização do psdb, em MG não tomaria posse no primeiro de janeiro ,pois a justiça de minas impediu a posse ,mas eu argumentava que ao chegar no stf,o acovardado,ele tomaria posse,dito e feito ,a ministra Carmem Lúcia cassou a liminar que impedia sua posse ,justo no dia D.
    hora é simples ele ,Sebastião Quintao,dono de cartórios ,fazendas e concessionária de veículos entre outras coisas ,é pai de Leonardo Quintao,aquele que ajudou os advogados da Samarco a redigir o código de proteção ambiental ,pouco antes de ser chamado a fazer parte do golpe de 2016…em diante.
    ou seja realmente basta fazer parte do psdb ou pmdb et caterva ,para ser protegido .
    esse pessoal criou uma rede de proteção gigantesca. onde contam com a grande mídia ,o judiciário a pf a pgr,mais a elite,ou seja ,você pode até prender um deles ,mas não vai aparecer na mídia ,e ai do juiz que tiver coragem de condenalo,será execrado.
    e se absolver um adversário desses partidos está morto.

  9. renato arthur disse:

    Do site da empresa,
    Umanizzare nasceu como resposta às inquietudes frente às dificuldades do sistema penitenciário brasileiro e apresenta resultados concretos na transformação do indivíduo preso.
    Seus princípios estão alicerçados no exercício da responsabilidade social no que tange a qualquer política favorável a Segurança Nacional e a redução de reincidência criminal.
    Temos como premissa a aplicabilidade dos preceitos elencados na Lei de Execução Penal, em consonância com a garantia dos Direitos Humanos, ressaltados nas Regras Mínimas para Tratamento do Preso e recomendados pela Organização das Nações Unidas [Genebra, 1955].
    Dos Jornalistas relatam o que viram,
    Depois de 17 horas de terror, abrem-se as portas do Complexo Penitenciário, com 1.072 detentos, localizado na Rodovia BR 174, Km 8, em Manaus. E o que se vê é indescritível. São corpos desfigurados, cabeças cortadas, corações arrancados –uma violência sem limites, que destruiu as vidas de pelo menos 60 homens.
    Os mais de 60 detentos destrinchados como animais no abate, enquanto estavam sob a guarda do Estado no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, sabem que essa “humanização” é podre.

  10. Fabiano França/PE disse:

    Pois é.. não sendo “investigado por Moros Dalangnóis e et caverna..” tá tudo certo… Ohhh hipocrisia triste…tempos sombrios.

  11. Paulo disse:

    Quem sabe, ele não transforma o senado num presídio, já que a maioria dos senadores são velhos Corruptos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *