O direito de resposta de Lula à Globo. E minhas recordações sobre o de Brizola

lulaebriz

Andou entrando como “bug”, estes dias, talvez para provar que o “Sobrenatural de Almeida” do Nélson Rodrigues talvez exista em versão cibernética.

Mas, como pedido de direito de resposta de Lula à Globo, ontem, trouxe de volta o assunto, trago de volta o post de dois anos atrás, quando aquele episódio completou duas décadas, virou história e pode ser contado nos seus bastidores.

Corrijo, também, neste preâmbulo, a omissão do original aos “pitacos” do amigo Oswaldo Maneschy, jornalista e brizolista de – infelizmente para nós – já velhíssima cepa. E para repetir o que digo no texto. Quem o escreveu, de verdade, foi Leonel Brizola, eu apenas tive em mim o seu espírito.

 

20 anos do dia em que Brizola venceu a Globo.
O milagre em que nem a gente acreditava

Do Tijolaço, em 15/03/2014

Hoje, se completam 20 anos do dia em que Cid Moreira, com seu ar afetado e seus cabelos brancos (nem os muito velhos se lembram dele de cabelos pretos…), começou a ler o histórico direito de resposta de Leonel Brizola no Jornal Nacional.

Foi  a penúltima vitória do guri que saiu de Carazinho para enfrentar o mundo, um quixote gaúcho, do tempo em que os gaúchos eram quixotes e provocavam os versos geniais do pernambucano Ascenso Ferreira: Riscando os cavalos!/Tinindo as esporas!/Través das cochilhas!/Sai de meus pagos em louca arrancada!/— Para que?/— Pra nada!

Durante 22, 23 anos, convivi com ele, 19 dos quais diariamente.

Praticamente formei, com ele, a minha vida adulta, pois era um garoto de 22 anos quando esse contato começou, numa reunião num apartamento na Rua Cabuçu, no Lins de Vasconcellos, subúrbio da Zona Norte carioca.

Deste convívio, de muita coisa mantenho reserva.  Sei que estava ao lado de um mito – e via o mito nos raros instantes em que ele conseguia se despir do personagem que poucos minutos lhe deixava viver de outra maneira.

Mas chega a hora em que estes detalhes, que antes serviriam para a intriga e o desmerecimento político, só fazem enriquecer a trajetória de quem era, como ele próprio dizia, “o rei do improviso”.

Porque era assim: se tinha visão estratégica, Brizola não era um calculista, muito menos frio.

As coisas iam acontecendo e ele, certo ou errado, farejava os caminhos, alguns exatos, outros não, mas todos coerentes.

O impacto daquele texto – minto, não do texto, mas de Brizola obrigar a Globo a ler uma mensagem sua – também não teve nada de planejado, mas resultou do inconformismo que ele, com seu exemplo, injetou em alguns de seus companheiros.

Um pouco antes de sua segunda eleição, Brizola passou a ser atacado, sistematicamente, com artigos em O Globo, escritos – ou apenas assinados – por um certo Alcides Fonseca, um ex-deputado estadual eleito do nada pelo PDT e que se bandeou para a oposição a Brizola e, daí, para a poeira da história.

Por orientação do querido amigo Nilo Batista, Brizola passou a pedir, um por um, direito de resposta em O Globo. E, ao pedir, tinha-se já de oferecer o texto, e a tarefa me cabia, porque os anos e anos escrevendo com ele os “tijolaços”  me fizeram absorver um pouco do estilo e da alma inconfundíveis.

Dr. Nilo começou a vencer as causas, alguns artigos foram publicados e o “Fonsequinha” , como era chamado,  foi despachado do jornal.

Já no Governo, em 1992, Brizola dá uma entrevista, dizendo que por toda a sabotagem que a Globo fizera à Passarela do Samba, o prefeito da cidade, Marcello Alencar deveria negar à emissora a exclusividade da transmissão do Carnaval.

Foi o que bastou para que o jornal O Globo publicasse um editorial violentíssimo contra Brizola – o título era “Para Entender a Fúria de Brizola”, acusando-o  de senilidade, “declínio da saúde mental”, e por suas relações, sempre institucionais, com o Presidente da República, Fernando Collor.

À noite, o Jornal Nacional reproduziu, na voz de Moreira, o texto insultuoso.

Naquela noite, Brizola conversou com dois advogados: Arthur Lavigne e Carlos Roberto Siqueira Castro, seu chefe da Casa Civil no governo estadual.

No dia seguinte, Siqueira me chamou e disse que Brizola tinha me encarregado de fazer o texto de resposta, que teria de ser apresentado ainda naquela tarde. Falei com ele, que se mostrou completamente cético em relação ao resultado do pedido judicial e, como fazia quando se sentia assim, despachava o auxiliar: “olha, Brito, você fala com o Dr. Siqueira e façam como acharem melhor.”

Lá fui eu fazer o texto: tinha que ter três minutos, não podia ter “compensação de injúria” – isto é, devolver na mesma moeda os impropérios – e tinha de sair rápido, porque era uma sexta-feira (7 de fevereiro) e havia prazo judicial.

Chamei dois companheiros de velha cepa, que  me auxiliavam na Assessoria de Comunicação do Governo, o Luiz Augusto Erthal e o Ápio Gomes, para cumprirem um dupla função: anotar o que eu ditava e “segurar” a minha “viagem”.

Porque – começo aqui as difíceis confissões, que não são um segredo porque uma boa meia-dúzia de companheiros sabem disso – quando eu tinha de escrever pelo Brizola, eu não escrevia, “incorporava” . Parece coisa de doido? Não, e ele próprio sempre dizia: o bem escrito é o bem falado. E, na hora destes textos carregados, era assim que eu fazia, ditando, falando no ritmo dele, com o milhar de vírgulas e os períodos longos com que se expressava.

Era um exercício extenuante, massacrante, do qual não raro eu saía às lágrimas, mal conseguindo falar, de tão embargada a voz.

Qualquer redator publicitário jogaria fora o que saía disto, e com razão.

Porque não era um texto jornalístico ou publicitário.

Era o Brizola, não eu.

Feito o primeiro texto, mandamos ao Dr. Siqueira que fez algumas correções de bom-senso e um veto.

Eu não podia devolver o “senil” com que Marinho brindara Brizola. Mas isso eu tinha de devolver, ah, tinha.

E aí saiu uma obra de engenharia redacional.

“Quinta-feira, neste mesmo Jornal Nacional, a pretexto de citar editorial de ‘O Globo’, fui acusado na minha honra e, pior, apontado como alguém de mente senil. Ora, tenho 70 anos, 16 a menos que o meu difamador Roberto Marinho, que tem 86 anos. Se é esse o conceito que tem sobre os homens de cabelos brancos, que os use para si.”

Na verdade, eu tinha escrito “encanecidos”, mas o bom-senso do Erthal me travou: pô, Brito, ninguém mais sabe  o que é encanecido. É verdade, mas é o que o velho teria dito.

Bem, o texto foi para o Tribunal sem que Brizola  lesse o que ele estava “dizendo” na resposta.

Foram dois anos e um mês de espera pela Justiça.

Brizola levantava a sobrancelha, cético, quando Lavigne e Siqueira Castro, teimosos e dedicados,  diziam que íamos ganhar.

Passou tanto tempo que, dos 70, Brizola já tinha 72 anos e Marinho, 88.

No final do dia 9 de março chega a notícia da vitória no Superior Tribunal de Justiça, mas ainda havia um recurso possível e um “notificaram a Globo ou não notificaram?”. O ceticismo, confesso, era maior que a ansiedade.

No próprio dia 15, terça da semana seguinte, quando o texto foi ao ar, não críamos – nem eu, nem Brizola – que aquilo iria acontecer.

Tanto que nem montamos esquema algum para gravar o Jornal Nacional, senão o de um videocassete doméstico.

E foi o que se viu e que ficou na história.

Termina o texto, toca o telefone: ‘Olha, Brito, que maravilha. Nós acertamos o tiro no cu de um mosquito”.

E assim foi. Não fiquei aborrecido, ao contrário. Porque era nós, mesmo: era o Brizola introjetado em mim que escrevera.

Elogio mesmo – e maior não poderia haver – foi o de Roberto Marinho, falando ao querido amigo Neri Victor Eich, da Folha, por telefone, no mesmo dia do terremoto:

“Que nunca mais se reproduza isso. O direito de resposta teve o tom de Brizola.”

Teve sim.

Foi a última vitória de Brizola, em vida e em memória, despertando consciências que não se acovardam, não se ajoelham e não gaguejam, como a dele, a minha e a sua.

Até hoje, a não ser pelos testemunhos dos personagens desta história,  a ninguém tinha revelado estes detalhes. Faço-o agora, porque já são história e porque só aumentam o tamanho de um homem a quem eu devo grande parte do que sou.

Um homem que era tão grande que  estar à sua sombra foi também – e é para sempre –  estar sob sua luz.

Direito de Resposta

‘Todos sabem que eu, Leonel Brizola, só posso ocupar espaço na Globo quando amparado pela Justiça. Aqui citam o meu nome para ser intrigado, desmerecido e achincalhado perante o povo brasileiro.
Quinta-feira, neste mesmo Jornal Nacional, a pretexto de citar editorial de ‘O Globo’, fui acusado na minha honra e, pior, apontado como alguém de mente senil.
Ora, tenho 70 anos, 16 a menos que o meu difamador Roberto Marinho, que tem 86 anos. Se é esse o conceito que tem sobre os homens de cabelos brancos, que o use para si.

Não reconheço à Globo autoridade em matéria de liberdade de imprensa, e basta para isso olhar a sua longa e cordial convivência com os regimes autoritários e com a ditadura de 20 anos, que dominou o nosso país.

Todos sabem que critico há muito tempo a TV Globo, seu poder imperial e suas manipulações. Mas a ira da Globo, que se manifestou na quinta-feira, não tem nenhuma relação com posições éticas ou de princípios. É apenas o temor de perder o negócio bilionário, que para ela representa a transmissão do Carnaval.

Dinheiro, acima de tudo.

Em 83, quando construí a passarela, a Globo sabotou, boicotou, não quis transmitir e tentou inviabilizar de todas as formas o ponto alto do Carnaval carioca. Também aí não tem autoridade moral para questionar. E mais, reagi contra a Globo em defesa do Estado do Rio de Janeiro que por duas vezes, contra a vontade da Globo, elegeu-me como seu representante maior.

E isso é que não perdoarão nunca.

Até mesmo a pesquisa mostrada na quinta-feira revela como tudo na Globo é tendencioso e manipulado. Ninguém questiona o direito da Globo mostrar os problemas da cidade. Seria antes um dever para qualquer órgão de imprensa, dever que a Globo jamais cumpriu quando se encontravam no Palácio Guanabara governantes de sua predileção.

Quando ela diz que denuncia os maus administradores deveria dizer, sim, que ataca e tenta desmoralizar os homens públicos que não se vergam diante do seu poder.

Se eu tivesse as pretensões eleitoreiras, de que tentam me acusar, não estaria aqui lutando contra um gigante como a Rede Globo.
Faço-o porque não cheguei aos 70 anos de idade para ser um acomodado.

Quando me insulta por nossas relações de cooperação administrativa com o governo federal, a Globo remorde-se de inveja e rancor e só vê nisso bajulação e servilismo. É compreensível: quem sempre viveu de concessões e favores do Poder Público não é capaz de ver nos outros senão os vícios que carrega em si mesma.

Que o povo brasileiro faça o seu julgamento e na sua consciência lúcida e honrada separe os que são dignos e coerentes daqueles que sempre foram servis, gananciosos e interesseiros.’

Leonel Brizola

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

32 Respostas

  1. renato andretti disse:

    Agora sim..
    bonito..estas são aas palavras que nos movem.
    Nossa vitoria não é de um dia é de todos os dias
    um após o outro.
    O GRITO de Brizola chegou e vai ecoar para esta geração.
    A Globo foi desligada no primeiro dia ded BRIZOLA..isto é
    real..( o tempo é atemporal), esta começando a ruir..
    Ouço agora Brito, o eco da voz de Brizola..Lula é o som
    de retorno..
    A luta continua..
    Temos que estar com nossos corações afiados, p´reparados,
    somos nós que somos testados todo o dia, isto nos faz melhor.
    Pena que algumas pessoas estão em outra dimensão..

    • Mauricio Gomes disse:

      Hoje é um dia de tristeza e vergonha. A massa ignara que vai às ruas com a desculpa de combater a corrupção e a ameaça de ditadura do PT, estará marchando ao lado de bandidos, fascistas e fundamentalistas religiosos como Aécio, Bolsonaro, Feliciano, Alckmin, Caiado, Paulinho da Força, Coronel Telhada, Serra, Malafaia, Cunha, Agripino Maia, Beto Richa, Rodrigo Maia, Aloysio Nunes, etc. Todos eles insuflados pela mesma imprensa que levou o Vargas ao suicídio e que apoiou o golpe militar e a ditadura. E tirarão selfies com PMs assassinos e corruptos, pedirão intervenção militar em inglês e morte aos opositores. Dia 13/03/2016, mais um dia sombrio e vergonhoso na história do Brasil.

  2. foo disse:

    Cá entre nós, seu texto é bem melhor do que aquele que o Lula entregou para o Jornal Nacional.

  3. Iskra disse:

    Por falar no Briza, cadê o Brizola Neto ?

  4. Messias Franca de Macedo disse:

    Eu não assisto,ouço/leio as organizações CRIMINOSAS Globo, portanto…

    [“A direita não tem escrúpulo. A direita é impiedosa. A direita não respeita valores.” Declaração memorável proferida pelo [eterno] presidente Luiz Inácio Lula da Silva – ainda durante o exercício da Presidência da República]

    (LEI Nº 4.117, DE 27 DE AGOSTO DE 1962.

    Institui o Código Brasileiro de Telecomunicações.

    Lei das Concessionárias Públicas de Serviços de rádio e televisão

    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L4117.htm )

    • Messias Franca de Macedo disse:

      [Eu não assisto,ouço/leio as organizações CRIMINOSAS Globo, portanto…]

      UM POUCO DO LIXO GOLPISTA DO *PIMG I
      *PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)

      Um reincidente papudo com cara de imbeciloide a $oldo IMUNDO, de nome Barão, âncora da BandNews, apresentou a movimentação, neste momento, em Brasília.
      [Por volta das 10h00]
      Não tendo muito o que discorrer, o tal âncora instigou o repórter a tratar de “certa novidade”!
      “Fulano [dirigindo-se ao repórter], ao fundo, lá distante de onde você está, observe o boneco Pixuleco!”
      Aí, o repórter discorreu por cerca de ‘trocentos’ minutos sobre o histórico do personagem inflável!
      E os dois indigentes da BandNews sorriam aos borbotões…

      Lá isso é jornalismo, siô?!…

      Sim, o *PIMG atua enquanto máfia hedionda organizada

      *PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)

      • Messias Franca de Macedo disse:

        [Eu não assisto,ouço/leio as organizações CRIMINOSAS Globo, portanto…]

        [UM POUCO DO LIXO GOLPISTA DO *PIMG II
        *PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)

        … Por volta das 10h20 um tal “sociólogo e cientista político” que responde pela famigerada alcunha de Bolívar Lamounier é ‘o convidado escolhido a dedo [SUJO!]’ pela BAND(IDA)NEWS para narrar ‘a marcha dos aloprados conduzidos por [mega]corruptos’! O ultra-direitista e ‘reacionário que só’ Bolívar Lamounier discorre com uma indefectível cara de quem sabe que está mentindo – e perfeitamente cônscio de que a função precípua dele naquele cabaré fascista é tentar colocar palha na fogueira.
        *perdão aos dignos cabarés
        O Bolívar Lamonier – à guisa de uma múmia nazista – postado ao lado do âncora papudo com cara de imbeciloide a $oldo IMUNDO, vulgo Barão, âncora da BandNews.
        Uma das pérolas delinquentes e adredemente capciosas do Lamonier:
        “As últimas denúncias contra o presidente Lula são acachapantes. E não cabe aos militantes do PT e nem mesmo ao próprio presidente Lula se insurgirem contra o pedido de prisão recomendado pelo ministério público de São Paulo.”

        É DEPLORÁVEL o protagonismo do Bolívar Lamounier: um senhor com a barba toda branca se permitindo a uma patifaria criminosa desta!

        • Messias Franca de Macedo disse:

          [Eu não assisto,ouço/leio as organizações CRIMINOSAS Globo, portanto…]

          [UM POUCO DO LIXO GOLPISTA DO *PIMG III
          *PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)

          São 11h00, horário de Brasília, e um repórter da BAND(IDA)NEWS, direto de Belém do Pará:
          “Neste momento não está chovendo. Até a natureza está contribuindo para o protesto contra o governo da presidente Dilma Rousseff, Lula e o PT.”

  5. Messias Franca de Macedo disse:

    [Eu não assisto,ouço/leio as organizações CRIMINOSAS Globo, portanto…]

    UM POUCO DO LIXO GOLPISTA DO *PIMG IV
    *PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)

    São 11h02, horário de Brasília, “o papo reto entre o âncora Barão da BAND(IDA)NEWS &$ o “sociólogo escolhido a dedo IMUNDO” Bolívar Lamounier

    O âncora papudo com cara de demente, âncora da hora da BAND(IDA)NEWS, o tal Barão:
    “Professor [Bolívar] Lamounier, nas manifestações que estão ocorrendo em frente ao edifício onde mora o presidente Lula e nas imediações dos Sindicato dos Metalúrgicos do estado de São Paulo, percebe-se que a maioria dos manifestantes favoráveis em favor do governo é de homens parrudos, com aspecto truculento….”
    Ao que acrescentou o tal “professor e sociólogo” Bolívar Lamounier:
    “Barão, é isso mesmo, você tem absoluta razão: são pessoas cooptadas pelo estratagema histórico do PT, o de distribuir pão com mortadela e outros recursos espúrios. Não são pessoas com traços de família, diferentemente das que vemos nas manifestações contra a presidente Dilma [Rousseff]…”

  6. Messias Franca de Macedo disse:

    [Eu não assisto,ouço/leio as organizações CRIMINOSAS Globo, portanto…]

    UM POUCO DO LIXO GOLPISTA DO *PIMG V
    *PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)

    Inicialmente, uma perguntinha básica ao “jornalista” Valteno de Oliveira a $oldo IMUNDO dos patrões barões IMUNDOS da BAND(IDA)News:

    OS GOLPISTAS LEVARAM ANIMAIS PARA A PASSEATA OU ANIMAIS FORAM CONDUZIDOS POR OUTROS ANIMAIS GOLPISTAS?

    Antes, uma breve e sucinta narrativa do carnaval golpista do repórter Valter de Oliveira “batendo um bolão golpista com o âncora que responde pela alcunha Barão”.

    “Barão, estamos vendo os manifestantes trazendo cachorros; as pessoas trouxeram também outros animais, além de cachorros; muitas crianças estão também presentes nas manifestações… Vemos também muitos ciclistas… Agora vemos uma faixa gigante onde se pode ler: ‘Deus no Céu – e o juiz Moro na Terra’!… A manifestação está linda… Novamente, vemos muitas, muitas crianças, inclusive algumas chupando picolé, sorvete, comendo pipoca… Eu vou me aproximar de algumas criancinhas ‘fofas’… Mas, elas não querem falar! No entanto, o que importa é isso, *’animal político quanto mais cedo melhor’!”

    NOTA MEDONHA:
    *em seguida à frase célebre (sic) proferida pelo repórter Valteno de Oliveira da BAND(IDA)NEWS o declarante ‘vazou’ um sorriso chinfrim, maroto e canalha!

    RESCALDO:
    ah canalhas sacripantas IMORAIS!

    FINALIZANDO:
    nenhuma novidade, são reles títeres ‘os(as) penas amestradas’ a $oldo IMUNDO dos CRIMINOSOS patrões barões do *PIMG

    *PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)

    • Messias Franca de Macedo disse:

      errata:

      repórter Valteno de Oliveira da ‘BAND(IDA)NEWS’ (em vez de repórter Valter de Oliveira)

      • Maria Libia disse:

        MESSIAS, eu não assisto e nem leio o que a globosta escreve ou fala. E também, não leio você, que não assiste a globosta, mas sabe o que ela diz. Tá fazendo propaganda, seu verme? Tá pensando que somos burros, imbecil. Vá procurar tua rola, vai.

  7. Gerson disse:

    Brito, sempre muito bom reler o seu depoimento sobre esse dia histórico que a “toda poderosa” caiu de joelhos aos pés de Brizola.Infelizmente, o tempo passou, e ela continua diariamente defendendo golpes, contando mentiras e insuflando o ódio. Hoje, Lula, Dilma e José Dirceu devem pensar na grande idiotice que foi pensar que a Globo iria trocar de lado e apoiar mudanças no Brasil.

  8. Messias Franca de Macedo disse:

    UMA AMIGA MINHA ME TELEFONOU

    Uma amiga minha me telefonou, e narrou:
    “Em polvorosa, a jornalista [jornalista!] ‘Cristiane Lôbo [de Raiva &$ Ódio]’ ‘dos Marín(ho) da Globo’ comparou as manifestações que estão ocorrendo a favor do impeachment, enfatizando que essas superam em muito àquelas favoráveis ao governo. No entanto – e imediatamente – a jornalista colega de bancada corrigiu a tresloucada, capciosa e inepta ‘Cristiane Lôbo [de Raiva &$ Ódio]’ dos patrões barões Marín(ho) da Globo’.”

  9. Frederico disse:

    A geração que recebeu o Brasil de homens como Brizola virou isso que está hoje nas ruas…. São incapazes de ler e compreender qualquer texto maior do que três linhas e ainda se acham muito bem informados.
    O que só prova o poder perverso de uma mídia manipuladora e hostil: são todos produto de intensa lavagem cerebral, que não reconhecem sequer o que lêem nos livros de história.
    O que não consigo compreender, porém, são as tendências sadomasoquistas. Senão, como explicar que um ser humano, que pode fazer tanta coisa boa e prazerosa na vida – ir à praia, ao cinema, visitar amigos, família, sentar num boteco para beber uma gelada,
    ir ao estádio torcer por seu time -, como explicar que um ser HUMANO prefira gastar seu curto tempo de vida acessando blogs de esquerda, que, eles sabem, são contrários a tudo que acreditam, pelo sádico prazer de responder com xingamentos e arrogância?
    É como o torcedor do Flamengo que não se cansa de entrar na página do Vasco para pirraçar os adversários. Ou vice-versa.
    Como jamais assisto ao Jornal Nacional, nem nada transmitido pela Rede Esgoto, nem mesmo minisséries, jamais leio os jornalões nem ouço suas rádios, é-me completamente impossível entender esse sadismo, que, na verdade, sob o disfarce de opinião política, esconde um ser (DES)humano deformado, cheio de baixezas e vilanias que ele, com certeza, apontaria no outro, não em si próprio.
    De tudo, tudo o que vivemos atualmente, essa é a face mais amarga: ver quanta gente má existe por aí, por aqui, ao nosso lado. Ver como as máscaras da civilidade caíram tão fácil e só sobrou desesperança.

    • Maria Libia disse:

      Quando Foi lançado o Al-5, todas as cabeças pensantes desse país, ou foram exiladas, ou mortas. Houve um vácuo enorme de pensadores livres. Ficaram 20 anos no poder. A mesma coisa acontecerá agora. QUANTOS ANOS FICARÁ ESSA NOVA DITADURA JURÍDICA/MIDIÁTICA?.

  10. Irion disse:

    DILMA, CORTE O SINAL! CASSE A CONCESSÃO “PÚBLICA” DESTA ORGANIZAÇÃO MIDIÁTICA GOLPISTA! Afinal, o Brasil não precisa de uma Rede Golpe de Televisão, que só serve para tramar golpes e DESEDUCAR o povo brasileiro! Dilma, mande os Marín-o catar coquinhos!

  11. Messias Franca de Macedo disse:

    AO VIVO: a farofada na praia da Jararaca
    https://www.youtube.com/watch?v=CfIZAKHmoXc

  12. Bernardo disse:

    Vendo as manifestações espetacularizadas pelas redes de TV ( quase todas) nota-se que:
    – as bobagens estampadas são as mesmas;
    – pobres e negros não fazem parte da festa, como sempre;
    – os coxinhas são bem disciplinados; se fizessem uma lista de chamada veriam que os que comparecem são os mesmos;
    – virou um acontecimento social e eles comparecem enfatiotados e com as caras pintadas com faixinhas verde e amarelo;
    – alguns protestando a partir de iates em Copacabana, um escárnio;
    – um idiota aparece com a bandeira do Brasil em cima de um apetrecho que sai de um barco e á alçado no ar.
    Enfim a sandice é de um ridículo tão grande que dá vontade de rir mas a questão é de chorar pela pobreza de espírito a a falta de argumento.
    Sem falar do ufanismo dos números.
    De fato tem muita gente mas , seguramente menos do que há uma ano atrás e mais do que na última.
    Pobre Brasil.
    Interessante é que os ídolos e líderes políticos que participam estão TODOS DELATADOS NA LAVA JATO e arrotando pureza e humildade; hipócritas de sempre.
    Alguns antepassados devem estar muito tristes em seus túmulos.

  13. antonimo disse:

    Os blogues progressistas têm que se reunir e começar a divulgar uma lista com a ficha da canalha de oposição. Uma listo do estilo “Wanted” como a lmprensa agente da cia faz com o governo. A população não tem idéia da extensão da roubalheira da oposição porque as informações sobre ela é dispersa. Se voces forem compondo a lista aos poucos e acumulando em todos os blogues participantes da corrente no final terão uma lista imensa. Isso no final é o que impressiona. Quando voce começa a ler um rol de mal-feitos que não termina nunca vc fica achando que o mundo acabou. É a tática usada pela rede golpe a mando da cia. Bombardeio de saturação em cima das esquerdas, a blitz krieg dos nazistas aplicada à noticia. É o que estão fazendo com o lula e o governo agora. Basta usar a informação disponível nos bancos de dados do judiciário que são de dominio público de forma que ninguém possa acusá-los de falsidade. Comecem com a globo reunindo todas as reportagens das ultimas semanas sobre eles. Façam uma seção nos blogues só pra isso com o titulo”Mapa da corrupção” como faz a folha com o ” dia a dia do empeachment”.
    Coloquem na lista tudo: policiais da pf processados, procuradores do MP, juizes como a madame de brasilia com 5 processos criminais na ficha. Politicos da oposição nem se fala. Empresários da zelotes etc etc… Os blogues devem mostrar quem são os golpistas. Neste momento são os unicos que podem. Uma boa ideia é fazer contato com colegas na da exterior e colocar uma copia da lista lá fora. Em portugues e ingles. Quando a canalha daqui vir o nome e ficha deles em ingles pro mundo inteiro vão ficar apopléticos. Quero ver a oposição conseguir uma lista equivalente. Ao ver uma lista desse genero pelo menos uma parte da classe merdia vai começar a pensar se não está dando cobertura pra ladrões do estilo cunha viverem feito nababos enquanto ela, a classe merdia, fica tentando comer as cenouras que a globo coloca na frente dela.

  14. Maria Libia disse:

    O que mais gosto é de perguntar: A Dilma impichada QUEM SERÁ O PRESIDENTE DO BRASIL? O Aébrio, da lista de Furnas, do aeroporto do tio, o chato das construtoras? Michael Temer, cujo nome está no Lava/jato, traidor sanfona da Dilma (trai/volta, agora trai), o Presidente da Câmara dos Deputados, o Contas/Cunha/na Suiça? Ou A GLOBOSTA JÁ ESCOLHEU O MORO CAMISA PRETA? Outra coisa: QUANTOS ANOS DURARÁ ESSA DITADURA JURÍDICA/MIDIÁTICA?

  15. Messias Franca de Macedo disse:

    Prezado, leal combatente, consciente, impávido e emérito jornalista Fernando Brito, tomo a liberdade de fazer-lhe um PEDIDO – extensivo aos/às comentaristas desta conspícua Casa Cibernética ‘Tijolaço’:

    Humildemente, rogo, encarecidamente, que encaminhe(m) à direção nacional e locais do PT e do PC do B, CUT, UNE, MST…
    Rogo que nas nossas manifestações sejam tocados – do começo ao fim – os memoráveis e vitoriosos jingles das campanhas presidenciais do Lula, o nosso [eterno] presidente…

    Muito Obrigado.

    Respeitosas saudações democráticas, progressistas, populares, civilizatórias, nacionalistas, antinazifasciterroristas e antigolpistas,

    Messias Franca de Macedo
    Feira de Santana, Bahia
    Brasil – em homenagem ao [eterno] presidente Luiz Inácio Lula da Silva

    OS MEMORÁVEIS E HISTÓRICOS JINGLES DAS CAMPANHAS DO [ETERNO] PRESIDENTE LULA

    https://www.youtube.com/watch?v=THl1RCrVQfo

    • Messias Franca de Macedo disse:

      GOLPISTAS DESCARADOS NÃO TÊM O MENOR PUDOR OS ESCROQUES MIASMÁTICOS

      *Após exaltar colossalmente a condução da Operaçaõ Lava Jato, um tal nazifascistatal que responde pela famigerada alcunha de Gaudêncio Torquato entronado no IMUNDO ninho DEMoTucano da BAND(IDA)NEWS vomitou:
      [*por volta da 15h00]

      “Senhor âncora, eu creio sim!
      Uma vez obtido o impeachment da presidente Dilma Roussef haverá, sim, sem sobra de dúvida um, digamos, refluxo da Operação Lava Jato!
      Haverá um natural (sic – adendo nosso!) abrandamento gradual no ímpeto das investigações e das punições. É claro… Porque haverá uma nova onda de demandas no seio da sociedade brasileira…”

      É ou não um mafioso sem vergonha?

      • Messias Franca de Macedo disse:

        … É por essas e outras patifarias que o *’procurador parcial (sic) da República [em frangalhos]’ mantém, criminosamente, o GÂNGSTER réu confesso [eduardo] ‘CU(nha)’ do ‘Aécio 1/3 El Chato Furnas Forever’ &$ ‘famiglia’ “soltos, todos soltos!”…

        *’Rodrigo Brindeiro Fernando Barbosa Moro Gurgel’ ‘O Sonso geral da nação’; “um sujeitinho à toa, um ressacado sem eira nem beira, um fascista da pior extração”, segundo discurso memorável proferido pelo senador Fernando Collor de Mello na tribuna do Senado Federal

        O VÍDEO LAPIDAR, PEDAGÓGICO E HISTÓRICO

        https://www.youtube.com/watch?v=NIJr46jV-5g

      • Messias Franca de Macedo disse:

        erratas desprezíveis:

        *Após exaltar colossalmente a condução da Operação Lava Jato, um tal nazifascistata…

        • Messias Franca de Macedo disse:

          errata desprezível da errata desprezível:

          erratas desprezíveis:

          *Após exaltar colossalmente a condução da Operação Lava Jato, um nazifascista de prenome vulgar Gaudêncio [Torquato]…

  16. Messias Franca de Macedo disse:

    Os(as) nazifascistas &$ golpistas escorraçaram a perua Marta Suplicy

    Marta é expulsa da manifestação
    Ela foi para o PMDB lutar contra a corrupção

    http://www.conversaafiada.com.br/politica/marta-e-expulsa-da-manifestacao/marta_phixr.jpg/@@images/cc8ecee2-781d-4abb-81d5-55af95ae988e.jpeg

  17. Messias Franca de Macedo disse:

    NÓS ESTAMOS ‘FRITINHOS DA SILVA’ – e o óleo que unge a frigideira não é o do pré-sal!
    O óleo do pré-sal é exclusivo dos gringos!
    O trio antinacionalista/entreguista Aécim Furnas/Renan/(S)erra que o diga!

    … As manifestações dos(as) aloprados(as) conduzidos(as) por [mega]corruptos servirão para “limpar a barra” da covardia e cumplicidade criminosas “dos(as) supremos(as)” do STF.
    Traduzindo caso ainda não me fiz entender:
    “o jurista” (sic) ilibado (idem sic) [eduardo] ‘CU(nha)’ terá acolhido os embargos declaratórios delle &$ dos comparsas golpista$$$!
    O colegiado da *”corte suprema” alegará que – apenas e tão somente – está “cumprindo as determinações processuais Constitucionais da **’opinião publicada'”.

    *Na verdade, corte absolutamente ÍNFIMA!
    “supremoTF”: aspas monstruosas e letras submicroscópicas

    **’opinião publicada’ pelo PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)

  18. Felipe disse:

    hahahahahahaha Opa esse hospício aqui continua fazendo o que faz de melhor, falando besteira.
    O escritor tem a mente tão limitada que prefere passar vergonha do que averiguar a informação.
    A globo dedicou quase 08 minutos esclarecendo essa questão que aqui é tratada.
    Também não sou fã da rede globo, agora distorcer os fatos para expor um pseudo argumento para defender o indefensável ai não dá.

    Nossa geração é outra…se aprontou vai tomar chinelada. E isso do lado vermelho, azul ou verde. Não importa. Nossa geração abriu a mente e vê uma sociedade além dessa dicotomia que não nos leva à nada. É só questão de esperar a ala técnica mostrar para a política que tudo tem limite.
    Um abraço a quem é honesto, seja daqui ou de lá, caráter não tem cor.

  19. Paulo de Rezende disse:

    Caros amigos, voces poderiam publicar esta resposta do presidente Lula.
    Conto com voces e um abraço
    Paulo de Rezende – Strasbourg, França

    Resposta de Lula ao jornal Nacional

    “Eu, Luiz Inácio Lula da Silva, e minha mulher, Marisa Letícia, não somos e nunca fomos donos de nenhum apartamento tríplex no Guarujá nem em qualquer outro lugar do litoral brasileiro.
    Meu patrimônio imobiliário hoje é exatamente o mesmo que eu tinha ao assumir a presidência da República, em janeiro de 2003:
    O apartamento onde moro com Marisa, e onde já morávamos antes do governo, e o rancho “Los Fubangos”, um pesqueiro na represa Billings. Ambos adquiridos a prestações. Também temos dois apartamentos de 70 metros quadrados que Marisa recebeu em permuta por um lote que ela herdou da mãe.
    Tudo em São Bernardo do Campo. Tudo registrado em nosso nome no cartório e na declaração anual de bens.
    Esta é a verdade dos fatos, em sua simplicidade: entrei e saí da Presidência da República com os mesmos imóveis que adquiri ao longo da vida, trabalhando desde criança, como sabem os brasileiros.
    Não comprei nem ganhei apartamento, mansão, sítio, fazenda, casa de praia, no Brasil ou no exterior.
    Jamais ocultei patrimônio nem registrei propriedade particular em nome de outras pessoas.
    Nunca registrei nada em nome de empresas fictícias com sede em paraísos fiscais, artifício utilizado por algumas das mais ricas famílias deste País para fugir ao pagamento de impostos.
    As informações sobre o patrimônio do Lula – verdadeiras, fidedignas, documentadas – sempre estiveram à disposição do Ministério Público e da imprensa, inclusive da Rede Globo.
    Estas informações foram deliberadamente ocultadas do público na reportagem do Jornal Nacional que apresentou as acusações do Ministério Público de São Paulo.
    Eu não fui procurado pela Globo para apresentar meu ponto de vista. Ninguém da minha assessoria foi procurado. O direito ao contraditório foi sonegado.
    Alguém se apropriou indevidamente do meu direito de defesa.
    Não é a primeira vez que isso acontece e certamente não será a última.Mas eu fiquei indignado ao ver minha mulher e meu filho sendo retratados na televisão como se fossem criminosos.
    Mesmo na mais acirrada disputa política – e o jornalismo não está acima dessas disputas – nada justifica envolver a família, a mulher, os filhos, como ocorreu nesse caso.
    Fiquei indignado porque, ao longo de 9 minutos, o apresentador William Bonner e o repórter José Roberto Burnier me acusaram 18 vezes de ter cometido 10 crimes diferentes; sem nenhuma prova, endossando as leviandades de três membros do Ministério Púbico de São Paulo.
    Reproduziram ofensas, muitas ofensas, a partir de uma denúncia que sequer foi aceita pela juíza. E ainda por cima, denúncia de um promotor que já foi advertido pelo Conselho Nacional do Ministério Público, porque atuou fora da lei neste caso.
    A Rede Globo me conhece o suficiente para fazer uma avaliação equilibrada das acusações lançadas por aquele promotor, antes de reproduzi-las integralmente pelas vozes de William Bonner e Roberto Burnier.
    A Rede Globo recebeu, desde 31 de janeiro, todas as informações referentes ao tríplex, com documentos que comprovam que nem eu nem Marisa nem nosso filho Fabio somos donos daquilo. É uma longa e detalhada nota, chamada “Os documentos do Guarujá: desmontando a farsa”. Cheguei a abrir mão do meu sigilo fiscal e anexei a esta nota parte de minha declaração de bens.
    Quando divulgamos este documento esclarecedor, o Jornal Nacional fez uma série de matérias tentando desqualificar o que estava dito lá. Duvidaram de cada detalhe, procuraram contradições, chegaram a distorcer uma entrevista do meu advogado.Quanta diferença…
    Na reportagem sobre a denúncia do procurador, nada foi questionado. Tudo foi endossado e ratificado como se fosse absoluta verdade.
    A Rede Globo sempre poderá dizer que estava apenas “retratando os fatos”, “prestando informações à sociedade”, “cumprindo seu dever jornalístico”.
    Só não vai conseguir explicar ao povo brasileiro a diferença gritante de tratamento: quando acusam o Lula, é tudo verdade; quando o Lula se defende, é tudo suspeito.
    Em 40 anos de vida política, aprendi a lidar com o preconceito, com a inveja e até com o ódio político.
    Mas não me conformo, como ex-presidente desse imenso país chamado Brasil, não posso me conformar de ser comparado a um traficante de drogas, como aconteceu no final da reportagem.Essa comparação ofensiva, injuriosa, caluniosa, não está nos autos da denúncia do Ministério Público.
    Não sei quem decidiu incluir isso na reportagem, mas posso avaliar seu caráter.
    Se esta mensagem está sendo lida hoje na Rede Globo é por uma decisão da Justiça, com base na Lei do Direito de Resposta, aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pela presidenta Dilma Rousseff no final do ano passado.
    Esta lei garante que a Liberdade de Imprensa seja realmente um direito de todos e não um privilégio daqueles que detém os meios de comunicação.
    É ela que nos permite enfrentar a ocultação de informações, a sonegação do contraditório, a falsidade informativa, a lavagem da notícia.
    Estes vícios foram sistematicamente praticados pelos grandes veículos de comunicação do Brasil durante a ditadura e fizeram tão mal ao País quanto a censura, que abolimos na Constituição de 1988.
    A Rede Globo levou mais de 30 anos para pedir desculpas ao País por ter apoiado a ditadura, praticando um jornalismo de um lado só. Graças à lei do Direito de Resposta, não tenho de esperar tanto tempo para responder às ofensas dirigidas a mim e a minha família no Jornal Nacional.
    Eu não estou usando este direito de resposta para me defender apenas, e a minha família. É para defender a democracia, o estado de direito e a própria liberdade de imprensa, que só é verdadeira quando admite o contraditório e respeita a verdade dos fatos.
    Quando estes princípios são ignorados, em reportagens como aquela do Jornal Nacional, o maior prejudicado não é o Lula, é cada cidadão e a sociedade, é a democracia”.

    LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *