O desemprego recorde não é um acidente, é um projeto perverso

desempdez

Como fiquei impedido de postar por algumas horas, por ter pego  estrada para passar o fim de ano com meu irmão, não publiquei mais cedo e você já sabe que os números do IBGE indicaram que o desemprego no Brasil atingiu um número recorde de pessoas: 12 milhões e  cem mil brasileiros, sem contar aqueles que desistiram de procurar e não encontrar.

Isso torna o desemprego presente em praticamente um a cada quatro lares de nosso país.

Não pense, porém, que isso é um acidente de percurso, que apenas é consequência da crise, infeliz consequência.

Por cruel que possa parecer, é deliberado, um sacrifício humano que os sacerdotes econômicos prestam ao Deus Mercado, que não quer o sangue ralo de uma economia inflacionada.

O desemprego e a estagnação e queda da renda são partes essenciais de sua antibíblia, porque, nos seus cânones perversos é preciso deprimir a demanda para que, sem procura, os preços não subam. O membro mais frágil do corpo social é garroteado, e pouco importa que gangrene ou necrose, se o sangue que lhe falta  produz uma sensação de viço no restante.

Não estarei sendo radical, odioso?

Não, e para isso basta que eu recorde a você daquele professor aecista  Samuel Pessoa-  da trupe do tal Instituto Milênio – dizendo que ficaria feliz com um aumento  no desemprego e uma queda na renda, pois assim “o ajuste se faria de forma mais rápida e indolor”.

Postei isso aqui em outubro de 2015. E repito o vídeo ao final do post, para quem não viu.

Eram ideias, agora são uma prática.

Mas não se deprima demais, ainda, este número subirá para mais de 13, talvez 14 milhões de pessoas sem emprego, sem renda, sem meios de sobreviver e sem esperança.

Uma gente má, embora muito bem arrumadinha e cheia de títulos acadêmicos domina política econômica brasileira.

São bons, muito bons, no que fazem: o mal.

Comentários no Facebook

11 Respostas

  1. JOHN J. disse:

    * Num país sério. governado por gente honesta, onde a justiça não tem marajás, nem bandidos de togas, esse grupinho de bandidos estaria na cadeia e não no governo.
    Aqui onde o inverso acontece, os bandidos são convocados pára depor na PF. escondidos da mídia e do povo, com a clara intenção de não colocar corruptos amigos da justiça em indisposição com seus eleitores e deles sempre receberem benefícios enquanto políticos influentes, mesmo sendo corruptos.
    TENHO FÉ QUE UM DIA ISSO TUDO VAI VIR À TONA E TODOS ESSES CORRUPTOS DA POLÍTICA, DA JUSTIÇA, DO POVO E DA POLÍCIA SERÃO COLOCADOS ONDE REALMENTE DEVERIAM ESTAR, NA CADEIA.

  2. renato arthur disse:

    Com milhões de desempregado podem baixar o salário, por a culpa na previdencia, aumentar a jornada de trabalho e dizer que estão fazendo de tudo p/ melhorar o País. O que dizia Lula, quando governava.
    “Nossos críticos querem que tenha um pouco de desemprego para poder melhorar a inflação. Eu não quero que tenha desemprego para melhorar a inflação. Eu quero melhorar a inflação com pleno emprego.”
    O problema é que eles odeiam o Brasil e seu povo. Só estão nessa posição por Golpe e pq o nosso povo é muito pacífico.

  3. Elaine disse:

    e aí paneleiros? Satisfeitos? Viva o Brasil.

  4. Nai disse:

    Homem Primata dos Titãs (com uma adição em parênteses)
    Desde os primórdios
    Até hoje em dia
    O homem ainda faz o que o macaco fazia
    Eu não trabalhava, eu não sabia
    Que o homem criava e também destruía
    Homem primata
    Capitalismo selvagem
    Ô ô ô
    Eu aprendi
    A vida é um jogo
    Cada um por si
    E ( o) Deus (Mercado) contra todos
    Você vai morrer e não vai pro céu
    É bom aprender, a vida é cruel
    Homem primata
    Capitalismo selvagem
    Ô ô ô

  5. Antonio Passos disse:

    Sem problemas, tá tudo certo, a classe média entende a linguagem dessa gente, ninguém vai reclamar de nada. A Casa Grande e seus representantes são o ideal dos brasileiros do sullll. No fundo o que a classe média sulista quer é ser como eles, falar como eles, F… o povo como eles. Porque a classe média solista ideia povo, pobre, petista.

  6. antonimo disse:

    Povinho de merda ferre-se e morra de fome.

  7. Fernando disse:

    Fazer o mal e muito fácil !
    O mal se entranhou até o tutano. Seremos poder novamente em pouco tempo, e que se cuide e saiba correr quem está desfigurando o pais …

  8. Patrice L disse:

    Reparem só.

    Pessoas como esse Samuel Pessoa e a trupe do Instituto Milênio só constroem teorias e teses cujo final feliz é eles e mais meia dúzia tomando Haagen Dazs e o resto do povo chupando o dedo.

    Se a teoria e a prática econômica apontarem que um outro mundo é possível, que se danem os fatos! Só vale a urubulogia deles!

    • Patrice L disse:

      Uma das maiores falácias do neoliberalismo é dizer que “deixar ao mercado” trará o paraíso.

      Paraíso para quem?

      E as manipulações do e no mercado? Cartéis? Taxas de juros e de câmbio manipuladas? Aonde aquelas denúncias todas envolvendo mesas que determinam (combinam?) taxas?

  9. Hugo Diniz disse:

    O povinho é escravo mesmo desde os idos tempos, não vai reagir, tudo um bando de frouxos, alguém postou estes dias que na época da escravidão
    colocavam um amarrado no tronco e chicoteavam quase até a morte e os outros trezentos escravos ficavam vendo e nada faziam, não reagiam, são
    e sempre serão todos um bando de frouxos, e não vai ter eleições em 2018, isso só vai piorar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *