Nós perdemos, mas exigimos ganhar, entende?

folhaguina

Curiosíssima a arrogância do mercado hoje, na Folha, exigindo uma guinada na política econômica do Governo com a reeleição de Dilma Rousseff.

A democracia, para eles, funciona assim: não importa quem o eleja, o Governo do país deve obedecer-nos.

Pois, senhores, tirem o cavalinho da chuva.

É óbvio que Dilma vai buscar o diálogo até, provavelmente, nomeando para o Ministério da Fazenda alguém com origem no mercado e que, por isso, facilite e distensione a interlocução do governo.

Mas quem nomeia é ela, não o “mercado” e é por isso que, ontem, ela negou-se a dar pistas sobre uma decisão que, a esta altura, provavelmente já está tomada.

Este é, provavelmente, o primeiro “teste de fidelidade” de seu novo Ministro da Fazenda: a discrição com que se move e faz consultas.

É bom que o “mercado” lembre: foi Dilma e não ele quem ganhou as eleições.

E como Aécio já se apresentou guarnecido por seu “xerife da Fazenda”, Armínio Fraga, o eleitor brasileiro rejeitou uma política econômica recessiva, lesiva ao emprego e ao salário.

Simples e democrático assim, pois não?

Dilma, uma mineira agauchada, certamente se lembra da frase de Pinheiro Machado ao cocheiro, no Império: “vá, mas nem tão depressa que pareça fugga, nem tão devagar que pareça afronta”.

Aliás, o resto é marola e jogada para enganar trouxas, como os que saíram se desfazendo de ações ontem no “terremoto” da Bolsa que deu xabu e terminou o dia amansando, como amansará hoje. Os espertos compraram, levantando as mãos para o céu, Petrobras a R$ 14, o que é quase bilhete premiado de loteria. Vão ganhar mais que o tal diretor Paulo Roberto Costa.

Siga a Bolsa, hoje, e veja só.

Os índices de preços, embora ainda possam revelar números maiores pelo período acumulado, vão começar a acusar quedas, seja por causa do reinício das chuvas, seja porque a “animação inflacionária” do período eleitoral ficou para trás.

A palavra de ordem no Governo, agora, é “muita calma nessa hora”.

Lembrar, sem arroubos autoritários, que foi a situação – e sua política desenvolvimentista – quem ganhou a eleição.

E lembrar-se, como disse ontem a Presidenta Dilma, que o povo sinalizou claramente que quer mudanças nela.

Mas para melhor.

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

66 Respostas

  1. Marcos disse:

    O FUTURO QUE DEIXOU DE SER

    Brasília, 01 de janeiro de 2015.
    Toma posse hoje em Brasília o Presidente eleito em outubro de 2014, o Sr. Aécio Neves da Cunha. Após uma vitória apertada no 2º turno sobre a candidata de situação, a Srª Dilma Rousseff, com pouco mais de 2 milhões de votos, o novo Presidente promete colocar a economia do país novamente nos trilhos do desenvolvimento, controlando a inflação, estimulando a indústria e criando um ambiente favorável ao comércio.
    Já no primeiro dia foi nomeado o novo Presidente do Banco Central, o Sr. Armínio Fraga, sinalizando ao mercado financeiro novos tempos e novas práticas na condução da economia. A luta contra a inflação será implacável, cortando na própria carne se for preciso, o câmbio irá flutuar conforme os ditames do mercado, além disso, serão cortados quase a zero os impostos sobre operações financeiras, estimulando a entrada de capitais.
    O reajuste das tarifas será inevitável para controlar a balança comercial, a gasolina deverá ser reajustada para se adequar à realidade atual, as contas de energia sofrerão aumentos gradativos para repor as perdas da estiagem. Um processo de capitalização da Petrobrás terá início ainda este ano para repor as enormes perdas dos anos petistas. O endividamento brutal será combatido através da flexibilização de novas concessões de exploração, compartilhamento de produção nas zonas perfuradas e também com de leilões dos lotes que a empresa não possui capacidade técnica para atuar.

    Brasília, 10 de junho de 2015.
    O reajuste do salário mínimo este ano será um dos menores desde a criação do Plano Real. Segundo a equipe econômica do novo governo é necessário o sacrifício de todos os brasileiros neste momento de forte crise internacional. O mercado americano, e também o europeu, não vem dando sinais de recuperação imediata, levando à uma estagnação do comércio mundial.
    A Taxa Selic, atualmente em 14%, possui viés de aumento, podendo chegar ao fim do ano próximo dos 20%, novamente a mais alta do mundo. Apesar disso, a inflação acumulada dos últimos 12 meses insiste em não baixar para o patamar de 5%, reflexo do descontrole do governo anterior. A previsão é de que a inflação feche o ano em pelo menos 4,5% e o PIB tenha um crescimento de 2,5%, o máximo possível, levando-se em consideração as dificuldades recentes.
    Os reajustes da energia e combustíveis teve forte impacto na indústria, diminuindo a expectativa de crescimento já que o consumo das famílias vem caindo sistematicamente. O baixo volume de crédito concedido, juntamente com o aumento do IPI, diminuiu a perspectiva de venda no setor automobilístico, com algumas montadoras já planejando férias coletivas para os próximos meses.

    Brasília, 05 de dezembro de 2015.
    Este deve ser o pior Natal dos últimos anos, o descontrole do governo Dilma reflete nas vendas de fim de ano. Crédito baixo e desemprego na faixa de 6% diminuem as expectativas do comércio. O Governo anuncia que novas medidas de contenção de gastos serão necessárias para equilibrar as contas, investimentos em hidrelétricas, portos e ferrovias serão paralisados. Uma equipe especial está estudando a possibilidade destas obras inacabadas serem vendidas para a iniciativa privada, que assumirão o ônus de finalizar as mesmas.
    Um aumento de impostos deverá possibilitar que as contas do próximo ano fechem no positivo, isto se o programa de cortes for bem sucedido. O sistema de transmissão de energia deverá ser leiloado para que concessionárias assumam a sua manutenção, tirando uma carga enorme da gastos das costas governamentais.

    Brasília, 03 de março de 2016.
    O crescimento do PIB de 2015 ficou em 0,5%, bem abaixo das expectativas, principalmente devido à enorme crise mundial. A inflação foi de 6,3% apesar da maior taxa de juros praticadas nos últimos 10 anos. O nível de desemprego está na casa dos 8%, enfraquecendo a demanda por serviços e bens duráveis.
    As perspectivas para 2016 continuam sombrias, os especialistas não veem uma luz no fim do túnel, cortes generalizados nas contas públicas, congelamento dos salários dos servidores e a interrupção de novos concursos são medidas paliativas a serem tomadas. O salário mínimo também deverá ser congelado, os juros deverão subir para cerca de 30% até o fim do ano e a venda de empresas públicas será a única alternativa para o fechamento das contas do governo.

    • Nena disse:

      Marcos, primorosa sua análise dos fatos futuros com o país nas mãos do PSDB e sua camarilha, segundo sua previsão em um ano o Brasil estaria totalmente vendido. Perfeito , mas por sorte o povo brasileiro não acredita mais nesses homens sujos e vendidos ao capital internacional.

    • emerson57 disse:

      e dia 23 de março emerson57 faz aniversário.
      “Hellmann’s, a verdadeira mayonnaise”

    • Vicente disse:

      Genial este comentário. Só faltou a sentença dramática: “o Brasil colhe agora o resultado de 12 anos de desmandos na economia”.
      E ainda falam que temos liberdade de imprensa.
      Ainda bem que teremos, pelo menos, mais 4 anos de Pré-Sal, de empregos, de aumento real de salário. Viva Dilma!

    • José Magno disse:

      Caro Marcos sinceramente deveria ter sido este o discurso do Aécinico durante a campanha presidencial talvez, os pobres, os bovinos e mal informados tivessem compreendido melhor.Sabemos se você tivesse lembrado a tempo, a suspensão do programa Bolsa Familia,dos Mais Médicos, Do Minha Casa Minha Vida, do Brasil Sem Fronteiras, do Prouni, do Fiés, do Minha Casa Melhor, do Rede Cegonha e do Brasil Sem Fome dispensasse comunicado. Estamos cientes que se trataria de um pesadelo que Deus não permitiu ao povo brasileiro.

    • Antonio - SC disse:

      Caro Marcos, sem a sua permissão publiquei sua carta no meu Facebook.
      Parabéns.
      Talvez se ela tivesse sido publicada e muito bem divulgada semana passada a Dilma teria conseguido mais alguns milhares de votos.

    • Ricardo disse:

      É bem por aí mesmo. O pior é que, mesmo destruindo o País, ainda seria reeleito, pois o PIG consegue anestesiar a mente de boa parte do povo. Basta ver o que faz em SP, levando o povo a votar no PSDB mesmo com o governo catastrófico que eles vem fazendo no Estado (seca, violência, corrupção). Até o fim do mandato, se Aécio tivesse ganho, o governo tucano incineraria os quase 400 bilhões de dólares de reservas internacionais que o governo do PT acumulou para o Brasil nestes 12 anos. Venderia todas as estatais lucrativas que conseguissem. E milhões de brasileiros voltariam à miséria e a fome. Desemprego, recessão, apagão, Aécio teria sido um novo FHC.

    • Dr. Dias disse:

      Falou bonito, Marcos. Um economista direito. O CQC mostrou o Armínio Fraga na hora da votação. Trajava um short amarelo e uma blusa verde, ridículo.

  2. Edson disse:

    E pelo “andar da carruagem” Dilma vai ceder e vai governar pela centro-direita, bem ao estilo FHC.

    Durante as eleições Dilma foi para as cordas e já tinha levado vários golpes no queixo, daí os blogueiros “sujos” e a militância progressista foi para as ruas e com os artigos publicados conseguiu reagir e GANHAR as eleições.

    Agora Dilma começa “errando”. Sua primeira entrevista deveria ser aos blogueiros “sujos” mostrando que existe uma nova mídia no país a confiar. Não. Foi direto aos braços da mesma mídia que a levou para as cordas.

    A traição é algo perigoso. Dilma ganhou mas vai precisar das ruas e dos blogueiros sujos para governar. Ao afastar desse alinhamento que havia consolidado(?) no final da campanha, pode encurtar seu governo. Talvez nem chegue a 2015…

    • Luiz disse:

      Mas so o fato de nao ter sido na globo a primeira entrevista e um sinal…

    • francisco pereira neto disse:

      Parabéns Edson!
      Eu votei na Dilma sem saber que vc é quem vai governar,talvez até 2015.

      • Edson disse:

        Francisco, se vc não entende a frase “pelo andar da carruagem”… paciência… apenas observe o que o PIG estampa e o que Dilma faz e fala…

    • Ciro Gomes disse:

      Edson se chover arreatas para burro, vc amanhece arriado. por favor não misture Blogueiros com Imprensa Marrom, Respeite os Blogueiros “SUJOS”

    • Iskra disse:

      Edson.
      Você lembra em quem votou para o Parlamento ? E em 2010, lembra ? 2006 ? 2002 ?

      Olha, sem querer ser didático, mas existe um parlamento no Brasil e o Presidente é apenas parte do poder. Quando vejo a filha do Roberto Jeferson eleita para este parlamento fico com as barbas de molho.

      Enquanto nós da esquerda real não fizermos um mutirão para esclarecer o povo que tiriricas, romários, gabrilis e outros não são o que realmente parecem ser, vai ser difícil para o povo sobreviver neste País.

      • Edson disse:

        Iskra,

        Lembro todos os nomes inclusive nas eleições municipais. Agora se você não consegue lembrar…

        Não coloque o Tiririca nesta trupe. Tiririca é um homem honrado.

        Aliás, todos que foram eleitos merecem respeito. Enfrentaram as urnas e foram democraticamente eleitos. Com certeza seus eleitores se identificam com eles.

        Agora uma pergunta: Quantas vezes, você Iskra, participou de uma reunião do Conselho Municipal de Saúde ou Conselho Municipal de Educação na sua cidade? Conhece as funções desses conselhos?

  3. fernando disse:

    Tenho 70 anos, trabalhei a vida inteira em uma montadora do ABC, voto no PT desde a primeira eleição. Juro por Deus, se a Dilma continuar amaciando com o PIG, especialmente com a Globo, NUNCA mais voto em qualquer candidato do PT. A mulher que era presidente da ANJ ja declarou que a oposição aqui é a grande imprensa, ou seja, eles se declararam adversários políticos do governo Dilma. E adversário deve ser tratado como tal. É só uma questão de reciprocidade. Esse é o problema: o PIG tem que ser declarado pela Dilma como adversário do governo (não como inimigo, apesar deles serem inimigos dela). Fora as canalhices cometidas por eles na campanha. E a Dilma vai logo dar entrevista no JN? Ela devia manda-los entrevistar o Obama. Enfim, ela já começou mal!

    • El Bartho disse:

      Concordo totalmente com você e digo mais tenho muitos companheiros que tem a mesma visão.

    • Ciro Gomes disse:

      Fernando, quem sou eu, mais tenha uma visão de futuro melhor, Dilma tinha que dar um recado e era através da TV como de fato ocorreu, mas veja uma coisa, quem teve prioridade na entrevista? record ou grobo, os marinhos já amarraram o cavalo no Pau errado , percebeu, a coisa não pode ser como queremos, tem que ter Paciência. Quanto aos Blogs o Governo tem absoluta certeza que vai ser a segunda força de comunicação, com a força que terão, temos que defender é a participação dos BLOGS nas verbas Publicitarias do Governo Federal e acredito que no ano de 2015 isso devera acontecer, não se iluda que a tv vai acabar de um dia para outro.

      • Valter Moreira Fuigueiredo disse:

        Mais tem que parar de alimentar os vampiros fechar a torneira se o PT pensa que vai ganhar alguma eleição com essa imprensa canalha corrupta pode tirar o cavalo da chuva, e outra coisa nossos deputados vamos mexer os pauzinhos RADIO E TV para nós criar uma Mídia para combater essa mídia canalha [parar de ser virgem].

    • Ricardo disse:

      O que mais a turminha da Veja, ou o PIG mais radical quer é que Dilma radicalize, fale mal da mídia, não dê mais entrevistas a eles, etc. Esperavam que Lula fizesse isso já em 2003. Lula deu um nó nos planos deles, e o PT vai ao 4° mandato. Quase perdeu? Assim como a presidente da Argentina, o presidente da Venezuela também quase perderam as últimas eleições, e eles radicalizaram com o PIG. É preciso corrigir a comunicação, fazer a lei de mídia, mas sem radicalismos.

    • Scan disse:

      Fernando, já tive o mesmo discurso que você e sempre APÓS uma eleição, nunca antes.
      Infelizmente, meu caro, estamos entre a cruz e a caldeira: se não vota no PT vota em quem? Nulo, no PSOL, no PSTU?
      Não dá, ne?
      Então enfiei o rabo entre as pernas e continuo firme no PT. Desde 1980.

  4. marcos santos disse:

    Muito bem posto. Postura vem disso. Colocar as coisas no devido lugar. Como disse a Presidenta. Não haverá seletividade. Mas eles continuam. Falta água em Itú mas o bom dia brasil não diz o nome da companhia de água nem do governador. Alias tudo é culpa da falta de chuva. Assumem a cota da cantareira com os volumes mortos.

    Ontem nossa presidente após a estrondosa vitória ainda tem espaço.
    Mas hoje, voltamos a mesma coisa. Vamos sangrar a Dilma dia a dia prepara-se Folha, e a Globo

  5. Mauricio disse:

    Nos trabalhadores , que vencemos as eleições em 26/10/2014, exigimos uma iniciativa privada mais eficiente, menos corrupta e mais cumpridora das leis do Pais, para o bem de todos.

  6. Jossimar disse:

    Também sempre votei no PT. Em todas as eleições fiz campanha para o PT na internet, defendi o PT e seu governo pois acredito que o PT fez muito pelo país nos últimos doze anos.
    Desta vez a coisa foi muito pior. O PIG conseguiu infundir um ódio ao PT na população por causa da passividade do PT frente ao terrorismo da mídia, ao mentirão, que condenou sem provas os maiores líderes do PT.
    Mas, se a DILMA amaciar com o PIG desta vez, vou repensar meu voto na próxima eleição.
    Exijo que a revista VEJA e a Globo sejam punidas pelo que fizeram.

    • angela disse:

      Repense e vote no Alckmin,com a votação estrondosa em sp ele deverá ser o candidato da oposição.

      • Sandro disse:

        Pode até ser Angela. Mas não se esqueça que a incompetência do Alkimin está atolando (sem trocadilho) São Paulo na maior crise hídrica de sua história e a falta d’água se estenderá por boa parte de seu mandato. Não sei se a mídia amiga conseguirá descolar sua imagem da crise que ainda nem começou.

      • El Bartho disse:

        Desculpe a intromissão mas creio que Jossimar está falando em voto nulo, pois penso da mesma forma. Deixar de votar no PT, sou eleitor histórico, não significa virar coxinha.

      • Luiza disse:

        Alckimim não se reelegeu por votação, foi reeleito por fraude nas urnas paulistas.

        Sabe por que a Dilma venceu a eleiçao? Porque o TSE atendeu ao pedido da subsitituiçao das urnas9 necessárias] no 2° turno, senao teria perdido por golpe. Atenderam para nao serem responsabilizados administrativamente e criminalmente, porque se nao atendessem até 16/10 haveria impugnaçao da eleiçao sob alegaçao de fraude, afinal, as provas já existem sobre a fraude e faz tempo – foram produzidas pelos especialistas em voto eletronico “CMind”.

        Quer entender melhor?

        Acesse a resposta que um dos especialistas do CMind deu, ontem, ao aécio e ao psdb – lá ele desenha como era para ser o golpe, como foi descoberta a fraude, e ainda manda recado para “eles” ficarem quietinhos porque as provas da fraude apresentadas ao TSE sao inquestionáveis e colocaram, de uma só vez, em xeque-mate os togados do TSE e as urnas.
        link – http://jornalggn.com.br/noticia/desculpas-ou-elogio-por-pedro-rezende

        • Luiza disse:

          ((((((((( D I V U L G U E M ))))))))))

          A PROVA DA FRAUDE NAS URNAS QUE SALVOU A REELEIÇÃO DA PRESIDENTE DILMA e OBRIGOU A SUBSTITUIÇÃO DAS URNAS NECESSÁRIAS PARA GARANTIR UMA VOTAÇÃO JUSTA. E ASSIM O GOLPE CAIU POR TERRA.

          Assistam o vídeo inteiro – ele esclarece totalmente como funcionava a fraude, e serviu de prova para derrubar o golpe.
          https://www.youtube.com/watch?v=vy2gt58cmaQ

          No GGN há 3 publicações completas sobre a denúncia. Isso pesou para que o TSE recuasse no golpe.

    • Ciro Gomes disse:

      Josimar tenha paciência ou compra gasolina vai la e bota fogo em tudo. Amigo tenha calma as coisas não se resolve assim, esqueceu que existe um congresso cheio de malandros e divididos em classes, só um ex.A bancada do PMDB, ao que me parece é composta por 60 deputados federais, 30 deles acompanha o Eduardo cunha do Rio de Janeiro, que defende a grobo como se fosse um filho, e ainda apoiou Aécio, é fácil Amigo. Sem o Congresso o governo de Dilma se resume a pouca coisa.

    • Correa disse:

      Jossimar, concordo com você! Temos muitas urgências, mas a questão da informação depois dessa eleição radicalizada, deveria ser a primeira a ser atacada. Precisamos urgentemente de uma Ley de Médios, e também que o Governo legitimamente eleito tome uma posição firme contra os que quiseram sabotar a vontade popular. A primeira punição contra essa mídia golpista seria retirar todo o patrocínio oficial dos anúncios. E devemos sim, exigir que os dirigentes da Veja sejam punidos na forma da lei, pelo absurdo cometido com aquela edição criminosa.

  7. Afonso Nascimento disse:

    Acredito que a presidente deveria ter preparado uma coletiva sem seletividade com os microfones de todas as emissoras inclusive dos blogs que a apoiaram, fiquei p da vida ao vê-la na Globo principal veiculo a levar a eleição para o segundo turno.

  8. Nikola disse:

    Para o “Mercado”, nas palavras de alguém da Empíricus, o Brasil “acabou – metaforicamente” (palavra interessante, para um alguém que escreve: “algo que sempre vai ter”). Há muitas previsões sombrias e exigências. Entre elas, implicitamente, a independência do BC, como se autonomia não bastasse.

    O texto é uma cartilha para saber o que será enfrentado, o que pensa o “Mercado”. E, não sejamos como eles. Descontados os exageros, há críticas a considerar. Com o que, aliás, Dilma parece concordar. O que não significa uma submissão ao modelo que PERDEU as eleições.

    —————————————————————————–
    E agora, o Brasil vai acabar?

    :. Balanço final?

    :. ?E agora, o Brasil vai acabar?

    :. Dilma paz e amor?

    :. Mentiras sinceras lhe interessam?

    :. O homem do ano (para os mercados)

    :. O grande Gapsby

    :. As ações do momento (como surfar um rali às avessas) —> Exclusivo para quem é PRO

    :. ?Alerta: proteção de patrimônio —> Exclusivo para quem é PRO

    :. A oportunidade do Tesouro Direto —> Exclusivo para quem é PRO

    00:17- Balanço final?

    A Empiricus parabeniza a presidente Dilma Rousseff pela reeleição e deseja boa sorte em seu segundo mandato. Decisões das urnas são legítimas e devem ser respeitadas.

    De nossa parte, reafirmamos o compromisso de continuar monitorando os desdobramentos da política econômica para contribuir dentro do possível no enriquecimento do debate. Seguimores críticos e elogiosos, quando pertinente. Vocação se respeita e se cumpre.

    Independentemente dos argumentos dissonantes, algo que sempre vai ter, e apesar do clichê, o que está em jogo aqui não é a vitória ou derrota de um ou outro partido político, mas sim um modelo de Brasil.

    Stay hungry. Stay foolish.

    Continuemos famintos. Continuemos tolos.

    ?01:22- E agora, o Brasil vai acabar?

    Essa é de longe a questão mais endereçada aos nossos emails neste breve pós-eleição. Boa parte, suspeito, em tom jocoso.

    A resposta é não. Sempre foi.

    Países não acabam. Acabam apenas metaforicamente.

    O que já se provou encerrado foi o modelo de Brasil construído em 1994, a partir da estabilização, adoção do plano real e compromisso com o tripé macroeconômico: respeito ao regime de metas de inflação, câmbio flutuante e metas fiscais, permeado por boa gestão microeconômica, horizontal, menos discricionária, com menor intervencionismo e maior abertura.

    Pois bem, esse fim do Brasil já aconteceu, algo provado na defesa de um novo tripé e provado pelos indicadores econômicos divulgados (ainda que alguns tenham sido oportunamente adiados).

    O câmbio sofre interferência maçica e diária do Banco Central, a inflação oficial encontra-se atualmente acima do teto de 6,5% ao ano (última leitura do IPCA em 6,75%) e o respeito às metas fiscais prova-se um desafio legal ainda para este ano…

    Sobre essa última, copio abaixo ipsis literis trecho de hoje de matéria do Valor Econômico:

    “Uma das primeiras providencias do novo governo Dilma Rousseff será decidir como tratar, legalmente, o descumprimento de todas as metas fiscais deste ano. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) dá amparo para um superávit de pelo menos R$ 49,07 bilhões. Se ficar aquém desse valor – a expectativa é de que haja um déficit primário este ano, o que não ocorre desde 1997 – o governo terá que enviar novo projeto de lei ao Congresso, estabelecendo nova meta, ou estará cometendo crime de responsabilidade fiscal. Uma outra hipótese, menos cotada, é adiar despesas deste ano para janeiro de 2015.”?

    02:19- Dilma paz e amor?

    A leitura inicial do novo governo, desde que isolada a retórica, parece ir no sentido de reaproximação e união de diferenças…

    Na tentativa de conter os ânimos e minimizar o baque inicial sobre os preços dos ativos, começam a ventilar nomes de uma possível composição do novo quadro econômico amigável ao mercado, fala-se em unir opostos e até em um Banco Central mais autônomo.

    Infelizmente, ainda é um tanto protocolar, e bastante distante da realidade. Os atos pregam justamente o oposto.

    No discurso de posse, falou-se em trabalhar pela conciliação (sem parabenizar ou sequer mencionar a oposição) e buscar uma união ao mesmo tempo em que houve negação de que o país esteja dividido (mesmo com 51 milhões de votos ao candidato da oposição, e 37 milhões de abstenções, votos brancos e nulos).

    More than words….

    Matéria do Valor destaca que já é considerada proposta no sentido de maior independência do Banco Central, conferindo mandato à diretoria da autarquia… Acreditar nisso depois do terrorismo do BC que rouba comida das pessoas e do que fizeram no trabalho de desconstrução da campanha de Marina? Sério??

    02:54- Mentiras sinceras lhe interessam?

    O risco de derrota nas urnas levou a campanha da situação até as últimas consequências, ao embate mais sórdido já visto na democracia brasileira.

    Destruiu não somente as campanhas alheias, como a credibilidade das instituições: o que dizer do Ipea e seus indicadores adiados, barrados ou revisados; da PF, e sua permissão para investigar; do STJ e seus julgamentos “políticos”; da demonização dos bancos e do setor financeiro…

    Uma campanha levada ao extremo também tem o seu custo, a sua herança. Esta garantiu o poder, mas desconstruiu qualquer ponte de aproximação com o setor produtivo, que enfrenta o maior processo de desindustrialização da história e convive com o menor ritmo de crescimento da atividade de toda a república desde Floriano Peixoto, e assume isso nos índices de confiança entre mínimas históricas.

    O trabalho do segundo mandato será árduo. Terá de lidar com crise institucional, quebra de confiança, um Congresso bem mais duro, uma herança econômica muito ruim, com a pressão dos malabarismos fiscais e dos preços represados e acusações de corrupção que, comprovadas, podem levar a uma ruptura do governo atual.

    O caminho é bastante espinhoso, assim como seria para Aécio.

    O momento exige cautela, postura defensiva, e vai muito além da retórica.

    03:27- O homem do ano (para os mercados)

    Para os mercados, a indicação mais importante é do próximo Ministro da Fazenda. Trata-se da interlocução direta com os mercados de capitais.

    Assim como Lula fez inicialmente a Carta Brasileiros para comprometer-se a dar sequência à política anterior e a posterior nomeação do “banqueiro” Henrique Meirelles ao Bacen para acalmar os mercados…

    No caso de Dilma, porém, os nomes ventilados por ora não trazem grande alento. Fala-se iniciamente em Aloísio Mercadante ou Nelson Barbosa.

    Gostamos especialmente do segundo e acreditamos que o mesmo geraria em primeiro momento muito maior confiança nos mercados e na iniciativa privada, mas a grande questão é sua capacidade de, sozinho, resistir à imposição da política econômica do partido.

    Já Mercadante seria dobrar a mão na política atual. Mais radical e totalmente comprometido com a política de partido.

    Especulam-se também os nomes de Luiz Carlos Trabuco para a Fazenda e Eduardo Loyo para o Banco Central…

    Sério, o Traduco do Bradesco, representante do demonizado mercado financeiro?

    O Loyo do BTG Pactual, que além do mercado financeiro, compunha o embrião da tão criticada equipe econômica de Aécio???

    04:09- O grande Gapsby

    Em um cenário binário, era inevitável a correção à grande distorção de preços nesta segunda-feira. Como se prova no derretimento das ações de estatais e bancos, na resistência dos papéis de empresas com exposição líquida positiva em dólares e forte perda de valor do real em relação ao dólar, que já bate em R$ 2,56.

    Mas isso é apenas o primeiro momento, a correção imediata ao grande gap dos preços. Olhando os desafios à frente, até vamos parar?

    De princípio, considerando a agravante do fim do superciclo e queda iminente nos preços das commodities e início do afrouxamento monetário como consequência da retirada dos estímulos nas economias desenvolvidas, não me surpreenderia com um dólar em busca de R$ 3,00 e de um Ibovespa a 12 mil pontos em dólares (cerca de 40 mil pontos em reais).

    Todas as classes de ativos estão sujeitas à correção

    Há dois caminhos a adotar: esperar as consequências materiais sobre seu patrimônio, que podem ser fatais, ou começar a se mexer, de modo a proteger ou até mesmo aumentar suas economias. A tese do Fim do Brasil nunca esteve tão viva, e faz-se indispensável diante da reafirmação do cenário atual. Segue como uma vigilante dos desdobramentos e um alerta dos riscos e oportunidades à frente. Acima de tudo, recomenda-se proatividade e celeridade nas posições, diante do ajuste abrupto nos preços dos ativos. Não se arrependa de não ter feito nada. Ainda dá tempo de pegar o guarda-chuvas.

    Empiricus Research
    Rua Iguatemi, 354 cj 11
    01451-010
    Itaim Bibi – São Paulo/SP
    Sobre o ADVFN…
    Registered Office/Accounts Dept: Suite 27, Essex Technology Centre,
    The Gables, Fyfield Road, Ongar, Essex, CM5 0GA.
    Support Tel: 1-888-99-ADVFN
    Company registered in England and Wales: Number 2374988
    VAT No: GB 549 2130 49

  9. C.Paoliello disse:

    Não entendi bem a proposta do “diálogo”. Com quem do PSDB, por exemplo, uma pessoa íntegra como Dilma iria negociar? Com aécio? Com fhc? Com alckmin? Com serra? Com aloisio nunes? Com alvaro dias? Com josé aníbal? Com alberto goldman? Com gente tão pequena e com ZERO de confiabilidade? Complicado não é?

  10. Zaidem disse:

    Fernando, enviei-lhe R$ 50,00 (sou aposentado rs)para a conta 50.629-X, ag. 1578-4, hoje as 9:46h.
    Favor confirmar recebimento.

  11. Marcos disse:

    Para mim o ministro da fazenda deveria ser o Bresser Pereira!!! Tem trânsito no setor empresarial mas não é um neoliberal de carteirinha. Trata-se de um desenvolvimentista com aguda visão social. O homem certo para o momento!

  12. Fabio disse:

    Fernando, vc como bom jornalista, poderia me dizer qual foi a diferença entre o Meirelles e o Mantega, a impressão que tenho é que a gestão do Meireles, foi mais dinâmica, a balança comercial estava positiva,quando a Dilma assumiu as vendas externas eram boas e depois foi caindo muito rápido, a partir do 2 ano de mandato o empresariado que era simpatizante do Lula, simplesmente fechou os investimentos, e boicotou total na sua opinião se o Mantega não pedisse para sair deveria ficar lá ? Quanta a opção da Bolsa é isto mesmo, quem tiver grana que compre estas ações da Petrobras, pois vão valorizar muito, e a Bolsa sempre foi este cassino

  13. Ricardo CP disse:

    Um pouco fora do assunto, mas preciso sugerir isso (sobre a “ley de medios”): será que não dá para um grupo de pessoas (lideradas pelos blogueiros, ou pelo Inst Barão de Itararé) abrirem uma ação solicitando “Mandado de Injunção” para que o parág 5 do artigo 220 da CF seja regulamentado? Caso concreto: queremos trocar de canal e ver opiniões diferentes sobre política e economia e não conseguimos! Com certeza, se for um grande número de atores da sociedade subscrevendo esta ação, ao menos faria o “burburinho” necessário para mexer com o poder legislativo!

    • Paulo Gonçalves disse:

      Ricardo CP. Como você vai verificar já existe no STF, mas não anda. Atualmente está com a Ministra Rosa Weber, sentada desde 2010.
      COMPARATO E O NEGÓCIO DE RÁDIO E TELEVISÃO
      Por que o Supremo se cala?
      Nos últimos anos, tem se multiplicado os negócios de arrendamento de concessões de rádios e televisões no país inteiro.
      Inconformado com essa choldraboldra obteve de um partido político e de uma confederação nacional de trabalhadores a propositura em 2010, perante o Supremo Tribunal Federal, de duas ações de inconstitucionalidade por omissão (ADO nº 10 e 11). Elas receberam parecer substancialmente favorável da Procuradoria-Geral da República. Mas os autos permanecem, desde maio de 2012, conclusos com a Ministra Relatora.Digi eu: Ministra Rosa Weber.
      Para finalizar, uma pergunta indiscreta: – Alguém ouviu falar desse assunto durante a presente campanha eleitoral?

  14. Mario alex disse:

    A mídia querer pautar a pauta da presidenta, é muita pretensão. Querem saber quem são os ministros, o que a presidenta vai fazer pra controlar a inflação e fazer para o pais crescer, como se isso , tivesse que ter a aprovação da mídia e do Deus mercado. Essa novelinha, mídia, mercado pautando a vida do pais tem q acabar. O governo tem q dar um basta nisso. Regulamentar economicamente a mídia, regulamentar o capital especulativo em bolsa e papeis do governo, premiando o de longo prazo e taxando pesado o capital volátil , liberar totalmente o deposito compulsório para os bancos, vamos ter dinheiro a juros reais mais baixo , materializar parte das reservas em infraestrutura e urgente. O resto, é noite de luar em Paquetá, como diz aquele moço.

  15. José Carlos Vieira Filho disse:

    Acho que está na hora de desvendar quem é esse cara, o tal de Mercado.
    Nomes, endereços, etc.
    É muito fácil se esconder atrás de um nome tão vago.

  16. Luís CPPrudente disse:

    Corte Dilma, corte, corte as verbas publicitárias do PIG!

  17. Iskra disse:

    O PIG realmente não se manca , veja só algumas manchetes pigais de hoje :
    PT perde liderança em uma região do País por eleição desde 2002;

    Neste momento, os pobres é que estão em risco;

    Mercado quer guinada de Dilma na economia;

    FT – país precisa desesperadamente de choque de credibilidade.

    Bem fiquei somente no estadao e FSP pois o estômago anda fraco. Pois bem, simples a direto, com todos os problemas que são urgentes uma coisa é bem certa, peitar o PIG ou sucumbir.

    O PIG começa sua peroração por uma receita que sabe de antemão que Dilma não irá cumprir, então poderá voltar a carga máxima da construção do Páis aos cacos, iniciando a campanha de 2018.

    Não há caminhos sem emparedar o pig , partir pra cima , sem isso nada poderá ser capaz de construir uma Nação soberana !

    Quanto às próximas eleições, vamos discutir seriamente o parlamento, sem votar fortemente na esquerda real ficaremos com as calças na mão a cada nova legislatura.

  18. Cláudio disse:

    Como diz aquela humorista (Filó) na TV: Oh coitados!

    ************* Dilma, Vamos Para Cima. Vamos Fazer Política: Reformas Constituinte Exclusiva e do Judiciário, Urgentes; Lei da Mídia e “Paper Track” na Urna Eletrônica Já! Seja Legal; seja Livre. Use Linux.

    Com Dilma, a verdade VENCEU a mentira assim como a esperança já venceu o medo (em 2002 e 2006) e o amor já venceu o ódio (em 2010). ****:D:D . . . . ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

  19. nilo walter disse:

    Dilma, acho que alçará o filho do José Alencar como futuro ministro .

  20. Angel Liuti disse:

    Dilma deveria fazer um pronunciamento em cadeia nacional.Propor pacto união aos eleitores e tb falar sobre democracia e denunciar sutilmente a pressão do mercado. simples assim. ir colocando o povo do lado dela com informações!E ter como prática a cada crise criada pela midia e capital financeiro,vir a público desmistificar as jogadas destes setores ( os setores retrógrados estão no comando,o psdb necamarinasetubal tb ,não sejamos ingênuos).Querem de forma autoritária e sob pressão, à revelia do voto,comandar o País. Querem impor na marra o modelo econômico que perdeu a eleição.

  21. Julio Cesar Novaes disse:

    Calma pessoal. Calma!!!

    O grupo atual que assessora diretamente a presidenta Dilma não continuará e virá gente mais a esquerda aí. Essas questões de convivência com a imprensa é de extrema importância e deve ser encarada e tratada de forma pragmática, pois, não podem ser os nossos ódios contra o PIG, a sentença de morte de um projeto de resgate de 5 séculos de abando e exploração do nosso povo, porra!!!

  22. Manu disse:

    Dinheiro que vai para bolsa de valores, é dinheiro que sai do setor produtivo, ou seja, para que montar uma empresa, ou expandi-la, ou aplicar em um imóvel, se eu ganho mais na aplicação financeira. Por isso quanto maior for os juros melhor para a turminha que ganha dinheiro sem trabalhar, os especuladores.

  23. renato disse:

    Olha, assim..
    Se o Mercado mandar em mim.
    Então é melhor se ajoelhar, deixar-se acorrentar
    e dar-lhe as costas para apanhar.
    e PEDIR PARA CORTAR OS DEDÕES DO PÉ, para não fugir.
    Vão para o inferno.
    E desculpe, isto não é palavrão é um desejo, me respeite.

  24. Ricardo disse:

    Eu gostaria de ter visto uma coletiva sem exclusividade dada no palácio do planalto. Prefiro pensar que a Presidente Dilma sabe que (para o mal e para o bem, muito mais para o mal eu acho) a Globo dá a maior visibilidade para ela comunicar ao povo o que pretende. Mas uma coletiva que incluísse os blogueiros sujos seria para mim o ideal. Mas no cenário desta vitória apertada, fica difícil saber qual passo dar. Se ela sai de sola em cima PIG, este teria o respaldo dos golpistas odiosos que seguem em atividade plena nas redes sociais e mostraram com a votação que deram ao playboy que estão hipnotizados pelo ódio. Tenho convicção que a Presidente sabe que os movimentos sociais e a militância foram fundamentais para vitória de forma tão intensa como não haviam mais sido desde 2002. Enfim, como alguém disse acima, nem tão rápido que pareça fugir, nem tão lento que…Por isso torço para Meireles para a Fazenda, mas Requião para as comunicações, sujeito com o (desculpa o trocadilho infame) culhão necessário para enquadrar o PIG amparado na lei de medyos!

  25. Ricardo disse:

    Ou Ciro Gomes nas Comunicações. Para mostrar o cartão de visitas.

  26. Onda Vermelha disse:

    Háháhá! Hilário! Isso não tem preço! O Partido da Imprensa Golpista se desmoraliza a olhos vistos dia após dia! E ainda quer “cantar vitória” com uma narrativa totalmente enviesada dos fatos deste pleito! Só não vê quem não quer! Ou quem possui uma “cegueira ideológica” em avançado estágio de evolução que já comprometeu, irremediavelmente, o próprio cérebro e a capacidade de discernimento! Nesse grotesco episódio proporcionado pela Revista Veja ao acusar, sem provas minimamente palpáveis, a Presidente República e seu antecessor, de conivência com a corrupção, as vésperas das eleições e repercutido pela Rede Globo, Estadão e Folha, o PIG acabou por “virar”, ele próprio, “notícia”, porque ficou explícito, mais uma vez, a “combinação de pautas” na tremenda caradura e em plena luz do dia! A blogosfera inteira transformou a “Edição da Veja” em piada! O próprio TSE condenou a “Revista da Marginal Pinheiros” concedendo o “direito de resposta” a candidata Dilma Rousseff e ao PT, exigindo o seu cumprimento imediato porque ENTENDEU que a reportagem constituía uma mera “peça publicitária da campanha adversária”, tal como se comprovou não só porque foi veiculada na TV pelo candidato do PSDB, Aécio Neves, descumprindo acordo firmado entre as duas partes no próprio Tribunal de evitar ataques mútuos nos últimos dias de campanha, como também pela exibição e distribuição de milhares de cópias da “Capa da Veja” como “panfleto de propaganda” por militantes tucanos país afora! Uma vergonha inominável num país que se quer democrático e maduro tanto no respeito à formação livre de consciência dos seus cidadãos, quanto no respeito ao veredicto das urnas! Um golpismo explícito! Que DEVE ser repudiado por TODOS! E NÃO há que se falar em “terceiro turno”! Quem legitimamente conquista a maioria nas urnas, GOVERNA! Quem perde vai para a OPOSIÇÂO! Simples assim! Por isso mesmo, é sempre bom lembrar “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” – Joseph Pulitzer. Ou melhor, segundo Malcolm X, ativista dos direitos civis e dos negros nos EUA, “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo”. E é justamente esse comportamento que você já observa por aqui de um número não muito pequeno de comentaristas que “capturados” pela pauta do PIG acreditam nesse “vale tudo” para detonar a reputação de pessoas, instituições ou governos democraticamente eleitos, e que “negam a própria política”. E não teve jeito não! Dilma, o PT e aliados saem mais fortalecidos das urnas e foram SIM reeleitos em 2014 pra mais quatros de mandato até 2018! Para desespero da direita mais retrógrada e fascista que resolveu “sair do armário” para tentar nos assombrar apoiando o Aécio Neves(PSDB) numa campanha, absolutamente, triste, suja e mentirosa na dita “Grande Imprensa”, na Internet e nas Redes Sociais. E que não tem qualquer projeto ou proposta para superação dos imensos desafios que o país tem pela frente! Meu manifesto: #Ley de Medios Já que dê fim ao monopólio da “velha mídia” e democratize as comunicações conforme DETERMINA a Constituição Federal promulgada em 1988 e por uma Reforma Política com Plebiscito Popular com o fim do financiamento de campanhas políticas pelo Poder Econômico(empresas privadas)! Agora no debate público é preciso partir pra cima deles! Mais também teremos dezenas de grandes obras para inaugurar país afora. Entre elas, três hidrelétricas de grande porte, Girau, Santo Antônio e Belo Monte. Duas grandes refinarias/Polo Petroquímico, uma Pernambuco e outro no Rio de Janeiro. O Pré-sal bombando! Além, é claro, da emblemática inauguração da Obra de Transposição do Rio São Francisco que beneficiará 12 milhões de nordestinos! Dezenas de Metrôs/BRT’s/VLT’s, Rodovias, Portos e Aeroportos e das Ferrovias Norte-Sul/ Leste-Oeste. E não menos importante, o Plano de Banda Larga Para Todos chegando a TODO o Brasil. Inauguração/expansão de dezenas de novas Universidades Públicas, Escolas Técnicas e da expansão da Educação Integral. Em 2002 a esperança venceu o medo. Já em 2014 a esperança VENCEU o ódio e a mentira. E você cidadão que não se OMITIU, fez parte desta VITORIOSA HISTÓRIA! Var ser lindo! Vai ser Dilmais! Feliz 2015!

  27. marco disse:

    O mais conveniente indagar desses ASTRÓLOGOS ECONÔMICOS,é se o WALTER VOLTOU!Esse senhor,o Walter,como bom astrólogo,está dando aconselhamento em seu país,o México,que está em situação invejável.Sob todos os aspectos.Bastante miséria e os AGIOTAS ABUTRES,totalmente felizes!

  28. Maria disse:

    Então é por isso que o radialista sempre furibundo estava mais furibundo?

    Ele gesticulava e dizia que Dilma já tinha descansado (hoje) e já devia ter chamado a turma para trabalhar e indicado o cara do mercado e tals. Não respeita mesmo. Não se importa. Após uma campanha desta, uma mulher com quase setenta anos. Um verme esse sujeito.

  29. Maria disse:

    Sabemos que não concorremos em tecnologia, estamos importanto muitas goods que poderiam ser feitas por nós sem problemas. E aliviaria a balança.

  30. Marcos disse:

    Muitas possibilidades…

    Pra por lenha na fogueira Ciro Gomes na cota do PROS e /ou Requião na cota do PMDB !?

    O Delfin Neto,por incrível que pareça em seus comentários recentes é bom frisar, tem se mostrado mais desenvolvimentista e avesso ao Mercado do que muitos pseudo desenvolvimentistas.O Bresser é um nome que ressurgiu com uma roupagem nova.Tenho muitas dúvidas sobre a aceitação do Mercadante,talvez ocupando uma vaga no Conselho do BC.

    Agora , dono de Supermercado que só remarca preços!!! Socorro!

  31. João Bosco Rocha disse:

    Fernando Brito, já lhe ocorreu que tem gente que possa estar comprando e vendendo ações entre si, para simular queda ou alta, e assim ganhar com a especulação e pressionar governos?

  32. Marcos disse:

    Não entendo como não exista no Brasil uma indústria Nacional (em maior parte) de veículos automotores “carros” populares.100% nacional,por quê não???É preciso fomentar nossa indústria com Empreendedores de verdade ,SEM essa de bajular essa corja de medrosos que boicotaram o tempo todo o Governo Lula/Dilma .É preciso colocar o dinheiro do financismo pra gerar uma economia e desenvolvimento real.Na indústria civil poderíamos ter um alto grau de industrialização.Precisamos agregar valor no Made in BraSIL , com S maiúsculo !!!

  33. Paulo Fialho disse:

    Não sou nenhuma raposa política nem um escrivinhador especial(com a permissão do Rodrigo Vianna), sou um homem comum, servidor público municipal e me bato pela questão que mais me incomoda: a onipresença midiática das elites nacionais, dos chamados jornalões. Passo a lançar em cada mensagem entre meus endereços de e-mails e comentários em blogs a seguinte questão: Temos que levar o povo a exigir o respeito à Constituição Nacional que tem em seu corpo os seguintes dispositivos legais superiores, cujos destaques são de minha autoria:

    Constituição Brasileira de 1988
    CAPÍTULO V
    DA COMUNICAÇÃO SOCIAL
    Art. 220. A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
    § 1º – Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no art. 5º, IV, V, X, XIII e XIV.
    (Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
    ….. IV – é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
    V – é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;
    X – são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;
    XIII – é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer;
    XIV – é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional).
    § 3º – Compete à lei federal:
    II – estabelecer os meios legais que garantam à pessoa e à família a possibilidade de se defenderem de programas ou programações de rádio e televisão que contrariem o disposto no art. 221, bem como da propaganda de produtos, práticas e serviços que possam ser nocivos à saúde e ao meio ambiente.
    § 5º – Os meios de comunicação social não podem, direta ou indiretamente, ser objeto de monopólio ou oligopólio.

    Art. 221. A produção e a programação das emissoras de rádio e televisão atenderão aos seguintes princípios:
    I – preferência a finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas;
    II – promoção da cultura nacional e regional e estímulo à produção independente que objetive sua divulgação;
    III – regionalização da produção cultural, artística e jornalística, conforme percentuais estabelecidos em lei;

    Art. 222. A propriedade de empresa jornalística e de radiodifusão sonora e de sons e imagens é privativa de brasileiros natos ou naturalizados há mais de dez anos, ou de pessoas jurídicas constituídas sob as leis brasileiras e que tenham sede no País. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 36, de 2002).
    § 3º Os meios de comunicação social eletrônica, independentemente da tecnologia utilizada para a prestação do serviço, deverão observar os princípios enunciados no art. 221, na forma de lei específica, que também garantirá a prioridade de profissionais brasileiros na execução de produções nacionais. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 36, de 2002)
    § 5º As alterações de controle societário das empresas de que trata o § 1º serão comunicadas ao Congresso Nacional. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 36, de 2002).

    Art. 223. Compete ao Poder Executivo outorgar e renovar concessão, permissão e autorização para o serviço de radiodifusão sonora e de sons e imagens, observado o princípio da complementaridade dos sistemas privado, público e estatal.
    § 1º – O Congresso Nacional apreciará o ato no prazo do art. 64, § 2º e § 4º, a contar do recebimento da mensagem.
    § 2º – A não renovação da concessão ou permissão dependerá de aprovação de, no mínimo, dois quintos do Congresso Nacional, em votação nominal.
    § 3º – O ato de outorga ou renovação somente produzirá efeitos legais após deliberação do Congresso Nacional, na forma dos parágrafos anteriores.
    § 4º – O cancelamento da concessão ou permissão, antes de vencido o prazo, depende de decisão judicial.
    § 5º – O prazo da concessão ou permissão será de dez anos para as emissoras de rádio e de quinze para as de televisão.

    Art. 224. Para os efeitos do disposto neste capítulo, o Congresso Nacional instituirá, como seu órgão auxiliar, o Conselho de Comunicação Social, na forma da lei.

    Eles que vivem alardeando o respeito às leis, como se sentirão quando forem instados a respeitar esses dispositivos, sobretudo no que diz respeito ao monopólio e oligopólio?

  34. Marcos Chaves disse:

    A reeleição da Presidenta Dilma fez por tabela um segundo ministro desempregado: Armínio Fraga, o que era e não será! rsrsrsrs

  35. Aquiles Simoes disse:

    Eu não vi a entrevista, como também não vi a da Record.

    Não acho que isto seja um ato de traição, pois ela fez isto da outra vez e não se submeteu aos ditames dele.

    Mesmo sabendo que ela não é nenhuma inocente, creio que foi apenas um gesto de quem está disposta ao diálogo, mas de nada adianta, pois isto não aplaca a sanha e a perseguição deles.

    É só olhar o que o Sr. Merval escreve.

    No fim, alimenta um servilismo que qualquer presidente que seja eleito, deveria acabar.

    O povo já deu o recado. O povo não aceita mais isto. Ou será que se esquecem dos refrões cantados em várias oportunidades contra a Globo e seus colunistas, inclusive naqueles movimentos de protestos – que no fim foram alimentados e orquestrados – que ocorreram o ano passado?

    Tem que acabar esta prática.

    O que um presidente da República tem que fazer é uma entrevista coletiva, bem organizada, onde tenha represantes desta mídia de concessões, e representantes das mídias alternativas, como os blogs da internet, até porque, na hora do pau, quem segurou a candidatura dela foram os militantes nas redes, aproveitando muito das matérias e conteúdo que estes blogs ofereciam, e que nós não tínhamos, e nem nunca tivemos na mídia do baronato.

    Então, pra ser justo: Quem segurou, na hora do vamos ver, foram os militantes, mas também, como numa guerra de trincheiras, os blogs progressistas.

    Esta “coisa” tem que mudar, ainda que, repito, não veja como uma traição.

  36. ricardo almeida disse:

    Nem tao de pressa nem devagar, pac 3 , saude e educacao urgente……

  37. Francisco de Assis disse:

    Por que o Mercado quer assumir os rumos da Politica economica brasileira com o apoio e exigencia da Midia Golpista?
    Eles votaram no modelo tucano, o “modelo arrasa terra”, quem elegeu Dilma foi justamente os contrarios aos sugadores da nossa economia.
    Nao ceda Dilma. Nos ainda acredimos em voce

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *