No badalar dos sinos, Cunha tenta jogar sua cassação na estaca zero

cunhopata

Quando todo mundo achava que tinha terminado “até o ano que vem”, amanhã à tarde tem mais uma do Eduardo  Cunha.

A partir das 14;30 h, a Comissão de Constituição e Justiça , presidida pelo “cunhista” Arthur Lira (PP-AL), reúne-se  para votar recurso do deputado Carlos Marun (PMDB-MS) contra a decisão do presidente do Conselho de Ética de não permitir vista no parecer de admissibilidade da representação que pede a cassação do presidente da Câmara,  recurso relatado pelo também “cunhista” Elmar Nascimento (DEM-BA).

Em princípio, seria quase impossível vencer a posição de Cunha, mas nas vésperas do Natal, com quórum duvidoso, pode prevalecer a mobilização de sua “tropa”.

Na prática, isso significa anular a aprovação do relatório do deputado Marcos Rogério (PDT-RO) e a própria notificação de Cunha para que apresente defesa.

De novo e de novo, à estaca zero.

Até depois do Carnaval.

Obvio que Cunha sabe que, na Comissão de Ética ou no Supremo, terminará por ser afastado e condenado, no mínimo, à perda do mandato.

A menos que…

Sim, a menos que se reúnam as condições para votar o pedido de impeachment, sucessivamente, na Comissão Especial, no plenário e entregar o fato político quase consumado ao Senado.

Vinte ou trinta votos que sobrevivam na poderosa bancada cunhista, avariada pelos disparos de grosso calibre da PGR, que a aponta como “grupo criminoso” serão o fiel da balança.

Alguém acredita que, com toda a sua afetação, aecistas, serristas e alquimistas atirarão fora os votos que lhes podem ser decisivos?

E as instituições da República, enquanto isso, gozam de seu recesso de verão…

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

8 Respostas

  1. Dinio disse:

    Não prendem ele porque têm o rabo preso. O Beiçola…aquele ministro tosco que peita e peida na cara dos demais membros da Côrte – parece reinado – tem a cola na porta dos esquemas dos cursinhos pra togado prender pppp, mas tem a máfia Marinho e asseclas a seu lado, mais parte do mpf e da pf e ainda os Aessim os Agripino os Nunes os Álvaros os Civitas os Frias, resumindo os “estrangeiros” que só moram no Brasil por conveniência. Então vai ser a massa na rua que vai derrubar o meliante mor e é bom que seja assim, pra Côrte Suprimida entender que se o povo não quer não tem golpe, apesar do regojizo de suas excelências.

  2. Tomás disse:

    Você tem a nítida impressão de que está vivendo dentro de um terrível filme de horror, quando vê o Cunha desfilando por todas as emissoras de televisão da nossa mídia anti-nacional, com a empáfia de um grande estadista, falando de seus planos para continuar na presidência da Câmara e de lá fazer o impedimento da presidente à sua maneira de bandido descarado, sem que nada ou ninguém se lhe possa impedir. O ministro Teori errou, em deixar o país entrar o ano novo sob o signo da vigarice.

  3. cloves disse:

    Mais perigoso que todos os políticos é o Barba.O Cunha tem três mandatos de deputado federal, logo, 12 anos, e sua maior acusação é se beneficiar de esquema de corrupção gestado no Executivo.
    Aécio Neves é o mais injusitiçado.
    O neto de Tancredo tem mais de vinte anos de vida pública, 16 anos como deputado federal, oito anos como governador e agora como senador. Eleito muitas vezes em votação recorde não consta na justiça nada que o desabone.
    Já, por outro lado, um sujeitinho chamado Pixuleco tem apenas 9 anos e meio de vida pública, um ano e meio de deputado constituinte e oito anos de presidência da República e em tão pouco tempo está relacionado à inúmeros escandâlos desde da morte de Celso Daniel, passando pelo mensalão, agora com o petrolão, resultando em processos de tráfico internacional de influência, criação do petrolão, venda de medidas provisórias e outras coisitas mais que deu um prejuízo de mais de 100 bilhões já sendo apontado pela historiografia internacional como a maior roubalheira do mundo em todos os tempos.

    Desde do caça-petralha juiz Sergio Moro que o blogueiro chapa ultra-branca tenta difamar a categoria, até tomar uma fuça como o cheiroso&limpinho.
    Decisão judicial se discute nos autos e nas instâncias superiores.
    Formular perniciosos e leigos juízos a título de atingir a crediblidade da magistratura por causa de operações como a Lava-jato é de um baixeza sem fim…. joga para a platéia de desvairados.

    • José Carlos Vieira Filho disse:

      Xô, bosta!

    • revenger disse:

      KKKKkkkk, conta a do papagaio agora!

    • Danilo Stinghen disse:

      Se a magistratura é tão divinamente inatingível assim, por que você está aqui, nos enchendo o saco? Posso responder a essa pergunta? É porque você, no fundo, também vê que o Moro favorece um dos lados da moeda. Como você afirma que o escândalo da Petrobrás nasceu no governo Lula, sendo que o Moro não investiga o que veio antes? Ou será que o escândalo da época do FHC não sofre dos inúmeros furaquinhos pelos quais vazam manchetes para o pig?

      E não me venha falar de paramécio neves. Esse merda nunca deve que batalhar pra ter nada na vida. Nasceu rico de família com tradição política. Mas se comporta como um mau perdedor, ao invés do que deveria ser, “herdeiro” do legado do avô, Tancredo Neves (porque o pai, político também, foi uma negação pró-ditadura, afronta à memória do Tancredo). Aécio Neves é um bebê chorão, inconformado com que a “coroa” lhe tenha sido negada pelo sufrágio soberano do povo brasileiro!

  4. Márcio Gaspar disse:

    Se ele fosse petista ou de qualquer outro partido que apoiasse o governo, certamente, ele estaria preso e cassado ou caçado.

  5. Mello disse:

    “Cunhista”, não. É “Cunheteiro”!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *