Ministro terá de explicar ajuda da PF a filme contra Lula. Assista

damouspimenta

Em entrevista coletiva, os deuptados Paulo Pimenta, Wadih Damous e Paulo Teixeira anunciaram que estão exigindo a abertura de inquérito sobre as gravações clandestinas e a cooperação ilegal da Polícia Federal – inclusive com o uso abusivo de carros, helicóptero, pessoal e instalações para a realização do filme “Polícia Federal – A lei é para todos”.

Filme, aliás, que tem financiadores ocultos, e cuja realização está cheia de mistérios, inclusive com a violação da ordem do próprio Sérgio Moro para que não fosse filmada a condução coercitiva de Lula. Marcelo Auler, em seu blog, informa que teria sido usada uma câmera oculta nas roupas de um dos agentes que participou do “sequestro” do ex-presidente.

Um dos pedidos, que Rodrigo Maia está “segurando”, é um pedido formal de explicações do desaparecido Ministro da Justiça, Osmar Serraglio,

Assista o vídeo em que Pimenta e Damous detalham os documentos que vão instruir a representação formal que estão protocolando, com documentos, para que se apure a completa promiscuidade entre policiais e produtores do filme, com direito , até, a um convescote numa rede de restaurantes envolvida na propinagem da Operação Carne Fraca.

Comentários no Facebook

12 Respostas

  1. C.Poivre disse:

    Golpistas poderão ser perdoados. Burrice não é pecado:

    https://www.conversaafiada.com.br/economia/vendas-das-empresas-desabam

  2. renato arthur disse:

    Vamos parar de ser ingênuos, estamos no vale tudo, com verbas do governo que nós pagamos, para dizer que devemos ser estuprados. Isto se transformou em uma Selva e quem foi a responsável foi a Globo, que sempre incentivou a violência, por isso temos um estado de guerra social permanente, quando o governo não é ela quem elege. Ela é a dona do chicote que manuseia a massa sem cérebro.

    • Tomás disse:

      Denúncias como essa poderão desnudar definitivamente o processo de radical transformação da polícia federal em polícia política de um regime de exceção que ainda tem a pretensão de continuar disfarçado de “democrático”. Por causa de um reles filme vão jogar fora todo um trabalho enorme de disfarce de um golpe de estado em providência democrática “normal”. Ou a propaganda apontou para a importância crucial de um filme como esse? Se foi isso, nesta escolha do que seja crucial, percebe-se uma grande demonstração de fraqueza e busca de apoio popular por parte das hostes golpistas.

  3. Messias Franca de Macedo disse:

    Desde o tempo do ‘miniSTRO’ ‘Zé Tucano Cardozo’ da “Justiça”, o ínclito e intrépido jornalista e escritor Paulo Henrique Amorim vem exortando:
    “Polícia sem chefe somente nas ditaduras!”
    E o que fazia o ‘Zé Tucano Cardozo’?
    Alardeava que o presidente Lula não era alvo de nenhuma investigação, seja por parte do Ministério Público, seja por parte da ‘Polícia [Aecista] Federal’, seja por parte da PGR, seja por parte do STF(ede)…
    Alardeava publicamente também a satisfação de ter como ‘quase-cumpadi’ o [corrupto] DEMoTucano ‘Zé aGRIPEno [Suína] Maia’!
    (…)

    Ou seja, é o que o honesto povo trabalhador brasileiro está sentindo no lombo:
    leite derramado!

  4. Foo disse:

    Fernando,

    Você já ouviu falar no “efeito Streisand”?

    Em resumo : toda esta polêmica ajudará o filme a se tornar um sucesso.

    Quanto mais os deputados do PT atacarem, mais gente ficará curiosa e vai assistir.

    Portanto :

    Questionem o filme na justiça, mas *não façam discursos no plenário*, não convoque m coletivas de imprensa, etc.

    Acima de tudo : não ajudem o filme.

    Como você sabe, a batalha não é apenas jurídica, mas também de comunicação.

    Ps: não estou criticando seu post, mas aqueles que estão em posição de poder e, portanto, podem passar a impressão de que estão censurando o filme.

  5. façam como eu,não assisto mais globo e o filme que eu gosto é:Lula o filho do brasil,agora com mais um adicional:a transpasição do são francisco.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. Antônio disse:

    Caro bloqueio, eu aqui pensando com os meus botões, será que a famigerada condução coesiva do ex presidente Lula não foi feita atendendo a um pedido dos produtores do tal filminho para poder gerar cenas para o próprio filme não?
    Vale a suspeita ou não vale? isso aqui virou mesmo uma esculhambação.

  7. Guilherme disse:

    Moro se faz de sonso.

  8. James Gressler disse:

    Quando o ” impoluto” Jucá disse que havia um pacto de cabo a rabo, com tudo dominado, não estava blefando ( só falta o aecim ser comido por 1° ).
    A destruição dos direitos, da educação, da economia e da DEMOCRACIA corre célere para a catástrofe ( se não reagirmos A G O R A ).
    Esse filmeco ( Ary Fontoura, quem não se lembra ?) é só um detalhe. Como uma biópsia, dá o diagnóstico do T O D O .

  9. hcc disse:

    Basta obrigar ao diretor do filme mostrar o que era a pf antes e como ficou depois do Lula e da Dilma.

    Lula lhes deu:

    autonomia política absoluta,

    leis específicas contra bandidadgem oficial,

    recursos,

    excelentes salários,

    prestígio, etc.

    O mesmo que com o mp.

    Tudo que não tiveram do fhc.

    Como retribuição recebe isso de volta: a escolha de ser o bandido possível escolhido. E os recursos materiais e pessoais usados ilegalmente contra o maior dos brasileiros e a serviço do psdb e da globo.

    Este filme é, além de injusto, um monumento da enorme ingratidão. Ficará como registro histórico de uma calúnia.

  10. Tomás disse:

    Todos os recursos do mundo jurídico e também do mundo artístico e cultural devem ser usados para denunciar esta obra de anti-arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *