Minha Casa, Minha Moura. O Centrão se adona dos programas sociais

moura

Na Folha, os novos tempos republicanos do Governo Temer, capitaneados por André Moura, o braço direito de Eduardo Cunha transformado em líder do governo Temer:

No discurso de campanha da mulher, Lara Moura (PSC), o deputado afirmou que a distribuição das casas no estado será uma atribuição exclusiva dele, e não do Executivo. Ela é candidata a prefeita de Japaratuba (SE).

– Nós vamos agora construir, o governo federal, o presidente da República do qual eu sou o líder, vai construir 70 mil casas populares no Brasil. Destas 70 mil, 4 mil vão ser para Sergipe. E sabe quem é o único cara de Sergipe, no meio de 2 milhões de sergipanos que existem, o único que vai distribuir aonde vão ser construídas essas 4 mil casas? André Moura. Fazer o quê? Doa a quem doer — disse o líder de Temer.

O comício ocorreu no último fim de semana, no povoado de São José, que integra Japaratuba. O líder afirmou aos eleitores presentes que “quem pode é André Moura”.

— Agora eu sou líder do governo e quem pode fazer sou eu. Sabe quem tem prestígio em Brasília, quem tem poder para liberar recursos federais em Brasília? Não tem deputado federal, não tem senador, não tem governador, só tem André Moura, doa a quem doer, essa é a verdade. Então vamos construir essas casas populares, vamos atender Ilha das Flores, vamos atender outros municípios, vamos resolver o problema de quem não tem casa em São José e Japaratuba, porque quem pode é André Moura.

Quem pode é André Moura.

Viva a moralidade!

Comentários no Facebook