Merval: “Eduardo Cunha nada tem a ver com o impeachment”

doismervais2

Ontem, na Globonews, com uma tristeza inescondível com o fiasco das manifestações, o imorredouro Merval Pereira produziu uma frase sensacional, característica de sua capacidade de análise profunda da realidade brasileira:

“O Eduardo Cunha não tem nada a ver com o impeachment. O Eduardo Cunha foi (sic) o presidente da Câmara que aceitou, viu que tecnicamente havia condições de aceitar aquele processo, aquele pedido. Então ele não tem nada a ver com isso, quem vai decidir mesmo é o plenário da Câmara, a comissão da Câmara…” (veja aqui, a partir dos 11:10 minutos do vídeo)

Ô Merval, você quer que alguma pessoa com um mínimo de capacidade de pensar não veja o óbvio?

Até mesmo você, Merval, disse que ” a atitude de Eduardo Cunha, ao aceitar a abertura do processo de impeachment de Dilma é de vingança e revanche, sim, embora ele negue. Tanto que ele comemorou no twiter, tentando se dizer o salvador da pátria por estar defendendo uma vontade popular.”

Merval, você não leu a cartinha do Temer? “Verba volant, scripta manent”. Não ensinam latim lá na Academia, não?

E só tem dez dias que você falou, no dia 3 deste mês…

Um dia você encara um sujeito pela frente que diz, no ar: “mas como é que não tem, Merval, se você mesmo disse que a atitude  dele era de vingança e revanche”?

Como é que vai ficar a sua pose de lorde?

Décadence, Merval, mais avec élégance.

 

 

Comentários no Facebook