Meirelles: à espera do chabu do chuchu?

Meireles está gastando uma nota preta nesta campanha eleitoral.

Segundo o jornalista  Luís Costa Pinto, contratou “uma redação inteira”. No entanto, mantém perfil bem baixinho, limitando-se a exaltar seu próprio desempenho ao tempo do governo Lula.

Obviamente, é muito pouco para alguém que dispõe de tais recursos e tempo de TV . Imaginá-lo prisioneiro da própria vaidade, ou satisfeito em se empenhar tanto para servir de escada ao Alckmin ou biombo que esconde Temer é fazer pouco de tão experiente e bem sucedido banqueiro.

Pode até ser.

Mas, como os velhos são muito desconfiados, imagino que a estratégia dele seja, se a candidatura do Alckmin der chabu, entrar no vácuo, na hora do desespero, como aquele cara ultra confiável para o grande capital que, além do mais, não antagoniza o ícone Lula.

Temer, o patrono, como todos veem, já não existe mais. Escafedeu-se. Sepultado, a exumação ficou para o final de outubro.


Der WhatsApp Chat ist offline

Comentários no Facebook