Marina divulga outra errata: nada de programa nuclear

DSC00458-2

Como um internauta amigo me disse, Marina Silva, se presidente, substituirá o Diário Oficial por Errata Oficial.

A coligação dela acaba de divulgar outra errata em seu programa de governo, tão ou mais grave que a primeira. Ela nega que irá priorizar a energia nuclear.

Tudo que havia de bom em seu programa está sendo cortado.

Vai sobrar, ao que parece, apenas a parte que defende o Itaú, o mercado financeiro e autonomia do Banco Central.

O negócio dela é apostar na luz de vela. É contra Belo Monte (ler artigo da senadora, que termina citando Avatar), contra o pré-sal, e contra a energia nuclear.

Trecho:

Lamentavelmente, por erro de revisão, na página 144, do Programa de Governo da Coligação Unidos pelo Brasil, o programa de energia nuclear foi citado como um dos que merecem atenção para aperfeiçoamento e aumento de sua presença na matriz energética do país.

A errata sobre a política gay era “falha processual na editoração”.

Agora é “erro de revisão”.

É incrível que a mídia e setores da elite, movidos por um ódio irracional ao PT, um partido democrático que nunca lhes ameaçou o bolso, queiram ver o Brasil governado por uma ambientalista radical, uma evangélica sectária, e – o que talvez seja o mais grave de seus defeitos – com uma visão energética irresponsável.

Comentários no Facebook