Juízes ganham na mega-sena a cada três meses, por Rogerio Galindo

sena

Tratei do assunto outro dia aqui, mas Rogério Galindo fez melhor, em sua crônica na Gazeta do Povo.

O único reparo ao texto é que não é a cada três meses, mas dois, apenas, em que se divide o “bolão da toga”.

E vão ser muitos mais, porque há atrasados e atrasados a receber.

Mas devemos agradecer de joelhos, porque se tratam dos moralizadores do país, uma casta que zela vigilantemente contra o desperdício ilegal de dinheiro público.

E, legalmente, o embolsa.

Juízes ganham na Mega a cada três meses

É como se os juízes e promotores do Brasil estivessem à beira de ganhar sua nona Mega-Sena da Virada em menos de um ano e meio. São já R$ 2 bilhões recebidos em dezesseis meses – mas, claro, sem a necessidade de sorteio ou expectativa. O bolão não falha nunca, e é sempre dividido pelas mesmas pessoas.

Assim como na Mega-Sena, o dinheiro sai do bolso de pessoas que não ganharam. A diferença é que na loteria desembolsa-se o valor do bilhete achando que existe chance de levar a bolada. (Embora, como já disse alguém sabiamente, a loteria seja o imposto que o governo cobra dos que não aprenderam a lei das probabilidades.) Nesse caso, paga-se à revelia e na certeza de não recuperar um centavo.

Os R$ 2 bilhões representam dinheiro suficiente para construir mil creches no país. Ou seja: dava para criar 150 mil vagas para que mães e pais pudessem trabalhar sossegados. Ou, então, seria possível comprar 50 mil viaturas de polícia já equipadas – mais ou menos uma para cada homicídio que ocorre anualmente no Brasil. Ou pagar o Bolsa-Família de Curitiba, que atende famílias com renda per capita de menos de R$ 77, até 2036.

 

Os juízes decidiram, no entanto, que esse dinheiro deve servir à Bolsa Miami, para que possam comprar ternos mais caros e, segundo o presidente do TJ paulista, não tenham AVC devido ao esforço de seu trabalho. Mesmo esforço que justifica os dois meses anuais sem trabalhar, entre outros privilégios.

O Judiciário não é apenas uma ilha de prosperidade, como disse num rompante de sinceridade o secretário da Fazenda do Paraná. É um sumidouro de dinheiro público. Isso porque ninguém ousa enfrentar os magistrados que podem, de uma canetada, destruir a vida de alguém. Governos temem diminuir o orçamento dos juízes, mesmo sabendo que gastam demais e sem necessidade. Legisladores temem fazer leis que contrariem o Judiciário por medo de acabar na cadeia. E assim criou-se o monstro.

É claro que o Judiciário é extremamente necessário às pessoas, ao país, à democracia. Sem juízes, não há civilização possível, talvez. Mas isso não quer dizer que tenhamos de aceitar tudo que pedem, de nos desdobrar para pagá-los mesmo que isso signifique menos creches, menos segurança, que isso signifique menos dinheiro para atender aos mais pobres.

Dizem que um teste para a ética de alguém é ver como se comporta quando não há ninguém olhando, quando não há chance de punição. No caso do Judiciário, quem fiscaliza os juízes? O CNJ, que é composto por eles próprios. A maioria dos juízes decidiu que poria a mão em um dinheiro fácil todo mês, sem remorso nem problemas. E fica por isso mesmo.

Curiosamente, a profissão dessas pessoas é definir o que é justo. E o que não é.

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

23 Respostas

  1. Danilo Stinghen disse:

    Mas está tudo certo, porque os coxinhas acreditam na lava jato. Essa é a meritocracia que esses mentecaptos defendem. E rogam pela volta do regime de impunidade de outrora, sem enxergar que são os poderosos daqueles tempos os únicos que continuam impunes e inimputáveis por suas maracutaias.

    Essa é a natureza do meu complexo de vira-latas. Temos a PIOR combinação elite/burguesia do mundo inteiro.

  2. paulo disse:

    Já cansei de falar em vários comentários, o simbolo Juiz Moro vai ganhar na sua vida a bagatela de mais ou menos 40 milhões de reais em sua vida de trabalho do governo federal, isso é um abuso com o erário os impostos que pagamos…imagine qto para todos os juízes, e esse moro é um dos fraquinhos. Isso é maior que qualquer corrupção que se descubra no brasil…

  3. renato disse:

    Eles passaram a ganhar essa grana esse ano? Não, foi do mesmo jeito nos últimos 20 anos, 14 dos quais o PT está no poder.
    Por que isso virou um problema? Porque agora estão achando podres de quem se considerava acima da lei.

    • Vargas disse:

      Vc está dizendo que o judiciário ganha bem por causa do PT ?
      Vc está dizendo que antes do PT entrar no governo, ninguém se achava acima da lei ?
      (Só para entender a linha do raciocínio…)

      • renato disse:

        Não, na verdade só vc está tentando distorcer a linha de raciocínio.

        • Zenio Silva disse:

          Qual linha, qual raciocínio! Estás a dizer que a corrupção ‘começou’ em 2003?! Essa história de combate à corrupção só vale se usarmos a pista toda, sem isso não se decola… Escaparão os inimputáveis de sempre! Responda, quando o Cunha começou com as suas, dele, traquinagens?!

  4. Mauricio Gomes disse:

    Temos o caso do juizeco de CÚritiba, que embolsa 77 mil mensais, o que é praticamente o dobro do teto para o funcionalismo público. Mas isso, é claro, não vem ao caso para o paladino da moralidade (alheia, é claro).

  5. Paulo disse:

    Ta com inveja? Faça 5 anos de faculdade, se mate mais 3 no mínimo de estudar e passe num concurso. Não são as garantias previstas em lei que mp e judiciário recebem que atrasam o Brasil, e o PF pago a pt, PSDB, lula e FHC que está matando a coisa pública. De juízes precisamos, já os políticos são dispensáveis….

  6. Paulo disse:

    E diga-se, ainda ganham pouco, afinal pra chutar uma bola um Zé mané recebe 500 mil p mês….

  7. Carlos Hums disse:

    Alô Tijolaço – vamos acabar com os trolls que só disseminam ódio – chega desse Deva Marchiori. O cara é tão manipulado que confunde dinheiro público para salário de juiz com dinheiro de palestra para grandes corporações, e ainda chama os outros de otário – e tenta convencer que o Lula, que tirou 40 milhões da miséria e criou 18 universidades é que o bandido. Tá na hora de fazer um pente fino nos comentários, tá ficando chato lidar com gente assim todo o dia no site.

    • luis disse:

      Deva, Scarpa scarpa, tem diversos bonecos inanimados que não valem nosso comentário. Acho que um pente fino seria interessante, pois a falat de educação do Deva impressiona, mas usando as palavras dele ” vai chupar um rola que você vai gostar”, já provou Deva? Curtiu? Então fica na sua mané.

  8. Gengiva disse:

    Gente! Triste a conclusao a que acabo de chegar: Nao ha solucao para este pobre pais.
    Estamos retrocedendo, diminuindo, empobrecendo financeiramente, culturalmente. Nao consigo ver na nossa juventude um minimo sinal de forca e cobaciencia politica de cidadania para levar este pais ao caminho do desenvolvimento, da justica social, do respeito. Pelo contrario, eh cada dia mais uma voracidade individualista que nao tarda para nos levar a todos ao mais profundo caos.

  9. Enteu disse:

    Só faltou dizer que suas excelências têm direito a duas férias por ano que, conferidas em dinheiro, são isentas de imposto de renda.
    Há cada 5 anos, mais três salários extras no bolso pela “licença prêmio”.
    Ah, qualquer pobre mortal ou outro funcionário público quando recebe uma indenização vai para fila interminável dos predatórios, mas para suas excelências, isso “no exziste”.

  10. Fabio disse:

    Onde estão os senadores ou deputados da chamada esquerda para denunciar esse cancer que se tornou esse judiciario no Brasil.
    Quem cala consente não é mesmo e essa tal esquerda se uniu a direita suja do país.

  11. Fabio disse:

    Fernando , é verdade que o custo do sistema judiciário brasileiro passando pela Federação, Estados e Municipios do Oiapoque ao Chui é de 86 bilhões anuais.

  12. Luiza disse:

    É o país do povo corno, despolitizado e que sempre vota no candidato do patrão…
    Esperar o que?
    Brasil, uma naçao rica mas colonizada desde sempre…aí os ratos fazem o que querem..

  13. Vitor disse:

    Os salários e principalmente os penduricalhos do judiciário são ridículos. Ainda mais em um país pobre como o nosso. Mas isso acontece há muitas décadas e não apenas agora que petistas resolveram abrir guerra contra essa turma. O problema é que só vamos olhar para algo, quando temos algum interesse…

  14. Hell Back disse:

    Vou me abster de comentar porque qualquer coisa que se diga do Judiciário poderá ser interpretado de maneira que o comentador seja culpado.

  15. Vitor - Floripa disse:

    é a “corrupção legal”. Imoral, mas legal.

  16. Helenita disse:

    Desanima lembrar que somente com uma Assembléia Nacional Constituinte se poderá corrigir as excrescências que existem na atual Constituição e que forjaram e sustentam esse monstrengo de luxo e poder, que é o Poder Judiciário Brasileiro, que além de se apropriar de grande fatia do PIB ainda não se sujeita a ninguém, não é obrigado a trabalhar etc… O Ministério Público é outra excrescência que se vale das exorbitâncias da Constituição e Lei Complementar respectiva para não trabalhar e ganhar fortunas do dinheiro público. O que a sociedade precisa ser informada é que o Presidente da República NADA pode fazer, pois são poderes separados; observe-se que no Poder Executivo não existem salários escandalosos como esses do Poder JUdiciário e Ministerio Público; os servidores do Executivo prestam contas rigorosas de seus gastos e de sua produtividade.

  17. Helenita disse:

    Só para registrar: vocês se lembram da festa babilônica que Joaquim Barbosa determinou que o Supremo realizasse pela sua posse na presidência do dito Supremo? Nunca se viu tamanho luxo até aquela época; e também se lembram da pequenina reforma nos banheiros de uma nova mansão para ele, míseros RS 90.000,00??? Isso é só uma pequena amostra do que são capazes quando recebem os poderes da magistratura…

  18. Luís disse:

    EU JÁ DISSE E VOU REPETIR: O BRASIL É A REPÚBLICA DOS CAUSÍDICOS. E EU PERGUNTO, RESPEITOSAMENTE: O QUE ESSES NOBRES PROFISSIONAIS CONSTRUÍRAM DE ÚTIL PARA A NAÇÃO DENTRO DO PROCESSO HISTÓRICO NACIONAL, QUAIS FORAM AS CONTRIBUIÇÕES QUE ELES OFERECERAM PARA O DESENVOLVIMENTO DA NAÇÃO?! DE ACORDO COM PESQUISA RECENTE, 80% DOS FORMANDOS BRASILEIROS NAS MAIS DIVERSAS CARREIRAS PROFISSIONAIS SÃO BACHAREIS EM DIREITO!!! DIFERENTEMENTE DOS PAÍSES DESENVOLVIDOS, ESSA RELAÇÃO É INVERSAMENTE PROPORCIONAL, OU SEJA, LÁ, 80% DOS FORMANDOS SÃO QUÍMICOS, BIÓLOGOS, FÍSICOS, MATEMÁTICOS, ARQUITETOS, ENGENHEIROS, ENFIM, PROFISSIONAIS QUE EFETIVAMENTE IMPULSIONAM O DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO, ECONÔMICO E SOCIAL DE QUALQUER NAÇÃO DO PLANETA. CREIO QUE DEU PRA ENTENDER SEM PRECISAR DESENHAR, NÉ!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *