Globo mandou remover todas citações a FHC em reportagens sobre Lava Jato

O PIG - globo logo golpe golpista cópia

 

Trecho de post do Nassif, publicado hoje em seu blog:

O jogo da informação

É por aí que se entende a campanha da mídia em busca do impeachment.

Os vícios do modelo político brasileiro afetam todos os partidos. Mais ainda o governo FHC com a compra de votos e as operações ligadas ao câmbio e à privatização. A gestão Joel Rennó foi das mais controvertidas da história da empresa.

Ao tornar o noticiário seletivo, os grupos de mídia conspiram contra o direito à informação, centrando todo o fogo em uma das partes e blindando todos os malfeitos dos aliados.

Ontem, a diretora da Central Globo de Jornalismo, Silvia Faria, enviou um e-mail a todos os chefes de núcleo com o seguinte conteúdo:

“Assunto: Tirar trecho que menciona FHC nos VTs sobre Lava a Jato

Atenção para a orientação

Sergio e Mazza: revisem os vts com atenção! Não vamos deixar ir ao ar nenhum com citação ao Fernando Henrique”.

O recado se deveu ao fato da reportagem ter procurado FHC para repercutir as declarações de Pedro Barusco – de que recebia propinas antes do governo Lula.

No Jornal Nacional, o realismo foi maior. Não se divulgou a acusação de Barusco, mas deu-se todo destaque à resposta de FHC (http://migre.me/oyiwP) assegurando que, no seu governo, as propinas eram fruto de negociação individual de Barusco com seus fornecedores; e no governo Lula, de acertos políticos.

Proibiu-se também a divulgação da denúncia da revista Época (do próprio grupo) contra Gilmar Mendes.

*

Que primor de “isenção”!

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

91 Respostas

  1. Álvaro disse:

    Até quando a Globo e seus lacaios vão enganar a parcela ingênua da população?

    • Carlos Ribeiro disse:

      Alienados sim, ingênuos não!

    • Leandro_O disse:

      Até quando o pessoal tido como de esquerda permanecerem desunidos, demonstrado na falta de união com a campanha pelo projeto de lei de iniciativa popular do site paraexpressaraliberdade.org.br. Reclamam, reclamam, mas na hora de agir é cada um com seus objetivos pessoais. Por isso os 1% sempre serão os 1%. Cheira até hipocrisia.

    • Charles disse:

      Poucos são ingênuos……….maioria esmagadora simplesmente odeiam o PT , e pouco se importam se é mentira ou não , desde que consigam destruir o partido.

  2. irineu Almeida Baptista disse:

    Miguel, enquanto tivermos “cafetões” como diretores de redação, nas grandes organizações, continuaremos tendo que conviver com este tipo jornalismo. Os “jornalistas” que estão empregados nas grandes organizações são, na realidade, “prostitutas da informação”. Fazem o que os cafetões mandam. Só dormem com os amigos dos cafetões e jogam pedras nos inimigos. Hoje as grandes organizações de mídia não passam de verdadeiros bordéis…..

  3. andre disse:

    A Lava Jato à luz de Hannah Arendt
    Por Miguel do Rosário, no blog O Cafezinho:

    Se o leitor prestou atenção aos meus posts sobre o assunto, verá que fiz um esforço heroico para acreditar na Operação Lava Jato.

    Minha relação com a Lava Jato foi bipolar, pois eu não queria acreditar que testemunharíamos mais uma sequência de arbítrios protagonizados por autoridades cegas pelos holofotes da mídia.

    As relações promíscuas entre essas autoridades do Lava Jato e a oposição sempre estiveram em evidência.

    Primeiro, o flagrante patético dos delegados da Lava Jato xingando Lula e Dilma nas redes sociais.

    Segundo, descobrimos que a esposa do juiz Sergio Moro trabalha para o PSDB, e que ele mesmo foi estagiário e depois testemunha de defesa, de um tributarista condenado por associação com um prefeito tucano corrupto do interior do Paraná.

    Terceiro, um blogueiro nos revelou a história de que o pai de Sergio Moro é um antipetista sectario e raivoso, a ponto de nunca mais entrar numa locadora de video, apenas porque descobriu que o seu gerente votava no PT.

    Quarto, o advogado de Alberto Youssef, pivô de todo o esquema da Lava Jato, o senhor Antonio Augusto Lopes Figueiredo Basto, trabalhou por anos no Conselho da Sanepar, a companhia de saneamento do governo do Paraná, estado governado pelo PSDB.

    Quinto, o próprio Alberto Youssef foi durante toda a sua vida um dos principais operadores do PSDB.

    Os executivos “delatores”, por sua vez, também são ligados ao PSDB.

    O primeiro a “piar”, após a estratégia da República do Paraná, de manter os executivos presos por tempo indeterminado, foi Augusto Ribeiro de Mendonça Neto, um dos sócios da Toyo Setal, e primo de um tucano de alta plumagem, Marcos Mendonça, presidente da Fundação Anchieta.

    Mendonça Neto participa de esquemas tucanos desde meados dos anos 90, entre eles o já famoso “trensalão”.

    Júlio Camargo também é da Toyo Setal, empresa envolvida até o pescoço no trensalão tucano.

    O próprio Pedro Barusco, eleito a categoria de heroi pela mídia e pelas autoridades da Java Jato, após denunciar o PT, mesmo sem apresentar uma mísera prova, também fez escola na era tucana, vide que ele confessa que recebe propina, em negócios da Petrobrás, desde 1997.

    Pedro Barusco era diretor operacional da Sete Brasil, controlada pelo BTG, que pertence ao ultra-tucano Andre Esteves, o mesmo que pagou a viagem de lua de mel para Aécio Neves em Nova York.

    Entre os executivos presos, tanto das empreiteiras quanto da Petrobrás, não há nenhum petista ou com histórico na esquerda.

    Paulo Roberto Costa, funcionário da Petrobrás desde a década de 70, foi indicado pelo PP (legenda que, apesar de compor a base governista, é ideologicamente muito mais próxima do PSDB e DEM, do que do PT), e vinha crescendo na estatal desde a era FHC.

    Esses são os que “confessaram” crimes. Renato Duque é acusado de muitas coisas, mas ainda não confessou nada e não foi condenado.

    *****

    O espetáculo promovido ontem fez cair a máscara de Sergio Moro?

    Sim.

    Tendo em vista que não havia necessidade de nenhuma decisão “coercitiva” para levar o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, a prestar depoimento, a operação visou apenas a mídia e constituiu uma arbitrariedade.

    Neto é um dos mais importantes dirigentes políticos do partido que governa o Brasil, tem residência fixa, e jamais se recusou a depor na Justiça. Cúmulo da truculência: não há sequer nenhuma acusação formal contra Vaccari.

    Por que a violência? Por que o arbítrio?

    Porque era preciso estabelecer uma narrativa.

    O depoimento “coercitivo” de Vaccari foi o único, entre dezenas de outros, todos arbitrários também, diga-se de passagem, visto que ninguém se recusou a depor, em momento algum, foi o único vazado de manhã cedo para a mídia.

    Portais e telejornais noticiaram que agentes da PF tiveram que pular o portão da casa de Vaccari. Uma mentira.

    O Jornal Nacional dedicou 20 minutos à Lava Jato, citando o nome do PT mais de 30 vezes. Fez acusações pesadíssimas contra o partido baseado num depoimento de uma pessoa declaradamente corrupta, que não apresentou nenhuma prova.

    Aliás, diversas denúncias feitas até agora pelos delatores não trouxeram nenhuma prova.

    Parece um roteiro pré-determinado. Sergio Moro lidera um espetáculo midiático na quinta-feira, com tempo de pegar os políticos de oposição ainda em plenário. Na sexta-feira, a bomba vai para a manchete de todos os jornalões. No sábado, para as revistas semanais. No domingo, chega ao Fantástico.

    E assim a semana se inicia sob fortíssimo bombardeio midiático.

    Ninguém se preocupa com um detalhe: a delação premiada deveria ser feita em sigilo absoluto, exatamente para não permitir que bandidos confessos se utilizem desse instrumento para se vingar de seus desafetos, ou pior, exercer ou traficar influência política.

    Ao invés de me torturar lendo os espasmos golpistas dos jornalões, passei a noite e a manhã de hoje, lendo um capítulo do livro As Origens do Totalitarismo, de Hannah Arendt. É o capítulo que fala do Caso Dreyfus, o oficial judeu condenado pela Justiça Francesa por alta traição, mas que era inocente.

    Há muitas semelhanças. Eu já havia abordado o caso Dreyfus ao discutir o caso Pizzolato, o petista do Banco do Brasil condenado no mensalão por algo que não fez, não podia ter feito, não tinha sequer instrumentos para fazê-lo.

    Hoje eu vejo que o verdadeiro Dreyfus contemporâneo não é Pizzolato, mas o PT.

    Arendt aponta o caso Dreyfus como uma das feridas nunca totalmente fechadas da história política e judicial da França, e que serviriam de caldo cultural para a explosão do nazismo europeu.

    Assim como o mensalão e agora o petrolão, o caso Dreyfus envolveu uma conspiração entre mídia e judiciário.

    A mídia francesa da época, assim como a brasileira, atiçou todos os preconceitos e rancores do populacho (mob, em inglês) contra Dreyfus e seus defensores, que de início eram uma minoria ilustre.

    Também a França vivia sob o impacto de um grande escândalo de corrupção no parlamento: o escândalo do Canal de Panamá.

    Um jornal reacionário e antissemita alcançara uma tiragem recorde após denunciar o clamoroso escândalo de propinas pagas a parlamentares e lobistas, como “comissão” aos financiamentos que o Estado francês dava à Companhia do Panamá.

    Igualzinho hoje. A Companhia do Panamá era um pool de empreiteiras, que viviam do dinheiro do Estado, assim como as nossas. Para ser justo, assim como todas as empreiteiras do mundo.

    Os deputados franceses haviam encontrado os métodos que deveriam pôr em prática. Nas palavras de Arendt: “a política correta era a defesa de interesses particulares e corporativos, e o método adequado seria a corrupção. Em 1881, a tramoia tornou-se a única lei”.

    Entretanto, não foram os deputados que tomaram a iniciativa de usar o caso Dreyfus como uma estratégia de poder. Eles surfariam na onda, satisfeitos de ver a atenção pública olhar para outro lado. A mesma coisa vale para a maioria dos nossos corruptos. É reconfortante para eles ver a mídia apontando o dedo apenas para o PT.

    No caso dos empreiteiros presos, o juiz já sinalizou: apontou o dedo para o PT, está solto. Não apontou: prisão por tempo indeterminado, com ameaças veladas contra toda a família.

    Na França, o golpe contra Dreyfus veio dos estamentos burocráticos e meritocráticos, onde a elite descendente do ancien regime, falida pelas revoluções, havia se refugiado, e onde procuravam se vingar pela perda de seus privilégios. No caso francês: o exército e o judiciário. No Brasil, o MP, PF e Judiciário, também histórico refúgio de antigas e decadentes elites nacionais.

    A mídia, como sempre, cumpriu o papel de instrumento da classe dominante, ontem e hoje. A Companhia de Jesus, os jesuítas, que dominavam o alto clero da época, foi a principal articuladora política do movimento contra Dreyfus. Nossos “jesuítas” de hoje são os tucanos e moralistas de ocasião da mídia.

    Arendt lembra que os socialistas demoraram a se enfileirar ao lado dos “dreyfusard” (os que defendiam Dreyfus), e mesmo assim vieram divididos, porque viam nisso apenas uma escaramuça da alta burguesia.

    Apenas quando Clemenceau convenceu o grande líder socialista Jean Jaurès, de que a injustiça praticada contra um era uma injustiça contra todos, é que este último aderiu à causa, e mesmo assim, não com os argumentos que, segundo Arendt, seriam os mais corretos, a defesa da justiça e da dignidade humana, mas com argumentos classistas, visto que aristocracia e alto clero lideravam o movimento contra Dreyfus.

    O erro dos socialistas franceses me parece o mesmo cometido pelo PT, por ocasião do mensalão.

    E a mesma desconfiança dos trabalhadores franceses, contra um problema que parecia se limitar a uma divergência doméstica das classes dominantes, vimos também surgir entre os petistas e na esquerda em geral, quando estes se defrontaram com a Ação Penal 470 e, agora, com a Operação Lava Jato.

    Tanto o mensalão quanto o petrolão levaram figuras dominantes da política e do capital à cadeia.

    O que foi vendido pela mídia brasileira como um “avanço” democrático, não passa de uma tática recorrente do arbítrio para empolgar o populacho, desde os primórdios da história. Todas as ditaduras, explícitas ou disfarçadas, fazem isso.

    É o que tentam fazer agora novamente.

    As próprias elites entendem que é preciso sacrificar alguns de seus mais queridos empregados, a fim de assegurar o poder no longo prazo.

    Por ocasião do julgamento da Ação Penal 470, os colunistas da grande mídia, e depois até mesmo alguns ministros do supremo, batiam na tecla que não era possível decepcionar a expectativa da “opinião pública”.

    Sequer escondiam a descarada solapagem do Estado Democrático de Direito, em nome de uma vulgar e covarde rendição a um populacho manipulado pela mídia.

    Arendt explica a diferença entre esta “opinião pública”, ou “populacho”, e o povo propriamente dito. O populacho é a representação dos setores frustrados de todas as classes sociais. Pobres, classe média e ricos insatisfeitos com a representação política, prontos a aderirem a qualquer aventura golpista: este é o populacho de todas as eras. Eles têm uma opinião instável, cambiante, mas com uma propaganda bem planejada, é possível orientá-lo na direção certa, enquanto este for útil.

    Não é difícil para a mídia, num segundo momento, descartar o populacho, com desprezo, tratando-o como uma massa desorganizada e inculta.

    Onde estão os protestos inflamados de juristas e ministros do supremo contra as arbitrariedades da polícia?

    Quando prenderam Daniel Dantas, e a PF começou a realizar uma série de operações para combater sobretudo crimes financeiros e sonegação (Daslu e automóveis de luxo, lembram?), um grito desesperado tomou conta das elites, através da mídia: é o Estado Policial!

    Gilmar Mendes aparecia diariamente nos jornalões para bradar contra isso, e até mesmo urdiu uma trama, em parceria com o senador Demóstenes Torres (mais tarde defenestrado por corrupção), para inventar um grampo de seu telefone, e criar um escândalo que iria derrubar o diretor da Polícia Federal, Paulo Lacerda.

    A derrubada de Paulo Lacerda representa um momento chave da política brasileira contemporânea, porque, aparentemente, é a partir daí que a Polícia Federal toma um caminho diferente: ao invés de investigar a sonegação das grandes empresas, que contam com a cumplicidade da mídia (também grande sonegadora, como vimos), a PF voltou suas baterias contra agentes do Estado. E aí ela, a PF, passa a contar com entusiástica cumplicidade da mídia.

    Não há nada de errado na PF se voltar contra agentes do Estado. Ao contrário, é até saudável.

    Errado é a PF entrar no jogo da mídia, promovendo vazamentos seletivos e espetáculos que visam apenas interferir no debate político-partidário.

    Também já especulei sobre a tendência do Ministério Público em desenvolver um sentimento de oposição ao Executivo – um sentimento que é primo de seu orgulho corporativo.

    Entretanto, se o Executivo não reage, tanto a PF quanto o MP avançam o sinal, e transformam-se em instrumentos de arbítrio, sob forte influência da mídia.

    *****

    Para piorar o quadro, o governo permanece num silêncio aterrorizante.

    Uma mera intervenção oral de Dilma, ou de seu ministro da Justiça, nem que fosse para pontuar o debate com algum comentário irônico ou crítico sobre a violência judicial cometida contra o tesoureiro de seu próprio partido, João Vaccari Neto, ajudaria a dar algum equilíbrio à crise política.

    (PS: Menos mal que o ministro da Comunicação, Ricardo Berzoini, manifestou-se sobre o tema).

    Mas essa postura vem desde a Ação Penal 470. Ao sacrificarem Henrique Pizzolato, por exemplo, o partido sacrificou o próprio Estado de Direito.

    Assim como Dreyfus era ridicularizado por seus adversários, e mesmo por seus amigos, porque ostentava arrogantemente a riqueza de sua família e a quantidade de dinheiro que gastava com mulheres e bebidas, assim os “amigos” de Pizzolato se negaram a defendê-lo porque ele usava “ternos caros”, gravatas borboleta, e conseguira juntar dinheiro para comprar imóveis.

    A AP 470 fez escola. O “Estado de Direito” começou a ruir ali, e não agora, com o depoimento “coercitivo” de João Vaccari Neto.

    Todos os métodos usados na frente midiática durante o mensalão estão sendo repetidos agora. Os jornais criaram uma nova alcunha, o “petrolão”, que já se tornou aba ou chapeu em todos os portais.

    Jamais a nossa mídia criou alcunha ou abas editoriais para a compra de votos para a reeleição de FHC, para o trensalão, para o Banestado, ou pelo menos nada que durasse muito.

    *****

    O PT anuncia que “entrará na Justiça” contra Pedro Barusco, pela denúncia contra o partido.

    Está certo, tem que fazer isso mesmo.

    Porém mais uma vez o partido foge da política, única instância onde é um protagonista, e tenta se refugiar sob as asas do judiciário, onde a mídia tem mais influência.

    A política é o único palco onde o PT pode ganhar, porque é a legenda com maior número de filiados no país, várias vezes superior a todas as outras. Seus presidentes, sobretudo Lula, ainda são as figuras públicas mais populares da nossa história, até hoje. É o partido com maior número de deputados na Câmara Federal. O partido que tem mais ministros, incluindo o Ministério da Comunicação e da Justiça. Tem a presidência da república. É o único partido que tem uma militância orgânica de massa, real e digital.

    Por que o PT foge da luta política?

    A impressão que eu tenho é que o PT esqueceu o que é fazer política.

    Até mesmo alguns militantes esqueceram o que é fazer política. Alguns falam, incluindo Lula: temos que ir às ruas, como se bastasse vagar perdido por aí, sem saber o que dizer, para obter qualquer resultado prático na política.

    A política, numa democracia, é, antes de tudo, uma luta intelectual, que deve ser travada através da persuasão.

    Para isso, é preciso investir em cultura.

    Somente a cultura pode salvar a política brasileira.

    A cultura é o deus ex-machina que pode nos salvar da barbárie para onde a mídia está nos arrastando.

    Por exemplo, nos EUA, existem centenas de filmes e livros sobre os arbítrios da mídia. A começar pelo primeiro filme do cinema moderno: Cidadão Kane, uma terrível denúncia contra o monopólio e a concentração de poder em mãos de poucos.

    Aqui, são raríssimos as obras de arte que abordam a questão da mídia, apesar dela ser, desde os anos 50, o principal ator político do país.

    A campanha contra a criação da Petrobrás, o suicídio de Vargas, as marchas da família, o golpe de 64, a sustentação da ditadura, o poder das oligarquias nordestinas, o antipetismo do sudeste, mensalão, petrolão, a mídia é sempre o protagonista.

    Por que não são escritos ou filmados livros, séries, filmes, novelas sobre o tema?

    Por que o governo, principal patrocinador da cultura, nunca abriu editais voltados especificamente para a crítica de mídia?

    Alô, Juca, agora não podemos mais perder tempo!

    O governo, por sua vez, encontra-se paralisado, indeciso, com o pior sistema de comunicação dentre todos os poderes.

    O Legislativo, Câmara e Senado, tem ótimos portais, com várias TVs, e os próprios parlamentares agem como porta-vozes de si mesmos.

    O MP criou até uma historinha do mensalão para crianças…

    Já o Executivo tem uma comunicação dispersa, fragmentada, negligente.

    Todos os presidentes da república, em todo mundo, externam pontos-de-vista e intervêm constantemente no debate político. Falam e escutam, junto com seus ministros. Aqui, não.

    Há dias em que os únicos representantes do Estado que falam de política na mídia são ministros do Supremo, ou seja, justamente aqueles que são proibidos pela Constituição de exercer atividade politico-partidária.

    E agora toda a política nacional volta a girar em torno de um juiz tratado como heroi pela mídia – já ganhou até o prêmio da Globo – e cercado por todos os lados de conspiradores golpistas.

    A democracia brasileira se vê, mais uma vez, a mercê de arbítrios judiciais e conspirações midiáticas.

    O problema da política é a sua dinâmica desesperada. Tudo acontece rápido demais para que o bom senso prevaleça.

    A análise ponderada, objetiva, fria dos fatos, nunca chega a tempo, de maneira que os homens se tornam como que cobaias de si mesmos. No médio e longo prazo, as coisas tendem a se equilibrar, mas quantas revoluções, guerras, tragédias, golpes, não foram necessários para chegarmos onde chegamos?

    Enfim, dá vontade de forçar o relógio da história em alguns anos, quiçá décadas, para vermos logo o que será do país quando as novas gerações, mais saudáveis, mais bonitas, melhor alimentadas, mais escolarizadas, mais livres, tão distantes da neurastenia forçada e hipócrita do antipetismo midiático, ainda mais distantes desse conservadorismo quase sociopata de alguns medalhões do jornalismo, o que será do Brasil quando esta geração tomar o poder?

    • Zemauro disse:

      Andre seu texto tem que ser publicado em primeira agina!!!
      Em qualquer desses blogs existentes, ou melhor porque você cria um blog? tronar-me-ei leitor assiduo, alentador ver informações imparcial, e técnica ao mesmo tempo, puro jornalismo…

    • Theo disse:

      Parabéns pelo belo texto. Obrigado por partilhar conosco.

  4. MARCOS FERREIRA disse:

    Miguel, a Petrobrás ganhou pela 3ª vez o OTC OTC Distinguished AchievementAward for Companies, isso eles não mostram.A entrega do prêmio será em Houston, Texas.

  5. Re disse:

    FHC, o vil, tem razão, pra que ligar pra propininha da Petrobras face a Petrobrax e a traição do povo brasileiro e do bem público com as privatizações? A propininha da Petrobras foi bico.

    Estou lendo o Príncipe da Privataria, FHC. Se desde a época da USP nos anos 70 já sentia desprezo pelo seu ser, não tenho nem como dizer o que penso agora.

    No mínimo dos mínimos concordo com o seu tio: você não é de confiança.

  6. carlos cruz disse:

    Parabéns. O PT terá coragem?

  7. Marianne disse:

    Querem me fazer acreditar que Barusco, funcionário de carreira corrupto e indicado para alto cargo no governo FHC, deixou de roubar para enriquecer a si mesmo e passou a roubar para dar o dinheiro para os outros? Estão abusando da minha credulidade!

  8. Gil de Almeida disse:

    A Dilma que se dane.
    Se ela aceita tudo e não reage é porque ela tem culpa no cartório. Eu mesmo é que não vou mais ficar defendendo o governo e o pt se eles mesmos não se defendem.

  9. Gil de Almeida disse:

    A Dilma e a Graça queriam fazer a caveira do Gabriele e se ferraram. E até hoje o único que teve coragem para reagir aos absurdos do lava jato foi exatamente ele.

  10. Almir disse:

    O que mais me dói na alma é ver uma cambada de pobres de direita torcendo pelo golpe. Quando o desemprego bater nos 25%, não de nada adianta arrepender-se. Pior: o sofrimento pegará todo mundo, com exceção do famigerado 1%;

  11. Apolônio disse:

    Temos que estar unidos. Essa conversa que a Dilma tem que ir em cadeia nacional defender seu governo, pode ser um tiro no pé. Primeiro que a legislação não embasa muito tal expediente, não dá segurança. Se isso ocorrer, vai ser uma fileira de representações contra Ela. Sua situação na Câmara em matéria de maioria é frágil. No falar, Ela tem inclusive de tomar cuidado, pois uma palavra mal colocada, ou de duplo sentido, pode ser aproveitada pelo seus adversários e coloca-la em maus lençóis. A situação está muito difícil e complicada. Com dizia o velho Brizola: ” Temos que pensar grande.” Não é só a Dilma que está passando maus momentos, temos nesse rol, o governo da Argentina e da Venezuela. Essa luta tem que ser de todos os partidos que militam no campo progressistas, bem como de todos os segmentos sociais que mourejam nessa área. Tem que se explicar para a população o que está acontecendo, isto pode ser feito em passeatas, com megafones, panfletos, discussões com alunos nas universidades, professores, como também urge uma reunião extraordinária de todos os blogueiros progressistas para discutir a situação e passar imediatamente à luta, isto sem delongas. Não adianta, ficar lamentando, se queixando que a Dilma tinha que fazer isso, ou fazer aquilo. Sabemos se o campo progressista não mais estiver no poder, adeus conquistas, adeus tudo de bom que aconteceu nesse país. Temos que lutar, a luta vale a pena, a luta é de todos nós.

    • Francisco Lima disse:

      Na Améria Latina todos os países com governos progressistas sofrem ataque permanente contra as suas respectivas democracias e soberanias. A matriz externa do ataque é a mesma de sempre, varia na forma e conteúdo dependento do momento e das contradições internas de cada país alvo, por isso ora aumenta, diminui e avança se tiver apoio interno organizado. Apoiar golpes não é fazer oposição política é trair o Brasil. Em qualquer circunstância devemos defender os nossos recursos naturais, o patrimônio brasileiro. A Petrobrás é patrimônio nacional, defender a Petrobrás é defender o Brasil. E a luta continua. Avante!!

    • Francisco Lima disse:

      Apolônio (08/02/2015 às 8:10 pm), eu apoio seu comentário e a sutilileza de sua mensagem, acho que você compreendeu bem a complexidade do momento.

  12. Gil de Almeida disse:

    Almir, pior é ver uns babacas filhos de pobres que cresceram socialmente graças as oportunidades que o pt propiciou e falar mal do pt e dos programas sociais para se sentir um ser superior. Se sentem um injusticado porque pagam impostos.

  13. Raimundo Boavetura disse:

    É muito difícil promover uma mudança substantiva nos meios informativos, assim como, nas esferas judiciais, compostas por remanescentes de uma classe média alta, que sente-se acuada pela horda de remediados que estão ascendendo e ocupando espaços antes exclusivos. Sem falar que os associados das grandes redes são os próprios parlamentares que fiscalizam o poder concedente, servindo como moeda de troca, que tem se mostrado um péssimo negócio para o PT, pois é talvez o único partido grande que não conta em seus quadros com detentores de meios de radiodifusão. Um pecado ou uma virtude? A História nos dirá.

  14. Gil de Almeida disse:

    Como Sr. Apolonio? As passeatas so tem repercussão se sair no jornal nacional. Por maior que seja o movimento se não tiver repercussão na imprensa nada feito. Eu até ja pensei em pedir a difusora do padre emprestada para combater o jn. Vai ser ótimo.

  15. Gronba disse:

    Ao ler artigos como este fico à pensar com meus botões: porra! Por que a dilma não faz nada?

    Um dia após a comemoração de 35 anos do pt o zé é envolvido em um absurdo telefonema.

    O CAF publica uma denúncia (vídeo) que é da responsabilidade do governo federal apurar.

    ESSA COISA DE ELA NÃO TOMAR NENHUMA ATITUDE JÁ VIROU PALHAÇADA.

    PORRA CADÊ A dilma?

  16. Edson J disse:

    Ontem, por um acaso já que não assisto a nenhum programa da tal emissora, estava em o lugar onde se estava assistindo ao Jornal Nacional. Os apresentadores levaram vários minutos na campanha para desmoralizar a Petrobras, o governo e o PT, com noticiário explicitamente tendencioso. Ainda tiveram o desplante de, com toda a ênfase, ler declarações de FHC, como se fossem a mais absoluta verdade. Nelas, ele eximia o seu governo, “honestíssimo”, de toda e qualquer responsabilidade nas estripulias do tal Barusco, cujas declarações passaram a ter “fé pública” para a Globo, apenas no ataque ao PT. Para minha surpresa e revolta, entra no intervalo uma grande propaganda da Petrobras. Ou seja, a vítima (governo, PT e Petrobras) paga ao agressor para ser atacada. Dilma e seu governo (ao PT ela não dá bola) merecem ou não o que lhes faz a Globo?

  17. Gronba disse:

    ESSA dilma VAI CONSEGUIR FUDER COM TUDO!

    LEMBRAM DA CPI DA PRIVATARIA, QUE ELA MANDOU O ODARELO ENGAVETAR?

    CADA VEZ QUE LEIO UMA NOTÍCIA E VEJO QUE O GOVERNO NÃO FAZ NADA SINTO VONTADE DE PARA DE VOTAR NO pt E, É ISSO, QUE A dilma QUER.

    • Calma, amigo! A Dilma não pode sair por aí gritando as coisas do jeito que gostaríamos, quem pode somos nós, vamos para a rua, antes de falar da suposta “covardia” da Dilma temos que mostrar a nossa coragem! O que está em risco não é o governo Dilma, o que está sendo ameaçado é a democracia e as conquistas do povo brasileiro! Vamos pra rua!!!

      • Sueli Macedo disse:

        Mônica, ela não precisa gritar, começar tirando a publicidade das empresas públicas da Globo já seria um ótimo início. A Presidente que elegemos lutando mais que tudo, precisa mostrar atitude.
        A militância está disposta, mas tem coisas que já deveriam ter sido feitas!

        • Gronba disse:

          Mônica

          Você tem toda razão. Contudo, ela poderia tirar o zé que é fogo amigo. O mercadante que vive com o zé dando entrevistas na globo. Não é mesmo?

          E mais, cortar a publicidade da globo, tirar ela do pois, é sonegadora e não pode ser concessionária de serviços públicos.

          E mais ainda, organizar o povo para que ele possa ir as ruas. Eu estou pronto mas, precisamos de orientação, liderança…..

          Falei?

    • Francisco Lima disse:

      Concordo com Mônica Regina dos Santos (09/02/2015 às 9:14 am) porque
      o cidadão eleitor ou não eleitor, quando fala ou escreve arrisca somente o seu próprio nome quando se identifica. Por outro lado, Dilma Rousseff quando fala, escreve, ou toma um posicionamento carrega uma enorme responsabilidade, porque ela reprensenta o governo e a Nação brasileira. Portanto, parodiando a letra da canção digo que se trata de “uma questão de pesos e medidas.”

  18. Gilson disse:

    Esses bandidos um dia pagarão suas dividas com a sociedade.

  19. Alcides Carpinteiro disse:

    Imparcialidade, a gente não vê por ali”

  20. Ozzy Gasosa disse:

    Fernando, boa noite!
    Dia desses, conversando com um amigo advogado criminalista, apartidário, daqueles loucos por dinheiro, em uma mesa de bar, numa roda de amigos.
    Surgiu o papo de Lava-Jato, e ele falou em bom tom, que o sonho dele era defender um acusado dessa operação.
    Perguntamos, ingenuamente, por quê?
    E ele disse: Causa ganha, cliente satisfeito.
    A defesa é a mais simples possível e honorários fácil de ganhar.
    Primeiro, os caras roubaram descaradamente há décadas. Isso no momento pouco importa. Não estão preocupados com o que eles roubaram. Eles querem chegar em outro alvo.
    Esses executivos de carreira , tem dinheiro, fruto dessa corrupção de montão, o patrimônio deles, nem tudo, foi ou será declarado, somente o que está legalizado.
    Só isso já rende boa grana do cliente.
    Mas continuou: dizendo: o “passarinho” está engaiolado, louco por liberdade, nao tem hora melhor para fazê-lo entender que a única perspectiva de se “livrar” é fazer a delação premiada, acusar o PT e seu tesoureiro, mais precisamente,
    Todo mundo sabe que a função dele é ir atrás de doações, isso é mais do que sabido por todos.
    Para o MPF e o juiz Moro, pouco importa se foram doações legais ou ilegais.
    Eles querem essa declaração e ponto final. Simples !!!!
    Para isso basta fazer um bom acordo, pode até ganhar um bônus extra, em dinheiro, com a recuperação de parte desses valores das empresas.
    A justiça não os querem, as intenções são outras, mas precisam deles para chegarem onde desejam.
    Falando o que eles querem a mídia não mais os verão como corruptos/ladrões, mas sim, como delatores que entregaram um grande esquema de corrupção do partido que a “Nação” não “aguenta” mais no poder.
    Cliente melhor não há no momento.
    É “money” na certa”!
    E mais, ainda disse: só aqui mesmo juntar ladrão que rouba com o intuito de ficar cada vez mais milionário e ladrões que roubam por ideologia.
    Essa mídia vêm com cada uma (risos) ….
    Palavras de um criminalista, louco para abocanhar um bom dinheiro e uma causa mais do que ganha …

    • Zemauro disse:

      Andre seu texto tem que ser publicado em primeira agina!!!
      Em qualquer desses blogs existentes, ou melhor porque você cria um blog? tronar-me-ei leitor assiduo, alentador ver informações imparcial, e técnica ao mesmo tempo, puro jornalismo…

  21. Narr disse:

    A resposta contundente do governo Dilma vai ser: “Estamos construindo uma relação republicana com os meios de comunicação, baseada no respeito mútuo à liberdade de informação a à isenção republicana.”

  22. Messias Franca de Macedo disse:

    É a impunidade, estúpido!

    #####################

    Privataria: Ano a ano, os estragos que FHC fez na Petrobras

    (…)

    FONTE:
    http://limpinhoecheiroso.com/2

    #################

    É o cinismo delinquente, estúpido!

    Viva a CPI da Petrobras!

    “Venha!”

    E tremeis fascigolpistas, entreguistas e antinacionalistas!

    Incompetentes!

    E CORRUPTOS até a enésima geração!

    • Messias Franca de Macedo disse:

      … Se o PT e o governo Dilma/Lula não aproveitar a munição que tem contra esses escroques e vendilhões da pátria…

      Eu juro: desistirei!

      “Pegarei a minha capanga e a minha viola, e irei para o exílio na Pasárgada do Manuel Bandeira!”

      A munição legítima das verdades!

      Esses infames têm que ser dizimados!

      Pela verdade!

      Para o bem da humanidade!

      Messias Franca de Macedo
      Feira de Santana, Bahia
      República de ‘Nois’ Bananas

  23. Messias Franca de Macedo disse:

    FHC afirma que a roubalheira na [quase-]Petrobrax do tempo ‘delle’ não tem nada a ver com ‘elle’!

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/fhc-comenta-depoimento-de-barusco/

    LÁ VEM O MATUTO QUE SENTE CHEIRO DE GOLPE DESDE O DIA EM QUE NASCEU EM PINDORAMA!

    É a impunidade, estúpido!

    Senão, vejamos:

    Privataria: Ano a ano, os estragos que FHC fez na Petrobras

    (…)

    FONTE:
    http://limpinhoecheiroso.com/2

    #################

    É o cinismo delinquente, estúpido!

    Viva a CPI da Petrobras!

    “Venha!”

    E tremeis fascigolpistas, entreguistas e antinacionalistas!

    Incompetentes!

    E CORRUPTOS até a enésima geração!

  24. Messias Franca de Macedo disse:

    … Até tu Glória Maria?!

    Três explosões destroem plataforma P 36 da Petrobras na Bacia de Campos (2001) – nefasta e famigerada era DEMoTucana FHC

    https://www.youtube.com/watch?v=PKV_zl9vpeo

  25. Messias Franca de Macedo disse:

    *CORRUPÇÃO NA ERA FHC PAULO FRANCIS DENUNCIAVA ESQUEMA DA PETROBRAS – E FOI PROCESSADO IMPIEDOSAMENTE PELA [QUASE-]PETROBRAX DO FHC…..

    No *vídeo, o próprio FHC promove uma, digamos, auto-delação!

    Quem matou o jornalista Paulo Francis?!…

    https://www.youtube.com/watch?v=Q_nuXnu9ftk

  26. Messias Franca de Macedo disse:

    FHC comenta depoimento de Barusco

    FHC declara que “a roubalheira no tempo da [quase-]Petrobrax ‘delle’ não tem nada a ver com ‘elle'”!

    Postado em 8 de fevereiro de 2015 às 8:14 am

    FONTE: http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/fhc-comenta-depoimento-de-barusco/

    LÁ VEM O MATUTO QUE SENTE CHEIRO DE GOLPE DESDE O DIA EM QUE NASCEU EM PINDOIRAMA!

    … Só faltou o DEMoTucano FHC afirmar que “a plataforma P36 foi afundada e a jornalista *amante foi mandada para ‘o exílio[muito bem!] remunerado’ durante o período Lula/Dilma”…

    Ex-amante de FHC atua como propagandista anti Dilma na Espanha

    (…)

    http://www.blogdacidadania.com

  27. Messias Franca de Macedo disse:

    Recordar é viver: Como a Globo deu o golpe da barriga em FHC e enviou Miriam para Portugal

    (…)

    FONTE: http://limpinhoecheiroso.com/2

  28. Messias Franca de Macedo disse:

    o FHC “também não tem nada a ver com…”

    Petrobras muda de nome para PetroBrax

    Nova marca comercial melhoraria participação internacional; custos para refazer logotipo chegam a US$ 50 mi

    (…)

    FONTE, pasme(!): http://www1.folha.uol.com.br/f

    por jornalistas CHICO SANTOS EISABEL CLEMENTE
    DA SUCURSAL DO RIO

    A matéria é acompanhada de uma fotografia cuja legenda é:

    O presidente da Petrobras, Philippe Reischtul, em frente ao novo logotipo da empresa

  29. Messias Franca de Macedo disse:

    “Rameira, rameira, rameira!
    Rameira! Ponha-se daqui pra fora!”

    Fernando Henrique Cardoso, em 1990, expulsando a *jornalista amante do gabinete!
    Em ‘[FHC] O Príncipe da Privataria’
    Best seller escrito por Palmério Dória

    *Mirian Dutra “das organizações (sic) Globo soNEGAdoras das verdades – e dos impostos!
    Em ‘[FHC] O Príncipe da Privataria’

    https://www.youtube.com/watch?v=I3wNp0asU7o

  30. Messias Franca de Macedo disse:

    EM TEMPO: o DEMoTucano FHC “também não é o pai de outro criança”!

    ENTENDA

    ITAMAR FRANCO revela a farsa de FHC sobre o plano Real

    https://www.youtube.com/watch?v=uZjIoaWfU1I

  31. Messias Franca de Macedo disse:

    JORNALISTA RICARDO BOECHAT CRITICA OPORTUNISMO FHC PSDB SOBRE ROUBO A PETROBRAS

    VÍDEO:

    https://www.youtube.com/watch?v=XanhiUOnVvo

  32. Messias Franca de Macedo disse:

    … Até “o professor” Marco Antonio Villa “detona” a [Quase]Petrobrax do DEMoTucano FHC!

    Antigo esquema na Petrobrás ACABOU COM A VIDA do JORNALISTA PAULO FRANCIS – 17/11/14

    https://www.youtube.com/watch?v=j3j7GpH2TVM

  33. C.Paoliello disse:

    JURISTAS REBATEM TESE DO IMPEACHMENT ELABORADA POR FHC-GANDRA:

    http://www.revistaforum.com.br/rodrigovianna/geral/juristas-rebatem-parecer-gandra-fhc-e-sustentam-que-nao-ha-elementos-juridicos-para-impeachment-de-dilma/

    PS-Quem quiser saber quem é o verdadeiro fhc, é só ler o livro de Palmério Dória “O príncipe da Privataria”. Está tudo ali.

  34. jorge mendes disse:

    A liberdade de expressão da Globo com PSDB, censuraram um canal inteiro meu por causa que publiquei do Alckmin dizendo no debate que não ia faltar água http://geraldoalckminpsdb.blogspot.com.br/2015/01/globo-e-psdb-censuram-video-que-alckmin.html

  35. Nikola disse:

    Uma cópia deste e-mail seria uma bomba atômica.

  36. Heitor disse:

    A Globo está por trás de tudo, desde 1964.

    O STF está de calças arriadas para a Globo. Por isso o seu silêncio de omissão.

    A omissão do STF não é por causa do recesso. É tudo farinha do mesmo saco.

  37. Ricardo disse:

    Por que a mídia golpista e entreguista ataca desesperadamente Dilma e o governo petista? Por que querem ter de volta as facilidade$$$ de outros tempos. Não podemos nos deixar contaminar pelo negativismo e pessimismo artificialmente fabricados pelo PIG.

    Do blog do Nassif:
    “Do ponto de vista financeiro, tem-se a seguinte situação:
    1. No ano passado, pela primeira vez a Rede Globo fechou no vermelho. A empresa está revisando todo seu modo de produção, acabando com os contratos permanentes com artistas, que eram mantidos no cast, muitas vezes sem aproveitamento, apenas para não serem contratados por competidores. O quadro está tão complicado, que a ABERT (Associação Brasileira das Empresas de Rádio e Televisão) levantou o veto que tinha em relação à TV digital, vista agora como uma forma de faturamento suplementar

    2. A Editora Abril está se esvaindo em sangue. O valor do vale refeição caiu para R$ 15,00, que só cobre o preço do refeitório instalado no prédio. Há informações de que até o refeitório será desativado nos próximos dias. As redações estão abrindo mão de jornalistas experientes, sendo trocados por novatos sem grande experiência.

    3. O Estadão está há tempos à venda.

    4. A Folha caminha para ser, cada vez mais, uma editoria da UOL.

    É uma questão de vida ou de morte: ou empalmam o poder ou tornam-se irrelevantes.”

  38. helio disse:

    Ficha da obra Cidade Administrativa Tancredo Neves
    Localização: Serra Verde, a 18 km do Centro da capital, nos limites de Belo Horizonte, Vespasiano e Santa Luzia
    Terreno: 804 mil m2 Área construída: 310 mil m2 Circulação: 18 mil funcionários e dez mil visitantes diários
    Investimento: R$ 1,2 bilhão Projeto arquitetônico: Oscar Niemeyer Fiscalização: Gerência de Obras (Codemig)
    Projeto estrutural: José Carlos Sussekind Construtoras consorciadas: Camargo Corrêa, Mendes Júnior e Santa Bárbara
    Engenharia (Lote 1); Norberto Odebrecht, OAS e Queiroz Galvão (Lote 2); Andrade Gutierrez, Via Engenharia e Barbosa Mello,

  39. helio disse:

    2014(Dados TSE)-Doações feitas a partidos políticos por empreiteiras envolvidas na Operação Lava a Jato:PSDB- R$ 34.660.000,00, DEM- R$ 16.505.000,00.Empreiteiras com obras em todas as gestões Tucanas e Demistas.O superfaturado Palácio do Governo de Minas Gerais é um exemplo,todas passaram por lá…

  40. foo disse:

    Fernando,

    Você viu que a Dilma resolveu aparecer no Facebook?

    “Desde a campanha ‘O Petróleo É Nosso’ até o Pré-sal, a Petrobras vem superando os desafios, expectativas e batendo recordes”, diz a mensagem.

    Podemos questionar o meio escolhido, até mesmo a mensagem — mas não podemos deixar de congratular a presidenta por dar as caras.

    Quem sabe da próxima vez ela não apareça na TV e no rádio para explicar o momento grave pelo qual passamos, e o que o governo vai fazer.

    (É preciso reconhecer a gravidade do momento; mas é preciso também dizer que os criminosos estão sendo combatidos pela PF, sob comando do governo.)

  41. helio cazelli disse:

    Ansiosa para acabar com o PT,a Rede Globo está disseminando um pessimismo incontrolável entre os Brasileiros.O medo com as notícias que sugerem descontrole,desempregos e quebradeiras(que não existem na prática) já está fazendo com que negócios sejam adiados e compras sejam postergadas para depois do golpe.O resultado já pode ser visto em supermercados,shoppings,vendas de carros etc.Empresários já estão sentindo na pele.A estratégia optada pela Globo está sendo a de “terra arrasada”,vamos ao impeachment a qualquer custo.Enlouqueceram…

    • mineiro disse:

      alem da rede esgoto querer acabar o partido travado acovardado , e alem disso o proprio pt ta acabando com ele. o pt hoje infilizmente é um alem de covarde e conivente , é um partido que nao tem diferença nenhuma dos outros. a que ponto chegou o partido que combateu a ditadura, hoje é um partido de ponte de esquina.

      • Theo Ventura disse:

        Mineiro menos… bem menos. A rede esgoto é influente ainda nas cabecinhas desavisadas. Temos que combate-la com inteligência e perspicácia. Detonar o PT é tiro no pé.

  42. JUBA disse:

    Me lembro da piada do gaúcho que foi para o interior de Minas. Lá pelo fim do dia entrou num boteco daqueles bem muquirana, pediu uma pinga e começou a falar alto dizendo que a terra dele era de cabra macho e outros papos do gauchesco. Todo o bar em silêncio.
    De repente o gaúcho se virou para um mineirinho que estava num cantinho do balcão tomando sua pinguinha e disse. E você ai, caipira não fala nada?
    O mineirinho respondeu com muita calma, ” só tô esperando voismesse se acarmar e já vou fazer seu fiofó”

  43. mineiro disse:

    entao ta provado que ela manda mesmo , poe quem ela quer e derruba quem ela quer. nos estamos bem mesmo na fita, nao temos pres. nao temos esquerda que peita eles, temos um partido acuado e acovardado. vamos esperar o que? mas uma morta viva de pres. queriamos o que, era o risco que todos nos corriamos , infelizmente deu no que deu. mas votar nos demonos tucanos , mil vezes ela.

  44. Jeferson disse:

    Temos que se honestos, um governo medíocre em comunicações como esse, não tem como defender, sinto muito, Dilma já era!

  45. Borges disse:

    E, por que o governo nosso, dos trabalhadores, ainda continua colocando dinheiro nosso, do povo, uma emissária golpista?

  46. Messias Franca de Macedo disse:

    Seta à esquerda, caminho à direita

    Por jornalista Ricardo Melo
    Jornal Folha de São Paulo
    09/02/2015 02h00

    Parece paradoxal, mas quanto mais se aprofunda a investigação sobre a Petrobras, mais o PT ganha músculos para tentar se manter vivo. Resta saber se ele quer –e pode– seguir este caminho.
    Seis de fevereiro de 2015. Neste dia, praticamente todos os jornais do país estamparam na manchete que o PT teria recebido US$ 200 milhões de propina em dez anos. A afirmação vinha do ex-gerente da estatal Pedro Barusco, o showman da moda na Lava Jato, My Way ou outro nome qualquer.
    Conforme somos informados, o depoimento de Barusco, um doente terminal, foi colhido em 20 de novembro de 2014. Por que veio a público apenas agora cabe à turma do juiz Sérgio Moro explicar.
    (…)

    FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/ricardomelo/2015/02/1587124-seta-a-esquerda-caminho-a-direita.shtml

  47. Messias Franca de Macedo disse:

    O ministro Marco Aurélio Mello do STF, pasme, “é mais petista do que o [petista] Olívio Dutra”!

    Parabéns, supremo ministro Marco Aurélio Mello:

    pela sensatez, coerência, coragem e respeito ao rito do processo Legal!

    Afinal, ninguém pode ser condenado antes de o processo trasitado em julgado!

    Ou no ‘braZil dos castos’, pode?!

    ####################

    ‘NO BRASIL, EXCEÇÃO VIROU REGRA: PRENDE-SE PARA DEPOIS APURAR’

    Quem aponta o problema é o ministro do STF Marco Aurélio Mello, que afirma acompanhar com incredulidade as notícias sobre a famigerada Operação Lava Jato, que vê como um reflexo do Judiciário; “O juiz acaba atropelando o processo, não sei se para ficar com a consciência em paz, e faz a anomalia em nome da segurança”, afirmou o magistrado; dizendo-se impressionado com a condução coercitiva de acusados que não resistiram a ir prestar depoimento, como no caso do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, Marco Aurélio alfinetou, com seu humor peculiar: “A criatividade humana é incrível! Com 25 anos de Supremo, eu nunca tinha visto nada parecido. E as normas continuam as mesmas”

    9 DE FEVEREIRO DE 2015 ÀS 11:33

    Por Marcos de Vasconcellos – chefe de redação da revista Consultor Jurídico.

    (…)

    FONTE: http://www.conjur.com.br/2015-

  48. Messias Franca de Macedo disse:

    Bandeira de Mello: Parecer contra Dilma é uma armadilha para desestabilizar o governo

    publicado em 8 de fevereiro de 2015 às 21:01

    (…)

    FONTE: http://www.viomundo.com.br/den

  49. Messias Franca de Macedo disse:

    O NECESSÁRIO COMBATE AOS GOLPISTAS DO PSDB

    JOSÉ REINALDO CARVALHO9 DE FEVEREIRO DE 2015 ÀS 09:10

    O Brasil não se tornará uma nação efetivamente democrática, soberana e justa se não houver clareza de quem são os verdadeiros inimigos a derrotar

    (…)

    FONTE: http://www.brasil247.com/pt/24

  50. ANA TERRA RAMOS disse:

    ACORDA BRASIL!!! O que a elite, a mídia conservadora e a oposição do Brasil querem não é apenas o impeachment da presidenta Dilma, mas sim do POVO, dos MOVIMENTOS SOCIAIS e dos TRABALHADORES. Temos que reagir com força a essa CONVERSA ARDILOSA que a direitona vem pregando e cantando todos os dias. Na verdade, a elite torce a cara, não gosta de ver pobres tendo acesso às universidades com os vários programas federais, estudando fora do País, tomando o mesmo avião, frequentando os mesmos lugares, usando as mesmas roupas e perfumes… E olhe que o MUNDO PASSA POR CRISE e o Brasil não está fora do mundo, mas, apesar dos constantes ataques da mídia anti-Brasil à nossa economia, o País ainda está em melhor situação que muitos países ditos ‘ricos’. ACORDAM MOVIMENTOS SOCIAIS, TRABALHADORES E POVO! Eles querem é tirar, a qualquer preço, a gente do poder com um discurso manhoso, cheio de esperteza. Bem, pensem o que era o País antes dos governos LULA/DILMA, mesmo com todos os apertos de hoje ainda somos melhor do que antes. Agora, se você quiser entregar o Brasil a esses ABUTRES que estão cantando “impeachment”, a decisão é sua.

  51. Carlos Roberto disse:

    Dilma passou da hora de Vossa Excelência aparecer e dizer que foi eleita pelo povo e nada justifica qualquer pedido de impedimento , dia 15 é data dos eleitores do Aécio novamente chorarem pela perda de mais uma eleição, por isso, chora Lobão e muda de país.

  52. Laura disse:

    Primoroso artigo que deveria ser lido por todos brasileiros. Parabéns!

  53. Vera Silva disse:

    Fernando,
    Que tal os blogs que apoiam o atual programa de governo, montarem uma contrainformação para lidar com este tipo de ação não jornalística?
    Não sou jornalista, mas penso que tinha que incluir as redes sociais que não usam este sitema de informação que usamos aqui no blog.

  54. MARCOS FERREIRA disse:

    Em 2002 gasolina brasileira era 20º mais cara do mundo, hoje é a 73º mais cara do mundo.
    De 1995 a 2002 foi reajusta 350%.De 2003 a 2015 45%.
    http://jornalggn.com.br/noticia/sete-informacoes-importantes-pra-nao-pagar-mico-ao-falar-sobre-o-preco-da-gasolina

  55. carlos disse:

    Wikileaks revela gravíssima sabotagem dos EUA contra Brasil com aval de FHC

    Telegramas revelam intenções de veto e ações dos EUA contra o desenvolvimento tecnológico brasileiro com interesses de diversos agentes que ocupam ou ocuparam o poder em ambos os países

    Os telegramas da diplomacia dos EUA revelados pelo Wikileaks revelaram que a Casa Branca toma ações concretas para impedir, dificultar e sabotar o desenvolvimento tecnológico brasileiro em duas áreas estratégicas: energia nuclear e tecnologia espacial. Em ambos os casos, observa-se o papel anti-nacional da grande mídia brasileira, bem como escancara-se, também sem surpresa, a função desempenhada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, colhido em uma exuberante sintonia com os interesses estratégicos do Departamento de Estado dos EUA, ao tempo em que exibe problemática posição em relação à independência tecnológica brasileira. Segue o artigo do jornalista Beto Almeida.

    O primeiro dos telegramas divulgados, datado de 2009, conta que o governo dos EUA pressionou autoridades ucranianas para emperrar o desenvolvimento do projeto conjunto Brasil-Ucrânia de implantação da plataforma de lançamento dos foguetes Cyclone-4 – de fabricação ucraniana – no Centro de Lançamentos de Alcântara , no Maranhão.

    Veto imperial

    O telegrama do diplomata americano no Brasil, Clifford Sobel, enviado aos EUA em fevereiro daquele ano, relata que os representantes ucranianos, através de sua embaixada no Brasil, fizeram gestões para que o governo americano revisse a posição de boicote ao uso de Alcântara para o lançamento de qualquer satélite fabricado nos EUA. A resposta americana foi clara. A missão em Brasília deveria comunicar ao embaixador ucraniano, Volodymyr Lakomov, que os EUA “não quer” nenhuma transferência de tecnologia espacial para o Brasil.

    “Queremos lembrar às autoridades ucranianas que os EUA não se opõem ao estabelecimento de uma plataforma de lançamentos em Alcântara, contanto que tal atividade não resulte na transferência de tecnologias de foguetes ao Brasil”, diz um trecho do telegrama.

    Em outra parte do documento, o representante americano é ainda mais explícito com Lokomov: “Embora os EUA estejam preparados para apoiar o projeto conjunto ucraniano-brasileiro, uma vez que o TSA (acordo de salvaguardas Brasil-EUA) entre em vigor, não apoiamos o programa nativo dos veículos de lançamento espacial do Brasil”.

    Guinada na política externa

    O Acordo de Salvaguardas Brasil-EUA (TSA) foi firmado em 2000 por Fernando Henrique Cardoso, mas foi rejeitado pelo Senado Brasileiro após a chegada de Lula ao Planalto e a guinada registrada na política externa brasileira, a mesma que muito contribuiu para enterrar a ALCA. Na sua rejeição o parlamento brasileiro considerou que seus termos constituíam uma “afronta à Soberania Nacional”. Pelo documento, o Brasil cederia áreas de Alcântara para uso exclusivo dos EUA sem permitir nenhum acesso de brasileiros. Além da ocupação da área e da proibição de qualquer engenheiro ou técnico brasileiro nas áreas de lançamento, o tratado previa inspeções americanas à base sem aviso prévio.

    Os telegramas diplomáticos divulgados pelo Wikileaks falam do veto norte-americano ao desenvolvimento de tecnologia brasileira para foguetes, bem como indicam a cândida esperança mantida ainda pela Casa Branca, de que o TSA seja, finalmente, implementado como pretendia o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Mas, não apenas a Casa Branca e o antigo mandatário esforçaram-se pela grave limitação do Programa Espacial Brasileiro, pois neste esforço algumas ONGs, normalmente financiadas por programas internacionais dirigidos por mentalidade colonizadora, atuaram para travar o indispensável salto tecnológico brasileiro para entrar no seleto e fechadíssimo clube dos países com capacidade para a exploração econômica do espaço sideral e para o lançamento de satélites. Junte-se a eles, a mídia nacional que não destacou a gravíssima confissão de sabotagem norte-americana contra o Brasil, provavelmente porque tal atitude contraria sua linha editorial historicamente refratária aos esforços nacionais para a conquista de independência tecnológica, em qualquer área que seja. Especialmente naquelas em que mais desagradam as metrópoles.

    Bomba! Bomba!

    O outro telegrama da diplomacia norte-americana divulgado pelo Wikileaks e que também revela intenções de veto e ações contra o desenvolvimento tecnológico brasileiro veio a tona de forma torta pela Revista Veja, e fala da preocupação gringa sobre o trabalho de um físico brasileiro, o cearense Dalton Girão Barroso, do Instituto Militar de Engenharia, do Exército. Girão publicou um livro com simulações por ele mesmo desenvolvidas, que teriam decifrado os mecanismos da mais potente bomba nuclear dos EUA, a W87, cuja tecnologia é guardada a 7 chaves.

    A primeira suspeita revelada nos telegramas diplomáticos era de espionagem. E também, face à precisão dos cálculos de Girão, de que haveria no Brasil um programa nuclear secreto, contrariando, segundo a ótica dos EUA, endossada pela revista, o Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares, firmado pelo Brasil em 1998, Tal como o Acordo de Salvaguardas Brasil-EUA, sobre o uso da Base de Alcântara, o TNP foi firmado por Fernando Henrique. Baseado apenas em uma imperial desconfiança de que as fórmulas usadas pelo cientista brasileiro poderiam ser utilizadas por terroristas , os EUA, pressionaram a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) que exigiu explicações do governo Brasil , chegando mesmo a propor o recolhimento-censura do livro “A física dos explosivos nucleares”. Exigência considerada pelas autoridades militares brasileiras como “intromissão indevida da AIEA em atividades acadêmicas de uma instituição subordinada ao Exército Brasileiro”.

    Como é conhecido, o Ministro da Defesa, Nelson Jobim, vocalizando posição do setor militar contrária a ingerências indevidas, opõe-se a assinatura do protocolo adicional do Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares, que daria à AIEA, controlada pelas potências nucleares, o direito de acesso irrestrito às instalações nucleares brasileiras. Acesso que não permitem às suas próprias instalações, mesmo sendo claro o descumprimento, há anos, de uma meta central do TNP, que não determina apenas a não proliferação, mas também o desarmamento nuclear dos países que estão armados, o que não está ocorrendo.

    Desarmamento unilateral

    A revista publica providencial declaração do físico José Goldemberg, obviamente, em sustentação à sua linha editorial de desarmamento unilateral e de renúncia ao desenvolvimento tecnológico nuclear soberano, tal como vem sendo alcançado por outros países, entre eles Israel, jamais alvo de sanções por parte da AIEA ou da ONU, como se faz contra o Irã. Segundo Goldemberg, que já foi secretário de ciência e tecnologia, é quase impossível que o Brasil não tenha em andamento algum projeto que poderia ser facilmente direcionado para a produção de uma bomba atômica. Tudo o que os EUA querem ouvir para reforçar a linha de vetos e constrangimentos tecnológicos ao Brasil, como mostram os telegramas divulgados pelo Wikileaks. Por outro lado, tudo o que os EUA querem esconder do mundo é a proposta que Mahmud Ajmadinejad , presidente do Irã, apresentou à Assembléia Geral da ONU, para que fosse levada a debate e implementação: “Energia nuclear para todos, armas nucleares para ninguém”. Até agora, rigorosamente sonegada à opinião pública mundial.

    Intervencionismo crescente

    O semanário também publica franca e reveladora declaração do ex-presidente Cardoso : “Não havendo inimigos externos nuclearizados, nem o Brasil pretendendo assumir uma política regional belicosa, para que a bomba?” Com o tesouro energético que possui no fundo do mar, ou na biodiversidade, com os minerais estratégicos abundantes que possui no subsolo e diante do crescimento dos orçamentos bélicos das grandes potências, seguido do intervencionismo imperial em várias partes do mundo, desconhecendo leis ou fronteiras, a declaração do ex-presidente é, digamos, de um candura formidável.

    São conhecidas as sintonias entre a política externa da década anterior e a linha editorial da grande mídia em sustentação às diretrizes emanadas pela Casa Branca. Por isso esses pólos midiáticos do unilateralismo em processo de desencanto e crise se encontram tão embaraçados diante da nova política externa brasileira que adquire, a cada dia, forte dose de justeza e razoabilidade quanto mais telegramas da diplomacia imperial como os acima mencionados são divulgados pelo Wikileaks.

  56. Herminio disse:

    Galera, vamos fazer nossa parte, como? compartilhando esses textos com os outros, só assim vamos informar também aqueles que estão anestesiado e quando tivermos condições divulgar também em grupos e no trabalho, mas sem exageros para não nos tornarmos os donos da verdade. Com jeitinho chegaremos lá.

  57. janio ieso disse:

    Blogueiros de todo o BRASIL,vamos divulgar pela internet todas essa SAFADEZA da desta DESGRAÇA que é a globo.Vamos contra esta MISÉRIA, mostrar ao povo brasileiro que é este DEMÔNIO que quer destruir nossa nação.VAMOS ACABAR COM A GLOBO,ENQUANTO ELA NAO ACABA COM O BRASIL.

  58. surreal disse:

    O POVO QUER SABER… SE NÃO QUEREM OU NÃO PODEM CHEGAR NOS VERDADEIROS MAFIOSOS TUCANALHAS, CORRUPTOS SECULARES E NA MÍDIA MÁFIA ANTI-NACIONAL, VERDADEIROS LESA PÁTRIA, QUALQUER OPERAÇÃO DA PF CONTRA A CORRUPÇÃO SERÁ APENAS OPERAÇÃO POLÍTICA DESTRUIDORA DE NOSSO POVO, PORQUE DESSA FORMA A JUSTIÇA CONTINUARÁ SENDO UMA BALANÇA MUITO DESEQUILIBRADA. O POVO QUER SABER… E OS MAFIOSOS CORRUPTOS TUCANALHAS SOLTOS??? SOLTOS DE INÚMERAS CPIS. ATÉ QUANDO??? ATÉ QUANDO OS CORRUPTOS TUCANALHAS VÃO CONTINUAR SENDO BLINDADOS PELOS JUÍZES E MÍDIA CÚMPLICE MERCENÁRIA??? O POVO QUER SABER. ATÉ QUANDO??? OU ATÉ QUANTO??? OU MUITAS EMPRESAS, POLÍTICOS E O POVO BRASILEIRO VÃO PAGAR AS PENAS, MENOS O LÍDER DAS CORRUPÇÕES: O PSDB E SEUS PROTEGIDOS? E ATÉ QUANDO A MÍDIA ENTREGUISTA VAI TRAIR O BRASIL E CONTINUAR IMPUNE??

  59. VALERIA GUERRA MENDES disse:

    O comportamento da grande mídia brasileira é um grande atentado ao Estado de Direito. Precisamos discutir e implementar o quanto antes a regulação democrática da mídia no Brasil. É uma questão de respeito e cidadania!

  60. ronny disse:

    Sei q o momento agora e de termos cautela, com o q vem acontecendo, acredito muito na PF, e creio q uma entidade seria das poucas q funciona neste país e vai nos dar a resposta q precisamos, ate agora só temos boatos e les tentam mudar o foco com o problema da agua. A verdade tarda mais não falha assim trilharemos novos rumos pra esse país.

  61. valdivino nunes de almeida. disse:

    como esses buato esta espalhando, pelo pais inteiro , nos das redes sociais tem dever de ajudar desmenter, como pode um jornal falado falar tanta mentera inflamar posso brasileiro e na, o partedo dos trabalhadores esta mui pasivo tem começar chamar outras imprensa começar falar a verdade pra esse povo. tevi uma colega falou da elite nao so elite tem mui gente umildi menos esclarecida esta embarcano nessa de impitema, temos que dar um basta nisso, ela presidenta chama o chefe dos 3 poderes começa falar serio vamos acabar com isso imendiatamete, esses boatos e deus da republica mais q so agora mui perigoso, tem bamdida maior por ditraz tem os proprio amigos falsos q o PMDB um pior partedo so quer se dar bem na politeca nunca concordei d pt unir com oisa o ptesse partedo, e um dos maiores aliado da rede globo desse pais depois d PSDB,se for preciso poem o exercito a marinha e aeronauteca na rua, para garater democracia dos direitos da constetuiçao desse pais. O POVO E UM DOS MAIOR JUDAS qualquer conversinha corre tudo para outro lado gospe no prato q comeu, ate quando que nos vamos tem imprensa corrupta que muda o destino desse pais, que diferença temos da ditadura dos militares desse imprensa sera que nao salva nem uma dessas considerada grande desse pais. Pior que se elite pegar esse pais dificilmente teremos eles de volta, nos nao vamos ver investegaçao nem uma vai dar ferias para os agente da policia federal, outra coisa o pt tinha ter feito essa reforma foi ates quando estava em alta tinha ter sido mais humilde matar o inimigo de uma vez investegando tudo de errado deles que muita coisa começar uma reforma nessa policia federal que da elite, esses juiz que da elite, criar policia secreta pra investegar os juiz e propria policia federal, combater as grande midia nao dando intrevista fazer uma reuniao com todas imprensa nacional falar que esta acontencendo com midia corrupta, vamos sair dessa muita sabedoria.

  62. Ótimo blog ! Sempre que eu dou uma passada aqui para ver o que há de novo !
    eu adorei seu último post , divulgadas a vários amigos ! Continue postando ! Nos vemos em breve ( :

  63. Airton disse:

    Aqui, nos comentários, vale inventar qualquer coisa?

  64. PETIÇÃO PARA RENÚNCIA DE DILMA ROUSSEFF
    Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.
    http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR81335

    Um processo de impeachment contra a presidente Dilma devido ao descontentamento da população não é suficiente para retirar do poder um presidente eleito democraticamente. “Ainda que a população não esteja de acordo com a condução da política do País, isso não justifica o impedimento, a destituição do cargo”. Mas é grave a situação, e é o Partido dela, o causador de todos esses males. A CORRUPÇÃO institucionalizada no País. Se ainda resta a essa senhora, algum sentimento pelo BRASIL, deveria sim renunciar ao mandato. Do contrário poderemos retroceder, e vermos morrer o Estado Democrático de Direito. O BRASIL, precisa de novas lideranças, não é esse Congresso Nacional, não é nova Constituinte, não é AÉCIO NEVES, e pior ainda, a MARINA SILVA. O BRASIL, precisa de Brasileiros com vergonha na cara, e que não queiram entrar na política para ser ladrões.
    MARCÍLIO NOVAES MAXXON

  65. Eduardo de Paula Barreto disse:

    .

    PRESIDENCIÁVEIS

    Alckmin quer ser Presidente
    Mas Aécio é insistente
    E não quer dar-lhe a vaga
    E Serra que ainda não aceitou
    As derrotas que amargou
    Sonha com o Palácio da Alvorada.

    Só que agora apareceu Perillo
    Que distanciando-se do estilo
    PSDBista agressivo
    Faz afagos na Presidente Dilma
    Para ver se assim aglutina
    Os votos dos indecisos.

    Alckmin parece não estar legal
    Porque diz que está tudo normal
    Com a água dos paulistas
    Também jura aos seus eleitores
    Que não há greve dos professores
    E que o Trensalão é só intriga.

    Aécio está desacreditado
    Em Minas e nos demais Estados
    Desse nosso imenso Brasil
    É droga em helicóptero, aeroporto
    Embriaguez ao volante e outros
    Escândalos que todo mundo já viu.

    José Serra parece quieto
    Mas está trabalhando num projeto
    Para se livrar dos colegas de partido
    Talvez tire Alckmin com o Trensalão
    Aécio cai se Furnas sofrer investigação
    E Perillo dança se Cachoeira abrir o bico.

    Depois que Serra jogar os três no abismo
    Verá surgir das catacumbas do ostracismo
    FHC com a sua nova campanha:
    Prometo para Alckmin água mineral
    Para Perillo prometo prisão especial
    E para Aécio, pó não, só maconha.

    Eduardo de Paula Barreto

    .

  1. 08/02/2015

    […]   […]

  2. 08/02/2015

    […] Globo mandou remover todas citações a FHC em reportagens sobre Lava Jato | TIJOLAÇO | “A polít…. […]

  3. 08/02/2015

    […] Source: tijolaco.com.br […]

  4. 09/02/2015
  5. 09/02/2015

    […] Miguel do Rosário, para O Tijolaço […]

  6. 09/02/2015

    […] Published fevereiro 9, 2015 Uncategorized Leave a Comment Tags:DILMA, fhc, golpe, impeatcment Por Miguel do Rosário no Tijolaço […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *