Gilmar se autonomeia Presidente do Supremo e “decreta feriado” até prenderem Lula

lutherking

Moro  faz o “serviço”. Gilmar Mendes o abençoa. E, In hoc signo vinces , Eduardo Cunha leva avante o impeachment da “moralidade”.

Agora há pouco. informa o Estadão,  Mendes  afirmou em entrevista à Rádio Jovem Pan, que “sua decisão de suspender a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Casa Civil do governo Dilma Rousseff, devolvendo dessa forma as investigações contra o petista para o juiz de 1ª instância Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, não deverá ser apreciada pela corte antes da Semana Santa, em razão do feriado da Páscoa”.

“Depois da Semana Santa é que essa questão será tratada pelo Supremo”, disse o ministro, numa referência ao habeas corpus impetrado ontem, 20, pelos advogados de Lula, para derrubar a decisão de Mendes.

Como o habeas corpus ainda não foi distribuído e o será a outro ministro que não Mendes – por razões óbvias, por é sua decisão que está sendo questionada – sua atitude é, de novo, invadir a competência do ministro ou ministra que for sorteado como relator do pedido.

Há um pedido de liminar que será ou não atendido dependendo do livre convencimento do ministro que o vier a relatar.

Se Gilmar Mendes, em menos de 48 horas, encontrou sustentação jurídica para atender ao pedido de suspensão da posse de Lula impetrado pela advogada que é diretora de sua empresa de ensino de Direito, porque outro ministro não poderia, em prazo igual, entender que há razões suficientes no pedido assinado por alguns dos maiores juristas brasileiros – para ficar em duas citações, apenas: Celso Bandeira de Mello e Fabio Konder Comparato ?

Ora, porque Gilmar Mendes não quer.

Quer dar tempo a que se escarafunchem papéis, que se conectem versões, que se arranjem argumentos e, afinal, Moro possa conduzir Lula à cadeia, ainda que seja por algumas horas, que lhe garantam a sagração no Jornal Nacional e mais um passo na destruição do homem que ele e Gilmar Mendes odeiam com todas as forças de sua pequenez moral.

Os ministros do Supremo foram reduzidos – para lembrar a frase do insuspeito Joaquim Barbosa – a “capangas lá do Mato Grosso”.

 – Vocês fiquem quietos aí, não se metam, porque quem manda aqui sou eu.  Até o Moro prender Lula é feriado. Vão para a praia e não me encham o saco.

Suas Excelências obedecerão e ficarão bem comportados diante de tanta prepotência?

Se ficarem, que o país siga no calvário, que as instituições lavem as mãos como Pilatos no Credo.

Lula precisa ser crucificado a qualquer preço.

Não reclamem do que vier depois, portanto.

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

33 Respostas

  1. Messias Franca de Macedo disse:

    Da Série ‘Ineditismos do Brasil’!

    … No Brasil do feriadão da Semana Santa [Santa!] a única instituição pública que irá funcionar – e a pleno vapor (!?) – é a ‘Câmara dos 300-400 [ou mais!] dePUTAdos federais’ liderados pelo GÂNGSTER réu confesso, achacador vulgar e facínora [eduardo] ‘CU(nha)’ do DEMoTucano ‘Aécio 1/3 El Chato Liechtenstein Furnas Forever’!…

  2. Vitor disse:

    Quem é o Presidente do STF, afinal?

  3. Francisco de Assis disse:

    Por que o Presidente do STF Ricardo Lewandowsky, perante uma clara usurpação do direito de um Ministro (Teori) por outro (Gilmar), não avoca a sua condição de primeiro entre os pares para decidir uma questão gravíssima, que pode até levar ao estouro da violência no Brasil?
    .
    Onde está Ricardo Lewandowsky que distribui a um quarto juiz uma decisão que é sua? Se acovardou?

  4. Dinio disse:

    A militância e suas organizações sociais anti-golpe devem acampar em frente ao Supremo ou no mínimo se reunirem lá para exigir que o STF NÃO SE ACOVARDE DIANTE DO DITADOR MENDES …ou LULA realmente tem razão no que comenta nos grampos ilegais…”o stf está acovardado…” eis a chance de desmentir o LULA , srs. ministros!

  5. Messias Franca de Macedo disse:

    … Mais uma vez o [eterno] presidente Lula está absolutamente correto:
    *”Se nas instituições brasileiras não há homem com aquilo roxo, convoque-se as mulheres de grelo duro!”

    *Falocracia e o puritanismo seletivo dos machistas (que nem sabem onde fica o clitóris)

    Por conspícua e destemida jornalista Cynara Menezes

    (…)

  6. luiz mattos disse:

    Essa coisa que chamam de supremo(Supremo é o POVO quando se dispõe a LUTAR)não merece a confiança de ninguém.
    Estes gusanos que ali habitam são provenientes de uma casta nojenta que acreditam ser elite,ELITE é o que o País tem de melhor e jamais o serão os pústulas togados.O Golpe virá com a benção e coordenação dos onze Capos e um soldado.
    Se estes caras fossem gente boa não permitiriam a existência entre eles de militantes políticos,de devedores de favores midiáticos e de canalhas que aceitam ser chantageados por um deles ter livrado seu irmão da prisão.
    Estes vagabundos não são somente covardes,não votam com a faca no pescoço,são canalhas que votam segundo interesses contrários ao interesse do POVO Brasileiro.
    Eu não reconheço a autoridade destes canalhas e a ela nunca me submeterei.
    Eu não acredito na lei destes caras, a mim não passam de um câncer maligno que corrói as entranhas da Nação por eles constantemente ultrajada.Ficamos feito baratas tontas assinando petições atrás de petições que em nada resultam,rabiscamos amedrontados,acuados tentando dar nossa opinião que as otoridades jamais levarão em conta.Urge pois entrarmos em ação pois os atos a sanha golpista sentirá rasgar-lhes o lombo com razão.
    O País volta a viver sob o medo da incerteza o cidadão tem medo de sair as ruas,seu vizinho o olha com desconfiança,andamos apressados olhando para os lados e o barulho de um escapamento nos deixam alertas.Eu vivi esse filme e sei que é preciso calar de vez aqueles que o dirigem seguindo descaradamente um antigo roteiro

  7. valdir freire disse:

    Vejo três fontes do golpe:

    1) O “moro” e o “gilmar”…Quem deve tomar providência sobre isso é o sr. Ministro da Justiça…isso se os demais juízes não foram grampeados e estejam sendo chantageados;

    2) O PIG e a imprensa golpista de sempre…isso só acabaria se os progressistas começassem a encher as caixas dos SAC’s das empresas dos anunciantes dizendo que não consumiríamos mais seus produtos….somos milhões que poderíamos fazer isso;

    3) A última fonte do golpe é o congresso que foi eleito pelo povo …e o povo também pode encher a caixa de correspondência destes golpistas, divulgando o nome destes bandidos.Para isso teríamos que ter uma central de blogs progressistas contra o golpe…o Barão de Itararé poderia fazer isso?

  8. Messias Franca de Macedo disse:

    BATER À PORTA E/OU BATER NA PORTA DO STF!
    Entenda as más ‘vazadas’ linhas

    … JÁ passou da hora de o honesto, sapiente, generoso, leal, fiel e honesto povo trabalhador brasileiro “bater à porta do STF”!
    Calma!
    Por enquanto, ‘nois’ estamos propondo ‘bater à porta’!
    No entanto, a depender da recepção (sic) “dos(as) supremos(as)”, ‘nois’ poderemos pensar na hipótese muitíssimo muito provável de ‘bater na porta’ [daquela mesma Corte Suprema! Suprema!]
    “Bater à/na porta do STF” para pedir auxílio, ajuda, compaixão, clemência, socorro… Aos(às) “supremos(as)”!
    Mesmo porque, quiçá, somente “os(as) supremos(as)” possam nos salvar!…

  9. Antonio Torres disse:

    E preciso manter a mobilização com todos os movimentos sociais, culturais, acadêmicos,artísticos, estudantis, de modo a articular uma estrategia de resistência contra o golpe em andamento. Os setores mais conscientes da sociedade civil não aceitam o golpe jurídico midiático. O Ministro Gilmar e o juiz Moro estão fazendo dobradinha com a intenção de prender o Lula. São partidários, reacionários golpistas com apoio da mídia fascista. Os deputados, golpistas, sem ética, da Câmara Federal não vão parar facilmente com a tentativa de destituir a Presidente. Todo cuidado é pouco. Todos devem se manter em vigília permanente.

  10. alvaro disse:

    É o Brasil a beira das trevas… temer como presidente e cúnha vice é como o inferno se instaurando na república.

  11. Messias Franca de Macedo disse:

    [Da Série ‘Ao que foi reduzido a nossa (nossa?!) Corte Suprema (Suprema!)’]

    … Prezado, egrégio, consciente e impávido jornalista Fernando Brito, demais congêneres desta conspícua Casa Cibernética ‘Tijolaço’,
    “e olhem” que o Pedro Taques e o Demóstenes Torres avisaram à nação acerca da ‘suprema tragédia anunciada’…

  12. Maria disse:

    E se eles tinham as passagens compradas a muito tempo…..

    O deles garantido. Dane se o Brasil. Se alguem aqui no fundão disser algo com . ….
    acovardado…..eles tem TV oficial para reclamar que somos desrespeitosos ….e nos continuaremos na nossa vidinha.

  13. Lenita disse:

    Sonhei que era um Sniper Americano e que tinha invadido o Planalto e mirado no Cunha, no Gilmar e no Moro (que por acaso estava reunido com esses dois crapulas). Que esse sonho signifique de forma simbolica a morte real desses personagens; que eles sejam acordados desse pesadelo e percebam sua condição de ratos, de seres das trevas, de “coisa indefinida” por serem demais horrendas… Preciso encontrar palavras para defini-los mas nenhuma palavra consegue definir o que esses seres me inspiram… Pensei ate no fime Dogville como parabola do mal incarnado nesses seres, ou seja, vermes… Grace, where are you ?!

  14. Messias Franca de Macedo disse:

    JURISTA WADIH DAMOUS IRÁ PEDIR IMPEACHMENT DO GILMAR MENDES

    Deputado do PT do Rio diz que vai pedir impeachment de Gilmar Mendes

    Damous: “ele [Gilmar Mendes] fala besteira todos os dias. Ele desonra a toga todos os dias”
    “Ele [o Gilmar Mendes] seria melhor que os medíocres deputados do PSDB”

    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2016-03/deputado-do-pt-do-rio-diz-que-vai-pedir-impeachment-de-gilmar-mendes

  15. Bernardo disse:

    É tudo uma esculhambação ; o STF vai agir e acabar com a farra de um de seus ministros. A imagem do país começa a se esfacelar na Europa (Der Spiegel) e isso é que traz insegurança aos investidores; a insegurança jurídica pode inibir quem tenha planos para o país uma vez que amanhã um ” delator” pode cismar com a cara de deles e inventar acusações como se tem visto ultimamente. Ele vai recorrer e um juiz que também não foi com sua cara pode condená-lo. Resumindo: chega de subjetivismos e arbitrariedades. A Justiça certamente não é isso.

  16. carlos disse:

    À bancarrota – “A verdade é que o banco está falido”, resume Tomaz de Aquino e Silva Filho, presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará. De acordo com o relatório dos auditores do TCU, há R$ 1,7 bilhão em empréstimos vencidos, mais do que o dobro do patrimônio líquido do BNB. “O governador está usando no BNB a mesma estratégia que levou o Banco do Estado do Ceará (BEC) à bancarrota.” Tomaz refere-se à ruinosa administração do governo de Tasso, que acabou deixando um rombo milionário no BEC. Em quatro anos, a instituição passou de exemplo de banco público estadual a uma situação caótica. Em 1999, o BEC tinha um déficit de R$ 900 milhões, resultante da excessiva liberalidade na concessão de créditos que acabaram não sendo pagos. Como no caso BNB, Tasso foi acusado de usar o BEC para conceder altos créditos a poucas empresas – muitas pertencentes a financiadores da campanha do governador e uma delas, a EIT, de propriedade de Geraldo Rola, participante do conselho de desenvolvimento estadual instituído por Tasso. Rola também consta do relatório do TCU como proprietário de uma das maiores devedoras do BNB, a empresa Maisa. O prejuízo do BEC acabou sendo coberto por um empréstimo que o governo estadual fez com o governo federal. A instituição foi federalizada no ano passado e deverá ser privatizada posteriormente. Políticos e sindicalistas reclamam que o prejuízo causado pela má gestão do banco está sendo coberto pelo contribuinte. Está em curso uma ação popular com o objetivo de responsabilizar o governo e os antigos administradores do BEC pelo rombo.

    Lavareda – Outra dor de cabeça para o governador deverá ser causada pelo sub-relatório da CPI da Câmara para tratar de irregularidades nos financiamentos concedidos pelo BNB com dinheiro do Finor. No escândalo que estourou em 1990, vários empresários foram acusados de usar notas fiscais frias para fraudar a prestação de contas ao banco. A acusação foi feita pelo empresário Carlos Wendt, do ramo de engenharia e construção, que afirmou em depoimento na Polícia Federal ter fornecido notas frias para muitos beneficiários de financiamento do Finor. Três das empresas citadas por Wendt pertenciam a Tasso. O processo acabou sem punir ninguém, já que prescreveu. Apesar disso, o deputado José Pimentel (PT-CE), que sugeriu a criação da CPI, afirma que vai citar o caso em seu relatório.
    Para piorar a situação de Tasso, começa a ser questionada a atuação da empresa MCI em seu governo. De propriedade de Antonio Lavareda e dirigida por Fernando Caldas – irmão de Eduardo Jorge Caldas –, a MCI presta serviços de pesquisa a vários governos estaduais e também ao governo federal. No Ceará, além das pesquisas, a empresa estaria fazendo também a intermediação entre as agências de publicidade e o Executivo. “A Secretaria de Governo tem contrato com a MCI, que passa a ser uma intermediária na contratação das agências”, estranha o deputado federal Sérgio Novais (PSB). Ele encaminhou pedidos de informação ao governo para saber porque a MCI foi contratada sem licitação. “O governo do Ceará terceirizou a Secretaria de Comunicação e o trabalho da MCI é coordenar todo o trabalho das agências”, afirma Elziane Colares, presidente do Sindicato das Agências de Publicidade do Ceará. Nesse episódio, Tasso vai tão longe em seu estilo globalizante de administrar que parece ter privatizado a própria máquina do Estado.

    Público e privado no mesmo prato

    Byron Queiroz, o apadrinhado de Tasso Jereissati, deve muitas explicações sobre sua gestão à frente do Banco do Nordeste do Brasil. Um dos pontos mais comprometedores é o fato de que, em meados da década de 70, Queiroz conseguiu através do BNB incentivos fiscais do Fundo de Investimentos do Nordeste (Finor) para três empresas de sua propriedade. À época da aprovação, a operação foi legal. Mas o problema passou a existir quando, em 1995, Queiroz assumiu a presidência do banco e passou a gerir operações de crédito feitas para as próprias empresas. Mais ainda: de acordo com informações da Sudene prestadas à CPI do Finor, as empresas de Queiroz estão há seis anos sem remeter balanços e prestar contas sobre os recursos recebidos. Elas estão, inclusive, inscritas no Cadin, que é o cadastro nacional de inadimplência para pessoas jurídicas. Questionado sobre a situação, o presidente do BNB respondeu através de sua assessoria que “são empresas que, a partir de 1993, passaram a pertencer a seus filhos” e também que “têm contabilidade nos moldes regulamentares”.

    Apesar da afirmação, até o final de julho, Queiroz ainda constava na Junta Comercial do Ceará como acionista das empresas Companhia Agropecuária do Médio Jaguaribe, Companhia Agropastoril Vale do Pavuçu e Fazenda Canto do Angico S/A. ISTOÉ questionou o ministro do Planejamento Martus Tavares, presidente do Conselho de Administração do BNB, sobre as providências tomadas com relação a essa esdrúxula situação em que o presidente do banco é responsável pela gerência de recursos repassados às suas próprias empresas ou à de seus filhos. Tavares passou à sua assessoria a informação de que o BNB “apenas opera o Finor, mas quem administra o fundo e suas operações é a Sudene”, concluindo que esses casos não seriam passíveis de análise do conselho. “A verdade é que essa situação deveria ser avaliada pelo Conselho de Administração do BNB, mas os conselheiros não se interessam em tratar disso”, critica o presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Tomás de Aquino e Silva Filho. outro crime desse vagabundo porque Tasso é afilhado dele.

    F.A.F.

  17. Messias Franca de Macedo disse:

    [Perdão pelo fora de pauta!]

    ALVÍSSARAS
    E para o bem e a honra da verdadeira nação brasileira!

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    As fragilidades financeiras apresentadas pelo Grupo Globo

    Por Ivson Alves

    Não tive acesso completo às demonstrações financeiras do Grupo Globo (Globopar) de 2015, pois, diferente de outros grupos econômicos (como a Abril, por exemplo), não as publicam em português e não permite acesso público, já que não é uma companhia aberta. No entanto, o que escapou por meio de matéria de Samuel Possebon, da newsletter Tela Viva, já demonstra a fragilidade financeira da holding dos Marinho.
    Pelo balanço, as houve piora nas receitas ( menos 2% em valores nominais no resultado consolidado, ou seja, sem contar a inflação) e no desempenho operacional (menos 16%). Assim, “grosso modo”, entrou menos 2% dinheiro e gastou-se mais 16%. No entanto, o lucro cresceu 30%. A “mágica” foi obtida pela elevação dos ganhos financeiros, especialmente com variação cambial e operações de “hedge”. O que isso quer dizer? Que a disparada do dólar, provocada pela crise política, salvou os Marinho de tomar prejuízo em 2015. Ou seja, eles se beneficiaram financeiramente da instabilidade política instigada pelos veículos do Grupo Globo. Outro componente importante foi a redução no pagamento de impostos, obtida por elisão fiscal (é diferente de evasão, mas não muito): menos 38,7%.
    (…)
    A maior parte da receita do grupo de empresas do grupo, obviamente, vem da publicidade. A Rede Globo, a vaca leiteira, tem uma tremenda vantagem para obter anúncios – é o chamado Bônus por Volume (BV), algo que só existe no Bananão e foi inventado por ela nos anos 60, durante a ditadura militar.
    Basicamente, o BV é uma propina legalizada paga às agências de publicidade para direcionarem as verbas que arrancam dos clientes para ela – se, por exemplo, a agência A tem contas no valor total de R$ 100 milhões dos cliente X, Y e Z, a Globo garante a ela receberá um percentual P, que é progressivo dependendo do investimento bruto, se convencer os clientes a anunciarem nela. Para dar argumentos à agência para que esta convença o cliente, a Globo conta com os números de audiência do Ibope, parceiro de décadas. Esses números, porém, começaram a ser postos em dúvida quando a alemã GfK chegou ao Brasil e já há anunciantes bem desconfiados de que estão sendo passados para trás há anos.
    (…)
    Assim, a queda de força política deverá, nos próximos anos, reduzir a margem de manobra dos Marinho pra continuar chantageando os governos. Na verdade, é possível que essa situação se inverta, ainda mais que, também nos próximos anos, a companhia precisará realizar investimentos pesados na digitalização de equipamentos – e em sua constante atualização – e na passagem para o mundo da internet, e a única fonte de dinheiro barato são os bancos estatais, especialmente o BNDES, que já auxiliou os Marinho em outros momentos difíceis.

    FONTE [LÍMPIDA!]: https://coleguinhas.wordpress.com/2016/03/20/as-fragilidades-do-grupo-globo/

  18. alberto disse:

    Tem uma petição no Avaaz pedindo a saída de Sérgio Moro. Está com mais de 90.000 assinaturas.

    Para assinar, basta ir no link:

    https://secure.avaaz.org/po/petition/CNJ_Conselho_Nacional_de_Justica_Destituicao_do_cargo_de_Juiz_Federal_do_Dr_Sergio_Moro/?crLGVdb

  19. Luís CPPrudente disse:

    Gilmar (PSDB-MT) o chefe dos capangas de Diamantino, pode dizer as asneiras e besteiras que quiser nas emissoras da Rede PIG, mas ele não manda no STF.
    O STF não pode aceitar o papel que o Gilmar (PSDB-MT) pretende que o STF cumpra: de uma instituição acovardada e dominada pelo medo.

  20. Brandao disse:

    Bom já que grampos ilegais, são legais, visto que, ninguem se importa com o ato e sim com o conteúdo, pergunto: Porque nao se grampeia o ministro Gilmar Mendes, o Juiz Moro, o Cunha… e depois que se divulgue os audios para os blog sujos. Nada mais justo.

  21. henrique de oliveira disse:

    LULA já tinha dito que a suprema corte do BRASIL é feita de covardes.

  22. Messias Franca de Macedo disse:

    UMA ANÁLISE PRIMOROSA E ACACHAPANTE SOBRE A ATUAL CONJUNTURA POLÍTICA

    ***

    #VaiTerFuga

    Por Celso Rocha de Barros

    Celso Rocha de Barros – cientista social, é doutor em sociologia pela Universidade de Oxford.

    21/03/216

    (…)

    FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/celso-rocha-de-barros/2016/03/1752180-vaiterfuga.shtml

  23. Alisson Souza disse:

    Fernandinho, será que o Brasil vai passar a semana santa sorrindo? Espero eu que sim.

  24. Glauco disse:

    Pensei que a Klausdete tivesse vazado do Tijolaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *