Gilmar não aparece em discussão sobre suspeição de Janot

suspeicaojanot

Começou o julgamento do pedido de suspeição de Rodrigo Janot por Michel Temer, no qual pede que o Procurador Geral da República fique impedido de tocar, no que tange à Presidência da República, dos inquéritos disparados a partir da delações de Joesley Batista e seus prepostos na JBS.

Na abertura, a presidente da corte, Cármem Lúcia, anunciou a “ausência justificada” de Gilmar Mendes, a pretexto de um seminário qualquer, na audiência em que ele poderia “descascar” à vontade Rodrigo Janot, sem sequer o contraponto de Luís Roberto Barroso, que se encontra no exterior.

O resultado, que já era previsível, sem Gilmar é absolutamente certo.

Dúvida há é se Janot, confirmado na acusação, apresentará hoje a segunda peça de denúncia contra Michel temer ou deixará que a quarta-feira seja de Moro, para apresentá-la amanhã ou depois.

contrib1

Comentários no Facebook

21 Respostas

  1. ADIRSON JOSÉ DE SOUZA disse:

    Ministério Público/Procuradoria, no presente caso, existe para acusar, com ou sem provas, enquanto o Advogado existe para defender contra provas reais ou meras suposições. Juiz é que deve ser imparcial e deve (ou deve-se) ser julgado impedido quando tiver relacionamento comprometedor com a parte acusada ou com advogados e procuradores. Quem deve acusar o Temer, no presente processo é o Janot mesmo, e é natural que sua opinião seja a de prender o Temer. Ele só vai acusar, é o papel dele, quem poderá condenar é o STF. Questões absurdas como essa proposição do Temer, o STF deveria recusar no ato do recebimento!

    • Messias França de Macedo disse:

      …Oxente, o STFede acolheu com louvor o golpeachment, não sei por que a surpresa!
      Risos

  2. Miguel Silva disse:

    Continuo sem resposta às minhas indagações. Por que os ministros do STF viajam tanto para o exterior? E sempre pra destinos bacanas e nunca para Burundi, Afeganistão, Síria, e outros lugares desse nível.

  3. Messias França de Macedo disse:

    … O STFede!…

  4. Eduardo disse:

    Gilmar Mendes gosta é do Jornal Nacional! Além disso, ele é suspeito até o ?ltimo fio do cabelo, mas não se declara. Prefere desprezar os problemas da nação e de quem lhe paga acima do teto e prestigiar suas palestras e proezas! Olhem só onde os brasileiros amarraram suas éguas!

  5. Pereira disse:

    Um povo que funciona à reboque dos marinhos dá nisso.

    REFORMA POLÍTICA JÁ!
    CONSTITUINTE JÁ!
    MUDANÇAS AMPLA GERAL E IRRESTRITA NO JUDICIARIO JÁ!
    DIRETAS JÁ!

  6. Messias Franca de Macedo disse:

    … O “supremo” DEMoTucano gilMAU é ladrão e vacilão!
    A cara do STFede!

  7. Messias Franca de Macedo disse:

    O Golpe perfeito!
    E certo “líder do Alto Comando do golpe [vagabundíssimo]”!
    https://www.youtube.com/watch?v=xMrFuJW-25Q

  8. Alcan disse:

    Extra Extra Extra — BOMBA!!!!!!!!!
    Segundo delatores temer/cunha compraram o golpe com dinheiro da JBS.

  9. Messias Franca de Macedo disse:

    Perdão pelo fora de pauta não tão fora de pauta assim!

    O honrado e destemido Paulo Okamotto “enterra o terreno da Odebrecht no CUnha da obscuridade jurídica do DEMoTucano agente da CIA rábula ‘psicoPATO’ ‘mor(T)o'”!

    ***

    OKAMOTTO ESCLARECE MORO QUE TERRENO ANALISADO EM AÇÃO NUNCA FOI DO INSTITUTO LULA
    Em depoimento prestado ao juiz federal Sérgio Moro, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, esclareceu que o terreno implicado na ação movida por Moro jamais foi do Instituto Lula; Okamotto também esclareceu que Lula não é dono do Instituto Lula, que não é uma empresa ou propriedade privada, mas uma associação sem fins lucrativos – ou seja, nada que seria do Instituto Lula seria patrimônio do ex-presidente

    13 DE SETEMBRO DE 2017

    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/317034/Okamotto-esclarece-Moro-que-terreno-analisado-em-a%C3%A7%C3%A3o-nunca-foi-do-Instituto-Lula.htm

  10. Edmilson disse:

    Se Gilmar aparece, o representante do MP poderia pedir em preliminar que Gilmar Mendes fosse considerado impedido de participar do julgamento em razão da série de declarações desairosas por ele lançadas contra Janot. Bastaria apresentar as manchetes de jornais e estaria fartamente demonstrada a inimizade entre ele e o PGR. Imaginem a saia justa em que ficariam os ministros…

  11. Luiz Carlos P. Oliveira disse:

    Sete golp… opa, sete ministros já votaram contra a suspeição do Janot. A pergunta que todo mundo quer saber: semana que vem, quando o jaguar sair da PGR, quem assume o processo contra o Temer? O Dodge? Não seria melhor passar para o Fusca?

  12. Frede69 disse:

    STF = simulacro de tribunal federal

  13. Márcio Martins disse:

    O STF, com ou sem Gilmar, tanto faz quanto fezes…não agradam nem a direita, nem a esquerda…agradam apenas às elites!

  14. Pafúncio Brasileiro disse:

    Gilmar, espécie de Rasputin (eminência parda na Corte do Tsar) nacional, manobra em todos os setores da vida nacional e age politicamente em tudo. Com o TEMERidade na presidência, Gilmar, sente-se totalmente a vontade e dá as orientações e pitacos diários. Quando sente que o caldo vai “entornar” para ele, então dá saídas estratégicas e fica quieto por uns dias, some do notíciário. Ah, esqueci de informar: ele é juiz no stf.

  15. enganado disse:

    O Gilmar “”DANTAS”” não foi porque no dia do julgamento do pedido de suspeição de Rodrigo Janot por Michel Temer, o mesmo tinha dado folga aos capangas de sua guarda pessoal; pois foram todos para Mato Grosso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *