Folha repete o Dr. Mentira para atacar “Mais Médicos”. E é pega em flagrante.

A tolice da matéria de ontem da Folha, que a gente apontou aqui, era só uma amostra do péssimo jornalismo que ela resolveu fazer contra o “Mais Médicos”.

Anuncia que as prefeituras vão demitir seus médicos para fazer economia, colocando no lugar um profissional do “Mais Médicos”.

Isso é, sem meias-palavras, mentira.

E a Folha saberia – se é que não sabe – que, ao demitir um médico das suas unidades básicas de saúde, uma prefeitura perde os recursos que o Ministério já paga para que ela lhe custeie o salário, encargos e demais despesas.

Mas a Folha não foi sequer ouvir o Ministério da Saúde antes de abrir manchete.

Pegou boatos recolhidos por três funcionários em Manaus, Fortaleza e Recife, com a ajuda dos CRMs locais – duvido e faço pouco que os repórteres tenham viajado centenas de quilômetros pela selva e pelo sertão-  juntou tudo em São Paulo, bateu no liquidificador e fez uma peça digna de qualquer jornaleco sensacionalista.

A prova da mentira deliberada está aqui, neste vídeo, gravado diante dos repórteres da Folha, no dia 14, onde o ministro Alexandre Padilha explica que as prefeituras que fizerem isso perderão dinheiro, em lugar de ganhar.

A mesma informação pode ser lida aqui, na página do MS.

A Folha não precisava, aliás, nem ter ouvido o Ministério. Bastava que fizesse o que eu fiz, buscar no Google.

Mas não fez e, dessa forma, igualou-se ao espertalhão de Goiânia que quis justificar a sua demissão como uma “invasão dos cubanos”.

Certamente, entre as quase quatro mil prefeituras do país inscritas no “Mais Médicos” haverá demissão de algum profissional. Porque não aparece para trabalhar, porque brigou com alguém, porque, simplesmente, resolveu que não quer mais aquilo. Como acontece com qualquer profissão.

Transformar isso num problema do programa é simples desonestidade e sensacionalismo barato.

Barato, não, caro, porque desqualifica uma iniciativa que é importantíssima para a saúde e a vida de milhões de brasileiros pobres.

Daqui a pouco, estará rodando na internet este “escândalos”, movidos pelas reproduções de “coxinhas” e “anonimous” factóides de classe média, que, além de não terem capacidade de compadecer-se com a situação do povo pobre, não têm capacidade para raciocinar e verificar informações, exatamente como fez a Folha.

Se nesse país houvesse coragem para enfrentar e justiça para proteger a verdade, amanhã a Folha estaria sendo obrigada a publicar um desmentido de primeira página, em letras garrafais como as que usa para mentir.

Mas – e olhe lá – gaguejará “esclarecimentos” amanhã e sua ombudswoman, uma pessoa reconhecidamente gentil, escreverá “ai, que coisa feia, pessoal…”.

Comentários no Facebook

17 Respostas

  1. Marcos disse:

    Eu tenho NOJO do PIG!!! Mais jornalismo, já!

  2. Gustavo disse:

    E a reportagem do bom dia Paraná em que a vice – prefeita de Bocaiúva do Sul admite que vai fazer isso? Tmbm eh jornalismo coxinha PTtralha?

  3. Oziel de Souza disse:

    Pelo jeito quem precisa de melhor faro jornalístico é esse blog defensor do governo. Quem disse que o Padilha só fala a verdade? Só tolos acreditam nisso. Procure você a verdade e verás que muitos médicos estão sim sendo demitidos de seus empregos para que sejam alocados médicos provenientes do programa federal.

  4. Lana disse:

    Estão pagando quanto para vcs veicularem mentiras????? Inadmissível matérias como esta! Deviam ser presos por mentir pra população! Tenham vergonha na cara e dignidade! Respeitem o pais de vcs!!!!

  5. andre Peixoto disse:

    Já tenho colegas em Recife, Gravatá, Olinda, e Abreu e Lima que já foram demitidos. O programa não era pra tomar o emprego dos médicos brasileiros… Realmente Dilma abriu guerra contra a população brasileira. Quero ver quem tem mais credibilidade esse blog ou a folha de sao paulo. esse blog nao conseguirá esconder a verdade.

  6. andre Peixoto disse:

    eu sou médico, e tenho alguns amigos que foram demitidos sim aqui em Recife para colocar no lugar medicos que se formaram em cuba com dinheiro do PT e do MST.

  7. andre Peixoto disse:

    vou denunciar esse esquema antigo das prefeituras aqui : o prefeito demite nedico do programa de saude familia a cada 3 meses, porque por lei ele continuara recebendo a verba daquele medico que foi demitido por mais 3 meses. E se por ventura o medico que foi demitido nao entrar no site do cnes( cadastro nacional) e solicitar a retirada do seu vinculo daquela prefeitura que o demitiu, o prefeito continuara recebendo a verba por tempo indefinido, e nem se preocupará procurar outro medico até que alguém reclame.

  1. 30/08/2013

    […] Folha repete o Dr. Mentira para atacar “Mais Médicos”. E é pega em flagrante […]

  2. 30/08/2013

    […] A tolice da matéria de ontem da Folha, que a gente apontou aqui, era só uma amostra do péssimo jornalismo que ela resolveu fazer contra o “Mais Médicos”.  […]

  3. 30/08/2013

    […] See on tijolaco.com.br […]

  4. 31/08/2013

    […] Mas fique tranquila. A senhora está em boa companhia. A Folha fez o mesmo com a tal história da demissão de médicos para dar lugar aos cubanos. […]

  5. 31/08/2013

    […] Fernando Brito já escreveu alguma coisa sobre a nova farsa da Folha, cuja manchete hoje é nada mais que um ataque político rasteiro à […]

  6. 31/08/2013

    […] Fernando Brito já escreveu alguma coisa sobre a nova farsa da Folha, cuja manchete hoje é nada mais que um ataque político rasteiro à […]

  7. 31/08/2013

    […] Fernando Brito já escreveu alguma coisa sobre a nova farsa da Folha, cuja manchete hoje é nada mais que um ataque político rasteiro à […]

  8. 31/08/2013

    […] Fernando Brito has already written something on this latest farce from the Folha, whose headline tody is nothing more than a sleazy political attack on the federal initiative to increase the number of physicians per capita. […]

  9. 31/08/2013

    […] Fernando Brito já escreveu alguma coisa sobre a nova farsa da Folha, cuja manchete hoje é nada mais que um ataque político rasteiro à […]

  10. 01/09/2013

    […] Mas fique tranquila. A senhora está em boa companhia. A Folha fez o mesmo com a tal história da demissão de médicos para dar lugar aos cubanos. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *