Federação dos Engenheiros: Temer quer demolir empregos

ponte2

Ontem, publiquei aqui a notícia de que o governo estudava flexibilizar as regras para permitir que as empreiteiras estrangeiras viessem fazer grandes obras no Brasil – as nossas estão proibidas ou desmontadas para fazê-las – trouxessem livremente engenheiros estrangeiros para tocá-las.

A coisa, porém, é pior, como relata a nota que recebo da Federação Nacional dos Engenheiros, leia só:

O governo federal anunciou o envio de um projeto de lei, ao Congresso Nacional, com o objetivo de flexibilizar a regulamentação profissional de engenheiros estrangeiros. Isso significa que, mesmo diante de um trágico cenário de desemprego na engenharia brasileira, o governo irá privilegiar profissionais de outros países. Esta é uma medida entreguista que aprofunda a desnacionalização da economia e o desmonte da engenharia e da soberania. Atualmente, de acordo com um levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) há, pelo menos, 8.239 obras paralisadas em todo o país, num total de investimentos de cerca de R$ 32 bilhões. Esse cenário significa milhares de engenheiros desempregados no Brasil sem reposição dos postos de trabalho. Este processo foi iniciado pela Operação Lava Jato, que priorizou a penalização das empresas, no lugar das pessoas. Repudiamos a corrupção e reivindicamos a punição de responsáveis, mas não podemos permitir esse método, que desmonta a engenharia brasileira e criminaliza as empresas.

Com o aquecimento da economia, entre os anos de 2002 e 2014, o país viveu um período de pleno emprego da engenharia. A preservação das empresas nacionais, o investimento público em infraestrutura e a valorização dos engenheiros brasileiros representam saídas para a crise econômica, uma vez que o mercado de trabalho da engenharia tem relação direta com o crescimento do país. O Brasil possui uma geração de engenheiros e de engenheiras altamente competentes com excelência tecnológica que, inclusive, foi responsável por uma das mais notáveis descobertas mundiais: a prospecção de petróleo em águas profundas, técnica que possibilitou a descoberta do pré-sal.

A justificativa do governo federal para “destravar o mercado da construção civil – imobiliário e de infraestrutura – para estrangeiros” é falaciosa e tem a finalidade de entregar o Brasil e os empregos a estrangeiros. Há que se destacar que não existe reciprocidade em outros países para a entrada e a admissão de engenheiros brasileiros.

Repudiamos, veementemente, esta medida e convocamos todos os profissionais, estudantes e entidades representativas dos profissionais e empresas de engenharia do Brasil para se mobilizar contra esta medida que acaba com o mercado para os profissionais e empresas brasileiras.

Sobre o assunto, recomendo também a leitura do texto do engenheiro e  professor Francis Bogossian , presidente da Academia Nacional de Engenharia, publicado pouco tempo atrás em O Globo.

contrib1

Comentários no Facebook

13 Respostas

  1. renato arthur disse:

    Acredito que Federação Nacional de Engenharia deveria também mobilizar os estudantes das nossas Universidades sobre o que ocorre no Brasil. Fazer faculdade para que? Que futuro terá a nossa juventude e agora com a dificuldade de emprego um entre quatro que cursam o segundo grau estão desistindo para arranjar qualquer coisa para se sustentar. Qula é o futuro do Brasil?
    Do blog 247: Instrução Normativa nº1.743 (IN 1.743), que altera a Medida Provisória 795 (MP795), e que pode entrar na pauta do Senado ainda nesta terça-feira (17), prevê zerar a tributação sobre a importação de navios, o que poderá levar os estaleiros nacionais ao colapso; somente em Pernambuco, o EAS, que emprega 3,5 mil trabalhadores, teve suspensa uma encomenda de cinco navios, uma vez que o cliente, agora, espera a possibilidade de importar os navios de estaleiros asiáticos sem impostos de importação

  2. renato arthur disse:

    Sou obrigado a concordar com os comentários que a maioria dos diplomados foram para rua apoiar o golpe, isso que na época anterior e no governo do FHC engenheiro passava fome e mudava de profissão, foi no Governo Lula e Dilma que a mão de obra da engenharia foi absorvido, praticamente não havia profissionais desempregados. Como disse alguém trate um cachorro com respeito e ele não lhe morderá a mão, mas com o ser humano é diferente.

  3. Carlos Roberto disse:

    Definitivamente o golpista Termer é louco e neste exato momento tenta destruir a industria naval brasileira e tudo de pior que acontece neste momento com o Brasil é sim de total responsabilidade da Rede manipuladora Globo e seus artistas golpistas.

  4. Homem das Borgas disse:

    Relembrar é preciso.

    Em determinado momento do governo LULA, tínhamos tanta carência de engenheiros no Brasil que o governo , mediante convênios, buscou a revalidação automática de diplomas de engenheiros formados em Portugal ou Espanha.

    Muitos jovens, diante da perspectiva generosa, optaram por engenharia quando escolheram uma carreira, mas o eterno senso do atraso da nossa “elite” econômica frustrou mais uma vez nossa juventude e o sonho de construção de uma NAÇÃO na “pátria do evangelho” segundo determinada corrente religiosa que aqui se cria.

    Imagino que seja o evangelho segundo Satanás.

    Quanto a esse des-governo, que siga o desmonte a que se propõe, desmoralizando as forças do atraso a cada dia, até que o POVO tome vergonha e se levante, parta pra briga, cansado de tanta humilhação, se assim alma tiver.

  5. Tinha um monte de engenheiros lá na Paulista pra derrubar a Dilma. Não foi pra isso que apoiaram o golpe?

  6. Maria disse:

    Sinto muito, mas eles pediram isso. Foda-se! Estão na mesma escala dos pobres. Lhes foram tirados os direitos.

  7. José Ademar disse:

    É verdade.

    A classe dos engenheiros do Brasil de meu povo nada fizeram para impedir o golpe e são fiadores.

    Da série de Agnaldo Silva e Benedito Rui Barbosa:O Golpe deu Erradíssismo,Graças Adeus!;o Brasil passa mais uma vergonha a nível mundial e dessa vez a chinelada de hoje foi da OIT.

    Temer,Drogado,Cunha,Lava Jato,PAULO SKAF,mídia podre,classe merdia,parabéns a todos!

    Vocês apertaram o botão errado do elevador e fomos parar no inferno.

  8. Pedro Lemus disse:

    tem um monte de engenheiro trabalhando de uber, defendo bozonaro, atacando o pt… tem mais é que se f#%@ mesmo…

  9. Antonio disse:

    A CULPA É DO LULA

    Coreia do Norte diz que guerra nuclear pode começar ‘a qualquer momento’
    REUTERS

    Em declaração ao comitê de desarmamento da Assembléia Geral da ONU, o embaixador adjunto da Coreia do Norte nas Nações Unidas, Kim In Ryong, disse que o país é o único do mundo que foi submetido a “uma ameaça nuclear tão extrema e direta” dos Estados Unidos desde a década de 1970, e que tem o direito de possuir armas nucleares para defesa própria

    Já comprou o seu spray anti-radiação?

    Quase você não encontra nos supermercados.
     

  10. Julio Cesar Novaes disse:

    Sinceramente, quero que eles se fodam, uma, se fodam, duas e se fodam, três vezes!!!

  11. Marco Antônio disse:

    Parabéns a todos os engenheiros e outras categorias de idiotas que vestiram a
    camisa da seleção brasileira e foram pra rua pra tomar na bunda.

    Meus Parabéns!!!!

  12. Jonny disse:

    As associações de engenheiros, ao que me lembre foram contra o golpe, os CREAs tb me parece. diferente da OAB, que se pronunciou diretamente a favor do golpe. Claro que, nesse, assim como em todos os meios, teve gente que foi a favor e foi contra. Os médicos, por exemplo, foram muito piores, com grandes turmas nas postas das faculdades postando cartazes do Aécio….arrgghhh!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *