Esses bolivarianos…ACM Neto apreende a “Skol subversiva”, Alckmin contrata “trolls”

cerva

O prefeito de Salvador, ACM Neto, mandou apreender cervejas nos supermercados de Salvador, um passo adiante no que já tinha feito com os ambulantes, que são obrigados a vender as marcas Schin e Itaipava, patrocinadoras da Prefeitura no Carnaval. Agora, fiscais da  Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom), entraram nos  supermercados da região carnavalesca – imaginem o que é  “região carnavalesca” em Salvador! – e apreenderam caixas e caixas de cerveja Skol, sob o argumento de que estavam sendo vendidas no varejo e não no atacado.

Um “blister” de 12 latinhas foi considerado “varejo” e uma consumidora foi proibida de comprar uma caixa da marca.

Já em São Paulo, o governador Geraldo Alckmin ” vai apostar em novas estratégias, que incluem até o uso de jovens youtubers, para defender a importância da reorganização escolar”.

Ou seja, seu secretário  de educação, aquele mesmo que  acha um absurdo juiz não poder ir a Miami toda hora comprar ternos, ,vai contratar “militantes virtuais” para defender o fechamento de escolas.

Dá para imaginar o  escândalo que seria um governo de esquerda fazer coisas semelhantes?

Diriam, na melhor das hipóteses, que eram gestos bolivarianos, se é que não iam comparar à Coreia do Norte.

Tem de avisar ao Caetano para mudar os versos:

A gente se embala se embora se embola
Só pára na porta da igreja
A gente se olha se beija se molha
De chuva suor e cerveja,
Mas só Schin e Itaipava
Senão o Grampinho me trava

Comentários no Facebook