Doria: a ruína da ambição sem caráter

doriadataf

Alguém pode se surpreender com o fato de o Datafolha revelar que João Doria Júnior, depois de 11 meses no cargo que usa como plataforma de suas ambições, tenha saído da condição de “grande novidade” da política para se tornar um governante rejeitado pelo povão e sustentado apenas pela elite rica de São Paulo?

Ainda sustentado, diga-se, porque à medida em que se evidenciar que Doria é fósforo queimado, ela o abandonará por algum brinquedo novo, por um novo boneco que com que possa engambelar a classe média  e manter o poder.

Fósforo queimado, sim, porque os 39% de ruim e péssimo que a pesquisa publicada hoje pela Folha lhe atribui se iguala, dentro da margem de erro, à avaliação que tiveram Celso Pitta (42%), Maluf (41%) e Jânio Quadros (40%).  E iguala, pelo avesso,  à que teve Haddad, com seu erro de crer que a São Paulo “cult” é maior que a São Paulo do povão, com o qual não soube dialogar e se fazer entendido.

O fracasso rotundo de João Doria é um destes momentos em que, nos tempos duros que vivemos, realimenta a convicção de que a seriedade política tem seu valor e que os aventureiros estão fadados a desmascararem-se em sua farsa.

Essa é a diferença que faz com que Dória, em 11 meses de comando da maior cidade do país, com farta promoção e publicidade, atinja um nível de rejeição que exigiu anos e anos de acusações, perseguições e morices  a construírem para Lula e que vai se desfazendo, porque o Lula real sobrevive, enquanto o Doria “gestor” se desfaz.

A verdade, dizia sempre Leonel Brizola, é a realidade. E a realidade teima em surgir, teimosa,  mesmo quando sobre ela se derrama a crosta da propaganda e da manipulação.

Doria é, de fato, o “anti-Lula” que apregoaram ser. Não porque pudesse vencê-lo eleitoralmente, o que nunca pôde,  mas porque é fugaz como tudo o que não brota da vida real.

Ah, e na fria realidade da política, que descarta o inservível, o ex-candidato a presidente caminha para ser, também, o ex-candidato a Governador.

Ou para, aventureiro que é, empurrar todas fichas à mesa e levar junto Geraldo Alckmin, que chora lágrimas de arrependimento de ter criado seu “gremlin”.

 

contrib1

Comentários no Facebook

23 Respostas

  1. renato arthur disse:

    A maior farsa que temos no Brasil é o sistema judiciário, Doria é um farsante desmascarado.

  2. Zoé Brasileira disse:

    Doria parece ser o doce de leite (ou de botox) desse blog: tem sempre um espaço garantido para sua minúscula pessoa.

  3. baader disse:

    não precisamos falar nada mais sobre esse sujeitinho (e sua outra metade: seus eleitores. será que aprenderam ou vão agora com um tal de d’avila para governador?)
    e eduardo paes será candidato ao gov.rio pelo…PDT. coitado do ciro, vai ter que engolir metade das coisas que diz. ou continuará dizendo que sua errante vida partidária é uma tragédia e que ele não tem culpa por andar com corruptos (poupados ou denunciados). quanto mais se movimentam, mais claro vão ficando as coisas entre os candidatos a candidatos. enquanto isso, sob vários aspectos, Lula reina absoluto. estamos por isso assistindo os passos rápidos do judiciário na sua caçada ao líder. no que eles apostam? se for na suposta acomodação dos brasileiros, podemos lembrar das ruas de curitiba cheias de “vermelhos” quando LULA LÁ foi encarar o justiceiro de primeiro piso.

  4. José Ademar disse:

    Eu não sei ler pesquisas como Fernando Brito,técnicos do Vox Populi,apesar esconder o jogo na última pesquisa Falha da SP,Reuters,CNN e cia,mas acho que a pesquisa reflete um pouco a despolitização do paulista.

    Como é que esse prefeito depois todascas presepadas que fez esse ano,desde o aumento em incêndio em favela,meter a porrada em doentes do crack,medicamentos vencidos,marcar com pincel atômico 1100-P a mão de crianças para não repetir a merenda,etc,etc,esse cara ainda tem 29% ótimo/bom e 31% razoável.

    Só sendo coisas de São Paulo e interior(Paraná).

    Fora isso,será que Leonel Brizola estaria contente com a chegada de Eduardo Paes no PDT para 2018?

    Pelo menos essa Fernando Brito poderia responder.

  5. Carlos disse:

    Ex-candidato a presidente, ex-candidato a governador e futuro prefeito não reeleito de Sampa. A carreira política do Riquinho será muito curta. Vai voltar a ser organizador de passeata de cachorro. O povão tá arrependido, inclusive a classe média de merda que mora na periferia mas se acha grande coisa.

  6. Thiago disse:

    Esse Dória sempre foi uma farsa, mas parece que só agora o paulistano está percebendo isso. Bom, antes tarde do que nunca.
    Tem coisas que se aprende desde criança mas que fica para toda a vida, mentira tem pernas curtas. Esse João Dória não se reelege, o povo está se dando conta de que ele nunca quis ser prefeito, ele apenas quis usar a prefeitura de São Paulo como trampolim para ser presidente. Eu espero que a ruína de Dória seja também a ruína do PSDB em São Paulo.

  7. Tissó Kavara disse:

    Isso é o resultado da “ração pra pobre”.

    • Policarpo disse:

      tic tac tic tac
      Seu tempo está acabando e vocês ainda não escolheram o anti-povo para a eleição
      tic tac tic tac
      Sinto um certo desespero no ar
      tic tac tic tac
      Tico & Treco vão ter de rebolar, rebolar, rebolar…
      tic tac tic tac
      O meninos do mbl/rl vão ter que se empanturrar com a farinata do Doria

    • Salvador disse:

      Não, isso é resultado de confiar na “classe média”

  8. João de Paiva disse:

    Já comentei aqui: Dória foi almoçado por Alckmin e está sendo jantado por JS-Tarja-Preta. Embora alguns analistas tenham ido na conversa mole de que JS gagá ou decrepto, aquela cena dele com um colunista do PIG/PPV, dando a entender que sequer sabia os países que compõem o BRICS foi apenas um jogo combinado. JS formulou o PLS-131/2015, que veio a se tornar lei e causou a entrega do Pré-Sal às petroleiras estrangeiras e o desmanche da Petrobrás, da indústria nava, do setor de óleo e gás e petroquímico. JS deixou o MRE, para ficar nas sombras, depois que, por um dia, o PIG/PPV noticiou a propina milionária que ele recebeu na Suíça. além de mais 4 anos de mandato, JS quer voltar ao Palácio dos Bandeirantes, para que os rapineiros continuem no comando do feudo paulista. João Botox não será candidato ao governo do estado. Na PMSP ele não conseguirá se reeleger nem fazer o sucessor; está morto polìticamente.

  9. HOCUS POCUS disse:

    —————-para se tornar um governante rejeitado pelo povão e sustentado apenas pela elite rica de São Paulo?—————— o mesmo “povão”,massa POBRE E IGNORANTE ,ADMIRADOR DOS “GRAVATINHAS PERFUMADOS” QUE SEMPRE METERAM A MÃO NO SEU BOLSO.
    Não se pode usar o aumentativo de POVO para nomear essa corja de imbecis,mortos de fome que votaram no botox.
    Não se trata de inteligência ,nem instrução, É PURA LÓGICA,fácil de entender como fácil é caminhar pra frente.
    A classe mérdia paulista,a gente já conhece pela sua limitação intelectual e particularmente MORALa classe rica não elege ninguém são poucos os que podem ser chamados de ricos ,.

  10. Amarildo Barbosa disse:

    A direita tá uma lástima. Foi muito hilário o chororô de Reinaldo Azevedo ontem (04) às 18h na BandNews, dizendo que os tucanos ressuscitaram Lula e que não tem nenhuma culpa de terem criado o monstrengo, que chamam por aí de Bolsonaro.

  11. ANTONIO CARLOS MARTINS disse:

    Primeiro. O cara ganhou a eleição para preço de Sampa.pq.foi apresentador de TV.otima performance na TV.horario.gratuito.segundo o por de SP.tucano até a [email protected] achou que poderia enganar os incautos por longo tempo…….

  12. ANTONIO CARLOS MARTINS disse:

    Corrindo.pig de Sampa. Prefeito de SP

  13. Christiano Almeida disse:

    Ó, menina veneno, estás de volta?

  14. alvaro disse:

    a prefake cinzenta grosseirona vai da chilique.

  15. Luiz Carlos P. Oliveira disse:

    Doriana… derreteu mais rápido que sua “homônima” em microondas. Kkkkkk.
    A elite paulistana é bizarra.

  16. Luiz Carlos P. Oliveira disse:

    Será que os golpistas já se deram conta de que colar o selo de “anti-Lula” na testa é atestado de burrice? Quantos anti-Lula já deram com os burros n’água? Como esses caras são patéticos.

  17. C.Poivre disse:

    Quantas decepções mais um paulistano (e um paulista também) precisa ter para deixar de votar nestes pilantras do P$DB?

  18. Carlos disse:

    Tem mais um coisa: qual seria a taxa de rejeição do “jestor” se ele sofresse uma campanha negativa à sua pessoa em todos os veículos de comunicação 24 horas por dia somada a uma campanha negativa contra o seu partido de mesma intensidade? A popularidade do Riquinho estaria no mesmo patamar em que se encontra a de temer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *