Doleiro delata Aécio e dono do Ibope

1a

A Folha divulgou uma bomba há pouco.

A gente já sabia, mas é divertido ver a imprensa ser obrigada a informar algumas verdades de vez em quando, forçada pelos fatos. O jornal tenta disfarçar. A notícia fica escondida.

O título é o mais discreto possível: “Outras estatais pagavam políticos, diz doleiro”.

Outras estatais?

Aí sabemos que, entre as “outras estatais”, está Furnas, pagando mensalão a Aécio Neves, funcionando de 1994 a 2001, sete alegres anos de roubalheiras.

A coisa fica ainda mais picante quando envolve o dono do Ibope, Augusto Montenegro.

Só falta aparecer a Globo!

É como dizia Raskolnikov, protagonista de Crime e Castigo, do Dostoiévski: mate uma pessoa e será um assassino, mate 1 milhão e será um líder político.

Roube 1 milhão e será um ladrão.

Roube 1 bilhão e será um barão da mídia, respeitado no mundo inteiro.

Trechos da matéria da Folha:

“No caso do Denatran, dois ex-deputados do PP –João Pizzolatti (SC) e Pedro Correia (PE)– serão investigados pela suspeita de terem recebido propina de R$ 20 milhões.

Segundo Youssef, o órgão fez um convênio com a Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e de Capitalização para a instituição passar a fazer um registro específico dos veículos nacionais. Sem concorrência, a Fenaseg contratou a empresa GRF para realizar o serviço.

Segundo consta no inquérito, a GRF era de Carlos Augusto Montenegro, presidente do instituto de pesquisa Ibope, que seria responsável pelo pagamento da propina.

“O negócio teria rendido cerca de R$ 20 milhões em comissões para o PP, montante que seria pago em vinte parcelas”, disse Youssef ao depor. “As parcelas eram pagas por um empresário de nome Montenegro, dono do Ibope.”

O doleiro acusa o ex-presidente da CBTU, estatal federal de trens urbanos, Francisco Colombo, de ter repassado R$ 106 mil apreendidos em 2012 pela Polícia Federal no Aeroporto de Congonhas (SP) com o funcionário da Câmara Jaymerson de Amorim.

Segundo o depoimento, o dinheiro foi pego por Colombo com Youssef dias antes e era destinado ao senador Benedito de Lira (PP-AL) e ao deputado Artur Lira (PP-AL).

Youssef relatou ter informações de que havia um esquema de pagamento de suborno em Furnas, estatal do setor elétrico, que teria funcionado entre 1994 e 2001, durante o governo do tucano Fernando Henrique Cardoso. O doleiro contou que nessa época atuava como operador financeiro do ex-deputado do PP José Janene, morto em 2010.

Segundo ele, Janene recebia propina de duas empresas contratadas por Furnas. Youssef disse que presenciou Janene receber suborno de uma destas empresas e que, de 1996 a “2000 ou 2001”, a empresa repassou US$ 100 mil por mês ao PP.

O doleiro afirmou que Janene lhe disse que “dividia uma diretoria de Furnas” com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que na época era deputado federal. Youssef disse ter “ouvido dizer” que Aécio também recebia propina. O Ministério Público não abriu inquérito contra o tucano.

[Observem como a Folha destaca o “ouvido dizer”. É o tipo de gentileza semiótica que nunca dão a Dilma].

A Folha procurou a CBTU, a assessoria do Ministério das Cidades, o presidente do Ibope e a assessoria do PP, mas não obteve retorno até a conclusão desta edição. “

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

26 Respostas

  1. andre disse:

    http://brasil29.com.br/delator-do-mensalao-tucano-entrega-aecio-e-anastasia-e-diz-que-tem-medo-de-morrer-2/
    Delator do Mensalão Tucano entrega Aécio e Anastasia e diz que tem medo de morrer
    Nilton Monteiro, delator do mensalão tucano mineiro é a principal testemunha do esquema de corrupção que envolve como principal mentor o Partido da Social Democracia; Em entrevista exclusiva ele entregou o ex-candidato a presidência da República Aécio Neves e o ex-governador de Minas Antônio Anastásia e diz correr risco de vida: “Tenho medo dessa máfia”

    Por Redação

    Quem vê aquele homem de cabelo grisalho, algemado, com uniforme de presidiário e chinelo de dedo nos pés, sendo escoltado por dois policiais militares pelos corredores do Fórum Lafayette, no centro de Belo Horizonte, não tem ideia de que se trata da mesma pessoa que entregou à Polícia Federal um esquema de corrupção do PSDB.
    Nilton Monteiro é a principal testemunha contra a cúpula do partido em Minas Gerais. Em 2005, revelou a trama urdida pelos tucanos para desviar dinheiro público para o financiamento das campanhas de Eduardo Azeredo à reeleição ao governo do Estado e de parlamentares de vários partidos, em 1998.
    Preso desde maio de 2013, agora no complexo penitenciário de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem, região metropolitana de BH, sob a acusação de coagir testemunhas em um processo em que aparece como falsário, Monteiro decide denunciar quem tem interesse em vê-lo atrás das grades. Ele se declara inocente e jura ser vítima de uma armação de políticos denunciados no esquema do mensalão tucano, que querem mantê-lo na cadeia afastado dos holofotes.
    O nome do senador Aécio Neves (PSDB-MG) encabeça a relação. “Por detrás da minha prisão está o Aécio Neves… Eu fui operador do esquema junto com o Marcos Valério”, frisa.
    Em entrevista ele entregou, Aécio Neves é a cabeça do esquema de Corrupção, além de Anastásia e outros vários da cúpula do PSDB.
    via GGN – Luis Nassif

    • Yule Cristina disse:

      Nosso judiciário é tão eficiente quando se trata de acusar, e prender os que denunciam as roubalheiras do PSDB, quanto o são quando se denuncia um políticos do PT. Certamente esse é o motivo pelo qual o papa vem aqui canonizar um político do PSDB, não tem nenhum sendo investigado, nem condenado, nem preso, só pode ser um partido de Santos. Será que os membros do judiciário vestidos com suas capas pretas vão participar da cerimônia de canonização?

      • Jose Medeiros disse:

        Quando passar em frente a uma igreja vou entrar e acender uma vela antecipadamente para seis futuros santos a serem canonizados ainda em vida e um beato a ser declarado por algum Sumo Pontífice. São eles: São FHC (o protetor dos humildes totalmente avessos aos arroubos de vaidade) São Alckmin (protetor dos pobres sujos e mal lavados de locais como o Pinheirinho/SP), São Serra (protetor dos estrangeiros das 7 irmãs multinacionais do petróleo, submetidos a riscos incalculáveis de perda de lucro gigantesco) São Agripino Maia, São Alvaro Dias e, principalmente, São Aécio Neves, cujo corpo será uma relíquia incorruptível, este santo inimputável que é o maior protetor das mulheres que sofrem violência dos machões. Quanto ao beato será um juiz dentre pelo menos meia dúzia deles ligados aos futuros santos, luminares totalmente probos, de reputação ilibada, que se dizem completamente apartidários e que nunca se deixaram pautar por uma rede demoníaca de tv que floresceu na ditadura e que hoje está demonstrando ser o inimigo numero 1 do Brasil e do seu povo

  2. renato arthur disse:

    em relação a lista do Janot, lembrei da marchinha de carnaval – zum,zum,zum, tá faltando um-

  3. Carlos disse:

    Sobre a presença de anastasia e ausência de aécio na lista de janotucano, diga-se: deve ser investigado o boneco, não o ventríloquo… O jogo é claro: entreguistas da política, da imprensa e até do judiciário tentando derrubar um governo nacionalista. Sei lá, já li alguma coisa sobre isso, algo que começou em 1954 e foi ter desfecho em 1964. Os militares acabaram arcando com a má fama por terem feito o trabalho sujo e o braço político/midiático da ditadura -políticos que formaram a ARENA e imprensa/mídia que insuflou o golpe, saudou-o, apoiou o regime e cresceu à sua sombra- está aí até hoje tentando emplacar um remake. Pobres paulistas ingênuos que desde 1932 tem esta mania de dar ouro e até pegar em armas para defender os interesses da “nobreza bandeirante”. Um grupinho deles vai participar da Marcha do Entreguismo no dia 15/3, 226º aniversário da data em que Joaquim Silvério dos Reis delatou os Inconfidentes a Portugal. A data da realização da Marcha do Entreguismo foi mesmo muito bem escolhida!

  4. José Carlos disse:

    O Aécio não era apenas deputado federal à época. Ele foi presidente da Câmara e é primo do Francisco Dornelles, um dos comandantes do PP.

  5. Ozzy Gasosa disse:

    A Folha procurou a CBTU, a assessoria do Ministério das Cidades, o presidente do Ibope e a assessoria do PP, mas não obteve retorno até a conclusão desta edição. “
    Procurou todo mundo menos o Aécio.
    Essa é a Foia!
    Jornaleco de quinta.

  6. luka disse:

    Delação premiada tá aí para isso, mas com o bundazé tanto fez tanto faz. Delação só serve para o Paraná?
    Cadê CPI de Furnas?

  7. Luiza disse:

    É óbvio que o caso de Furnas reserva fortes emoçoes aos brasileiros, caso a coisa seja mesmo levada a sério, porque dessa missa nao se sabe ainda nem a metade de toda a roubalheira do esquema. Se for mesmo investigada, aécio cai em queda livre e leva os comparsas da roubalheira junto. Tomara !!!

    Quero ver o psdb desmascarado e a sua gente atrás das grades !

    Se investigar, também, a Petrobras na época de fhc nao sobrará nada de fhc e seus comparsas, se é que esse péssimo brasileiro[fhc] ainda tem alguma reputaçao. Seria o lixo brasileiro sendo colocado prá fora com recibo e tudo. Ainda alimento a esperança de ver fhc mais desmoralizado do que já é. Lixo de político, lixo de presidente, lixo de honestidade e falso moralismo.

    Voltando a Furnas[do aécio e outros], do Azenha –
    “A Lista de Furnas é de 2002 e diz respeito à eleição de Aécio Neves. Esse caso de corrupção irrigou, através de processos licitatórios fraudulentos em Furnas e empresas que fizeram “caixinha”, a campanha tucana daquele ano não só em Minas, mas também em São Paulo, Bahia e outros estados.

    “A Lista de Furnas já teve sua veracidade comprovada pelo Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal (na íntegra, abaixo). E posteriormente o caso de corrupção foi atestado pelo relatório de 2012 da doutora Andrea Bayão, na época procuradora do Ministério Público Federal no Rio de Janeiro”.
    http://www.viomundo.com.br/denuncias/rogerio-correia-5.html

    Começei o domingo um pouquinho mais leve..

  8. MANREL disse:

    A PERGUNTA QUE FICA:
    PORQUE A GLOBO NÃO MANDA A GLÓRIA MARIA ENTREVISTAR O NILTON MONTEIRO?

  9. Luiza disse:

    (((((((((((( OUÇAM O AÚDIO ))))))))))) É A PÁ DE CAL NO PSBD E CONGRESSO

    ( OUÇAM O ÁUDIO DA PRINCIPAL TESTEMUNHA CONTRA AÉCIO E OUTROS ESQUEMAS DO PSDB )

    http://brasil29.com.br/delator-do-mensalao-tucano-entrega-aecio-e-anastasia-e-diz-que-tem-medo-de-morrer-2/

  10. j. andrade disse:

    Mas, obviamente, a Folha não procurou o senador Aécio Neves…

  11. Roberto de Paulo disse:

    O assalto ao PAÍS,vem desde de o tempo da Ditadura,saiu,e continuou com os civis,como roubaram o PAÍS,mesmo eles não reconhecendo que o PT,com LULA e DILMA,vem combatendo a corrupção,doa a quem doer,creio que de agora em diante,a moleza acabou,por isto,a gritaria geral,o PT ficou para a história,como o Partido,que mesmo massacrado,foi o que desmascarou a ladroeira no PAÍS,que um dia os do PSDB,parem de ser protegidos por uma mídia vendida,e um judiciário omisso.

  12. C.Paolielloc disse:

    As maracutaias do aecismo aqui em Minas já veem de longe e seus membros nunca se preocuparam em encondê-las pela certeza da impunidade.

  13. Maur disse:

    Reprisar esse programa da Record pode dar o maior Ibope!

    http://www.extralagoas.com.br/noticia/4186/verso-online/2012/07/31/dono-do-ibope-faz-fortuna-com–servico-que-deveria-ser-publico.html

    Dono do Ibope faz fortuna com serviço que deveria ser público

  14. luiz marconi Bezerra de oliveira disse:

    “ouviu dizer” é muito diferente do que dizer que repassou, pessoalmente, propina para representantes de partidos da “base aliada”.

  15. ricardo almeida disse:

    qglobo 50 anos mentindo , temos que desconstruir esse golpe e denunciar essa gente desonesta e sem-vergonha.

  16. Alex Herren disse:

    O Janot seria louco de mandar investigar o Aécio por conta da “lista de Furnas”? Considerando que o Gilmar Mendes está na referida lista, a investigação não ia sair do lugar.

  17. revenger disse:

    KKKKKkk, a charge tá demais!

    Mas, lendo a matéria no link, a gente percebe que é um trolóló danado até aparecer, quase no último parágrafo o nome do Aécio (que, pela importancia e visibilidade, deveria aparecer é na manchete).

    Jornaleco dos inferno!

  18. revenger disse:

    No lugar de: “disse ter ouvido dizer” pode colocar (sem aspas) disse ter ouvido que o Aécio….! ou disse que ouviu que o Aécio… não importa, as aspas são pra desacreditar!

  19. SE FOR INVESTIGAR TODAS AS FALCATRUAS DO SR.AÉCIO NEVES SERÁ BANIDO DA POLÍTICA E PRESO IMEDIATAMENTE ….ATÉ PORQUE SE TEM UM POLÍTICO METIDO EM VÁRIOS ESCÂNDALOS ESSE É O TUCANO AÉCIO….DESDE O MENSALÃO TUCANO DE MINAS -LISTA DE FURNAS ……DESVIO DE VERRBAS EM SUA ADMINISTRAÇÃO À ÉPOCA DE GOVERNADOR DE MINAS GERAIS…ORA! AÉCIO NÃO PASSA DE UM FALSO MORALISTA…..QUANTO À FOLHA-SP, ESSE TERIA OUVIDO É ÓTIMO……QUANDO É ALGUÉM DO PT A AFIRMATIVA É TAXATIVA….AGORA, QUANDO É DO PSDB OUVI DIZER …..TERIA OUVIDO…ACHO QUE A MÁSCARA DOS LÍDERES TUCANOS ESTÃO COMEÇANDO A CAIR……

  20. PLACIDO MIRANDA BOTELHO disse:

    Fico cansado de ter que conviver com uma mídia ordinária; tendenciosa; perversa; mentirosa e de um partido ( PSDB)que prometia uma democracia social e descamba para posições udenistas e o pior vejo que o PT trai a sua própria militância fiel com a presidenta que procura apoio político do PMDB e traí o povão que segura a onda do governo em momentos difíceis. Ainda me resta confiar em Lula que age como um profeta dentro de um país de lacaios e políticos desonestos e um PT que se mostra firme como uma gelatina permeiada por oportunistas. É difícil, porém, não podemos perder a esperança.

  1. 08/03/2015

    […] Tijolaço, Miguel de Rosário divulgou nesta madrugada conteúdo de uma matéria da Folha sobre a Operação Lava Jato. A notícia fala sobre registro de veículos. […]

  2. 08/03/2015

    […]   […]

  3. 08/03/2015

    […] Source: tijolaco.com.br […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *