Distritão, com todo o respeito, só no Afeganistão. Por Hayle Gadelha

afeg

Alguns dos nossos políticos têm como regra geral que, na política, é sempre possível piorar aquilo que já é muito ruim. Isso fica bem claro com a aprovação, na comissão da reforma política da Câmara, do sistema conhecido como “Distritão” para eleger nossos parlamentares.

É o sistema menos usado no mundo, em apenas quatro países (Afeganistão, Jordânia, Vanuatu e Pitcairn), que representam 0,5% da população mundial. É sem dúvida o pior de todos os sistemas eleitorais (com o respeito a esse meio por cento de eleitores). É o sistema que mais anula os partidos políticos, dando força total a cada deputado eleito – e, principalmente, poderá contribuir para alimentar a roubalheira que tomou conta do país. Tudo se resume a isso: roubo associado à destruição da representação política do povo, a essência do Golpe.

Bem ou mal, os partidos (falo só dos partidos sérios, criados sem a intenção de “se dar bem”) resumem muito bem o espectro político da população. O fortalecimento desses partidos é muito importante para combater o fisiologismo. É verdade que temos partidos além do necessário, bastariam uns 15, por exemplo. (É verdade também que nos Estados Unidos, por exemplo, existem mais de 70 partidos, mas são apenas 2 que têm de fato representatividade nacional.)

O voto na lista partidária significaria grande avanço na democracia, mas seria importante também a ampliação do financiamento público das campanhas políticas. Assim como o Governo Federal já financia inteiramente a transmissão por rádio e TV da propaganda eleitoral, seria fundamental que também financiasse a produção do material de propaganda – porque no final sairia bem mais barato para o contribuinte. Quer melhor exemplo do que essa onda de delações premiadas onde vemos fortunas sendo desviadas dos cofres públicos em função de “contribuições” para campanhas eleitorais? Com o financiamento público, os candidatos/partidos teriam suas campanhas e não teriam que se comprometer em pagar depois de eleitos.

Mas o que está por trás de tudo isso, além da evidente manutenção da “boquinha” política, é a perpetuação do golpe – algo que temos muito o que temer…

Comentários no Facebook

29 Respostas

  1. Pereira disse:

    Quanta BANDIDAGEM!

    Não param!

    Será que a população vai acordar e mandar essa BANDIDAGEM para os infernos!

  2. ADIRSON JOSÉ DE SOUZA disse:

    País nenhum no mundo tem 30 ou 40 ideologias, que no Brasil, teoricamente existem, suposta razão para termos essa infinidade de partidos sem representatividade e que só servem para fazer negociações com os maiores, para obter essa ou aquela vantagem. Depenar mais o Tesouro Nacional para ampliar o fundo partidário para esses parasitas de siglas desconhecidas é um contrassenso. Os partidos novos e pequenos são criados pelos políticos que não conseguem ter visibilidade nos grandes já dominados pelos caciques tradicionais.
    A proibição de financiamento de campanha pelas empresas é útil, mas mesmo com o financiamento público, o Caixa II continuará a funcionar, onde as grandes empresas vão repassar, por debaixo dos panos, o dinheiro de apoio aos representantes dos seus interesses.
    Mesmo que a intenção da mudança seja favorecer aos grandes partidos, melhor assim, pois a possibilidade de negociatas representadas pela compra de apoio parlamentar será mais difícil e menos dispendiosa para o Tesouro.
    Cada partido que se vire, já basta ter o horário gratuito de TV e radio. Não deveríamos ter mais do que uns 5 partidos, já que nem 5 ideologias diferentes existem, o que temos é a bancada da bala, a dos populistas (no estilo hugo chaves, Evo Morales, Maduro, etc), a do agronegócio, a dos industriais e banqueiros e a dos evangélicos (que eu me lembre). E, diferentemente do que foi dito, todos são fisiologistas e cada um nanico que surge, é criado com a intenção de se dar bem, de mamar nas tetas do Tesouro.

  3. mario disse:

    Antigamente era MDB e ARENA e funcionava

  4. mario disse:

    Sem esquecer que era 16 ministerios e conhecíamos os ministros.

  5. Lenita disse:

    FB, eu digo o que vc não tem coragem de dizer: PT e PCdoB … Deve ter talvez outro ? … Talvez, não sei …

  6. Luiz Carlos P. Oliveira disse:

    LENITA, concordo com você. Nem o Psol eu colocaria nesta lista, pois ele, apesar de se auto denominar de “esquerda”, ataca muito mais o PT do que a direita.

    • Lenita disse:

      Ah, Luiz, lembrei do partido da Márcia Tiburi chamado PartidA. Seria bom se ela conseguisse levar adiante se unindo aos movimentos de base e convocando algumas mulheres negras que ja estão na política. Mas parece que ela é filiada ao Psol. A meta mais urgente seria vencer essa crise civilizatoria construindo uma sociedade plural e inclusiva.

  7. ernesto disse:

    Acho até interessante a insistência nessa fantasia de que o fim do financiamento privado diminuiria a corrupção. O que impede que o prefeito X se eleja só com dinheiro público e no outro dia inicie uma obra superfaturada que vai lhe render uma mala de dólares, um sítio em nome de laranja ou o pagamento de uma falsa consultoria de seu filho? Nada impede, o desonesto sempre vai tentar roubar. E o número de desonestos tende até a aumentar, pois estamos falando de proibir o financiamento privado OFICIAL e você não consegue conferir os verdadeiros gastos de ninguém, o sujeito com acesso a recursos ilícitos terá ainda mais dinheiro para utilizar.

    Dinheiro público não é para ser usado assim. Quem quer ser eleito que busque apoios. Pode-se até estabelecer tetos, mas deve-se liberar o financiamento privado e colocar na Internet a relação de doadores. Quem não quiser votar no sujeito que ganhou um centavo dos bancos não vota. Quem quiser votar só em quem recebeu dinheiro de pessoas físicas também. E assim por diante.

    • ANDRE disse:

      Verifica que você tem lado político, já que cita Lula e seu filho no seu discurso que até agora não foi apresentado nenhum documento comprobatório, apenas ilações, ao contrário, de TEMER, EDUARDO CUNHA, AÉCIO. As campanhas deveriam ser bancadas pelos próprios recursos dos candidatos. Na verdade bastaria apenas a TV e a Internet para as campanhas políticas.

      • ernesto disse:

        Eu não citei ninguém. Citei três maneiras de um corrupto receber dinheiro. Existem outras.

        • Luís Ribeiro disse:

          Se faz de sonso não, Ernesto, que todo mundo entendeu o que você quis dizer com seus exemplos.

        • HOCUS POCUS disse:

          O teu fanatismo político impede que possas argumentar.Te cura da tua doença de rico e assume tua pobreza material ,a moral a gente já conhece.
          Poupe-nos do seu auto-desprezo.

          • ernesto disse:

            Muito pelo contrário, meu argumento é perfeitamente compreensível e vale para todos, independente de ideologias. Até nos exemplos de meios para receber propina eu fui imparcial, citando um de que o Temer é acusado e dois utilizados pelo Lula. E sem citar nomes para deixar claro que aqueles truques podem ser usados por qualquer outro corrupto. Vocês é que são fanáticos e, quando viram uma leve referência indireta ao seu ídolo, entraram em transe e não conseguiram ler o resto.

    • Ulan Bator disse:

      Muda o disco babaca…..enquanto você repete asneiras por aqui , seus ídolos da direitalha golpista estão batendo sua carteira. Panaca….

  8. Ulan Bator disse:

    Bravo aos comedores de alfafa do todo o brasil e em especial aos frequentadores deste espaço (como esse imbecil que se diz chamar ernesto ).

    Eles , primeiramente , são os responsáveis pela DEMOLIÇÃO do país – as como todo jumento com viseira só repete que a “culpa é do PT’.

    Pra eles ( os que sabem ler, por óbvio ) deixo um link para uma reportagem que demosntra o quão são BURROS e manipulados por uma escória que vai de bolsonaros a cataguris, passando pelo rola-bosta e dalagnóis da vida.

    https://www.brasil247.com/pt/colunistas/migueldorosario/310953/EUA-financiaram-Lava-Jato-para-fechar-as-refinarias-de-petr%C3%B3leo-no-Brasil.htm

  9. HOCUS POCUS disse:

    ESSES BANDIDOS FAZENDO A REFORMA POLÍTICA SÃO COMPARÁVEIS AO FERNANDINHO BEIRA MAR E MARCOLA FAZENDO A REFORMA DO CÓDIGO PENAL.
    POR QUE NINGUÉM DIZ QUE ESSE MELIANTES NÃO PODEM LEGISLAR SOBRE AQUILO EM QUE SÃO A PARTE INTERESSADA ?????????????????????????
    A ÚNICA CHANCE É POR MEIO DE UMA ESCOLHA DE REPRESENTANTES DO POVO SEM PARTICIPAÇÃO EM PARTIDOS POLÍTICOS E COM PROIBIÇÃO DE FUTURAS PARTICIPAÇÕES.
    SE COM UM CONGRESSO RESPEITÁVEL E DE MAIORIA HONESTA JÁ SERIA UM ABSURDO ,IMAGINEM COM ESTES QUADRILHEIROS !!!!!!!

    • MARCONE FERREIRA disse:

      Esse distritão junto com financiamento privado só vai dar PMDB, PSDB, DEM e PSD no congresso.

  10. Alice disse:

    Distritão, parlamentarismo é tudo golpe do golpe do golpe.
    Canalhas, canalhas, canalhas,

  11. MARCOS FERREIRA disse:

    Vão se revezar no poder Temer, Maia, Aécio e Serra com o parlamentarismo e não escapara mais ninguém no Brasil.

    • MARCONE FERREIRA disse:

      SUS ( o pouco que se tem) e ensino público gratuito eles vão acabar e a pobreza já vai está exterminada.

      • MARCONE FERREIRA disse:

        Hemodiálise e quimioterapia só fazendo um CDC ou empréstimo consignado em 60 vezes para custear o tratamento, se não puder vende um carro ou casa.

  12. Gilbert disse:

    Nada de financiamento público de campanha. cada partido que gaste aquilo que seus filiados contribuem. Quem quiser contribuir por fora contribua como é possível aportes de pessoa Física uma vez que foi suprimida o financiamento de campanha por parte das empresas.

    Dinheiro público deve ser investido em educação, moradia, saúde e segurança!

    • MARCONE FERRERIA disse:

      Financiamento provado o investidor (empresa) espera retorno do dinheiro investido.
      Não existe altruísmo na doação privada e sai muito mais caro a nação.

  13. Gilbert disse:

    O país numa ruína econômica e os caras preocupados com a reforma politica por que sabem que fizeram merda apoiando o golpe e temer e agora tão dando um jeito de facilitar a permanência deles no poder.

    Sabem que não tem votos também pra derrotar Lula e vão fazer de todo pra inviabilizar a eleição de Lula e até impedir a eleição pelo voto popular apostando na eleição indireta do “Botafogo” e a fazer campanha pelo parlamentarismo.

  14. cc disse:

    nossa, que COINCIDÊNCIA!!!
    o embaixador americano não veio justamente de lá, do Afeganistão?

  15. Gilbert disse:

    Continuam tratando a população como idiotas! Uma hora o caldo pode entornar e quando o povo se revoltar e começar a quebrar tudo, ainda vai sair como errado…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *