Datafolha: para 72% economia vai piorar. Vai. Mais. Muito

sitecojun

Não há nenhuma surpresa, claro, no fato do Datafolha ter registrado um aumento acelerado na deterioração da expectativas da população quanto à situação econômica.

A “ponte para o futuro” já nos mostrou para qual futuro pretendeu dar passagem, como nos versos de Lupicínio Rodrigues, deixando o céu por escuro e indo ao inferno à procura de luz.

Há várias razões para crer que este processo de perda de confiança vai se agravar, mais ainda e muito mais.

O cenário externo, sobretudo a alta dos juros americanos, drenando de volta capitais do mundo inteiro ainda não desatou a tempestade financeira nos mercados, mas há poucas dúvidas de que logo vai fazê-lo.

Aqui, o grau de desemprego, a interrupção – senão a reversão – da queda das taxas de juros, a paralisação dos investimentos públicos e a supressão do crédito para infraestrutura só prenunciam uma paralisia maior dos agentes econômicos.

A tal “candidatura de centro” não apareceu, dela ninguém sabe, a ela ninguém viu.

Dias atrás, escreveu-se aqui que a crise econômica brasileira  “é uma crise de Estado e só pode ser resolvida por homens de Estado”.

Não os temos no momento, exceto um, excluído do processo político e preso em Curitiba, a Bastilha dos nossos senhores feudais, os que não têm para o Brasil senão o projeto do atraso, da colônia e da pobreza.

Comentários no Facebook