Coxinhas agridem senhor porque ele carregava Carta Capital

foto_mat_24145

Nem preciso comentar isso, né?

Todo mundo com alguns neurônios funcionando já farejou onde isso leva. Agredir um senhor porque está lendo a Carta Capital no avião?

Esse tipo de truculência é um dos motivos pelos quais eles perderam a eleição, mas ainda não se deram conta.

Se quiserem ganhar democraticamente, terão que cultivar a delicadeza e o respeito pelo diferente.

Mas talvez seja pedir demais a meninos mimados da Casa Grande…

***

Comerciante relata agressão em voo por ler a Carta Capital

Elbio Flores: “Eles se mostraram muito covardes e tentaram me intimidar com gritos e impedir que eu falasse, tudo por que eu estava lendo a Carta Capital”. (Foto: Divulgação)

Por Marco Weissheimer, no Sul 21.

Quando embarcou em um voo em Porto Alegre rumo a Brasília, na manhã de quarta-feira (27), o comerciante Elbio de Freitas Flores, de 65 anos, não suspeitava que a escolha de uma leitura para a viagem iria provocar uma agressão inusitada. Quando o avião aterrissou em Brasília, um grupo de cerca de 20 pessoas, localizadas na parte de trás do avião, começou a entoar gritos contra Dilma, Lula e o PT. Esse grupo estava chegando em Brasília para participar do ato liderado pelo Movimento Brasil Livre pelo impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

O comerciante relata que, enquanto aguardava a abertura das portas do avião para desembarcar, foi interpelado e agredido verbalmente por um desses homens pelo fato de estar carregando a Carta Capital, “uma revista idiota e lida por idiotas”, segundo o agressor. Além disso, aos gritos, foi chamado de “bolivariano” e “do Foro de São Paulo”.

Elbio Flores resolveu não ficar quieto diante do ataque e chamou o agressor de golpista, entreguista e integrante da TFP (Tradição, Família e Propriedade). “Eles se mostraram muito covardes e tentaram me intimidar com gritos e impedir que eu falasse, tudo porque eu estava lendo a Carta Capital”, relatou ao Sul21. Um dos integrantes desse grupo gravou o ocorrido com um celular. Um trecho de 1min30seg foi publicado na página do deputado estadual Marcel Vam Hattem (PP-RS), com o seguinte texto: “La Banda Loka Liberal pousa em Brasília: faz um avião inteiro feliz e deixa um petista raivoso magoado”.

O comerciante resolveu falar publicamente sobre o caso pois entende que estão ocorrendo agressões semelhantes a essas que devem ser respondidas. “Já ouvi vários relatos de casos semelhantes e não podemos ficar calados. Eles tinham o comportamento característico de covardes e despreparados. Estavam constrangendo as pessoas, agindo em bando, como uma matilha. Os partidos democráticos têm que reagir diante desse tipo de agressão. Tenho amigos no PP, no PSDB e em vários outros partidos e convivo com urbanidade e respeito com eles, sem agredir ninguém. Fui agredido e reagi”.
Esse tipo de postura, acrescentou Elbio Flores, “revela um espírito obtuso e retrógrado, um pensamento obscurantista e autoritário que despreza a democracia, a liberdade de expressão e as diferenças de opinião”.

Tags: Carta Capital, Elbio de Freitas Flores, fascismo, Marcel van Hattem, Movimento Brasil Livre

Comentários no Facebook

13 Respostas

  1. sergio m pinto disse:

    É hora, antes que esse pessoal se entusiasme muito, de cortar as asinhas desses palhaços! Sabemos como isso começa e também como termina!

    http://paulomoreiraleite.com/2015/05/30/1215/

  2. Carlos Roberto disse:

    Os coxinhas estão a um milimetro de cometerem o erro fatal.

  3. Maria Rita disse:

    De black bloc a gangue, quando estão em grupo. Quando estão na rede agindo sozinhos, aí viram o personagem do Christian Bale em Psicopata americano. Não cresceram, sofreram lavagem cerebral em casa e nos redutos chamados chiques.Excesso de consumo, incluindo exctasy ou o pozinho mágico. Não tem remédio para falta de perspectiva humanista. É tédio total. Viram bichos. Já estou começando a acreditar em lobisomem ou no Grimm.

  4. marino disse:

    Esta forma de agir confirma uma questão histórica, que se repete invariavelmente quando a dominância perde poder e razão de existir: tornam-se violentos porque a história não dá alternativa a eles na medida em que a desnecessariedade dessa classe ou segmento fica evidente. Não podem mais construir, então destroem da maneira que sempre lhes foi peculiar no modo de agir cotidiano. A transformação está na porta, lenta, incompreensível as vezes, mas está. Pode-se até tocá-la com as mãos.

  5. Rita disse:

    Miguel, em duas palavras, você disse tudo: tempos sombrios.

  6. Rita disse:

    Estou ficando cada dia mais preocupada.

  7. Bernardo disse:

    Não esquecer a responsabilidade de quem tem incentivado essa atitudes: Veja, Globo, Folha, Estadão, políticos derrotados nas ultimas eleições, políticos antigos que ocuparam posições de destaque… Há muitos que devem ser responsabilizados. No mais são uns bobos.

  8. ricardo almeida disse:

    pena que cesare battiste nao estava nesse aviao.

  9. Cvilela disse:

    Vamos assinar Carta Capital, portá-las em público e andar de camisa vermelha daqui por diante. Nada de medo destes coxinhas bunda-moles. CAMPANHA: VOCÊ É DE ESQUERDA, ENTÃO ASSUME!!!!!!!!!!!

  10. janio ieso disse:

    São bandidos CONSTRUIDOS pela GLOBOSTA que jogou lama no futebol brasileiro.Jamais serão pessoas civilizadas.Pois o que restou de NEURÔNIOS foram suprimidos.

  11. irineu Almeida Baptista disse:

    Eu não tenho a menor dúvida que o “grande” autor desta história toda é um negócio chamado “imprensa” A imprensa do Brasil se tornou cafajeste e está criando esta situação.

    • Ralph Panzutti disse:

      Temos sim que responder e não ficar intimidados
      Na Alemanha a perseguição aos judeus começou assim
      Facismo não passará. O governo através do Ministro da Justiça (? -sera que a Presidenta já nomeou), se manifeste condenando este e outros episódios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *