Coronel de Temer tinha recibo de ‘offshore’ em endereço do ‘Panamá Papers’

coronelleaks

O Estadão publicou, esta madrugada, algo que pode ser um imenso complicador para o coronel reformado João Baptista Lima, apontado pela JBS como “apanhador” pessoal de recursos para Michel Temer. 17 recibos da Langley Trade Co. S.A., empresa registrada no Uruguai, num endereço  ligado aos negócios da famosa Mossack Fonseca: Calle Rincón, 610, 4 piso.

O jornal diz que o endereço está vinculado a um escritório de advogacia,  Zolkwer & Asociados y Auditors Consultores, que os documentos dos “Panamá Papers” registram administrar 53 empresas para a Mossack Fonseca, 35 delas ainda ativas.

O coronel fazia outras obras para Temer, além da reforma da casa da sua filha…

Comentários no Facebook

4 Respostas

  1. Zenio Silva disse:

    Bem observado Fabiano França! Ato falho, ou picardia de debochado?!

  2. maria do carmo disse:

    Complementando, devem ter penas dentro da constituicao, mas por todos crimes sem piedade pois todos esses criminosos nao podem ter penas atenuadas, pois nada fizeram de relevante ao pais, nada, nada, usaram cargos publicos unica e exclusivamente para saquear o Brasi diuturnamente, sao uzeiros e vezeiros, mafiosos, comprando deputados e senadores, tem que ser execrados pela sociedade, pra que sirva de exemplo a futuros aventureiros, que ja se apresentam e nao sao poucos, e sirva de exemplo aos jovens brasileiros que o crime nao compenssa. Brasileiros nao votem nos politicos que apoiaram Temer o criminoso, pois todos receberam benesses para apoiarem o destruidor dos direitos dos brasileiros e desmonte do Brasil, do desemprego, e desnacionalizacao do pais!

  3. Rei disse:

    Vale lembrar que o esquema de offshores da família de FHC também caiu no Panamá Papers. A imprensa, como sempre, abafou esse vazamento.

    “Sócio de uma offshore no Panamá e ligado a suspeitos de corrupção, Paulo Henrique Cardoso prosperou à sombra do pai”:

    https://www.cartacapital.com.br/revista/895/negocios-de-familia

    FHC agora quer se livrar de Temer para que não se investiguem a fundo essas offshores do Panamá e acabem encontrando seu filhinho, que também é dono da ESPN, via Disney Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *