Carta aberta de Aragão a Dallagnol: “baixe a bola, colega”

deltanpower

Do blog do Marcelo Auler, a carta aberta do Procurador da República Eugênio Aragão ao chefe da Força Tarefa da Lava Jato, que aplaudiu, nos jornais, o acordo entre a Odebrecht e o governo dos EUA, dizendo que quem se opõe aos métodos da Lava Jato tem “complexo de vira-latas”:

Nada é mais difícil e nada exige mais caráter que se encontrar em aberta oposição a seu tempo e dizer em alto e bom som: Não! (Kurt Tucholsky)

Acabo de ler por blogs de gente séria que você estaria a chamar atenção, no seu perfil de Facebook, de quem “veste a camisa do complexo de vira-lata”, de que seria “possível um Brasil diferente” e de que a hora seria agora. Achei oportuno escrever-lhe está carta pública, para que nossa sociedade saiba que, no ministério público, há quem não bata palmas para suas exibições de falta de modéstia. Vamos falar primeiro do complexo de vira-lata. Acredito que você e sua turma são talvez os que têm menos autoridade para falar disso, pois seus pronunciamentos têm sido a prova mais cabal de SEU complexo de vira-lata. Ainda me lembro daquela pitoresca comparação entre a colonização americana e a lusitana em nossas terras, atribuindo à última todos os males da baixa cultura de governação brasileira, enquanto o puritanismo lá no norte seria a razão de seu progresso.

” E olha que quem cresceu nas “Oropas” e lá foi educado desde menino fui eu”
Talvez você devesse estudar um pouco mais de história, para depreciar menos este País. E olha que quem cresceu nas “Oropas” e lá foi educado desde menino fui eu, hein… talvez por isso não falo essa barbaridade, porque tenho consciência de que aquele pedaço de terra, assim como a de seu querido irmão do norte, foram os mais banhados por sangue humano ao longo da passagem de nossa espécie por este planeta. Não somos, os brasileiros, tão maus assim, na pior das hipóteses somos iguais, alguns somos descendentes dos algozes e a maioria somos descendentes das vítimas.

Mas essa sua teorização de baixo calão não diz tudo sobre SEU complexo. Você à frente de sua turma vão entrar na história como quem contribuiu decisivamente para o atraso econômico e político que fatalmente se abaterão sobre nós. E sabem por que? Porque são ignorantes e não conseguem enxergar que o princípio fiat iustitia et pereat mundus nunca foi aceita por sociedade sadia qualquer neste mundão de Deus. Summum jus, summa iniuria, já diziam os romanos: querer impor sua concepção pessoal de justiça a ferro e fogo leva fatalmente à destruição, à comoção e à própria injustiça.

E o que vocês conseguiram de útil neste País para acharem que podem inaugurar um “outro Brasil”, que seja, quiçá, melhor do que o em que vivíamos? Vocês conseguiram agradar ao irmão do norte que faturará bilhões de nossa combalida economia e conseguiram tirar do mercado global altamente competitivo da construção civil de grandes obras de infraestrutura as empresas nacionais. Tio Sam agradece. E vocês, Narcisos, se acham lindinhos por causa disso, né?

Vangloriam-se de terem trazido de volta míseros dois bilhões em recursos supostamente desviados por práticas empresariais e políticas corruptas. E qual o estrago que provocaram para lograr essa casquinha? Por baixo, um prejuízo de 100 bilhões e mais de um milhão de empregos riscados do mapa. Afundaram nosso esforço de propiciar conteúdo tecnológico nacional na extração petrolífera, derreteram a recém reconstruída indústria naval brasileira.

Claro, não são seus empregos que correm riscos. Nós ganhamos muito bem no ministério público, temos auxílio-alimentação de quase mil reais, auxilio-creche com valor perto disso, um ilegal auxílio-moradia tolerado pela morosidade do judiciário que vocês tanto criticam. Temos um fantástico plano de saúde e nossos filhos podem frequentar a liga das melhores escolas do País. Não precisamos de SUS, não precisamos de Pronatec, não precisamos de cota nas universidades, não precisamos de bolsa-família e não precisamos de Minha Casa Minha Vida. Vivemos numa redoma de bem estar. Por isso, talvez, à falta de consciência histórica, a ideologia de classe devora sua autocrítica.

“você e sua turma não acham nada de mais milhões de famílias não conseguirem mais pagar suas contas no fim do mês, porque suas mães e seus pais ficaram desempregados”
E você e sua turma não acham nada de mais milhões de famílias não conseguirem mais pagar suas contas no fim do mês, porque suas mães e seus pais ficaram desempregados e perderam a perspectiva de se reinserirem no mercado num futuro próximo. Mas você achou fantástico o acordo com os governos dos EEUU e da Suíça, que permitiu-lhes, na contramão da prática diplomática brasileira, se beneficiarem indiretamente com um asset sharing sobre produto de corrupção de funcionários brasileiros e estrangeiros. Fecharam esse acordo sem qualquer participação da União, que é quem, em última análise, paga a conta de seu pretenso heroísmo global e repassaram recursos nacionais sem autorização do Senado. Bonito, hein?

Mas, claro, na visão umbilical corporativista de vocês, o ministério público pode tudo e não precisa se preocupar com esses detalhes burocráticos que só atrasam nosso salamaleque para o irmão do norte! E depois fala de complexo de vira-lata dos outros!

O problema da soberba, colega, é que ela cega e torna o soberbo incapaz de empatia, mas, como neste mundo vale a lei do retorno, o soberbo também não recebe empatia, pois seu semblante fica opaco, incapaz de se conectar com o outro.

A operação de entrega de ativos nacionais ao estrangeiro, além de beirar alta traição, esculhambou o Brasil como nação de respeito entre seus pares. Ficamos a anos-luz de distância da admiração que tínhamos mundo afora. E vocês o fizeram atropelando a constituição, que prevê que compete à Presidenta da República manter relações com estados estrangeiros e não ao musculoso ministério público. Daqui a pouco vocês vão querer até ter representação diplomática nas capitais do circuito Elizabeth Arden, não é?

Ainda quanto a um Brasil diferente, devo-lhes lembrar que “diferente” nem sempre é melhor e que esse servicinho de vocês foi responsável por derrubar uma Presidenta constitucional honesta e colocar em seu lugar uma turba envolvida nas negociatas que vocês apregoam mídia afora. Esse é o Brasil diferente? De fato é: um Brasil que passou a desrespeitar as escolhas políticas de seus vizinhos e a cultivar uma diplomacia da nulidade, pois não goza de qualquer respeito no mundo. Vocês ajudaram a sujar o nome do País. Vocês ajudaram a deteriorar a qualidade da governação, a destruição das políticas inclusivas e o desenvolvimento sustentável pela expansão de nossa infraestrutura com tecnologia própria.

E isso tudo em nome de um “combate” obsessivo à corrupção. Assunto do qual vocês parecem não entender bulhufas! Criaram, isto sim, uma cortina de fumaça sobre o verdadeiro problema deste Pais, que é a profunda desigualdade social e econômica.

Não é a corrupção. Esta é mero corolário da desigualdade, que produz gente que nem vocês, cheios de “selfrighteousness” (justiça própria), de pretensão de serem justos e infalíveis, donos da verdade e do bem estar. Gente que pode se dar ao luxo de atropelar as leis sem consequência nenhuma. Pelo contrário, ainda são aplaudidos como justiceiros.

Com essa agenda menor da corrupção vocês ajudaram a dividir o País, entre os homens de bem e os safados, porque vocês não se limitam a julgar condutas como lhes compete, mas a julgar pessoas, quando estão longe de serem melhores do que elas. Vocês não têm capacidade de ver o quanto seu corporativismo é parte dessa corrupção, porque funciona sob a mesma gramática do patrimonialismo: vocês querem um naco do estado só para chamar de seu.

Ninguém os controla de verdade e vocês acham que não devem satisfação a ninguém. E tudo isso lhes propicia um ganho material incrível, a capacidade de estarem no topo da cadeia alimentar do serviço público. Vamos falar de nós, os procuradores da república, antes de querer olhar para a cauda alheia.

Por fim, só quero pontuar que a corrupção não se elimina. Ela é da natureza perversa de uma sociedade em que a competição se faz pelo fator custo-benefício, no sentindo mais xucro. A corrupção se controla. Controla-se para não tornar o estado e a economia disfuncionais. Mas esse controle não se faz com expiação de pecados. Não se faz com discursinho falso-moralista. Não se faz com homilias em igrejas. Se faz com reforma administrativa e reforma política, para atacar a causa do fenômeno e não sua periferia aparente. Vocês estão fazendo populismo, ao disseminarem a ideia de que há o “nós o povo” de honestos brasileiros, dispostos a enfrentar o monstro da corrupção feito São Jorge que enfrentou o dragão.

Você e eu sabemos que não existe isso e que não existe com sua artificial iniciativa popular das “10 medidas” solução viável para o problema. Esta passa pela revisão dos processos decisórios e de controle na cadeia de comando administrativa e pela reestruturação de nosso sistema político calcado em partidos que não merecem esse nome. Mas isso tudo talvez seja muito complicado para você e sua turma compreenderem.

Só um conselho, colega: baixe a bola. Pare de perseguir o Lula e fazer teatro com PowerPoint. Faça seu trabalho em silêncio, investigue quem tiver que investigar sem alarde, respeite a presunção de inocência, cumpra seu papel de fiscal da lei e não mexa nesse vespeiro da demagogia, pois você vai acabar ferroado. Aos poucos, como sempre, as máscaras caem e, ao final, se saberá que são os que gostam do Brasil e os que apenas dele se servem para ficarem bonitos na fita! Esses, sim, costumam padecer do complexo de vira-lata!

Um forte abraço de seu colega mais velho e com cabeça dura, que não se deixa levar por essa onda de “combate” à corrupção sem regras de engajamento e sem respeito aos costumes da guerra

Eugenio Aragão

Comentários no Facebook

34 Respostas

  1. Heitor disse:

    Waldih Damous e Paulo Pimenta elaboram ações contra a Lvajato por crime contra segurança nacional.
    Relações sinistras do MP com os EUA, patrocinadores do golpe, com os tentáculos da Globo.
    http://www.brasil247.com/pt/247/rs247/271739/Pimenta-v%C3%AA-crime-da-Lava-Jato-contra-a-seguran%C3%A7a-nacional.htm

    • josé carlos lima barbosa disse:

      Meu, deve ter uma ação que eu possa fazer contra a Afute (Associação dos Fura-Teto do Brasil). Receber salário indevido também é corrupção. E a gente tem que ficar calado?

      • Heitor disse:

        Como, se temos um STF pautado pela Globo?
        Enquanto os super juizecos e procuradorecos com seus super salários forem úteis, nenhuma palavra da Globo e por consequência do STF.
        Um dia, quando não precisarem deles, pode ser que algo aconteça.

  2. Messias Franca de Macedo disse:

    … O procurador do time escroto da abilolada protofascista Bia Kicis, o ‘Menino Maluquinho Adoro Power Point Seletivo’ – e que responde por nome de xarope acerbo – “tomou mais um cascudo” muito bem dado pelo eminente, lúcido e impávido jurista Eugênio Aragão…
    E o nosso [nosso?!] ‘miniSTRO’ era o super lhano ‘Zé Tucano da Justiça’, o mesmo “petista” que arrota orgulho ao afirmar publicamente que é amigão e quase-‘cumpadi’ do DEMoTucano [nazigolpista &$ megacorrupto] Zé aGRIPEno [Suína] Maia, o mesmo caranguejo ‘Gripado’, ‘Fanho’, segundo o egrégio e intrépido jornalista Paulo Henrique Amorim…

  3. C.Poivre disse:

    O fanático do power-point foi reduzido a pó pelo brilhante Procurador Eugênio Aragão. Depois dessa ele também deveria pedir asilo político nos EUA, para onde vai gente do tipo dele.

  4. Batista disse:

    Como Aragão não ilustrou com PowerPoint o que escreveu, corre-se o risco do Bláblánhol não entender bulhufas, caso não venha pedir ajuda aos universitários.

  5. Oblivion disse:

    Infelizmente os analfabetos políticos, já imbecilizados pela “grande” mídia tupiniquim, não poderão aprender nada com a carta do Procurador Eugênio Aragão. É antes triste do que revoltante ver cidadãos brasileiros absorverem qualquer excremento do jn como se fosse verdade universal e além disso serem adestrados para rosnar e morder qualquer pessoa que questione a desinformação que lhes foi posta. Convicção para prender alguém e circo com power point é realmente um absurdo ridículo, de dar vergonha alheia, porém, só fazem isso por que o supremo conseguiu se inferiorizar mais ainda com a participação em todo esse golpe e por que a grande mídia enaltece e idolatra qualquer coisa que seja do seu interesse. Aí é que entra o lado mais trágico do golpe da elite financeira tupiniquim (canalha por natureza), a destruição do estado brasileiro, de suas empresas e de sua gente. Como dizia Raul Seixas: “é tudo free / ta hora agora é free / vamo embora e dar lugar, pros gringo entrar, que esse imóvel tá pra alugar ….”.

  6. hilario muylaert disse:

    Dallagnol é um procurador com fortes tendências fascistas.
    O ministro Aragão, assim como André Araújo, Paulo Pimenta, Wadih Damous, Nassif, entre outros afirmam que os acordos com os US, etc.. foram feitos á margem da lei. Ou seja, SÃO ILEGAIS !!!!
    Os Acordos e Tratados internacionais, para casos como os da Petrobrás, Odebrecht, etc.. não podem ser conduzidos pelo Ministério Público brasileiro.

    O Ministério da Justiça, através da SCI – Secretaria de Cooperação Internacional- são os incumbidos, pela legislação federal, a conduzirem tais assuntos. E não MPF !!!!

    Há de ser investigada, URGENTEMENTE, essa ilegalidade, com a punição dos responsáveis.

    Moro e Janot et caterva…..fosse nos US,UK, China, Rússia seriam enforcados por traição à pátria.?

    Sem esquecer do áudio publicado ILEGALMENTE, da Presidência da República, pelo juiz fascista Moro. Tanto o CNJ como o STF nada fizeram.
    Moro, outra personalidade com traços fascistóides !!!!
    Perpétua pro Moro !!!

  7. roberto disse:

    O Dallagnol , de remédio para prisão de ventre, acaba de virar farinha de osso para alimentação de porcos. Foi desintegrado. PARABÉNS ARAGÃO….

  8. hilario muylaert disse:

    Galera patriota: Moro, Janot, Globo, Veja, Dallagnol trabalham e defendem interesses estadunidenses. São traíras.

    Logo serão desmascarados. Fascistas e traíras !!

  9. Leonardo disse:

    No legislativo existem os tucanos, no judiciário, os tucanos PERSONALITTÉ. São aqueles que além de ganhar mais, nunca são substituídos. Janot, Moro, Dallagnol, Carlos Lyra, Gilmar e demais ministros do STF.

  10. Nai disse:

    Toma um dalanhol pro piriri…

  11. Nilson disse:

    Dizem que os americanos do norte são puritanos por que foram colonizados pela Inglaterra. Bando de idiotices de pentecostal!

  12. Patrice L disse:

    Aragão e advogados do Lula: Personalidades do Ano!!!!

    PS – Marina, confessa o jatinho e otras cositas más e sê fadinha de ti mesma!

  13. antonimo disse:

    Paula lins você é uma bosta depcadente. Babaca, mcompetente e fracassada. Vai procurar um emprego de verdade vigarista.

  14. antonimo disse:

    Está seus merdas fracassados a vigarice do dalagnol et canalha exposta em termos gritantemente claros. Só boçais como os paneleiros são incapazes de entender.
    Vocês estão ferrados seus psneleiros de merda. Continuando o min. Aragão nesse pé a desmoralizacão dessa canalha será absoluta.

  15. Jotage disse:

    Em cada comentário, Dalagnol é tratado como justicialista defendendo a causa errada, mas cheio de boa vontade.
    Está mais que na hora de tratá-lo como aquilo que ele é: um joaquim silvério dos reis, um traidor da pátria.
    Todo mundo sabe a quem ele admira e beneficia.

  16. Bronco Capiau disse:

    Tenho simpatia pelo “Eu Genio” Aragão, Ministro The Flash !!!

    Principalmente porque defendia a liberação da marijuana junto aos estudantes da UNB !!!

    Deveria ter continuado ministro, só por causa disso !!!

    Volta Aragão !!!!

    Fora caretas !!!

    • Heitor disse:

      Você sabia que o FHC é a favor da liberação da maconha? E não é problema algum ele defender um ponto de vista.
      Deixa de ser trouxa.

      • Rei disse:

        É MUITO ENGRAÇADO VER UM ELEITOR DO AÉCIO PAGANDO DE CONSERVADOR SOBRE O USO DE DROGAS… LOGO O CARA ACUSADO DE 3 OVERDOSES DENTRO DO PALÁCIO DO GOVERNO… E AINDA TEVE QUE PRENDER O JORNALISTA QUE DISSE TER OS COMPROVANTES DAS INTERNAÇÕES… DEPOIS VEIO O HELICÓPTERO DO PÓ… SEM FALAR NO PRIMO QUE JÁ FOI PRESO VENDENDO SENTENÇAS PARA TRAFICANTES…
        PENSANDO BEM… ELES VEM FAZER DISCURSO DE ÉTICA DEPOIS DO AÉCIO SER DELATADO 10 VEZES E APARECEREM ATÉ CONTAS EM LIECHTEISTEIN… NORMAL… SE A GLOBO MANDAR ELES VOTAREM EM BEIRA-MAR ELES VÃO ESTAR AQUI DEFENDENDO ELE AMANHÃ.

        • Bronco Capiau disse:

          Conservador ????? kkkkk

          Vossa Majestade não entendeu nada !!

          Volta Aragão !!!!

          Fora caretas !!!

          Rei, enrola um ai pra “nóis” !!!!

  17. Betinho disse:

    Só tenho uma palavra: UAU !!

  18. Beto disse:

    Se a Dilma não tivesse perdido tanto tempo com o INÚTIL do Zé Cardoso, e tivesse colocado o Aragão no cargo de ministro logo no início do mandato, as coisas não teriam chegado ao ponto q chegaram.

    • Patrice L disse:

      Zé Cardoso revelou-se tecnicamente excelente advogado. Mas políticamente foi uma escolha erradíssima da Dilma. Um inútil mesmo quando tratava-se, não de conciliar ou amenizar, mas confrontar.
      Faltou confronto, conforme bem retratado por Bepe Damasco no 247: “Lição do golpe: o confronto, às vezes, é inevitável | Brasil 24/7”.
      Confronto como vêm brilhantemente fazendo Aragão e os advogados do Lula.

  19. serralheiro velho disse:

    paredón para taidores

  20. Paulo disse:

    abaixo umas lembrancinhas pros juizes curitibanos (ou pelo menos pra um deles)
    do romano Marcus Cicero:

    Justiça extrema é injustiça.
    Um juiz iníquo é pior do que um carrasco.
    Não há diferença entre um juiz perverso e um juiz ignorante.
    O magistrado é a lei que fala, e a lei um magistrado mudo.

  21. Francisco das Chagas Nòbrega disse:

    Muito obrigado, EUGÊNIO ARAGÃO. Você é um GÊNIO. Você disse tudo de importante neste artigo. Você dissecou o assunto e simplesmente esgotou todas as suas possibilidade. Não há mais nada a dizer a respeito.
    E, finalmente, “eles” “construíram” a “PONTE”. “A PONTE PARA O PASSADO”, a que “eles” chamam, errônea e eufemisticamente, de “a ponte para o futuro”. E é uma “ponte” para o futuro “deles”, somente “deles”. É a “ponte” que a correta DILMA ROUSSEFF, refugou, não aceitou. Pois bem, essa “ponte” ceifou milhões de consciências, acabou com a esperança de toda uma grande população menos favorecida, eliminou anos e anos de progresso social e de crescimento pessoal dos brasileiros e acabou, literalmente, com o recente e passageiro bem-estar de um povo que era secularmente colonizado. Por outro lado, a “ponte” alegrou e assanhou os arroubos de ganância e de cobiça dos grandes capitalistas sempre predispostos a se aproveitarem das patifarias e dos malfeitores da humanidade, malfeitores, que em última análise, são eles próprios, colocando estrategicamente os seus agentes e representantes nos locais adredemente escolhidos. E com a “ponte”, está instalada a ditadura midiática, institucional, judicial, policial e política, e ai daquele ou daqueles que não obedecerem aos métodos, aos ditames e às regras desse regime de exceção. Agora, muito mais do que antes, “eles” podem pilhar tudo o que existir, podem agir impunemente, podem tirar vantagens ilegais de tudo o que for possível e mesmo impossível. Assim, a “ponte” nada mais é do que a passagem PARA O TRISTE PASSADO DOS TEMPOS DO FHC; DOS TEMPOS DA DITADURA; DOS TEMPOS DA ESCRAVIDÃO. E, com certeza, ela servirá, também, de apoio logístico na entrega desavergonhada do resto de nossas riquezas para o capital internacional e será o caminho final para a derrocada econômica e social do povo do Brasil.

  22. Nina disse:

    É isso ai Aragão! Esse procurador evangélico mereceu a bronca. Quanto ao comentaristas coxinhas nada a acrescentar; são uns bando de alienados, deve ser o excesso de alfafa. Engraçado esses procuradores, eles não se interessam sobre o caso dos pilotos da Legacy, da FIFA e de vários outros casos. O objetivo deles é tornar inelegível o ex presidente Lula, ainda mais agora que as recentes pesquisas de eleição divulgaram que o ex presidente seria eleito em 2018.

  23. Pafúncio Brasileiro disse:

    Por esta o garotão procurador-xarope não esperava. Enfim, mentes brilhantes, começam a bater firme nesta grande farsa vaza-jato, do Barbichinha e seus garotões procuradores. A carta do Aragão é completamente indefensável pelos garotões, que não sabem nada sobre a história do Brasil e surfam em cima dos altíssimos salários e benesses. Sobre o Podreciário, o que comentar ? Que está podre.

  24. Pafúncio Brasileiro disse:

    Quem sabe um pouquinho da nossa história, poderia consultar o livro “O governo João Goulart 61-64 – As lutas Sociais no Brasil”, do grande historiador Luiz Alberto Moniz Bandeira. Lá ele mostra a arrumação da direita recebendo apoio externo (dos EUA) diretamente e o governo americano se entendendo e suprindo a direita (Magalhães Pinto, na época governador de Minas) de forma direta. Ou seja, eles mandavam armas, grana e se entendiam diretamente com o governador (“bypassando” o governo central em tudo). Conspiração aberta. E o que fazem estes garotões procuradores em se entender diretamente com o exterior, também “bypassando” o Estado Brasileiro ? A mesmíssima coisa. E nada acontece com eles ! Se não botarem ordem nesta turma, pode-se afirmar, com segurança: Acabou o Brasil.

  25. Alisson Souza disse:

    Aragão? Aquele ex-ministro de Dilma defensor de bandidos petistas e inimigo da Lava Jato?

    Sem mais, meritíssimo!

    • Nelson disse:

      Sem a mínima capacidade para ler a carta do Aragão – a de entender é ainda menor – o Alisson partiu para a baixaria. Típico procedimento de quem não tem argumento algum para contrapor as verdades escritas pelo eminente ex-ministro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *