Brizola: "Onde está a CIA? Fechou?"

Anteontem, completaram-se nove anos da morte de Leonel Brizola.

A velocidade dos acontecimentos impediu-me de falar dele, com quem convivi quase diariamente,  desde 1982 até seu último alento, no Hospital São Lucas, em 2004.

Em cada um destes dias, divergimos e concordamos e devo a isto o que sou, hoje.

Nada, na vida, me foi mais emocionante que soltar as lágrimas contidas pelo dever quando encontrei meus filhos, na calçada da Rua Pinheiro Machado, silenciosos, me abraçarem pela perda que eu próprio não admitia tão profunda.

Eu não devo a Brizola o que eu sou, mas  devo, e com sobras, o como sou.

Aprendi com ele que a verdade é a nossa força. Aprendi que as palavras devem ter um ritmo, uma melodia, mas que ela jamais deve ser o veículo da mentira.

“Eu uso as palavras para expressar, não para esconder meus pensamentos”, frase dele que me ficou como bússola e ficará sempre.

Perdoem-me o que possa soar piegas, mas devo essa homenagem ao velho. E devo a ele, também, o aprendizado possível a quem, ao contrário dele, tem ojeriza à “realpolitik”.

Tenho dúzias de episódios a recordar, mas escolho o que mais tem a ver com o nosso momento.

Todo mundo achava, inclusive eu, que era meio “folclórica” a recorrente insistência de Brizola em achar que o jogo de poder internacional também era jogado aqui:

– Ninguém mais fala na CIA. Parece que até que ela fechou. Se foi isso, eu não entendo porque ela tem  aquele orçamento, enorme, de bilhões de dólares? Será que não sobram uns trocados para ela aplicar no Brasil?

Claro que, no princípio, eu achava que aquilo era uma manifestação do tipo “teoria conspiratória”.

Natural, eu era um guri, recém-saído do movimento estudantil e do PCB – favor não confundir com Roberto Freire – e não tinha visto a ação do IBAD e dos dinheiros americanos na deposição de João Goulart.

Devo ter sido um dos milhões de ingênuos que não percebeu o que os documentos históricos desnudaram: a ação direta dos interesses americanos na deposição de um governo democrático e progressista no Brasil e na destruição de tudo o que se opunha ao golpe que nos levou a isso.

Um tolo, portanto, que achava que as ruas e a correlação de forças internas era o que tudo determinava e decidia.

Hoje, sob o peso do tempo que dói no corpo mas não verga a alma, se não nos acomodamos e aburguesamos como tantos fazem, posso compreender melhor.

A importância geopolítica do Brasil só não é enorme porque enorme não é um adjetivo suficiente para descrevê-la,

À parcela dominante do mundo capitalista não interessa que o Brasil tenha um governo forte, capaz de defender, soberanamente, seus interesses e sua visão global .

Deram tapinhas nas costas a Lula por sua originalidade e sucesso mas, no fundo, tal como nossas elites escravocratas, nunca deixaram de querer reduzir “aquele paraíba de m…” ao seu “devido lugar”.

E o nosso lugar é o de servos, embora uma casta de dirigentes do entreposto colonial goste e creia que é “cosmopolita”  e que o mundo é, de fato, uma “aldeia global”.

Não somos uma aldeia, somoss porque somos uma potência imanente e iminente.

Ninguém se atreveria a dizer que os EUA são parte de uma “aldeia global”, não é?

Pois eles são os reis do globo ( sem trocadilho)  e, mesmo fracos, impõem seu poder ideológico – e, na falta dele, o militar – sobre , de novo sem trocadilho, o globo terrestre.

Devolver o Brasil à condição de coelho amedrontado é uma prioridade. Afeganistão, Iraque e as escutas cibernéticas mostraram que, embora presididos por um negro, os EUA não deixaram de ser o que são.

A pergunta, agora, é: deixaremos de ser o que recentemente nos tornamos: um país que mira a justiça social, que é altivo, admirado, respeitado e necessariamente considerado no contexto mundial?

É possível, pela via do golpe midiático complementado pela legitimidade eleitoral, fazer-nos, outra vez, tirarmos os sapatos para prestar nossa vassalagem à corte?

Velho Briza, valeu. Obrigado pelas respostas às dúvidas que hoje são certezas.

Muito mais que a sabedoria, o que nos engrandece é o aprendizado.

Espero que Dilma Rousseff, que encontrou nele as referências de sua ação, malgrado os desencontros de conjuntura, tenha sabido absorver as lições profundas que ele nos deixou.

E que este Tijolaço não trai nem esquece.

Comentários no Facebook

24 Respostas

  1. Luiz André disse:

    Muito oportuno e verdadeiro seu comentário, o Brizola, até agora, foi o único que teve a coragem de desafiar esse colonizadores globais. Forever Brizola!!

  2. O autor e o blog resenhadopipo tem grande parte de seu discurso como o progressismo que o autor defende baseados em pessoas como Brizola , brasileirissímo ou brasileiraço , a melhor definição. Tá lá junto com Darcy , GG , Jango , e seu legado presente na nação . Saudações brasileiras

  3. Que bom verificar que hoje reconhecem que Brizola tinha razão.

  4. Que bom verificar que hoje reconhecem que Brizola tinha razão.

  5. grannnnnnnnnnde brisola que falta faz

  6. Grande Brizola! Muito oportuno!

  7. Grande Brizola! Muito oportuno!

  8. BRIZOLA tinha razão.

  9. Parabéns pela sua oportuna e comovente homenagem. Brizola seria indispensável agora, pena a ausência física, mas deixou o grande legado. Salve, Brizola!

  10. Wpi Si disse:

    Brizola, este AMAVA ao BraSil e a nós, seu Povo. Eternas saudades… :/
    Fazendo MUITA FALTA!

  11. Que falta faz Brizola nesses dias!!!

  12. Realmente dá uma saudade danada.
    Era um líder que enxergava muito além do que nossos olhos enxergavam.
    Me orgulho muito de ter sido seu eleitor e fã.
    Um verdadeiro Don Quixote lutando contra os poderosos.
    Que falta eles nos faz…

  13. Hoje comentei aqui em casa….como faz falta uma liderança como o velho Briza….para vir a publico tirar as máscaras dos inimigos e colocá-los nos seus devidos lugares…

  14. brizola sempre brizola……..saudades……….ñ se esqueçam do brizolão……….

  15. Aracy Balbani disse:

    Saudades do líder. Ainda bem que temos o Tijolaço para manter vivo esse legado de luta.

  16. Verdade, dona Kátia, como faça falta. E afirmo: toda homenagem que se prestar hoje ao Brizola será ainda pequena.

  17. Nilo Aguiar disse:

    Como membro do PDT e eternamente fã e admirador de Brizola, Darcy e Jango, só temos a lamentar suas faltas físicas mas não espirituais. Um dos maiores desejos de Brizola era a educação do povo brasileiro e mais, pra mim tão quanto importante, a execração da Rede Globo ao limbo com temperatura de 5.000 C. Enquanto tivermos no Brasil a influência e comando dessa rede asquerosa, termos sempre incertezas de espantarmos de vez os escravagistas e exploradores e ladrões de nosso país.
    Saudações tricolores e BRIZOLISTAS!!

  18. Nilo Aguiar disse:

    Como membro do PDT e eternamente fã e admirador de Brizola, Darcy e Jango, só temos a lamentar suas faltas físicas mas não espirituais. Um dos maiores desejos de Brizola era a educação do povo brasileiro e mais, pra mim tão quanto importante, a execração da Rede Globo ao limbo com temperatura de 5.000 C. Enquanto tivermos no Brasil a influência e comando dessa rede asquerosa, termos sempre incertezas de espantarmos de vez os escravagistas e exploradores e ladrões de nosso país.
    Saudações tricolores e BRIZOLISTAS!!

  19. O governo do PT comprou drones de Israel ajudando este Estado criminoso, sendo dito que estes drones seriam utilizados para monitorar as copas.Não me dá vontade de apoiar o PT depois disso, mas que a Dilma permaneça no governo.Deveriam limpar o partido, livrá-lo dos sionistas que lá atuam, estes trabalham para a C.I.A.Demandas populares deixaram de ser atendidas a contento, isso prejudica a popularidade de um governo, a mídia a serviço do grande capital que é propriedade quase exclusiva dos sionistas, atua contra o Estado e o governo, governo este que a esse respeito pareçe ser um tanto ingênuo, para mim isso deve ser levado em conta.
    É lindo ver o povo lutando por melhorias e eu apóio isso e luto com ele, mas dar oportunidade para um golpe favorável aos E.U.A (coisa que não é de todo improvável, se bem que com risco de confrontos) não é produtivo para o país e para o povo, por isso que a Dilma permaneça.
    Eu também gostava do Brizolla, penso que ele faz falta e saberia melhor do que eu o que está acontecento nesse momento.
    Abraços!

  20. Amigos,

    Vcs se lembram que antes das atuais manifestações os noticiários vinham dando muita evidência a todo tipo de acidente com ônibus?

    É óbvio que os acidentes realmente existiram e que o sistema de transporte está todo errado, mas a imprensa nunca se preocupou de verdade com isso, e a maior prova é que nunca apoiaram qualquer iniciativa de mudança real no sistema de trasportes.

    Mas eu andei lembrando que de uma hora pra outra os acidentes envolvendo ônibus, ciclistas e tdo mais, ganharam muito destaque e ênfase nos noticiários em geral…bem mais do que costumavam ter.

    Muito se fala em teorias da conspiração, mas isso ao invés de me assustar me intriga ainda mais, já que até o mundo mineral já conhece a velha estratégia de desqualificar e ridicularizar o indivíduo (ou o seu argumento) chamando-o de cético, de teórico da conspiração e blá blá blá.

    Depois o tempo passa, pessoas envelhecem e começam a dar depoimentos, documentos secretos são revelados e tudo aquilo que fora apresentado como sendo “neurose de esquerdistas” se revela real. (lembram de 64? do Iraque? da Venezuela? Honduras? Paraguai?…)

    Todos esses golpes e tentativas de desestabilização são precedidos por algum “evento” e “insatisfação insuportável generalizada”…em 64 a desculpa era o golpe comunista (aff…), no Iraque foram as temíveis e inexistentes armas de destruição em massa, na Venezuela foi a pseudo violência de “chavistas assassinos”, em Honduras a desculpa foi evitar um “golpe” do próprio Presidente, no Paraguai nem tentaram explicar muito, já que foi tão escancarado que foi melhor nem tentar explicar muito…

    Em comum a ação da mídia, atuando como verdadeira e assumida quinta coluna, preparando o caminho, formando subterraneamente o senso comum que no momento certo é acionado e lançado como uma bomba.

    Infelizmente o descolamento do PT das ruas, da massa, da realidade cotidiana, fez com que seus analistas perdessem a conexão com o povo, com o dia a dia, com o que as pessoas estão sentindo… a influência do trabalho subliminar da mídia na formação do tal senso comum é poderosíssimo e o Governo subestimou essa influência (onde o PT passou a ser sinônimo de corrupção, Lula sendo taxado como chefe de quadrilha etc, sem ter como se defender com paridade de armas)

    Ao que parece, governar apenas analisando planilhas e confiando cegamente em marqueteiros tem um preço alto demais…

    Aí fica fácil pra Globo, que no momento certo aperta o gatilho e lança a bomba do senso comum.

    E a arma que resta ao povo pra se defender e defender as conquistas democráticas conquistadas pelas últimas gerações de brasileiros é: (pasmem) o controle remoto! (mas e se o povo não souber usar?)

    Só pra concluir, não pretendo levar a crer que seja um golpe midiático ou da CIA, mas a história mostra que eles estão sempre agindo, que estão de forma permanente monitorando o que se passa em cada canto do mundo (vide Bradley Manning), que atualmente possuem ferramenteas mais eficazes que os “reportes diplomáticos” enviados pela “intelgência” de suas embaixadas pelo mundo (vide Edward Snowen) já que agora podem reunir informação “in natura” direto da fonte, sem intermediários, através da análise das redes sociais, google etc…(vide Edward Snowen)… podendo com isso traçar com mais precisão o perfil de uma sociedade (se parecer algo muito exagerado, basta traçar um paralelo com essas pesquisas de qualidade que são feitas em campanhas de publicidade, nas quais a capacidade de reunir informações que possibilitem conhecer com precisão o público alvo é crucial para o sucesso da campanha)

    Pelo que foi revelado recentemente pelo ex agente da CIA, Ed Snowen, a inteligência dos EUA atualmente é capaz de coletar uma quantidade de dados incomensurável, o que torna possível elaborar estratégias de desestabilização mais precisas….se estão ou não tramando para derrubar o Presidente Jango, só a história dirá…

    (aliás, que a serpente está sempre à espreita ninguém pode negar…e se a oportunidade surgir ela dá o bote)

  21. E Brizola mandou essa: “O PT é a UDN de macacão”.

    Grande Brizola!

    Gildo Andrade Araújo.

    Porque esse espaço amplo e democrático só permite comentários dos usuários do Faicebuqui?

    Abaixo o preconceito contra os não-usuários do Faicebuqui!

  22. Parabéns pela sua oportuna e comovente homenagem. Brizola seria indispensável agora, pena a ausência física, mas deixou o grande legado. Salve, Brizola!