A sentença que condena a ladra da Globo condena o país do medo

O jornalismo independente fez, com méritos e sacrifícios, a sua parte.

Desde que, há duas semanas, O Cafezinho, blog de Miguel do Rosário, levantou o caso da sonegação de impostos da Rede Globo, estamos trabalhando sozinhos para descerrar o véu de silêncio e cumplicidade que se formou em torno de um escândalo que, em qualquer país do mundo, teria repercussão semelhante à que teve o caso Murdoch na Inglaterra.

Qualquer país do mundo, menos o Brasil, onde todos se vergam ao poder imperial da Rede Globo.

Onde estão os senhores deputados, os senhores senadores, a Polícia Federal, o Ministério Público do Dr. Roberto Gurgel, com todos os seus poderes garantidos pela derrota da PEC 37, pela qual fizeram tanto alarde?

Onde está a imprensa brasileira, os profissionais que enchem a boca para falar que é o Estado e não o interesse patronal quem os quer censurar?

Desapareceram, como o processo da Globo?

Aí está o caso, nu e cru: uma funcionária da Receita Federal condenada por furtar um processo de sonegação de mais de R$ 600 milhões da mais importante empresa de comunicação do país.

Agora estão explicados os sete anos no limbo do “em trânsito” com que o processo constava no protocolo da Receita.

Aí está a resposta do “onde está o Darf?” que a Globo se negava a mostrar.

Aí está a vergonha de um país onde o poder do Império é maior do que o da República e torna legítimo que uma empresa concessionária de serviços públicos corrompa com uns trocados uma servidora desonesta e, assim, faça sumir R$ 600 milhões de dinheiro que deveria estar nos cofres públicos, pagando a saúde, a educação, o transporte que este câncer da comunicação alardeia defender e mostra mocinhas de rosto sorridente a exibir o pedido, nos estádios de futebol.

Todos têm medo.

Quase todos.

Nós, os blogueiros ditos “sujos”, não.

E estamos entregando ao país os documentos que provam o que todos sabiam e só nós dissemos.

Aí está, abaixo, a sentença.

A esta altura, numa democracia, dezenas de jornais e emissoras de televisão estariam postadas à porta da casa da corrupta condenada e à porta da corruptora que a fez delinquir, com câmara e microfones ávidos por desvendar o caso até o fim.

Aqui, não.

Porque o Brasil será sempre uma subdemocracia enquanto a coluna de nossas instituições e de nossos homens públicos estiverem vergadas ao poder do Império.

Enquanto frequentarem os seus camarotes em lugar de faze-los frequentar os tribunais, pelos crimes que cometem.

Derrubamos a Ditadura, é certo. Mas não o Império.

Ainda não somos uma República, portanto, onde todos somos iguais perante a lei.

 

Comentários no Facebook

24 Respostas

  1. É uma verrrrgoooonhhhaaaaaaa!!!!

  2. Ulisses Simon disse:

    Taí o que estes jovens que estão protestando devem reclamar nas ruas. Este poder da Globo é indecente e imoral. Tem de acabar

  3. Ja comentei aqui, e repito a Globo Governa para seu interesse, os poderes da Democracia é uma Concessão da Globo, quero que mudança nesta oredem de valores.

  4. Vamos para a rua então. Devemos mostrar nossa capacidade.

  5. Será que o menino pobre que ia mudar o Brasil não sabia deste caso escabroso?

  6. Paulo Ramos disse:

    e que venham.os pseudos jornalista, noblat, merval , mirian leitão, bonner, jn, globo news, e demais comentaristas, e puxa sacos globais, deitar loas contra corrupção, bando de hipocritas

  7. e a reaçada ainda acha que o PT – em bloco, de forma absolutamente maniqueísta – é o único bandido da história.

  8. Acho que seria o caso de todos nós fazermos valer a LAI – Lei de Acesso à Informação e acionar as Ouvidorias de todos os órgãos envolvidos com essa história e exigir que respondessem a esses questionamentos. Eu já pedi informações às Ouvidorias do Ministério da Fazenda, da CGU e do Ministério Público. Segundo a lei eles tem 20 dias para me responder.

  9. Responsabilidade nas informações. Responsabilidade com o Brasil. As vezes penso que a Globo vai vender o Brasil, e por preço de banana, ou seja, preço FHC.

  10. Nancy Soares disse:

    é de revoltar o estômago, e o Batmam quase sócio da Globo, não vai fazer nada.

  11. Tijolaço disse:

    perfeitamente, Jose Arlindo. Fizemos um post aqui do passo a passo para requeremos estas informações. Vamos divulgar. http://www.tijolaco.com.br/index.php/a-lei-e-para-todos-vamos-atras-do-processo-da-globo/

  12. Brizola, residente no Rio, como Azenha, etc., poderia formar um grupo grande de manifestantes, usando todos os aparatos que tem vocês como jornalistas, se postando diante da Globo, e posteriormente cada um apresentando as fotos na Internet.

  13. Só falta citar a fonte que descobriu o nome da funcionária e o número do processo, né? Ou não foi o Eduardo Goldenberg que passou a informação pra todos vocês?

    • Fernando Brito disse:

      é verdade, ele deu pelo twitter, na madruga. Vamos registrar

  14. Existe um link aqui no site com todos os dados da funcionária do processo, basta pesquisar antes de escrever.

  15. Elza Alves disse:

    Quem é esta func da RF que foi condenada ??? Aposto que ainda ocupa o cargo c/ salario alto e tds as regalias dos funcionarios publicos do brasil. NOSSO EMPREGADOS….

  16. Teresa Bones disse:

    A impunidade dos potentes e poderosos no Brasil é secular. A CASAGRANDE é inatingível.Condenados que escaparam das penas pela prescrição: o ex-dono do Banco Econômico e ex-ministro da Indústria e Comércio Ângelo Calmon de Sá; o ex-senador Luiz Estevão; o empresário Artur Falk, ex-dono do Papa-Tudo; o ex-presidente do Banco Central Chico Lopes e dirigentes do Banco Marka e FonteCindam, além da quadrilha do fiscal da Receita Federal Rodrigo Silveirinha; Sentenciado a 28 anos e 10 meses de prisão por fraudes de US$ 16 bilhões e prejuízo de US$ 9 bilhões aos cofres públicos, o ex-dono do Banco Nacional Marcos de Magalhães Pinto ficou três dias na carceragem da Polícia Federal no Rio pelos crimes- fraude de balanço, formação de quadrilha, gestão fraudulenta e forjar informações ao Banco Central – já prescreveram sendo as penas extintas.
    O Poder Judiciário e Ministério Público apenas são eficientes para punir pobre, p… e preto.

  17. Teresa Bones disse:

    A justiça no Brasil:Um homem ficou preso, no Paraná, mais de dois anos por furtar doze pés de alface e cinco cabeças de repolho. Outro, dezesseis vassouras. Outro, uma dúzia de telhas Eternit, e outro, acredite, um pacote de cigarro; Uma empregada doméstica NEGRA, ficou 06 MESES PRESA por furtar UM POTE DE MARGARINA! Daniel Dantas desviou BILHÕES DE REAIS da economia brasileira; ofereceu UM MILHÃO DE REAIS DE SUBORNO a um DELEGADO DA PF e…FOI SOLTO PELO MINISTRO GILMAR MENDES!

  18. André Luís disse:

    Cadê o filho da puta do Fiuza agora? e o Noblat? e o Merval? e o canalha do Jabor sacudindo os braços indigado? e a Urubóloga Miriam Leitão? Cadê o discurso inflamado do Alvaro “16 milhões” Dias? Cadê o boca-mole do Aloysio “trezentinhos” Nunes? Cadê essa cambada? Do Aécio nem vou perguntar, deve estar de porre uma hora dessas.

  19. Só falta citar a fonte que descobriu o nome da funcionária e o número do processo, né? Ou não foi o Eduardo Goldenberg que passou a informação pra todos vocês?

  20. Só falta citar a fonte que descobriu o nome da funcionária e o número do processo, né? Ou não foi o Eduardo Goldenberg que passou a informação pra todos vocês?

  21. Só falta citar a fonte que descobriu o nome da funcionária e o número do processo, né? Ou não foi o Eduardo Goldenberg que passou a informação pra todos vocês?

  22. Só falta citar a fonte que descobriu o nome da funcionária e o número do processo, né? Ou não foi o Eduardo Goldenberg que passou a informação pra todos vocês?