A semana em que a direita viu que o golpe não será fácil

golpe2

Começou domingo, com o fiasco das manifestações com que contava criar um clima de convulsão nacional.

E terminou ontem – se é que a trinca Moro-Cunha-Veja não produzirá fato ou factóide novo – com a derrubada, no STF, das pretensões da oposição de que prevalecessem as tropelias do presidente da Câmara para a apreciação do pedido de impeachment na Casa e que ali já se decidisse, como fato consumado, o afastamento de Dilma Rousseff, ficando o Senado em posição meramente homologatória.

Foi a semana em que a direita viu que o golpe não será tão fácil, em que pese a desarticulação das forças de esquerda em se fazerem articular e as do governo em se fazer expressar perante a sociedade.

E Eduardo Cunha segue sendo o estigma na testa do golpismo, que desmonta com sua imundície, os pretextos moralistas que pretendem ostentar em seu ataque ao voto e à democracia.

Em meio a isso, porém, não pode ficar em segundo plano o enfrentamento dos problemas econômicos que, muito mais que as artimanhas políticas, impedem que o golpismo seja escorraçado das ruas.

Nem tenho dedicado muito tempo a analisar a situação do Ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Aliás, ninguém perde.

Porque todos sabem que precisa acabar a temporada de travamento da economia brasileira, que entrou em uma situação de impasse: nem mesmo suas próprias medidas puderam ser adotadas porque a profunda recessão criou – claro que com a ajuda do Estado Islâmico de Curitiba – um ambiente político que as inviabilizou por muito tempo.

Levy não caiu por causa do ajuste fiscal, caiu por falta dele e para entender isso não é preciso senão examinar as contas públicas e ver que, muito pior do que qualquer gasto foram as quedas de receita provocadas pelo “apagão” de confiança sofrido por nossa economia.

Nunca é demais repetir o óbvio, nestes tempos em que se fala tanto de “pçedaladas”: a economia é uma bicicleta, que se equilibra em movimento. Parada, cai.

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

38 Respostas

  1. titus disse:

    Que ninguem se iluda….os golpistas ainda teem muitos truques na cartola….escritos em ingles….

  2. Pedro Costa disse:

    Falta um Putin pra dar um chega pra la no “Estado Islâmico de Curitiba”.

  3. Carlos disse:

    Corrija: no domingo tivemos minifestações ou manéfestações, não manifestações.

  4. Irion disse:

    Parece que os irmãos Koch terão que pagar mais… para levar o NOSSO Pré-Sal! (pagar mais para o movimento “imbecis na rua” et caterva…)

  5. Paulo de Rezende disse:

    Caros amigos, quando da morte do Brizola em 2004 eu escrevi um texto para minha família de Passo Fundo, RGS. Com tudo o que esta acontecendo no nosso pais, com esta ameaça de golpe. Como o Brizola governador do Rio Grande em 1961, nos faz falta. Então lhes envio este texto, talvez voces resolvam publicar.
    Um abraço e a luta continua.
    Paulo de Rezende
    6, cour Saint Nicolas – Strasbourg, França

    HOMENAGEM A LEONEL BRIZOLA

    Foi com grande tristeza que soube da morte do Leonel Brizola. A emoção foi grande ao lembrar do Brizola da minha juventude, lembrar do prefeito de Porto Alegre em 1955, das conversas de sexta-feira na rádio Farropilha (que a gente ouvia com dificuldade pois a transmissão era péssima), de sua brilhante eleição para governador do estado em 58 (55% dos votos), de seu belo governo, do melhor governador da história do Rio Grande do Sul, da sua visão, da Estrada da Produção pensada e feita por ele (que os gaúchos seriam bem inspirados em dar-lhe o nome de Estrada Governador Leonel Brizola), da refinaria Alberto Pasqualini, dos Aços finos Piratini, das Escolinhas presentes em todo o canto do Rio Grande, das brisoletas e da nacionalização da CEERGS e da criação da CEEE. Lembrar também do Brizola da Legalidade em 61 do chefe da reação à quartelada que tentou impedir a posse do vice-presidente João Goulart., do Brizola do golpe de 64, da Resistência que Jango não quis, do exílio de 15 anos, da volta em 79. Do governador do Rio de Janeiro eleito duas vezes. Da luta até o fim. E’ deste Brizola que eu me lembro e presto homenagem. Mas também presto homenagem ao político polemista vocacional, epicentro de furacões, senhor das tempestades, combatente incansável coerente, destemido, prisioneiro de convicções e princípios, centralizador, personalista, teimoso verborrágico, falastrão, e ainda ao patriota, nacionalista e anti-imperialista, defensor incansável dos interesses do povo brasileiro. Homenageio ainda o grande orador, o tribuno carismático, o político disposto a qualquer aliança, o articulador de acordos detestáveis. Ou ainda o estrategista talentoso, capaz de suportar parcerias pouco agradáveis para chegar mais rapidamente ao destino desejado pelas massas populares. Assim era Brizola.
    Mas eu me lembro também, por ter ouvido contar, do menino que estudou no Instituto Educacional de Passo Fundo que foi aluno de minha mãe, da família recolhida pelo vô Antoninho, quando do assassinato de seu chefe en 23, do Paraguaçu e da Quita. Da sua volta do exílio quando numa reunião em Porto Alegre eu lhe disse : Governador eu sou Rezende de Passo Fundo, filho de quem perguntou ele. Do Pedro respondi. A sim como vai ele e a Dona Maria ? Do Brizola, governador do Rio de Janeiro que durante da enfermidade de minha mãe em Passo Fundo telefonava pessoalmente ou fazia telefonar para ter notícias da sua professora de português.
    Que vida, que lutas. Morreu o último caudilho do Rio Grande. Ele era da estirpe de um Assis Brasil, Silveira Martins, Pinheiro Machado, Júlio de Castilhos, Borges de Medeiros, Getúlio Vargas, Flores da Cunha, Luiz Carlos Prestes, Osvaldo Aranha, Jango Goulart e tantos outros gaúchos que honraram o Rio Grande e serviram o Brasil.
    O guerreiro descansa em paz. Morreu na cancha. Lutou até o fim. Como Getúlio (suicidado) e Jango (assassinado pela ditadura), ele repousará em São Borja.

    Strasbourg, 22 de junho de 2004
    Paulo

    • titus disse:

      Paulo de Rezende,
      Gostei muito da sua carta….parabens pelo seu nacionalismo, citou grandes nomes(personalidades reais)…tambem sugiro dar uma olhada no Roberto Requiao.
      que tem um plano exelente….

    • Jorge Leite disse:

      Belo texto, Paulo. Emocionante…
      Tua referência aos “acordos detestáveis” me fez lembrar a época em que eu tinha um adesivo no carro (OPTei, do PT no Rio) e dois amigos me abriram o olho para aquele governador que estava dando atenção aos favelados em seu primeiro governo, e não tardei a me tornar seu seguidor. Demorei a engolir alguns acordos, realmente detestáveis e aparentemente incoerentes, mas aprendi com eles que todos dariam seus frutos adiante, cruciais na luta pela justiça social e a defesa de nossa soberania. Forte abraço!

    • Leonel Inácio disse:

      Paulo de Rezende,
      Parabéns pelo texto!!! Emocionante!
      Todos nós sentimos muito a falta do Brizola, mas ele é ainda hoje a nossa referência e a nossa inspiração. E será sempre.

    • Vargas disse:

      Obrigado pelo texto, Paulo.
      Muito bem lembrado e resumido.
      Faz muita falta. Fez muito pelo Brasil.

  6. Valdo disse:

    Simplesmente é preciso de povo na rua. Entao devagar o problema economicos e da lava jato, que fez muito mais estragos nas nossas empresas do que beneficios ao Pais, sera e é um dos grandes gargalos. Esta MP de leniencia talvez ajude. É bom lembrar que Obama deu ordem, punam os diretores mas nao travem as empresas, o que levou o tesouro americanos a dar 730 biohoes de dolares a GM……Aqui Dilma precisa ir para o ataque, precisamo voltar a crescer e dar emprego, um Brasil com 370 bilhoes de reservas em dolar, tem que dar uma banana para os entreguistas hipocritas…

  7. renato arthur disse:

    Em um dia como ontem como é interessante ver a cara dos comentaristas da Globonews, e ler as manchetes da Folha de São Paulo. A Veja, deve ter mudado a capa do fim de semana. Pois o maior partido de oposição desse país esta nos Oligarcas da Comunicação e p/ eles o Brasil é colonia e a elite neoliberal patrimonialista.
    Já contavam como certa a venda do Pre sal e a Privatização do banco do brasil e da Caixa. O papai noel deles não será tão risonho como imaginavam e terá a cara do Cunha.

    • titus disse:

      renato arthur,
      sempre que posso leio seus comentarios porque sao bons…..
      Lembre-se que os parasitas recebem em dolares e que como carrapatos que sao nao desistirao de atormentar o povo por isso alerta sempre..Abs….

      • renato arthur disse:

        Obrigado Titus, aqui nesse espaço do Fernando compartilhamos dos mesmos ideais. Um Brasil mais igual e justo para todos os seus filhos. Uma imensa esperança de tornarmos uma grande Nação, e que nunca mais teremos golpes de elites escravagista.

  8. Pedro Pereira disse:

    Adicionaria as “vitórias” da semana a Operação Sangue Negro, já que o MPF RJ e banda não-tucana da PF (nem toda PF é tucana, vide Zelotes) decidiu jogar m na cara dos paranaenses (pf e mpf pr e moro), os quais tem como objetivo único destruir a industria do petróleo e sabotar o futuro da nação, prejudicando profundamente o estado do Rio de Janeiro. Daí a reação do MPF RJ pra parar com zueira do seu moro.

    • renato arthur disse:

      Não tinha percebido que foi o MP do Rio que resolveu investigar a história da Petrobras antes de 98. Sim porque p/ Moro as falcatruas na estatal só ocorreram no governo do PT, antes não havia nada e delações anteriores só aumentavam a pena do investigado. Enfim, estamos descobrido na justiça brasileira, que nesse grande deserto, também ha um oásis.

  9. marco disse:

    Quanto a CANALHADA DA LAVA A JATO,vão continuar tentando o GOLPE.São os reservas dos golpistas do CONGRESSO.E gozando do INSTITUTO DA IMPUNIBILIDADE,cujos benefícios,somente não gozam,os BRASILEIROS POBRES,PRETOS E MESTIÇOS.

  10. renato arthur disse:

    Como Fachin se reabilitou frente a Mídia:
    Comentário do Merval no dia de ontem no O GLobo
    “O ministro Fachin, cuja nomeação provocou muita polêmica e críticas – inclusive minhas – por sua atividade política pública a favor da eleição da presidente Dilma, e sua ligação com movimentos sociais esquerdistas, demonstrou que, como prometeu ao ser sabatinado no Senado, tem condições de atuar com independência no Supremo Tribunal Federal”.
    Alô Fachin essa é p/ teu currículo, o Merval te aprovou.

  11. Joao batista disse:

    Viva Dilma

  12. serralheiro velho disse:

    Muito bom Fernando. Eu incluiria o gilmau nesta quadrilha Moro-cunha- …. -gilmau.

  13. Messias Franca de Macedo disse:

    AOS RESPONSÁVEIS PELO ‘TIJOLAÇO’ E AOS(ÀS) COMENTARISTAS desta conspícua casa cibernética

    Os jornalistas Luis Nassif e Paulo Henrique Amorim, entre outros – e de modo deveras pertinente -, estão a exortar a presidente Dilma Rousseff: ‘a terceira chance’; ou ainda, ‘Dilma assume o terceiro mandato’…
    Neste sentido, gostaria de coletar e coletivizar, aqui no DCM, um levantamento de propostas a ser encaminhado para análise do governo da honrada e nacionalista presidente Dilma Vana Rousseff – uma espécie de carta de sugestões/intenções.
    Recomendações que poderiam ou não serem acatadas!
    As proposições aceitas seriam contempladas enquanto medidas (ações de governo) que deveriam ser implementadas nos próximos três anos, destacando-se as mais urgentes, já pensando no ano de 2016.
    Em cadeia nacional de rádio, televisão e internet, a Excelentíssima senhora presidente da República Dilma Rousseff faria o pronunciamento à nação – antes do Natal, preferencialmente.
    # Anúncio do ‘Plano Nacional de Segurança Nacional’ [resgatando compromisso da campanha eleitoral] – a ser instituído gradualmente na dependência da disponibilidade dos recursos – incluindo aqueles oriundos da nova CPMF;
    # Anúncio do pacote de medidas de combate à corrupção [‘os cinco pontos apresentados na campanha presidencial]
    # Aumento dos recursos destinados ao programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, educação e saúde;
    # criação de uma Comissão de Notáveis para pensar a construção da nação brasileira a curto, médio e longo prazo.
    A comissão a ser formada por catedráticos das universidades brasileiras, intelectuais, artistas, pesquisadores, brasilianistas, filósofos, economistas, cientistas, líderes partidários, inclusive da oposição…; representantes dos movimentos sociais, das classes trabalhadores, dos diversos matizes religiosos, das forças produtivas, do empresariado, da indústria, do sistema financeiro… Formatando um conjunto de diretrizes na perspectiva do ‘Brasil Escandinavo’ propugnado pelo egrégio jornalista Paulo Nogueira do ‘Diário do Centro do Mundo’ (DCM) (http://www.diariodocentrodomundo.com.br/)…;
    # Proposta para a constituição de um grupo de notáveis objetivando discutir com a sociedade brasileira a reforma tributária;
    # anúncio do aumento dos investimentos para a reforma agrária – a serem alocados gradualmente na dependência da disponibilidade dos recursos – incluindo aqueles oriundos da nova CPMF
    # anúncios de programas sociais que valorizem as mulheres e a juventude, e favorecendo-(as)/(a) no ingresso ao mercado de trabalho;
    # anúncio de programas sociais direcionados especificamente às pessoas da terceira Idade;
    # discorrer acerca do inefável papel sócio-econômico e cultural das Olimpíadas.
    Olimpíadas que serão realizadas no próximo ano, realçando as positivas e profícuas implicações em termos de fomento à economia, geração de emprego e renda;
    # Discussão acerca da Lei dos Meios [seria o momento oportuno?!];
    # anúncio do aumento dos recursos a serem destinados para a construção de creches e UPAs…
    (…)

    Sugestões franqueadas a todos e a todas!

    RESCALDO:
    ou seja, a comunicação da presidente Dilma Rousseff enquanto mecanismo lídimo e imperioso no sentido de “injetar”, verdadeiramente, otimismo, fé e alegria nas pessoas. [“E jogar mais leite na cara dos caretas golpistas!” RISOS]

    Humildemente,

    Messias Franca de Macedo
    Feira de Santana, Bahia
    Brasil

    • Messias Franca de Macedo disse:

      retificação:

      … Neste sentido, gostaria de coletar e coletivizar, aqui no ‘Tijolaço’… [Do emérito, nacionalista e impávido jornalista Fernando Brito]

    • titus disse:

      Grande Messias Franca de Macedo,
      Boa…… somente acrecentando o senador roberto requiao que tem um plano nacionalista para os proximos 10 anos ja desenhado pede aos brasileiros levem a discucao para a sociedade essa mesma que descreveu …… apoiado 100%…

      Abs titus schieren

      • ANY disse:

        Saudades do governador Roberto Requião. Se não o melhor, um dos melhores governadores do Paraná. Eu, como professora da escola pública do Paraná, afirmo que foi o melhor para a educação e outros setores. Pena que o conservador Paraná, a partir do momento em que ele declarou apoio ao Lula e a Dilma, passou a exorcizá-lo e deu a vitória ao espancador de professor. Mas eis um cara que entende de Estado, gestão, economia e afins. Dilma ganharia muito se o chamasse para sua equipe.

    • bronco capiau disse:

      Brasil Escandinavo!?!?!?!?
      Ridiculo,Kkkkkkkkkkkkk

  14. Patrice L disse:

    Ainda sobre a derrota do golpismo no STF

    “Há duas tragédias na vida. A primeira é José Serra. A segunda é alguém citar com elogios artigo de José Serra.”

    Sigamos, porém, muito atentos porque – como bem apontou um cartoon – o golpismo é PATOLÓGICO

  15. renato arthur disse:

    hoje na Folha
    “Municípios produtores de petróleo lideram ranking de PIB per capita”
    Com pouca população e grandes empreendimentos, os municípios produtores de petróleo dominaram o ranking das cidades com maior PIB (Produto Interno Bruto) per capita do país em 2013, mostra pesquisa do IBGE.
    Residência de 11.309 pessoas, Presidente Kennedy (ES) liderou o ranking com uma renda per capita de R$ 715.193,70 em 2013. A cidade está localizada em frente a campos produtores de petróleo, como Parque das Conchas.
    Pelo câmbio de quarta-feira (16), o PIB per capita de Presidente Kennedy era de US$ 183.717,46, ou seja, o dobro do principado de Mônaco (US$ 78.700) naquele ano, por exemplo, segundo estimativa do Banco Mundial.
    Estranho a Petrobrás não estava quebrada com o governo PT. Por isso é querem vender a Petrobrás dando o golpe e paralisando o país como faz o Moro.

  16. betinho disse:

    Calma, ainda não ganhamos a guerra. Ganhamos uma batalha, tudo bem q foi uma batalha grande, muito importante. Mas ainda assim apenas uma batalha.
    Lutas maiores estão por vir, e a Dilma precisa fazer a parte dela: Rifar esse Levy e destravar a economia; Defenestrar o Zé-Inútil-Cardoso, q é o QUINTA COLUNA do governo; e voltar a governar pra quem a elegeu, e não para essa elite poder, corrupta e parasitária! O resto é com a justiça e o MP, que precisam dar um basta definitivo no CANALHA MOR, o Pulha safado que preside a câmara.

    • betinho disse:

      * elite podre

    • bronco capiau disse:

      Pelo menos um amestrado com um neuronio a mais!

      O jogo ainda nao terminou entao façam como seus idolo e começem a bajular Renan, o probo!!

      • Vinicius disse:

        cloves mil e uma caras não se cansa de ser chato.

        Mala sem alça mesmo.

      • Betinho disse:

        Calma coxinha, não precisa se desesperar! Tudo bem que o choro é livre, mas vá se lamuriar em outras paragens, como aquela revista imunda cujo nome me recuso a dizer, mas que se trata de um dos tempos e modos verbais do verbo VER. Kkkkkkkkkkk

  17. laura disse:

    Moro vai produzir sim novos “fatos”. Além de Lula, vão pegar quem? RENAM.

  18. Claudio disse:

    Hoje é sexta-feira e ainda não vi, por parte do Alckmin Dead, elogios sobre as manifestações livres e pacíficas, que ocorreram a dois dias na mesma Avenida Paulista.

  19. Carlos disse:

    Sabe, tenho uma forte impressão de que muita aconteceu nos dias 16 e 17 e ninguém ainda está sabendo. A convocação das minifestações de domingo, o julgamento do rito do impeachment pelo supremo, a operação da pf na casa de cunha (mas ao mesmo tempo houve alguma coisa em Alagoas, terra de Calheiros), a queda de braço entre Renan contra a dupla cunha/temer pela liderança do PMDB na Câmara, reuniões entre Dilma e Ciro, aquela estapafúrdia intimação para Lula depor no dia 17, a “informação” fajuta divulgada por aquele zé mané merval sobre a unanimidade do voto do supremo a favor do rito de cunha… Não sei, mas algo me diz que o golpe estava com data marcada e houve uma intensa batalha nos bastidores que terminou com desfecho desfavorável aos vilões a serviço do retrocesso, do capital e das petroleiras internacionais.

  20. Carlos Roberto disse:

    Prezado brasileiros, lembro do Ministro Dias Toffoli quando tratava de suas decisões com serenidade e inteligência, todavia, noto hoje uma grande mudança no comportamento do Ministro , este passou a imitar o arrogante Ministro Gilmar , aliás, Dias Toffoli tenta em seus pronunciamentos apavorar seus pares atua invariavelmente com o tom de voz e gestos idênticos ao do Gilmar e não raro anuncia o apocalipse, alguém sabe explicar os motivos pelos quais Dias Toffoli passou a ter tal comportamento e votar inventariante com Gilmar Dantas?

  21. Beto Formolo disse:

    Libere o meu comentario acima, das 13:13, se possivel.
    Grato

  22. antonio carlos martins disse:

    impitim! ficou feissimo para: acim,fhc,cerra carlos sampaio paulinho da força picole de chuchu psdb dem pps depois da liçao do Supremo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *