A máquina do Estado contra um único homem

troops

Parem para pensar.

Neste momento, quase uma vintena de promotores federais e estaduais, uma dezena ou mais  de delegados da PF, centenas de agentes, auditores-fiscais da Receita, juízes e assessores da vara de Sérgio Moro, centenas de servidores, carros, escritórios, tudo está mobilizado para encontrar o que possa levar à cadeia um único homem.

Luís Inácio Lula da Silva.

Entre vencimentos, vantagens, encargos e diárias deste pessoal, o Estado brasileiro – leia-se eu e vocês – gasta, por baixo, R$ 10 milhões de reais por mês. E olhe que isso é um cálculo conservador.nem coloquei, por exemplo, os quase 100 mil reais de auxílio moradia dos procuradores da República, nossos campeões da moral.

Se incluíssemos aí o valor da máquina de propaganda posta a serviço desta caçada, a conta subiria à casa do bilhão. Não é exagero, é só olhar o custo de páginas e páginas de pura reprodução do que querem dizer (ou vazar) os perseguidores de Lula. E a TV, em seus horários mais nobres, e as rádios, e os portais de internet…

Do outro lado, nem mesmo “passar o chapéu” para tentar organizar uma estrutura de defesa.

Imagine! Se até uns miseráveis pedalinhos para os netos viram sinais da ‘fortuna” amealhada pelo ex-presidente!

O combate é, evidentemente, para lá de desigual, mais ainda porque um lado pode tudo – o legal e o arbitrário – e o outro não pode sequer conhecer do que é acusado.

A tal “paridade de armas” em que se funda a luta jurídica é só uma ironia perversa.

E isso é assim porque se quebrou um princípio fundamental da operação do Direito, que é a função de equilíbrio dada ao juiz.

Quando o juiz, por tudo e todos os fatores, sente-se livre para misturar a instrução criminal com a função julgadora, a balança desaparece e sobra à Justiça só a espada.

Ou seja, seu poder passa a ser exercido apenas pela força, num combate onde, além do desequilíbrio, só um lado pode ser ferido e maltratado.

E quando a mídia se soma a ele, é como um massacre.

E o massacre é a antítese da Justiça.

É por isso que vivemos hoje julgamentos de sentenças prontas.

Mesmo em crimes que, se de fato ocorridos na extensão que se apregoa, a reparação seria essencialmente de natureza pecuniária – afinal, não faz sentido deixar um ladrão preso e rico, ainda que, para os delatores, a prisão seja apenas uma tornozeleira, ou nem isso – mas percebe-se o prazer mórbido de condenação na casa dos 20 anos para quem se lhes tirassem o dinheiro, nenhum mal seria capaz de causar.

Faz-se, porém, no desejo de transformar a pena num “pau-de-arara”, do qual a delação é a única forma de livrar-se.

Não vão acusar Lula, Dilma ou seus auxiliares? Acusariam as próprias mães!

não é possível que homens e mulheres com a cultura jurídica – sim , há exceções, concordo – dos membros do Supremo não enxerguem isso que esta á nossa vista, dos leigos.

Mas eles, juízes, estão tão prisioneiros quanto os encarcerados de Moro: se ousarem discordar serão condenados à pena da execração pública,

Viu-se, nestas rápidas pinceladas, o desigual do combate.

Não obstante, Lula irá travá-lo, mas precisa de novas forças.

E o que se quer, agora, decisivamente fazer é impedir que ele as desperte e reúna.

Esta força tem um nome.

Chama-se povo brasileiro.

E o povo brasileiro, pacato ordeiro e pacífico,  atende a rugidos.

Não a miados.

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

33 Respostas

  1. Dinio disse:

    Ou viramos todos “cobras” e nos unimos à Jararaca, ou seremos comidos pelos “gatos” do Judi$iário. E o pior, os gatos têm a ração de primeira garantida pela mídia. Bueno…o Ministério está vago…assim como quem diz…é pegar ou largar…Jararaca.

    • Iskra disse:

      A imagem é bem a propósito, lembremos sempre da estrela da morte – Globo ! Ela deve ser a primeira a virar pó.

  2. JOHN JAHNES disse:

    “A partir de agora, se me prenderem, eu viro herói. Se me matarem, viro mártir. E se me deixarem solto, viro presidente de novo”, disse Lula a mais de um interlocutor. Conforme o jornal O Estado de S. Paulo.

    E O AÉCIO, DEFINITIVAMENTE, VIROU PÓ.

    EM 2013 ERAM IDIOTAS INÚTEIS.
    ERAM TODOS CUNHA.
    ERAM MILHÕES DE CUNHAS.
    (DITO POR ELES MESMOS)

  3. Re disse:

    Moro num prédio bem simples. Aqui não há bateção de panelas. Mas também ninguém fala nada, mesmo sendo a maioria Lula. Sabem que serão mal vistos. Não são pessoas que irão às ruas, a não ser um morador que é sindicalizado. Minha vizinha ama o Lula, ela veio da extrema pobreza. Essas pessoas do meu microcosmo votariam novamente no Lula. Mas ele está sendo julgado pela lei dos homens (na de Deus é um iluminado, como disse a vizinha), vão ficar observando para ver o que vai dar. Não caem nas balelas da mídia feito patos como muitos da classe média; são muito desconfiados para isso. De certa forma parecem saber que a mídia não fala para eles, sobre interesses deles. Absorvem da mídia mais entretenimento que informação.

  4. nilo walter disse:

    É o republicanismo… Lula criou as cobras para ser mordido .
    Esqueceram a luta de classe .
    Essa é a batalha principal.
    O Brasil é enorme , mas trocaram as ruas pelos gabinetes .
    Acreditaram que aa Globo ficaria neutra.
    Ela representa os EUA .
    Deve-se se reorganizar , discutir política.

  5. renato disse:

    NÃO VEM AO CASO.
    MAS…tive um processo no PROCOM arquivado por falta de pericia, contra a Renault do Brasil
    O que há de excepcional?
    Levou quatro anos para eles me falarem isto..
    Quatro anos aguardando a resposta como manda o figurino..
    E não me encaminharam a lugar algum..simples assim…
    Foi arquivado..
    VICIO OCULTO que prejudica a Saude e Segurança do consumidor.
    em todos os carros da Renault..como o meu SANDERO..
    Fora os absurdos que levaram a esta “opinião”.
    Ainda mandaram tirar a RENAULT da lista…
    Que LISTA…se o processo estava parado a 4 anos para analise??
    Vou recorrer as Universidades de todoo pais para pautarem meu caso
    como TCC ou outro para aprendizado.
    Não desanimarei..
    MAS…não vem ao caso…
    Será que um destes não me ajudaria, na folga..

  6. T.Araujo disse:

    Ê desolador assistir a toda essa artimanha para incriminar o melhor presidente que esse país já teve. E eu diria que vocês blogueiros são a resistência contra toda essa máquina poderosa da grande mídia. A boa notícia é que vocês estão incomodando e muito. Não desistam. O povo irá ajudar nas ruas. O brasileiro mesmo sendo pacífico não abrirá mão das conquistas sociais. #lula2018!

  7. marco disse:

    Pois eu DISCORDO PEREMPTORIAMENTE,de que juízes estejam prisioneiros.Eles,quase que a totalidade deles,são CÚMPLICES IDEOLÓGICOS DA CANALHA GOLPISTA.Quanto ao MINISTÉRIO PÚBLICO,coloque-se ARMA E AUTORIDADE com pessoas cujos olhos estão apontados ambos,ao mesmo tempo,para a ponta do nariz,que ao invés de ser por VAIDADES ESTÉTICAS o são por sinais de RETARDAMENTO MENTAL,assemelhadas aos olhos do MORO,e teremos o que se assiste impotentemente,nós pessoas do povo.Com as POLÍCIAS ocorre o mesmo,verdadeira FÁBRICA DE MEGANHAS e nem ajudam com a alta produção,o PIB BRASILEIRO.E não ficam nem vermelhos,se lhes dissermos isso.Ao contrário,se orgulham disso.SÃO TODOS ELES,PARTIDÁRIOS DA ” DEDURAÇÃO DO PRÓXIMO “”! Igualzinho à ALEMANHA DO ADOLFO,que deve ser seu HERÓI ! Assim como para pouco menos da metade dos eleitores brasileiros.

  8. Messias Franca de Macedo disse:

    TRÊS [supostos] JORNALISTAS APROVEITAM A MADRUGADA PARA ATACAR DURANTE O DIA

    E por perpetrarem acintosamente os crimes de calúnia, difamação e estelionato intelectual, devem ser processados.
    Entenda mais uma delinquente conspiração notívaga destes assassinos seletivos de reputações a $oldo IMUNDO dos patrões Frias da ‘Folha de São Paulo’ da ‘ditabranda’

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$

    (…)
    Durante o café da manhã [na residência do presidente do Senado, Renan Calheiros, PMDB (AL)], o presidente passou boa parte do tempo tecendo explicações sobre o uso do sítio em Atibaia (SP), e o seu apartamento triplex no Guarujá, litoral de São Paulo.

    Em
    Dilma sofre pressão para colocar Lula em cargo-chave no governo
    10/03/2016 – 02h00 [02h00, adendo nosso!]

    CACHOEIRA – perdão, ato falho -, FONTE [IMUNDA!]: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/03/1748261-dilma-sofre-pressao-para-colocar-lula-em-cargo-chave-no-governo.shtml

    RESCALDO:
    ‘… e o seu apartamento triplex no Guarujá, litoral de São Paulo.’

    Quer dizer, então, que para estes jornalistas o tal tríplex no Guarujá é do ex-presidente Lula?
    Fato documentalmente comprovado?
    Sentença transitada em julgado?

    EM TEMPOS NAZIFASCITERRORISTAS &$ GOLPISTAS:
    segue os nomes dos três detratores das verdades factuais e da honra de certas pessoas e que, portanto, devem ser processados pelo [eterno] presidente Luiz Inácio Lula da Silva:
    Valdo Cruz
    Gustavo Uribe
    Mariana Haubert

  9. Jose carlos disse:

    A Globo e a bunda da elite brasileira, a elite brasileira e a bunda da elite americana e os coxinhas o penico da Globo.

  10. Messias Franca de Macedo disse:

    Ministros da Justiça no governo FHC engrossam o coro dos que criticam a decisão do juiz Sérgio Moro de conduzir o ex-presidente Lula coercitivamente para prestar depoimento. “Houve um fragoroso abuso.” Lula não foi intimado, portanto não poderia ter sido levado coercitivamente”, afirmam.

    Os ministros da Justiça do governo FHC citados no enunciado acima são os juristas *José Carlos Dias e **José Gregori.

    *advogado criminalista e político brasileiro
    ** jurista e político brasileiro

    em
    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2016/03/1748107-delcidio-podera-falar-de-negociacoes-com-aecio-durante-a-cpi-do-mensalao.shtml

    Um questionamento:
    apesar de todo este massacre de Ilegalidades, a era ‘Lulinha paz e amor’ persiste?
    A conferir!

    E ‘nois’?!
    Um “rebanho” de ‘bananas’?!
    Acompanhemos, pois, as nossas próximas marchas!
    E que utilizemos as nossas próprias pernas – e mentes!
    A favor da nação brasileira, a bem da verdade!

    • Messias Franca de Macedo disse:

      ajuste em busca da ênfase!

      (…)
      E que utilizemos as nossas próprias mentes!
      E pernas!

  11. ernesto disse:

    Inversão dos fatos, teu nome é lulopetismo. A máquina do Estado está em boa parte na mão do sujeito arrogante que manda na chefe do Executivo, controla metade da economia do país, nomeia amigos para o STF e centenas de milhares de seguidores, além de contar com organização pagas (com dinheiro público) para defendê-lo. Contra esse molusco rancoroso e ganancioso de mil tentáculos se levantaram alguns poucos dispostos a cumprir a lei do país e, mesmo contra todas as pressões, estão conseguindo enquadrar o prepotente que se achava acima delas.
    Quanto ao custo, é só ver quantos bilhões (ou já seriam trilhões) custam o Mensalão, o Petrolão, a dívida pública gerada pela incompetência, o país quebrado e tudo o mais. Sem falar do custo moral de ver o Brasil dominado por essa seita de fanáticos ignorantes.

  12. Lenita disse:

    #SomosTodosJararaca
    #MexeuComLulaMexeuComigo
    #ForaLavaJato
    #ForaMoro

    E isso ai Brito, Vamos tomar as ruas. Os blogs sujos deveriam estar orientando as pessoas e poderiam, nesse momento, crucial não dar voz aos coxinhas mais virulentos. Somos tb todos responsaveis pois a cidadania tem que ser exercida e é esse o legado do Lula, do PT e de Dilma. A oligarquia é poderosa mas minoritaria ! Povo nas Ruas Ja !! Vamos vencê-los !!

  13. Mário Alex disse:

    Enquanto isso o DDantas está livre, solto e saltitante com 10 anos de condenação no lombo. Justica, kkkkk!

  14. Eliseu Leão disse:

    Brito estimou os custos da PF na caça ao Lula mas esqueceu que Samuel Pinheiro Guimarães denunciou financiamento direto dos EUA, num artigo que o Cafezinho publicou no dia 23 de agosto de 2015.

    Introdução do Miguel do Rosario:
    ”O embaixador Samuel Pinheiro é a prova viva de que, independente da massacrante manipulação de que a população é vítima, sempre haverá nacionalistas atentos ao jogo sujo da ofensiva conservadora. Jogo sujo patrocinado pelos mesmos que sempre viveram às custas da opressão do povo, da corrupção dos governos e da desigualdade de oportunidades que infelicita a nação há séculos.

    Trecho do artigo de Samuel Pinheiro Guimarães:
    ”A Polícia Federal exerce suas funções com extrema parcialidade, de forma midiática, criando, na sociedade a presunção de alta periculosidade de indivíduos que prende para investigação e se arvorando em poder independente do Estado. Segundo depoimento do Presidente das entidades da Polícia Federal na Câmara dos Deputados, a Polícia Federal recebe regularmente recursos da CIA, do FBI e da Drug Enforcement Administration – DEA, no montante de USD 10 milhões anuais, depositados diretamente em contas individuais de policiais federais.

  15. Eliseu Leão disse:

    A luta é de vida ou morte (porque Lula é BRICS)
    8/3/2016, Pepe Escobar, RT Tadução Vila Vudu

    “BRICS” é a sigla mais amaldiçoada no eixo av. Beltway [onde ficam várias instituições do governo dos EUA em Washington]-Wall Street, e por razão de peso: a consolidação dos BRICS é o único projeto orgânico, de alcance global, com potencial para afrouxar a garra que o Excepcionalistão mantém apertada no pescoço da chamada “comunidade internacional”.

    Assim sendo, não é surpresa que as três potências chaves dos BRICS estejam sendo atacadas simultaneamente, em várias frentes, já faz algum tempo. Contra a Rússia, a questão é a Ucrânia e a Síria, a guerra do preço do petróleo, o ataque furioso contra o rublo e a demonização ininterrupta da tal “agressão russa”. Contra a China, a coisa é uma dita “agressão chinesa” no Mar do Sul da China e o (fracassado) ataque às Bolsas de Shanghai/Shenzhen.

    O Brasil é o elo mais fraco dessas três potências emergências crucialmente importantes. Já no final de 2014 era visível que os suspeitos de sempre fariam qualquer coisa para desestabilizar a sétima maior economia do mundo, visando a uma boa velha ‘mudança de regime’. Para tanto criaram um coquetel político-conceitual tóxico (“ingovernabilidade”), a ser usado para jogar de cara na lama toda a economia brasileira.

    Há incontáveis razões para o golpe, dentre elas: a consolidação do Banco de Desenvolvimento dos BRICS; o impulso concertado entre os países BRICS para negociarem nas respectivas moedas, deixando de lado o dólar norte-americano e visando a construir outra moeda global de reserva que tome o lugar do dólar; a construção de um cabo submarino gigante de telecomunicações por fibra ótica que conecta Brasil e Europa, além do cabo BRICS, que une a América do Sul ao Leste da Ásia – ambos fora de qualquer controle pelos EUA.

    E acima de tudo, como sempre, o desejo pervertido obcecado do Excepcionalistão: privatizar a imensa riqueza natural do Brasil. Mais uma vez, é o petróleo.

    Peguem esse Lula, ou…

    WikiLeaks Já expôs há muito tempo, em 2009, o quanto o Big Oil estava ativo no Brasil, tentando modificar, servindo-se de todos os meios de extorsão, uma lei proposta pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, conhecido também como Lula, que estabelece que a estatal Petrobrás (lucrativa) será a única operadora de todas as bacias de petróleo no mar, da mais importante descoberta de petróleo desse jovem século 21: as reservas de petróleo do pré-sal.

    Lula não só deixou à distância o Big Oil – especialmente ExxonMobil e Chevron –, mas também abriu a exploração do petróleo no Brasil à Sinopec chinesa – parte da parceria estratégica Brasil-China (BRICS dentro de BRICS).

    O inferno não conhece fúria maior que a do Excepcionalistão descartado. Como a Máfia, o Excepcionalistão nunca esquece; mais dia menos dia Lula teria de pagar, como Putin tem de pagar por ter-se livrado dos oligarcas cleptocratas amigos dos EUA.

    A bola começou a rolar quando Edward Snowden revelou que a Agência de Segurança Nacional dos EUA (ing. NSA) andava espionando a presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, e vários altos funcionários da Petrobrás. Continuou com o fato de que a Polícia Federal do Brasil coopera, recebe treinamento e/ou são controladas de perto por ambos, o FBI e a CIA (sobretudo na esfera do antiterrorismo). E prosseguiu via os dois anos de investigações da Operação Car Wash, que revelou vasta rede de corrupção que envolve atores dentro da Petrobrás, as maiores empresas construtoras brasileiras e políticos do partido governante Workers’ Party.

    A rede de corrupção parece ser real – mas com “provas” quase sempre exclusivamente orais, sem nenhum tipo de comprovação documental, e obtidas de trapaceiros conhecidos e/ou neomentirosos seriais que acusam qualquer um de qualquer coisa em troca de redução na própria pena.

    Mas para os Procuradores encarregados da Operação Car Wash, o verdadeiro negócio sempre foi, desde o início, como envolver Lula em fosse o que fosse.

    Entra o neo-Elliott Ness tropical

    Chega-se assim à encenação espetacularizada, à moda Hollywood, na 6ª-feira passada em São Paulo, que disparou ondas de choque por todo o planeta. Lula “detido”, interrogado, humilhado em público (comentei esses eventos em “Terremoto no Brasil”).

    O Plano A na blitz à moda Hollywood contra Lula era ambicioso movimento para subir as apostas; não só se pavimentaria o caminho para o impeachment da presidenta Dilma Rousseff (q seria declarada “culpada por associação”), como, também, já se neutralizaria Lula, impedindo-o de candidatar-se à presidência em 2018. E não havia Plano B.

    Como não seria difícil prever que aconteceria – e acontece muito nas ‘montagens’ do FBI – toda a ‘operação’ saiu pela culatra.

    Lula, em discurso-aula, master class em matéria de discurso político, reproduzido ao vivo por todo o país pela internet, não só se consagrou como mártir de uma conspiração ignóbil, mas, mais que isso, energizou suas tropas de massa. Até respeitáveis vozes conservadoras condenaram o show à moda Hollywood, de um ministro da Suprema Corte a um ex-ministro da Justiça, que serviu a governo anterior aos do Workers’ Party, além do conhecido professor e economista Bresser Pereira (um dos fundadores do PSDB, que nasceu como partido da social-democracia do Brasil, mas virou a casaca e é hoje defensor das políticas neoliberais do Excepcionalistão e lidera a oposição de direita).

    Bresser disse claramente que a Suprema Corte deveria intervir na Operação Car Wash para impedir novos abusos. Os advogados de Lula, por sua vez, requereram à Suprema Corte que detalhasse a jurisprudência que embasaria as acusações assacadas contra Lula. Mais que isso, um advogado que teve papel de destaque na blitz hollywoodiana disse que Lula respondeu a tudo que lhe foi perguntado durante o interrogatório de quase quatro horas, sem piscar – eram as mesmas perguntas que já lhe haviam sido feitas antes.

    O professor e advogado Celso Bandeira de Mello, por sua vez, foi diretamente ao ponto: as classes médias altas no Brasil – nas quais se reúnem quantidades estupefacientes de arrogância, ignorância e preconceito, e cujo maior sonho de toda uma vida é alcançar um apartamento em Miami – estão apavoradas, mortas de medo de que Lula volte a concorrer à presidência – e vença – em 2018.

    E isso nos leva afinal ao juiz mandante e carrasco executor de toda a cena: Sergio Moro, protagonista de “Operação Car Wash”.

    Ninguém em sã consciência dirá que Moro teve carreira acadêmica da qual alguém se orgulharia. Não é de modo nenhum teoricista peso pesado. Formou-se advogado em 1995 numa universidade medíocre de um dos estados do sul do Brasil e fez algumas viagens aos EUA, uma das quais paga pelo Departamento de Estado, para aprender sobre lavagem de dinheiro.

    Como já comentei, a chef-d’oeuvre da produção intelectual de Moro é artigo antigo, de 2004, publicado numa revista obscura, nos idos de 2004 (“Considerações sobre Mãos Limpas”, revista CEJ, n. 26, Julho-Set. 2004), no qual claramente prega a “subversão autoritária da ordem judicial para alcançar alvos específicos” e o uso dos veículos de mídia para envenenar a atmosfera política.

    Quer dizer, o juiz Moro literalmente transpôs a famosa operação da Justiça italiana de 1990s Mani Pulite (“Mãos Limpas”) da Itália para o seu próprio gabinete – e pôs-se a instrumentalizar os veículos da grande mídia brasileira e o próprio judiciário, para alcançar uma espécie de “deslegitimação total” do sistema político. Mas não quer deslegitimar todo o sistema político: só quer deslegitimar o Workers’ Party, como se as elites comprador que povoam todo o espectro da direita no Brasil fossem querubins.

    Assim sendo, não surpreende que Moro tenha contado com a companhia solidária, enquanto se desenrolava a Operação Car Wash, do oligopólio midiático da família Marinho – o império midiático O Globo –, verdadeiro ninho de reacionários, nenhum deles particularmente inteligente, que mantiveram íntimas relações com a ditadura militar que, no Brasil, durou mais de 20 anos.

    Não por acaso, o grupo Globo foi informado sobre a “prisão” hollywoodiana que Moro aplicaria ao presidente Lula antes de a operação começar, e pode providenciar cobertura que efetivamente tudo encobriu, ao estilo CNN.

    Moro é visto por muitos no Brasil como um sub Elliot Ness nativo. Advogados que têm acompanhado o trabalho dele dizem que o homem cultiva a imagem de que o Workers’ Party seria uma gangue que viveria a sanguessugar o aparelho do Estado, com vistas a entregar tudo, em cacos, aos ‘sindicatos’.

    Segundo um desses advogados, que falou com a mídia independente no Brasil, ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Moro é cercado por um punhado de Procuradores fanáticos, com pouco ou nenhum saber jurídico, que fazem pose de Antonio di Pietro (mas sem a solidez do Procurador milanês que trabalhou na Operação Mãos Limpas).

    Ainda pior, Moro não dá sinais de preocupar-se com a evidência de que depois que o sistema político italiano implodiu, ali só prosperaram os Berlusconi. No Brasil, certamente se veria a ascensão ao poder de algum palhaço/idiota de bairro, elevado ao trono pela Rede Globo – cujas práticas oligopolistas já são bastante berlusconianas.

    Pinochets digitais

    Pode-se dizer que a blitz à moda Hollywood contra Lula guarda semelhanças diretas com a primeira tentativa de golpe de Estado no Chile, em 1973, que testou as águas em termos de resposta popular, antes do golpe real. No remix brasileiro, jornalistas globais fazem as vezes de Pinochets digitais. Mas as ruas em São Paulo já mostram graffiti que dizem “Não vai ter golpe” e “Golpe militar – nunca mais.”

    Sim, porque tudo, nesse episódio tem a ver com um golpe branco – sob a forma de impeachment da presidenta Rousseff e com Lula atrás das grades. Mas velhos vícios (militares) são duros de matar: vários jornalistas próximos da Rede Globo e ativos agora na Internet já ‘conclamaram’ os militares a tomar as ruas e “neutralizar” as milícias populares. E isso é só o começo. A direita brasileira está organizando manifestações para o próximo domingo, exigindo – e o que mais exigiriam? – o impeachment da presidenta.

    A Operação Car Wash teve o mérito de investigar a corrupção, a colusão e o tráfico de influência no Brasil, país no qual tradicionalmente a corrupção corre solta. Mas todos, todos os políticos e todos os partidos políticos teriam de ser investigados – inclusive e sobretudo – porque em todos os casos esses são corruptos conhecidos há muito tempo! – os representantes das elites comprador brasileiras. A Operação Car Wash não opera igualmente contra todos. Porque o projeto político aliado aos Procuradores do juiz Moro absolutamente não está interessado em fazer “justiça”; a única coisa que interessa a eles é perpetuar uma crise política viciosa, como meio para fazer fracassar a 7ª maior economia do mundo, para, com isso, alcançarem seu Santo Graal: ou aquela velha suja ‘mudança de regime’, ou algum golpe branco.

    Mas 2016 não é 1973. Hoje já se sabe quem, no mundo, é doido por golpes para mudar regimes.

  16. Messias Franca de Macedo disse:

    “… O promotor, aquele Conserino, o que ele gosta muito é de aparecer! Eu até soube, segundo denúncias, que ele [O promotor Conserino] é sócio de um filho de um famoso bicheiro aí em São Paulo. Não tenho certeza desta afirmação, mas foi o que eu já ouvi falar. [Mas] O que ele quer mesmo é aparecer!…”
    SENSACIONAL
    FONTE [LÍMPIDA!]: https://soundcloud.com/conversa-afiada-2/requiao-a-lula-tem-que-mexer-na-economia

    • Messias Franca de Macedo disse:

      ATENÇÃO BRASIL DO BEM

      A pergunta que não pode [não pode!] e não deve [não deve!] calar:
      quanto custou ao erário os gastos milionários de mais esta patifaria/vagabundagem perpetrada pela ‘PORCA-tarefa’ da nazifascista, terrorista, golpista &$ midiática Operação ‘Lava [DEMoTucano a ] Jato’?

      E MAIS:
      quando os (ir)responsáveis por essa mesma ‘PORCA-tarefa’ serão processados criminalmente?
      Perdão aos porcos, aos ratos, às pulgas, aos vermes mais asquerosos, às baratas, às bactérias, aos vírus, aos mosquitos…!

  17. Carlos disse:

    Estamos no limiar de nos tornarmos uma sociedade distópica como a que existe no romance 1984. Uma única diferença: lá, existe um poder central que controla tudo; no nosso “1984” o poder é repartido entre diversos grupos com o mesmo interesse comum.

  18. Joselito disse:

    Sem a mídia insuflando a população a apoiar medidas inconstitucionais, os promotores jamais conseguiriam tais feitos, e juízes que autorizassem esta ou aquela medida seriam desmoralizados pelo Tribunal (estadual, STJ, STF…).

    No entanto, com a opinião pública(da) a favor, o ativismo judicial em alta, poucos juizes/desembargadores/ministros terão coragem de dizer (nos autos) que tal ato é inconstitucional (e portanto, NULO desde o nascimento, incapaz de produzir efeitos).

    E ai, perguntamos:
    – Quantos bilhões Lula destinou a esta mesma mídia que o ataca agora? Qual foi o “estudo técnico” feito, e como ficou amealhada a distribuição (internet recebe algo dessa fatia? Ou só os MegaPortais?)
    – E Dilma? O que mudou nesse bolo? Como ela faz a distribuição das marmitas midiáticas?

  19. Messias Franca de Macedo disse:

    VÍDEO SENSACIONAL

    “Entrevista dada à Folha pela Mãe do Juíz Sergio Moro dona Odete Moro”

    https://www.youtube.com/watch?v=DgtN97U06fU

  20. Pereira disse:

    Primeiro foi o domínio de FATO. A proposito onde anda o sr. JOAQUIM BARBOSA?
    O Sr. Joaquim Barbosa condenou SUMARIAMENTE o Dirceu e agora certamente o serviço dever finalizado com a prisão do LULA.
    Condenado já está, só falta a expedição do mandado de prisão.
    A Cia, nesse momento não tem pressa para consolidar essa ato!

  21. C.Paoliello disse:

    Pelo que já li nem o capitão Dreyfus enfrentou tão colossal conjunto de forças contra ele. Que também era inocente e foi massacrado pela imprensa da época chamada por Émile Zola como a “mais prostituta das profissões”.

  22. carlos costa disse:

    foi o tempo que a direita brasileira podia tudo: ainda pode muito mas ja não é mais a dona do pais como foi durante 502 anos

  23. Alisson Souza disse:

    Não adianta os estatizados tentarem fazer o povo crer que Lula é vítima. É a nação que é vítima de Lula. Petrolão que o diga!

  24. revenger disse:

    Conforme os programas jornalísticos policiais das tardes na tv:

    Um homem espanca e mata a mulher. Some e aparece dias depois com advogado. Delegado solta pra responder em liberdade.

    Mulher atropela homem e, suspeita de estar alcoolizada, foge. Aparece dias depois com advogado, paga fiança e vai responder em liberdade.

    Funcionário público de São Paulo é flagrado em esquema de corrupção no ISS, outro, na fiscalização dos imóveis em construção envolvendo milhares de reais. Estão respondendo em liberdade e sem nenhuma pressão da mídia. Ou seja, esses processos demorarão anos e anos pra serem resolvidos.

    Agora mesmo no PiG, está dando entrevista, um peruquinha apenas dizendo que vai pedir investigação do Lulla. Ao vivo!

    Já quiseram encanar o Lulla antes de julgamento!

  25. Jotage disse:

    “Se eu estivesse errado bastaria um.”
    Esta foi a resposta dada por Einstein quando lhe disseram que iriam formar uma comissão com 50 grandes físicos teóricos para provar que ele estava errado.
    Qualquer verossimilhança com a Lava-jato é mera realidade, porque acredito que não existe nenhum mequetrefe daqueles em busca de provas ou corruptos. O trabalho deste exército é de intimidar e extorquir “verdades desejadas” e vaza-las para os amigos do golpe.
    Para o “timing” correto você precisa de uma boa coordenação e um trabalho em equipe, com todo mundo jogando contra o país. Não pode haver patriotas no meio. Eles devem ser expurgados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *