A horas de Libra ficar com a Petrobras, as raposas uivam para as uvas perdidas

Como o alertou o diário argentino Pagina 12, a manhã do dia decisivo para o pré-sal brasileiro está cheia de informações sobre o “fracasso” do modelo de partilha.

Na Folha, a Petrobras quer “abrir mão”, no futuro, de ter automaticamente 30% de qualquer área do pré-sal que venha a ser licitada, vejam só!

O argumento é de que fica pesado demais investir, como se o leilão de Libra não estivesse provando que, tendo petróleo como garantia, não faltam no mundo empresas de petróleo estatais, como as chineses, dispostas a financiar isso.

Não existe possibilidade de comercializar áreas de caríssima exploração, como as do pré-sal, sem certeza bastante razoável de sucesso  exploratório e em grandes volumes.

Na mesma linha, vem o Valor, dizendo que, depois do leilão é “hora de rediscutir a relação”, claro que para desfazer as regras que protegem o Brasil.

A outra “graça” é a notícia da Reuters que diz que “a Petrobras terá de desembolsar no leilão desta segunda-feira pelo menos 4,5 bilhões de reais em bônus de assinatura por uma área que já lhe pertenceu”, porque um poço da parte devolvida do bloco BM-S-4, hoje contida na área de Libra, foi devolvida à ANP.

É o contrário: o Brasil é que deu sorte desta área ter sido devolvida.

Porque ela foi oferecida a preço de banana no primeiro leilão do Governo Fernando Henrique, em 1999. A turma do genro, com a assessoria do “especialista Adriano Pires” colocou o bloco à venda por R$ 250 mil, na ocasião. Era tão barato que a italiana Agip o arrematou por R$134 milhões, pagando um ágio de nada menos que 53.564%!

Posteriormente, o bloco foi passado à Shell, com participação minoritária da Petrobras. Quem furou o poço “1-SHELL-5-RJS, fechado e abandonado, (que) está dentro dos limites da área que será licitada pelo governo”, como diz a matéria e o nome já indica, foi a competente anglo-holandesa.

A Petrobras, quando teve a seu cargo perfurar por ali, foi mais fundo e achou o petróleo.

Se alguém pode estar chorando por isso são italianos, ingleses e holandeses, porque nas copmpetentes avaliações da turma do genro Libra poderia ter sido vendida pelo preço de um apartamento de três quartos, no Rio, à época.

Palmas também para O Globo, que alerta em manchete para o “risco em alto mar” do petróleo de Libra, porque não há um plano de contingência para os poços que sequer ainda foram definidos onde serão, e como se cada um deles não fosse exigir licença ambiental, quando solicitada a perfuração.

As raposas uivam de todo o jeito para desdenhar das uvas que perderam.

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

37 Respostas

  1. lauro c. l. oliveira disse:

    Um poço exploratório naquela área custa algumas centenas de milhares de dólares. Isto é briga para cachorros muito grandes e de preferência muito competentes. A Petrobras está alcançando sucesso acima de 80% nos seu furos. De fato a sorte e a vontade divina nos protegeram. Desde os tempos de Geisel enormes áreas da bacia de Santos foram ofertadas para contratos de concessão e desdenhadas pelas maiores petroleiras do mundo. As pesquisas da Petrobras que nos levaram ao pré-sal modificaram o valor de tais áreas. Multinacionais já tiveram inclusive sucesso exploratório no ano de 1982 na Bacia de Santos com o Campo de Merluza, em produção desde 1992 e pouco valorizado até pelo governo local

  2. Companheiro Luiz disse:

    Fernando, dê uma olhada nesse artigo que saiu no blog da mariafrô.
    Nele, um petista histórico se debruça sobre a questão de Libra e quebra alguns mitos.
    Se puder, tente mostrar esse outro lado para os movimentos sociais, tente repassar para seus e-mails esses pontos de vista contrários. O debate não pode acontecer como vem acontecendo no viomundo, que parece que virou blog do senador requião, que, diga-se de passagem, apoiava até bem pouco tempo o sistema de partilha e votou a favor dele. No viomundo só tem artigos dos que são contra, nada sobre as informações ventiladas por aqui. Lá tá cheio de petista que está dizendo que a Dilma é entreguista, que deixou de ser PT, que o PT está pior que o PSDB… muita desinformação!!!
    Aqui o link da mariafrô:http://mariafro.com/2013/10/20/outro-lado-wladimir-pomar-pre-sal-ficcao-e-realidade/comment-page-1/#comment-64831

    Sobre os post, fico mais feliz e confiante em saber que a grande mídia está lutando contra e a mídia internacional resmungando.
    Vamos esperar e torcer!!

    • Jairo Monteiro disse:

      Rapaz, eu sempre costumo dizer que o maior problema deste mundo é que as pessoas nunca buscam obter informação APROFUNDADA sobre os assuntos.

      As pessoas se contentam em obter apenas informação superficial, e muitas vezes, enviesada, e já “formam opinião” e passam a se achar as “donas da verdade”.

      Muitas vezes as pessoas não entendem que essas informações superficiais são divulgadas da forma como são divulgadas em virtude de interesses políticos. Por exemplo, quem não sabe que o PSTU tem sindicalistas petroleiros, e que o PSTU é, por definição, um partido de OPOSIÇÃO, que simplesmente PRECISA a qualquer custo “queimar o filme” do governo de Dilma, criando qualquer situação possível para acusar o governo de ser “traidor” e “entreguista”?

      Ao PSTU não interessa aprofundar as informações, nem fazer um debate qualificado. O que interessa é gritar slogans superficiais contra a “entrega do pré-sal”, um completo delírio que eles inventam para justificar as suas posições pré-definidas desde 2003 de serem oposição a qualquer governo do PT.

      Infelizmente, a maioria das pessoas se contentam com os slogans e as informações superficiais. Não parece ser da natureza humana querer se informar melhor sobre as questões, buscando informações aprofundadas e qualificadas.

      O radicalismo do PSTU não resiste a meia hora de debate sério, com informações precisas e argumentos adultos e realistas.

    • Abel disse:

      O Viomundo “marinou”. Já apaguei dos meus favoritos.

  3. JEFERSON disse:

    Bom Dia Fernando, porque tem tanta gente contra o leilão de libra, o proprio pessoal da petrobras poderia explicar isto por favor

  4. lidia virni disse:

    Muitos criticam o fato de se estar leiloando um poço que não oferece risco para o futuro, outros que o SECOM e a própria Dilma deveriam ter usado as redes de TV para explicar ad nauseaum tudo o que já foi explicado neste blog (cvom isso concordo), mas eu creio que a maioria daqueles que criticam não se contentaria com com essas informações, porque já são contra mesmo. Compreendo o temor de perdermos o que é nosso, mas confio em nossa Presidenta, que não me decepcionou até hoje. Foram 600 anos de políticas predominantemente nocivas ao país, que culminaram com o pior dos governos, do entreguista FHC, o príncipe da privataria, e corrigir tudo isso requer bem mais do que 10 anos. O que já foi feito em tão breve espaço de tempo foi algo tão extraordinário que só quem já é contra mesmo, por ignorancia ou ideologia, não vê. Que tudo dê certo hoje para a felicidade desta nação.

  5. David disse:

    No dia da maior privatização da história do Brasil até o facebook para de funcionar!

  6. alfredo de pádua disse:

    Responde essa Fernando Brito:
    “Ora, o produtor fica com 40% do petróleo para remunerar seu custo de produção (esse custo é cerca de US$ 40 por barril); o contrato prevê que os royalties, de 15%, serão também ressarcidos ao produtor.
    Sobram 45% para a partilha.
    Se o vencedor oferecer 60%, a União ficará com 60% de 45%, ou seja, 27% do petróleo produzido.
    E o consórcio, este sim, ficará com 73% do petróleo. Absurdo!
    De volta às privatizações” (Engº Fernando Sigueira – AEPET)

    • Fernando Brito disse:

      Respondo: isso é uma mistificação da pior qualidade.
      Se o preço é 100 e o royalty é 15%, é 15 para quem? Para o poder público: separe 15 para somar.
      Se o custo é 40 (é menos, mas vá) tire 40 dos 85. Custo é custo, não é lucro de ninguém. Sobram 45 para dividir.
      A União fica com 60% de 45: 27 para o poder público, separe para somar: 27
      Dos 23 do consórcio, tem 25% de IR: 5,75, separe para somar.
      Tem também 9% de CSLL, dá 2,07, separe aí.
      Somando: 15 + 27 + 5,75 + 2.07 = 52,81 para o poder público
      Como o valor líquido do barril é preço menos custo (100 – 40, na sua conta) dá 60 dólares.
      Quanto é 49,82 de 60? Faço a conta para você: 83,03%
      Mas tem mais. Sobraram líquidos, para o consórcio 23 -5,75 – 2,07 = 15,08
      Como 30%, no mínimo (vão ser mais, aguarde) pertencem a Petrobras, como operadora, são 4,55 para ela de lucro.
      Metade deste lucro é do Governo, acionista da Petrobras: dá mais 2,27
      Logo, 49,82 + 2,27 = 52,09
      Ou 86,81%.
      Se o Fernando Siqueira fez a conta pueril que você diz que ele fez, estão aí os cálculos para você conferir.
      Fingir que royalties e impostos não são da União é mistificação para iludir as pessoas. Idem “esquecer” a parcela de custos.
      Se eu pedir a você para ir de táxi buscar para mim 100 reais e o táxi custar 40, de quem é essa despesa?
      Isso é muito sério para fazer esse tipo de brincadeirinha.
      Contas feito essas que vc mostrou desmoralizam pessoas que não precisavam se expor ao ridículo.

      • alfredo de pádua disse:

        É óbvio que os impostos não podem fazer parte da partilha da produção do petróleo. Qualquer empresa paga. O excedente em óleo, ou “óleo-lucro”, é formado por: volume total da produção de petróleo menos custo de produção em óleo menos royalties (lei 12.351/2010, artigo 2º, inciso III). No caso do pré-sal, o custo de produção calculado pela Petrobrás é US$ 40 por barril de petróleo. Se considerarmos o preço do barril = US$ 100, esse custo é 40%. Os royalties são 15%. Assim, o excedente em óleo é 100-40-15=45% do volume total da produção. A ANP estabeleceu 41,65% como percentual mínimo do excedente em óleo para a União – e a ilegal tabela que acrescentou no edital do leilão permite que esse “mínimo” seja, inclusive, rebaixado. Certamente, 41,65% de 45% são 18,74%. Mas, somemos os 18,74 com os 15 de royalties. Temos, então, 33,74%. Onde estão os 75%? Não é que o gato os tenha comido. É que eles não existem, por qualquer método de cálculo, inclusive os ilegais (se somarmos os impostos, também estaremos longe de 75%).

  7. Mauricio disse:

    Prezado Fernando. Meu nome e e-mail que ficavam ao final de seus textos, foram apagados. E assim mesmo?

  8. Mauricio disse:

    87 milhoes de empregos em 30 anos. Os preguicosos devem estar achando isso uma conspiracao hedionda.

  9. C.Acácio disse:

    Do fundo do oceano Atlântico , a P-36 vos contempla…

  10. 4aulo Silva disse:

    Além do risco que corremos vendo uma multinacional ficar com a maior descoberta de petróleo deste século (existe este risco sim!), descoberta esta feita pela PETROBRAS, estamos drenando recursos importantíssimos da PETROBRAS, que já sofre um garrote do governo desde 2010, que terá que desembolsar, a curto prazo uma quantia formidável (6 a 8 bilhões de reais) para adquirir um campo de petróleo descoberto por ela mesma. Alguns aqui ufanam-se da história da PETROBRAS, mas não estão nem aí para o absurdo que o governo Dilma está fazendo com ela : descapitalizou-a durante estes três anos com a defasagem dos preços dos combustíveis e em seguida obrigando-a a competir com suas concorrentes (descapitalizando-a mais ainda) para que tenha o direito, que em qualquer país do mundo, seria naturalmente seu de explorar Libra. O governo Dilma está matando sua galinha dos ovos de ouro, ou ao menos forçando-a a uma dieta perigosamente mortal. Amor pela PETROBRAS só da boca prá fora.

    • Jairo Monteiro disse:

      Ah, claro… Então a solução é deixar Libra “pro futuro”… Quem sabe começar a perfurar apenas no ano 2025, né?

      Que se explodam a Saúde e a Educação que precisam dos royalties o quanto antes.

      E qual o problema se em 2025 a fonte de energia principal do mundo passar a ser a fusão nuclear, ou um novo painel solar feito de nanotubos de carbono, e o petróleo só servir pra fazer graxa e lubrificante, e não valer nem mais 10 dólares por barril…

      Quanta “sabedoria”…

  11. Jorge Portugal disse:

    O que mais me deixa intrigado nessa história é que a plataforma P36 afundou na era FHC, o próprio estava preparando para vender a Petrobras com o pré sal e muito mais, já tinha até mudado o nome para Petrobrax, para satisfazer o EUA. Não havia um centavo de investimento, o pouco que se ia investir em plataforma, elas iam serem construída lá em Singapura. Nem sabíamos e nem ficaríamos sabendo de existia o pré sal, e ninguém ia reivindicar nada. Agora vem a turminha do pré sal é meu não vamos leiloa-lo. Tenha a santa paciência!!!

  12. Alberto disse:

    Eu também concordo com quem diz: Se a Globo é contra, eu sou a favor!
    Se Globo fosse uma empresa americana, e fizesse nos Estados Unidos o que faz no Brasil, já teria sido extinta, e seus donos, os irmãos Marinho, já estariam na cadeia. Provavelmente condenados à prisão perpétua ou eletrocutados, por traição.

  13. João Alexandre Ribeiro disse:

    Parece que o Brasil não tinha jeito. Hoje vemos que faltava era gestor, voltados para o interesse do povo. Vamos acompanhar e participar!

  14. luiz bandoli disse:

    a diferença é q antes nos tínhamos o governo traidor q via os iontereses dos grincos, ai tinha q vender a petrobas pra eles ai eles afundavan plataformas descarrilhavam trens dando prejuízos ambientais incendiavam refinarias . terrorismo? uai vcs não lembram disso não tem so uns 15 anos , vamos vender a pedrobas ela ta falida…. a amazonia e´do mundo….. já esqueceram…..o povo brasileiro tem obrigação se não por patriotismo pelo menos por sabedoria.ou pelo seu próprio interesse como brasileiro de ir p-ara as ruas apoiar um governo q realmente ve os interesses da nação ou bseja o se4u interesse. e com sabedoria e4 astucia.. barabems e obrigado presidenta por mais uma vitória para nos brasileiros…

  15. Eraldo Miranda disse:

    Eu sou daqueles que valoriza a máxima de que se damos respostas às raposas, é porque elas estão incomodando; o que merecem é nem darmos respostas nenhuma e continuarmos a caminhada e aí verão a longa estrada construida. Pena que os “pseudos nacionalistas, não estavam tão informados quando do desmantalamento do Estado Brasileiro na era Tucana”.

  16. Araújo disse:

    ? Enquanto as carpideiras e os apátridas se lamuriam, o Brasil avança rumo à verdadeira independência. Avante Brasil, a nação brasileira dará às velhas e carcomidas raposas a resposta que elas merecem. PAU NELAS!

  17. Dom Eugênio Salles, extremamente conservador, é lógico que ficaria do lado dos militares… Aliás, a Igreja ao longo de sua história foi omissa em várias ocasiões…..Seus líderes acendiam uma vela para deus outra para o diabo…..É o poder pelo poder….Dom Eugenio Salles fez uma união perfeita: com militares e com a Rede Globo (golpista); união essa que deve ter lhe rendido alguns dividendos…..

  18. Dá-le Dilminha!!!

    O Brasil aposta em vc e sua competência, mulher forte!!

  19. Seiji Okamoto disse:

    Lula é aglutinador e sabe agregar como ninguém…

  20. Se libra fosse descoberta no governo FHC???? Impossível!!! Com qual investimento? Uma coisa eu tenho certeza! No governo FHC não encontraria petróleo nem no seu próprio quintal.

  21. A reportagem é bastante interessante, mas qual a garantia que o Brasil terá da China que não pudesse ter dos EUA? Será que os chineses e russos são mais confiáveis e amigos do que os americanos??

  22. Eu, e mais 180 milhoes de brasileiros, eramos cego, surdo e mudo no tempo do primeiro leilao do campo de LIBRA pela “turminha” do “exelentissimo” sociologo, professor, escritor,consultor e outras dores do ex-presidente fernando henrique cardoso “general” chefe e genro do senhor DAVID ZILBERSZTAJN, que obteve como bonus de assinatura a bagatela de R$ 250 mil, pode ? essa cambada tem que fechar o bico e extribuchar nos quintos…da maria joana

  23. João Luiz Quintanilha disse:

    Concordo , se o Sistema Globo e a Veja são contra , então é bom para o Brasil. Porém temos que acompanhar as aplicações para que não sejam realizadas nas fundações por eles administradas…

  24. Clara disse:

    Tais Neres barra Gildo Araújo: Dê uma lida no que diz os livros ‘ A Privataria Tucana’ (Amauri Ribeiro Jr.) e o ‘Príncipe da Privataria’ ( Palmério Dória) e tire suas as devidas conclusões.

  1. 21/10/2013

    […] Mais um excelente texto do Fernando Brito no Blog Tijolaço […]

  2. 21/10/2013

    […] amigo liga e me diz que não pode ser verdade a informação que dei no post anterior de que parte da área onde está o campo de Libra já tinha sido leiloada – e depois devolvida […]

  3. 22/10/2013

    […] amigo liga e me diz que não pode ser verdade a informação que dei no post anteriorde que parte da área onde está o campo de Libra já tinha sido leiloada – e depois devolvida – […]

  4. 22/10/2013

    […] amigo liga e me diz que não pode ser verdade a informação que dei no post anteriorde que parte da área onde está o campo de Libra já tinha sido leiloada – e depois devolvida – […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *