A história da incrível fazenda de 20 dólares de FHC, seu aeroporto e a beleza que ficou

puxadinho

Será que com o escândalo Mírian Dutra a imprensa vai, finalmente, investigar os negócios de Fernando Henrique Cardoso?

Creio que não, mas cumpro o meu dever de apurar e não faltam coisas estranhas nos negócios do ex-presidente.

A começar por uma informação, apurada pelo site jurídico Conjur de que a Fazenda Córrego da Ponte foi comprada por apenas 20 dólares:

“A fazenda Córrego da Ponte, cenário do confronto entre o presidente da República e o governador de Minas, já custou 20 dólares.Pelo menos é o que consta do Registro Geral de Imóveis de Unaí (MG), onde se informa que o imóvel pertence à Agropecuária Córrego da Ponte Ltda, cujos sócios são Jovelino Carvalho Mineiro Filho, Luciana e Beatriz Cardoso.

A fazenda que está sendo protegida pelo Exército, foi comprada por FHC e seu sócio, Sérgio Motta (ex-ministro das comunicações), segundo o cartório, por 2 mil dólares, e, em seguida, foi vendida para uma empresa deles por 20 dólares.

O proprietário anterior a FHC adquiriu as terras, em 1981, por 140 mil dólares.

Diante da curiosa transação, FHC alegou que a fazenda havia sido comprada, na realidade, por 50 mil dólares e que o negócio havia sido registrado em um ‘contrato particular’.

Em 1994, os dois sócios afirmaram que o valor atualizado da fazenda era 400 mil dólares.”

camargoMas vamos abstrair a mutreta de registrar a transação por 20 dólares – os impostos, claro – e acreditar na alegação de que valia US$ 50 mil em 1989 e US$ 400 mil em 94, um milagre de valorização de 700% em dólar!
E em 1994 a fazenda nem sequer tinha recebido as duas benfeitorias espetaculares lhe foram feitas.

A primeira o aeroporto do vizinho, a Camargo Correa (aqui ao lado o descritivo da escritura mostrando a vizinhança “empreitarial” do príncipe – clique para ampliar)explorada sob o nome de Agropecuária Jaunense, porque o patriarca da empreiteira, Sebastião Camargo, nasceu em Jaú, São Paulo.

Um leitor, ao qual preservo a id
entidade, melhora a pesquisa que fiz e traz o 12754879_1216471038381693_1642041871_oinstantâneo do Google em 23 de dezembro de 2002 – portanto ainda no Governo FHC – que mostra a distância entre a fazenda de FHC e a pista, caprichada, construída em 1995, com mais de um quilômetro de comprimento.

É só clicar para ampliar. E aqui para ver a licença renovada de operação.

A segunda benfeitoria, também espetacular foi, curiosamente, feita quando FHC já havia transferido formalmente a fazenda
para os filhos: o presidente mandou por abaixo a velha casa colonial e contratou o premiado arquiteto Luiz Gaudenzi – Materia-FHC_07segundo ele próprio “mais conhecido na Europa”, com obras na Alemanha, Marrocos e Espanha – para fazer uma nova, que virou matéria da Veja e que da qual reproduzimos fotos que estão na internet.

Um ano e meio de obras resultaram na bela casa que você vê nesta galeria de fotos.

Mas este é o “capítulo” do da novela “O que é escândalo com o Lula nunca foi com FHC por muito mais”.

Espero ainda alguns documentos para mostrar que houve algo ainda mais sério, que se constitui em uma grave violação funcional de Fernando Henrique no exercício da Presidência.

Posts relacionados...

Comentários no Facebook

18 Respostas

  1. Rui disse:

    Não vem ao caso Fernando. A justiça morina puguenta não tá nem aí. Isso não são melhorias. Que adianta aeroporto e arquiteto internacional se não há pedalinhos, hortinha e barco de lata.

  2. Carlos Roberto disse:

    Este sim é um sítio e merece todas as investigações, e podemos começar com receita federal que se omitiu diante de tão dissimula compra e venda por preço irrisório, com o objetivo único fraudar o fisco, FHC e de fato um homem imprestável ao Brasil, carta capital deveria mostrar em várias edições quem é FHC o mesquinho Judas do Brasil.

  3. ernesto disse:

    Como o blog é muito ocupado e acaba deixando muitas coisas de lado, vamos auxiliar com o comunicado de Jonas Barcellos da Brasif:
    A Eurotrade Ltd., plataforma logística internacional das operações da Brasif Duty Free Shop Ltda., contratou, em dezembro de 2002, a jornalista Miriam Dutra para realizar pesquisas sobre os preços em lojas e free shops na Europa; O jornalista Fernando Lemos, cunhado da jornalista Miriam Dutra, indicou-a para tal contratação; O ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso não teve qualquer participação nessa contratação, tampouco fez qualquer depósito na Eurotrade ou em outra empresa da Brasif. A Eurotrade Ltd. e a Brasif Duty Free Shop Ltda. foram vendidas em 2006.
    Faz sentido, pois, como é óbvio, trata-se de um serviço afeito à formação da pessoa e não de uma wikiconsultoria. Mas estará ele mentindo para proteger o FHC, que teria utilizado a empresa para mandar 3 mil do seu dinheiro por mês para o exterior sem registro? O Ministro da Justiça mandou a PF investigar o caso e logo saberemos.
    Quanto a quem achou estranho a tal Miriam surgir de repente, 10 anos depois, outra informação dá conta que antes disso ela passou um bom tempo em Lisboa com o Franklin Martins, terrorista e sequestrador cujo prontuário junto à “mídia” não precisa ser lembrado.

    • Rodolfo disse:

      Ernesto, o que você fala, é por dever de ofício ou você chegou sozinho a tal opinião?

    • paul moura disse:

      Ohh Ernesto,
      pela manhã achei que poderia ser somente uma noite mal dormida, mas parece que não. Tampouco era questão de seu relógio biológico, lembras, imagino, sobre os vespertinos e matutinos.
      Tenho certeza, agora, que não.
      Trata-se de algo mais sério e talvez a prescrições feitas não surtam efeito algum. Pare a medicação imediatamente.
      Depois de afirmares que o Franklin esteve na gobblllles em Portugal e deu sua guarida a Ela algo muito além, desesperadamente além.
      Inocência ou maldade, ou as duas, para ser sincero. Uma mistura absolutamente explosiva a si próprio.
      Veja as atuações do Franklin, e ele nesse período ou em qualquer outro nunca esteve em Lisboa.
      Anistiado, trabalhei no jornal Hora do Povo até 1982, quando me desliguei também do MR-8. Nessa época, candidatei-me a deputado e tive uma votação pífia. Nos dois anos seguintes, fui repórter do “Indicador Rural”, o que me permitiu viajar pelo Brasil todo e conhecer melhor o interior do país. Em 1985, entrei numa redação da grande imprensa, como redator do Globo e, em seguida, do Jornal do Brasil. Em 1987, mudei-me de mala e cuia para Brasília para cobrir a Constituinte – primeiro como repórter e depois como coordenador político da sucursal do JB. Mais tarde, trabalhei no SBT e no Estado de São Paulo. Em 1991 e 1992 fui correspondente do JB em Londres. Voltando ao Brasil, fiquei no mesmo jornal até 1994, quando me transferi para o Globo, no qual fui repórter especial, colunista político, editor de política e diretor da sucursal de Brasília.

      Deixei o Globo no fim de 1997. De lá para cá, escrevi colunas para o Jornal de Brasília e para as revistas “República” e “Época”. Durante oito anos e meio fui comentarista político da TV Globo, da Globonews e da CBN. Atualmente, sou comentarista da TV e da Rádio Bandeirantes e assino uma coluna diária no portal iG.
      Veja toda a matéria aqui:
      http://www.franklinmartins.com.br/de_frente_e_perfil.php

      Por que inocente? Por que maldoso?
      Inocente por se expor sem se dar ao trabalho ínfimo de “pesquisar” duas palavras na barra do “saint google”, podendo ser desmascarado de pronto e praticamente com um ponto.
      Maldoso porque a própria Miriam já declarou na Felha de sum paulo que nunca pisou em qualquer loja para fazer pesquisa alguma. Essa não vou lhe dar de bandeja, trate de pesquisar no saint google, ok!
      Não se esqueça, suspenda a medicação, imediatamente.

      • ernesto disse:

        Quem parece um pouco sonado é você. Eu mesmo levantei a hipótese do cara da Brasif estar mentindo e o FHC lhe ter dado 3 mil por mês para repassar à Miriam, como esta diz. Leia de novo. E aguardemos o que a PF do Cardoso vai dizer.
        No final também, você entendeu errado. Eu disse que antes da Miriam ressurgir do nada (agora, recentemente, depois de 10 anos), ela esteve com o Franklin em Portugal. Sim, a sua pequena biografia do sujeito omite a fase inicial de terrorista, os sequestros, a subordinação à ditadura cubana, etc. E omite os últimos anos, com toda a sua passagem pelo governo petralha e a recente estadia em Lisboa.

        • paul moura disse:

          Ernesto,
          está na hora de dormir. Seus argumentos estão muito piores que os das seis da manhã.
          Diz, desdiz, se contradiz…. coisa de quem está precisando de muito sono e muito mais reflexão.
          E suspensa a medicação sua cura não vai pela vertente da química.

  4. Carlos Roberto disse:

    Com todo respeito penso que Nathali Maceo traz luz para entendermos quem é e foi FHC : “o homem que não precisa usar a força para violentar. Violenta com palavras, com desmandos, com boicotes… violenta mostrando que, como verdadeiro macho-alfa, ele está no controle. E ela, uma jornalista em fim de carreira, o que pode fazer para defender-se além de gritar aos quatro ventos que foi manipulada por um canalha por uma vida inteira?”

  5. Irion disse:

    Belo “puxadinho”, hem? FHC devia receber um belo salário para poder adquiri-lo!!! Mas é uma pequena amostra do cinismo tucano. E ainda têm coragem de perseguir o Lula por causa de um sítio miserável, uma horta e uma canoa de lata de R$ 4 mil reais. Felizmente o brasileiro não é tão burro e não mais elegeu esses sacripantas, mesmo com toda a ajuda da mídia gorda (“eles sabiam”…). PS.: ninguém mais fala sobre o Trilplex da Globo/Mossack…

  6. alcarpinteiro disse:

    a mídia só se interessa quando tem pedalinho ou barco de alumínio

  7. thila disse:

    Gostaria de saber em que Universidade FHC se aposentou.Que salário hein! Fazendinha com aeroporto, Av. Foch, 02 apês em Higienopolis fora os da Miriam e Thomas e bolsa amante. Melhor que concurso! Isto que a gente tomou conhecimento. E para manter tudo isto? Cadê o Banco Central e Receita Federal?
    Olha aí o motivo da tal sonhada Independência do BC!

    • Irion disse:

      Suspeito que privatizar o que é do povo pode render gordas comissões depositadas nas Ilhas Virgens ou Ilhas Cayman. Vai ver por isso que tem uns senadores aí louquinhos para entregar o Pré-Sal aos ianques, e a preço de banana.. O PSDB está faminto!

  8. Messias Franca de Macedo disse:

    A BRASIF ACABA DE MATAR O DEMoTUCANO FHC

    A defesa atabalhoada de FHC feita pela Brasif é a pá de cal no [mega]escândalo!
    Entenda

    $$$$$$$

    Brasif diz que FHC ‘não teve participação’ na contratação de ex-amante

    19/02/2016 16h19

    (…)
    A Brasif , no entanto, diz que “o ex presidente Fernando Henrique Cardoso não teve qualquer participação nessa contratação, [atente, leitor(a)] tampouco fez qualquer depósito na Eurotrade ou em outra empresa da Brasif”.
    (…)

    FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2016/02/1741123-brasif-diz-que-fhc-nao-teve-participacao-na-contratacao-de-ex-amante.shtml

    $$$$$$$$$$$$$$$$

    … Pra que Diabos o FHC “ficou esperando as explicações da Brasif para somente depois se pronunciar à nação brasileira [estarrecida!]”?!

    “‘Tá’ vendo”, Fernando, os antigos mais velhos (sic) já diziam: “mentira, meu ‘fi’, mentira tem pernas curtas”!

    Viu, estropício desalmado &$ [mega]corrupto?!…

    • Messias Franca de Macedo disse:

      … E a jornalista Miriam Dutra irá acabar de matar a Brasif: daqui a pouco a ex amante de FHC irá tornar público os recibos e comprovantes bancários de transferências!…

  9. José Ademar disse:

    Rapaz de Deus! Queria saber(é brincadeira é claro) quem é esse Kojak que os portais de internet CAF,Tijolaço,DCM,Blog da cidadania,e que estão aí matando de raiva o pig podre e a quadrilha se Sérgio Moro.

    Realmente vocês são nota 10!

    Só atualizando o prejuízometro da A Farça Jato e Farça Tarefa hoje,19/02/2016, 132.5 bilhões de reais.

  10. zé ruela disse:

    É, mas na fazendola não tem barquinho de lata nem pedalinho.

  11. antonio carlos martins disse:

    Isto foi um petardo de artilharia canhao de 155mm!um estrondo! no pig e seus seguazes, os coxinhas aqueles que ficam preocupados com o triplex do lula no guaruja e o sitio de atibaia que NAO PERTENCEM AO PRESIDENTE LULA! com a palavra o promotor da barra funda que queria indicia lo, os coxinhas facistas que la foram para protestar e foram, RECHAÇADOS PELA MILITANCIA DE ESQUERDA? depois deste sitio devem ficar com a brocha na mao! VIVA OS BLOGS PROGREsSISTAS- se houvesse blogs em 54 Getulio estava vivo!, em 64 os militares golpistas presos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *