A estratégia de Gilmar Mendes

gilmar

Tem sido muito constrangedor testemunhar a postura do ministro Gilmar Mendes. Por ocasião da votação da admissibilidade dos embargos infringentes, ele fez um discurso tão raivoso, gritando tão alto, que tive a impressão que iria sacar uma arma e dar um tiro para cima.

E agora ele volta à carga, dando subsídio para todos os jornalões fazerem proselitismo político. Em carta aberta ao senador Suplicy, Gilmar agrediu milhares, quiçá milhões de brasileiros que fizeram doações solidárias aos réus políticos do mensalão. Tenho um amigo que me disse, ontem mesmo: “eu nem ia doar ao Dirceu, porque já tinha doado para Genoínio e estou meio quebrado de granamas depois das declarações de Gilmar, doei R$ 80”.

A afirmação de Mendes ganhou enorme destaque na mídia, abafando com isso um outro assunto, envolvendo exatamente o seu nome e a sua empresa.

Até quando a mídia vai blindar Gilmar Mendes?

*

O verdadeiro temor de Gilmar Mendes

sab, 15/02/2014 – 09:45 – Atualizado em 15/02/2014 – 09:46

Por Luis Nassif, em seu blog.

A preocupação maior de Gilmar Mendes não vale R$ 100 milhões – o suposto desvio de recursos públicos pelo PT -, mas R$ 10,5 milhões.

Trata-se da quantia exorbitante paga pelo Tribunal de Justiça da Bahia ao IDP (Instituto Brasiliense de Direito Público), para cursos para juízes e funcionários.

Como se recorda, o TJBA já estava na mira do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) por
irregularidades variadas. Pouco antes da primeira inspeção que constatou as irregularidades, contratou o IDP de propriedade de um MInistro do STF (Supremo Tribunal Federal), ex-presidente do STF e do CNJ.

O mesmo juiz incumbido de negociar com o IDP foi encarregado das viagens a Brasilia para acompanhar os processos no CNJ.

O inquérito final do CNJ constatou uma relação enorme de irregularidades, do pagamento ilegal de precatórios gigantescos à compra de produtos e serviços sem a devida licitação. O IDP foi isento de licitação em um país que tem inúmeras faculdades de direito aptas a oferecer os mesmos cursos.

Dificilmente, o CNJ investirá contra a pessoa física de Gilmar. Mas não haverá como nao investir contra a pessoa jurídica do IDP. Revelados os termos do contrato, há que se apurar se os trabalhos oferecidos justificariam os valores pagos. Não justificando, o CNJ tem a obrigação legal de pedir a restituição do que foi pago a mais. E muito provavelmente o pagamento do TJBA foi utilizado por Gilmar para comprar a parte de seu sócio no IDP.

As sucessivas declarações irresponsáveis de Gilmar, atacando o PT, visam apenas criar a blindagem, a possibilidade de se defender de uma possível açao do CNJ atribuindo-lhe um caráter político.

Comentários no Facebook

11 Respostas

  1. JURIDICO disse:

    Como auditor federal por 23 anos indico que e preciso verificar se os servicos foram prestados… Normalmente o TCU so verificava a legitimidade da contratacao sem vericar o cumprimento do contrato.

    Precisamos averiguar se os servicos contratados irregularmente foram prestados!!!!

  2. alício disse:

    Conselho de amigo. Internem, internem o gilmau dantas mendes num sanatório para loucos de alta periculosidade. Só tirem a camisa de força para as necessidades pessoais, mesmo assim fiscalizado por guardas com metralhadora.

  3. Sônia Bulhões disse:

    A água está a atingir os glúteos do malfeitor.

  4. Luciano Mendonça disse:

    Uma manobra diversionista. Típica do tucanato. Mais um grampo sem audio. Quando as coisas esquentam pros lados deles, eles, tucanos, jogam luz para o outro lado. E a mídia aquiesce com isso. Normal pra eles, mas a coisa está ficando manjada.

  5. ricardo silveira disse:

    Essa é a qualidade de um ministro do STF do Brasil. E, lá no STF Há outros, que, a julgar pelo comportamento no “mentirão” a qualidade não difere muito.

  6. Celso Junqueira disse:

    Doei para o Genoíno e Delúbio. Doarei para o J.Dirceu, tirarei uma cópia do comprovante e enviarei para o sr. Gilmar Mendes, desafiando-o a vir até a minha casa encher o meu saco e verificar a origem do dinheiro.

  7. Maralina Matoso disse:

    E eu também, só doei à José Dirceu em resposta ao Gilmar Mentes e corja Ltda.
    Meu depósito foi um protesto, um recado de que não sou idiota, um pedido para que não me subestimem, e um desafio para ser auditada.

  8. renato disse:

    Ele não poderá recorrer ao POVO, para fazer vaquinha.
    Para ele não existe o POVO.
    Apesar que justa para ele não existe..

  9. Jaime Iglesias Serral disse:

    Em país de corte suprema com juiz-cangaceiro e juiz-capitão-do-mato, esperar o que?

  1. 08/05/2014

    […] 102- Gilmar Mendes entra de corpo e alma na campanha de Arrocho Neves e sobre o apagão moral de Gilmar Mendes  clique aqui: Milhões de reais surrupiados do […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *