Agropecuária de Ipanema é a “dona” da casa dos Marinho em Paraty. E tem sócio na Lava Jato….

laranjas

A Helena Sthephanowitz, na Rede Brasil Atual rasgou a fantasia do triplex da família Marinho em Paraty.

Descobriu e provou, com documentos, que a casa está no nome de uma empresa de fachada, a Agropecuária Veine Patrimonial, com “sede” no apartamento 601 do número 296 da Rua Bulhões de Carvalho, que liga Ipanema a Copacabana.

E que a tal “agropecuária” tem participação da offshore Murray, a mesma que está sendo investigada pela Lava jato por suposta fraude na compra de apartamentos no Guarujá, no mesmo conjunto onde Lula desistiu de comprar um imóvel.

Leia a matéria da Helena, veja os documentos comprobatórios – não tem essa de “uma vizinha comentou” ou “o porteiro disse” –  e espere as novas revelações desta novela, aqui no Tijolaço e em toda a blogosfera.

Aliás, enquanto escrevo, o Azenha, no Viomundo, produz novos documentos mostrando as conexões panamenhas.

Mansão de donos da Globo é alvo da
Lava Jato no esquema Mossack Fonseca

A mansão de praia construída ilegalmente em área de preservação ambiental em Paraty, da família Marinho, dona da TV Globo, tem documentos em nome de uma empresa que, em cuja cadeia societária, encontram-se offshores investigadas na Operação Lava Jato e na Operação Ararath, da Polícia Federal. O imóvel dos Marinhos, portanto, tecnicamente, só não está no nome dos donos de fato. Situação mais grave que a do processo de compra do tríplex no Guarujá, que tentaram erroneamente atribuir ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em busca da produção de notícias desgastantes para sua figura política.

Segundo reportagem do Diário do Centro do Mundo, a mansão está em nome da empresa Agropecuária Veine, tendo como sócio-administrador Celso de Campos. A Secretaria de Patrimônio da União confirma a ocupação de três terrenos litorâneos da União por esta empresa na área onde está a mansão, o maior deles na certidão abaixo.

Nos dados abertos da Receita Federal, a Agropecuária Veine tem como endereço um apartamento residencial no Rio de Janeiro, em Copacabana, e tem no quadro de sócios outra empresa: a Vaincre LLC, domiciliada no exterior, cujo representante legal por procuração é Lucia Cortes Rosemburge, ex-funcionária do INSS, aposentada em 2008, salvo homônimo.

A Vaincre LLC tem CNPJ registrado, mas chama atenção o endereço incompleto no cadastro desde 2005, onde nem sequer informa a cidade, estado e país. Também não tem telefone nem e-mail de contato. E não tem informações sobre o quadro de sócios. Tudo isso dificulta entregar notificações judiciais, autuações administrativas ou operações de busca e apreensão, se necessárias.

Mas descobrimos que o endereço é de Las Vegas, no estado de Nevada, nos Estados Unidos.

O endereço da Vaincre LLC – 520, S7TH Street, Suite C, Las Vegas, Nevada (EUA) – é exatamente o mesmo da Murray Holdings LLC, a empresa offshore dona de um apartamento tríplex no Guarujá, no edifício em que o ex-presidente Lula quis comprar apartamento e desistiu, levando a mídia tradicional a produzir a onda de boatos de que ele seria dono. Os reais proprietários do apartamento, que nada tem a ver com o ex-presidente, foram alvo da 22ª fase da Operação Lava Jato, chamada de Triplo-X.

Além das duas empresas terem o mesmo endereço em Las Vegas, têm o mesmo representante legal e o mesmo gestor. A Vaincre LLC da mansão dos Marinho e Murray Holdinds LLC do Guarujá tem como representante legal a MF Corporate Service e tem como gestora a Camille Services SA, uma offshore no Panamá, cujo endereço é uma “P.O.box” (caixa postal) de número 0832-0886.

A Camille Services SA tem entre seus dirigentes Francis Perez, Leticia Montoya e Katia Solano, nomes citados no escândalo de suposta lavagem de US$ 100 milhões do ex-presidente da Nicarágua Arnoldo Alemán (1997-2002) e da Fundação Voyager, sediada na Costa Rica.

A MF Corporate Service é uma empresa do Grupo Mossack Fonseca, investigado nos Estados Unidos por suspeita de lavagem de dinheiro e no Brasil, antes da Lava Jato, na Operação Ararath, cujas empresas envolvidos estão no quadro abaixo, com o mesmo endereço, mesmo representante legal e mesmo administrador usado no esquema da mansão.

Agora não há como o Ministério Público Federal e a Polícia Federal deixarem de investigar o uso de offshoressuspeitas em paraísos fiscais para adquirir esta mansão, no mesmo esquema usado nas operação Triplo-X e Ararath, com o agravante de estar edificada em terreno da União e de ter desmatado área bem maior do que a lei permite.

Será curioso assistir como o apresentador William Bonner noticiará uma operação da Polícia Federal na mansão dos Marinho.

Há uma justiça poética nesta história. O Jornal Nacional e a revista Época fizeram reportagens acusatórias e improcedentes, típicas de assassinato de reputação, alimentando-se de boatos de que o ex-presidente Lula estaria ocultando patrimônio. Isso ignorando documentos que já provavam serem completamente falsas tais acusações. Agora, quem pode estar ocultando patrimônio de fato é alguém no caso da mansão. Afinal, por que montar uma complexa estrutura societária, com empresas aparentemente de fachada, passando por empresas em paraísos fiscais – que ocultam os verdadeiros donos – em vez de colocar em nome de alguma das empresas do Grupo Globo ou das pessoas físicas titulares do imóvel?

No popular, podemos dizer que atiraram no ex-presidente Lula e acertaram, sem querer, nos pés da família Marinho.

Direito de resposta: Leia aqui o pedido de esclarecimento de João Roberto Marinho, negando que a família tenha relação com a casa e as empresas que propriedade formal.

 

Certidão confere caráter de “ocupação”; de área rural de 55 mil metros quadrados à Agropecuária Veine

Inscrição da empresa no CNPJ, de 2004, tem endereço em zona residencial de Copacabana

Um dos sócios da Veine é Vaincre LLC, com sede no exterior e representada por procuração por Lucia Rosemburg

Vaincre LLC tem como única referência de endereço uma rua localizada em Las Vegas (Nevada, EUA)

Já o escritório da Camille Services SA, especificado como administrador da Vaincre, fica na cidade do Panamá

Endereço da Murray – em Las Vegas (Nevada, EUA) – é o mesmo da Vaincre LLC

Escritório especificado como administrador da Murray é o mesmo Camille Services SA, no Panamá

MF é empresa do Grupo Mossack Fonseca, investigado nos EUA, por lavagem de dinheiro, e no Brasil, na Operação Ararath

Comentários no Facebook